Stand de Besouro Mortal

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
TAZ.jpg Do caralho, do caralho!!

Este artigo é da Land Down Under! Sua fauna é extremamente mortífera e sua economia depende da venda de camisetas do AC/DC O autor fala um inglês horrível, bebe água suja e assiste MasterChef.

Mate um canguru e mandaremos Olly, Syd e Millie atrás de você!



Stand

StandeBesouro.JPG

Classificação Espectro
Cavaleiro
Deus a que serve Hades
Armadura Besouro Mortal
Golpes Fique Comigo(Stand by me)
Grande Parede(Big Wall)
Perfil
Nacionalidade Bandeira da Austrália Australia
Local de Treinamento Nasceu sabendo
Nascimento 18 de Abril (Áries)
Frase Favorita Cquote1.png ... Cquote2.png


Cquote1.png Você quis dizer: Personagem avulso? Cquote2.png
Google sobre Stand de Besouro Mortal
Cquote1.png Experimente também: Estante com um besouro-rola-bosta Cquote2.png
Sugestão do Google para Stand de Besouro Mortal
Cquote1.png Fraquinho! Cquote2.png
Kanon de Gêmeos sobre Stand de Basouro Mortal
Cquote1.png Fortinho! Cquote2.png
Yato de Unicórnio sobre Stand de Basouro Mortal

Apresentação[editar]

Stan perplexo ao saber que foi derrotado facilmente. Ele já deveria ter deduzido isso antes.

Stand de Besouro Mortal é um australiano que atualmente detem a Sapuris do Besouro Mortal (O RLY?), pertencente magicamente ao Imperador do Submundo, o Deus Hades, sendo somente dada para aqueles guerreiros que ainda prestam no mundo, já que a deusa Athena acabou pegando todos os mais fodoões.

Foi um dos poucos personagens existentes no anime que ainda foi reaproveitado na série não-cronológica The Lost Canvas, somente porque Masami Kurumada ficou com pena de simplesmente matar o cara durante uma luta injusta contra Kanon de Gêmeos, sendo que o gigante sequer pode dizer um "ai" que fosse.

Mas pelo menos ele teve a coragem dos idiotas ousadia de enfrentar o Kanon, já que somente doidos (como o Radamanthys de Wyvern), ou pessoas realmente fortes, tiveram essa coragem, mesmo que hoje elas estejam à sete palmos abaixo da terra (bom, mas pelo menos eles tentaram.

História[editar]

A Armadura do ESpectro de Besouro Mortal. Até que é legalzinha.

Stand era um grande surfista (e bota grande nisso, o cara era simplesmente um gigante) australiano e tinha muito dinheiro. Ele surfava mais do que o Kelly Slater e, por ser mais rico do que o Silvio Santos no auge de sua carreira, pegava várias ninfetas australianas, que eram nenhumas loiras suecas ninfomaníacas bissexuais, mas pelo menos elas tentavam.

O cara era tão pegador que com somente 15 anos já tinha comido mais garotas do que você (que tem 30 anos) e ainda nem sequer viu uma mulher pelada que não seja em revistas. Mas como tudo que é bom um dia acaba, chegou um dia em que uma das putas o acusou de estupro e ele foi preso. Perdeu todos os seus bens, seu corpo não mais resistia ao sal do mar e, pra piorar, ele pegou AIDS e ficou muito doente na cadeia.

Desesperado, ele não sabia mais o que fazer, a não ser ver o sol nascer quadrado todo o santo dia e marcar cada dia que passava dentro daquela cela. Chegando ao extremo da monotonia, ele fez até pacto com o Capeta pra poder sair de lá, mas o capeta tinha entrado de férias e Hades estava no seu lugar. Com a aproximação da Guerra Santa que o Imperador do Submundo arma contra a sua sobrinha a cada 243, Hades curou a AIDS de Stand, mas ele foi obrigado a servir ao Imperador eternamente.

O Espectro de Hades[editar]

O pior inimigo que Stand de Besouro Mortal poderia encontrar em seu caminho, Kanon de Gêmeos.

Stand se tornou o Espectro de Besouro Mortal, que nada mais é do que um simples escaravelho, mais também conhecico como besouro rola-bosta. Como em campo de batalha era era tão útil quando um cego guiando outro cego, Hades resolveu dar a ele um espaço para guardar e defender dentro do próprio Inferno, assim evitaria que ele fizesse algum estardalhaço na Terra e Hades ficasse com a fama de barraqueiro.

