Spider-Man (série de jogos)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Ômi-Aranha
Megowgsh-176x192 spiderman.png
Imagem meramente ilustrativa
Gênero Super-heróis
Desenvolvedor Marvel Comics
Publicador Quem estiver interessado em pagar para a Marvel
Plataforma de origem Atari 2600
Primeiro lançamento Spider-Man (1982)
Último lançamento Marvel's Spider-Man (2018)

Spider-Man é o mais famoso super-herói da Marvel Comics, conhecido aqui na terra da banana como Homem-Aranha. Porém, este artigo não é sobre o personagem, e sim sobre seus jogos de videogame.

Início[editar]

Nosso herói

Tudo começou no logínquo ano de 1982, quando uma desconhecida empresa fabricante de brinquedos teve a ideia de propor para a Marvel que fosse lançado um jogo do herói aracnídeo para o jurássico console Atari 2600. Curiosamente, o nome da empresa era Parker Brothers, e qualquer idiota poderia pensar que o dono era o próprio Peter Parker, mas isso seria impossível, já que Peter é filho único e um personagem fictício que não existe no mundo real. O jogo logicamente tinha gráficos pavorosos, mas para aquela época, era considerado uma puta inovação. Basicamente, sua jogabilidade consistia em fazer o Homem-Aranha escalar prédios e capturar bandidos enquanto precisava desviar de bombas aleatórias lançadas pelo Duende Verde.

Em 1984, um tal de Scott Adams desenvolveu o segundo jogo estrelado pelo Aranha, Questprobe, que na verdade era uma trilogia em estilo RPG narrada em primeira pessoa e que tinha como co-protagonistas o Hulk, o Tocha Humana e o Coisa. Apesar de ter gráficos um pouco melhorezinhos, já que sua jogabilidade não exigia tantos movimentos, este jogo conseguiu ser ainda pior que a porcaria anterior, pois tudo que o jogador precisava fazer era ler um monte de textos chatos que apareciam na tela e depois fazer o herói caçar umas joias misteriosas sem qualquer motivo plausível para tal. Havia planos para lançar novos jogos da série com outros personagens da Marvel, como os X-Men, mas o fracasso nas vendas fez com que a softhouse responsável falisse.

Consagração[editar]

Após um hiato de alguns anos sem nenhum lançamento, o Aranha retornou ao universo dos games em 1989 com o jogo Spider-Man and Captain America in Doctor Doom's Revenge, que como o nome já sugere, tratava-se de um crossover com o Capitão América e o Doutor Destino. Apesar da suruba, era o jogo mais fiel aos quadrinhos lançado até o momento. Naquele mesmo ano, a Sega ainda pegaria o Aranha emprestado sem autorização da Marvel para interpretar um vilão figurante no jogo The Revenge of Shinobi, que também contou com a participação involuntária de outros personagens famosos, como Batman, Rambo, Godzilla e até o Exterminador do Futuro.

Na década de 1990, os quadrinhos viraram modinha mundial e todo mundo queria lucrar em cima deles. Sendo o gibi do Homem-Aranha um dos mais populares, obviamente ele seria um dos personagens mais visados, e como a Marvel não é besta de recusar grana, várias softhouses adquiriram seus direitos autorais para lançar jogos de videogame inspirados em suas histórias. Nessa época, surgiu uma caralhada de títulos em vários gêneros para tudo quanto era console existente, sem ter qualquer relação uns com os outros, e eu obviamente não vou perder meu tempo descrevendo eles aqui.

Venom vs. Rapunzel

Foi ainda nos anos 90 que também surgiu a franquia Marvel vs. Capcom, que perdura até hoje e traz o Aranha como um dos lutadores jogáveis, em uma puta suruba gamística envolvendo tudo quanto é personagem da Marvel e da Capcom.

A partir da década de 2000, os jogos do Homem-Aranha viraram festa da uva. Tudo quanto é empresa, até mesmo aquelas que nunca tinham se envolvido com a produção de videogames, começaram a lançar seus títulos, adaptando tudo quanto é arco mais irrelevante dos quadrinhos. Com o surgimento dos filmes live-action do herói para o cinema, as coisas ficaram ainda mais fora de controle, e até as softhouses mais xing-ling lançaram seus jogos de qualidade duvidosa. Como posteriormente a Marvel foi comprada pela Disney, surgiram até crossovers oficiais e bizarros entre os personagens das duas empresas.

Ver também[editar]

v d e h
Spiderman logo.png