Star Wars Battlefront (2015)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Star Wars Battlefront (2015) se trata de um jogo virtual (game)

Enquanto isso, Liu Kang treina para ser campeão do Mortal Kombat.


Guerra nas Eestrelas Fentre na Batalha
Star Wars Battlefront 2015.png

Capa honesta do jogo

Informações
Desenvolvedor Dice
Publicador Electronic Arts
Ano 2015
Gênero Counter-Strike com skin de Star Wars
Plataformas PlayStation 4
Avaliação 70%
Idade para jogar Livre

Cquote1.png It is a trap!! Cquote2.png
Almirante Akbar sobre comprar Star Wars Battlefront por mais de 200 reais

Star Wars Battlefront é um jogo de tiro em primeira ou terceira pessoa que não possui sangue, sendo portanto basicamente um spin-offs de Battlefield voltado para crianças e fãs de StarWars (que possuem idade mental de criança, para irem fantasiados ao cinema). O jogo traz menos campanhas, menos personagens, menos mapas, menos armas, menos veículos, menos missões e menos táticas que todos jogos de Star Wars Battlefront anteriores, mas embora isso a primeira vista pareça um retrocesso, na verdade é uma apenas uma velha tática das empresas de jogos que consiste em vender jogos pela metade e depois obrigar a todos comprar DLCs obrigatórias para conseguir todas as coisas que são menos.

Embora esse tipo de marketing seja claramente ultrajante e abusivo, estamos lidando com fãs de Star Wars, que são basicamente zumbis que compram coisas da franquia por qualquer preço sob qualquer qualidade oferecida. A única coisa que realmente alavancou as vendas deste jogo foi a chegada do sétimo filme de Star Wars nos cinemas no final de 2015, mas como qualquer jogo online, tende ao esquecimento e servidores cada vez mais desertos.

Jogabilidade[editar]

Aquele momento em que você já começa a borrar as calças pensar que perdeu a chance de fazer um seguro de vida.

Há alguns modos enrolativos disponíveis que ninguém nem chega perto de jogar por ser incrivelmente sem graça, o único modo de jogo que importa mesmo é o multiplayer online, então se você tem uma internet lixo prepare-se para desperdiçar dinheiro comprando esse jogo que é obrigatoriamente online.

Durante o jogo online ocorre os embates entre o Império contra os Rebeldes onde teoricamente há objetivos a serem cumpridos, mas ninguém faz a mínima ideia do que fazer até porque estes objetivos são sempre mal explicados e pior ainda mal localizados, então 95% dos jogadores online ficam apenas se atirando e se matando como se estivessem num Counter-Strike, até que algum time vence por algum motivo desconhecido que nunc aé necessariamente número de mortes causadas ao adversário, o que deixa todos sempre muito indignados. Tática é algo inexistente nesse jogo, menos até que Batttlefield, é só sair pulando e atirando sem parar sem se preocupar com munição.

O jogo nos traz basicamente duas experiências nesses duelos. A primeira é de combate de infantaria no solo, com os jogadores com movimentos básicos demais capazes de atirar e jogar granadas, e a outra opção é entrar nas naves e veículos e morrer sem entender de onde veio o tiro que te explodiu.

Algo que a primeira vista pode não fazer muito sentido no jogo que é um estoque de granada e munição infinita, na verdade é algo que foi pensado deliberadamente pelos desenvolvedores do jogo, pois em nenhum filme ou série de Star Wars jamais alguém ficou sem granadas ou munição. Então os cenários são sempre aquela poluição de tiros e explosões, e sempre tem um viciado nerd tetudo filho da puta que te mata pelo menos umas 15 vezes.

O diferencial de toda essa treta é a capacidade dos jogadores utilizarem os heróis (Darth Vader, Palpatine, Boba Fett, Luke, Leia e Han Solo) nestas batalhas, desequilibrando totalmente o combate, pois um stormtrooper pode fuzilar o rosto do Han Solo e então morrer tomando um tiro no pé desse mesmo Han Solo. Isso faz todo sentido e faz o jogador sentindo-se jogar um filme de Star Wars!

Enredo[editar]

Não tem campanha, e as pessoas acham isso completamente normal e válido, obrigando o jogador a ser um playboy com internet boa (RIP pivetinhos que compravam CD pirata na feirinha). O mais próximo de um enredo são 5 fases super-genéricas que podem ser concluídas em menos de 15 minutos cada. Na primeira o jogador controla uma X-Wing perdida num deserto procurando água. Na segunda controla um Stormtrooper numa lambreta flutuante tentando não ser n00b e morrer batendo em troncos de árvore em Endor. Depois controle um AT-ST em Hoth procurando onde está o Happy Feet. Depois na fase que deveria ser a mais legal, controla um Darth Vader com artrite conquistando uma base rebelde. E por fim, controla o Homem-Aranha jogando teias nas pernas de AT-AT derrubando-os.

v d e h
Star Wars logo.png