Stand, então, ficou de guardião no Inferno, mais precisamente na Quinta Prisão, conhecido como o Inferno dos Túmulos de Fogo, que vem depois da Quarta e antes da Sexta (O RLY?). Tal lugar é até agradável, apesar dele não ter um cachorrinho como o Cérberus para lhe distrair em alguns momentos, tal qual tinha o Faraó de Esfinge na Segunda Prisão, mas pelo menos lá ele era feliz (ou não).

Kanon e a última coisa que Stand viu em vida, a Explosão Galáctica.

Com a invasão dos Cavaleiros de Athena ao Inferno, Stand teve de ficar alerta para não ser atacado a qualquer momento, ou pior, acabar morrendo vergonhosamente como muitos espectros estavam. Mas finalmente chegou o dia em que surgiu um Cavaleiro por aquelas bandas. Ele estava sozinho, tinha o cabelo azul (WTF?) e uma Armadura de Ouro, mais precisamente a Armadura de Ouro de Gêmeos. O Cavaleiro era chamado Kanon de Gêmeos e já tinha uma bela fama naquelas bandas como o Cavaleiro que conseguiu enganar um Deus (mais precisamente Poseidon).

Desafiando o cara para um combate de frente, Stand utiliza o seu mais forte ataque Fique comigo (ui!), mas tal golpe não faz nem cócegas em Kanon. O Dourado Cavaleiro, fez o Besouro Mortal pagar por todas as mulheres que ele estrupou (porque você acha que a luta deles dois não foi mostrada no anime nem no mangá?), desferindo o seu mortal golpe Explosão Galáctica, plagiado de seu irmão gêmeo Saga de Gêmeos.

Quando Hyoga de Cisne e Shiryu de Dragão apareceram por aquelas bandas atrasadamente, pois estavam tirando uma soneca, Kanon já tinha derrotado Stand há muito tempo, fazendo com que somente o corpo morto do Besouro Mortal caísse e Radamanthys de Wyvern aparecesse, começando, assim, realmente uma luta de verdade.

The Lost Canvas[editar]

Yato de Unicórnio, um grande adversário de Stand de Besouro Mortal por duas vezes.

Como Stand teve somente uma participação especial na série cronológica, entrando mudo e saindo calado, Masami Kurumada resolveu dar mais uma chance ao cara, colocando-o para enfrentar um dos mais fracos Cavaleiros de Bronze de Athena na era da Lost Canvas, Yato de Unicórnio.

O primeiro combate aconteceu próxima a Cascata de Sangue, onde Yato, Yuzuriha de Grou e Tenma de Pégasus tinham acabado de roubar os frutos do pomar secreto de Hades (reencarnado no corpo do pintor Alone) e estavam de partida para Jamiel, onde fariam com as frutinhas uma bela bijuteria para vender em qualquer esquina do Templo de Athena.

Tenma de Pégasus estava para morrer literalmente, já que os outros dois estavam alí exatamente para evitar a sua morte, pois o vieram salvar. Stand não iria deixar barato, impedindo os três de seguirem em frente. Yato então enfreta o grandão, permitindo assim a passagem de Yuzuriha e Tenma que voltam para Jamiel.

Yato utilizando o seu único golpe contra Stand. E não é que na última vez funcionou?

Utilizando o seu Fique comigo, Stand simplesmente owna o Cavaleiro de Prata de Unicórnio, mostrando que se não fosse pelo poder do protagonista, o mesmo já tinha morrido há um bom tempo. Utilizando-se de sua espada dada por Hakurei de Altar, Unicórnio foge da luta, já que a espada atua tal qual uma Chave de Portal do Harry Potter, levando-o de volta para Jamiel.

Quando Yato e mais uma gangue de Cavaleiros partem para Jamiel em busca do Barco de Athena (WTF? Athena tinha um barco na Mitologia?), um grupo de Espectros comandados por Aiacos de Garuda atacam o grupo de Cavaleiros de Athena, sendo que, mais uma vez, Yato tem de enfrentar Stand de Besouro Mortal, coisa que ainda não tinha feito de verdade. Claro que dessa vez Yato não deixou barato e derrotou o Espectro (pelo menos isso ele fez).

Golpes[editar]

  • Fique Comigo (Stand by me): Não deu tempo de usar, pelo menos não contra Kanon. Contra Yato, só não destruiu a Armadura dele porque a mesma tinha acabado de ser restaurada;
  • Grande Parede (Big Wall): Também não deu tempo de usar contra Kanon e contra Yato muito menos...

PoR-Death.gif
Stand de Besouro Mortal já morreu!

Patrocinado pela Sadia!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno


Cavaleirospredef2.jpg