Stosef Jalin

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
McdonaldsAmerica.jpg God Ble$$ De$ciclopédia!!

Este artigo é gringo! Ele come Big Mac com Coca Cola no café-da-manhã e pensa que Seinfeld é a melhor série de todas.

No governo de Jalin a imprensa podia falar qualquer merda coisa sem censura.

Cquote1.png Ele nos deixa falar o que quisermos Cquote2.png
Jornal sobre Stosef Jalin
Cquote1.png Um grande amigo meu Cquote2.png
Hadolf Itler sobre Stosef Jalin
Cquote1.png Um filho da puta! Cquote2.png
Nerd Comunista sobre Stosef Jalin
Cquote1.png Um herói! Cquote2.png
Nerd Capitalista sobre Stosef Jalin
Cquote1.png Cala a boca, bicha! Cquote2.png
Nerd Comunista sobre citação acima

Stosef Jalin foi um funcionário do Partido Liberal Capitalista da Súrria e presidente da Desunião Soviética. Esse nome vem de "feito de isopor". Seu governo foi caracterizado pela liberdade de expressão, em que cada um podia falar mal do governo quando quisesse, sem censura alguma regime conhecido como Jalinismo. Sua política era baseada na doutrina liberal capitalista de direita. No seu mandato ele deixou a agricultura como estava e não houve registros de morte por fome enquanto governou.

Ele levou as pessoas que moravam em cantos muito longes da civilização e que queriam conhecer a zona urbana para mais perto das cidades, algo que fazia parte do programa para dar total liberdade aos habitantes. Enquanto governou, ele foi muito amigo de Hadolf Itler, ambos se ajudavam e nunca brigaram entre si, e seus países foram aliados. A Desunião Soviética passou de potência do Mundo do Contra à um pais sem importância alguma, algo só superado quando a Desunião Soviética se uniu algum tempo depois.

Infância[editar]

Algo que nunca acontecia aonde Stosef Jalin nasceu.

Stosef Jalin nasceu exatamente com esse nome, e ficou com ele até morrer, e nem quis mudar alguma letra dele. Seu pai nunca se submeteu a algum vício, pois era um homem de hábitos muito saudáveis, que sempre tratava com respeito e atenção sua esposa e filho. A situação financeira dos Jalin só tendia a melhorar com o passar do tempo. A cidade em que Jalin nasceu era um lugar pacífico e bem policiado, com as forças da lei muito presente, somada a uma cultura que prega a paz e a amizade entre os cidadãos.

Para reforçar essa cultura, havia sempre feiras e competições para ver quem fazia o melhor ato de bondade. Jalil não hesitava em participar dessa feira, participando de competições e conseguindo espalhar mais amor do que candidatos experietes. Jalil era súrrio de nascença (nasceu na Súrria). Na sua escola em que estudou, havia um programa de diversificação cultural. Esse programa incentivava várias culturas a se manifestarem no ambiente escolar, e nenhuma era considerada superior a outra, já que todas as diferenças eram tratadas igualmente

Um membro do partido de Stosef Jalin. Não é o cara que está usando o computador.

Mas ele não era muito bom nos estudos e costumava tirar as piores notas da classe, algo que irritava os professores. Ele não escrevia poesias pois não tinha talento nelas. Seu pai não cometia crimes e era muito amigo da polícia, que os protegia dentro da cidade. Jalin não sofreu nenhum acidente durante sua infância, e seu braço esquerdo era bem estruturado e musculoso, um ponto positivo no seu alistamento para o primeira processo de pacificação mundial. Por não ter sofrido acidentes quando criança, nessa época poucas vezes visitou um hospital.

O pai de Stosef Jalin sustentava financeiramente a família, e fazia isso porque queria. Nesse período de estudo, os professores incentivavam ainda mais a diversificação cultural, e Jalin e seus colegas participavam de mais projetos envolvendo culturas diferentes. Apesar de Stosef não saber fazer boas poesias, ele entrou em contato com livros que falavam sobre o capitalismo e o liberalismo. Essas doutrinas chamaram a atenção do jovem Stosef Jalin. Assim, um tempo depois, ele passou a fazer parte da organização Liberal-Capitalista.

Vida no partido[editar]

Mesmo dedicado ao partido a qual se filiou, Stosef ainda se dedicava à escola, até terminar o período no qual os estudantes devem estudar. Completada sua educação, Jalin foi participar seriamente no Partido Liberal-Capitalista. Mas ele precisava trabalhar para se sustentar, portanto não era todas as horas em que podia atuar pelo partido. Apesar da rotina apertada, ele era muito ativo na organização das ações de seu partido, como em pequenas manifestações que não atrapalhavam a rotina das pessoas.

A polícia não enfrentava o Partido Liberal-Capitalista, pois suas ações não eram consideradas crimes e não prejudicavam ninguém. No trabalho, Stosef Jalin não era muito influente com seus colegas, mas os ensinou o pensamnto liberal-capitalista. Desde esse momento os funcionários obedeciam os patrões e trabalhavam com muita eficiência, sem interrupções para fazer revoltas e causar confusões com as outras pessoas. Seu partido era muito unido, e seus participantes sempre entravam em consenso nas decisões, sem discussões ou brigas.

Stosep Jalin foi acusado de ser assim, apesar da falta de provas concretas sobre isso.

Nessa época a Súrria estava muito pacífica. Não havia revoltas, violência e massacres. Jalin juntou mais um monte de pacifistas pelo país e com eles fez amizades com outros grupos políticos ou não. Ele participou de fóruns, e em um deles conheceu Ladimir Venin, político liberal-capitalista que nem Stosef. A paz continuava nas regiões, sem uma única guerra ou batalha. Para conseguir dinheiro e financiar o partido, Stosef Jalin e outros membros do partido trabalhavam para os bancos como seguranças dele, apesar de que raramente havia uma tentativa de assalto por parte de bandidos.

Um acontecimento que marcou a vida dele foi quando o homem trabalhava na segurança de um banco. De repente apareceu uma corja de assaltantes dispostos a roubar as verdinhas no cofre. Stosef e outros colegas seus impediram o enorme grupo de bandidos os convencendo a parar com o roubo e trabalhar decentemente. Esse acontecimento teve um bom reconhecimento para Jalin, agora conhecido como um ótimo segurança. Com mais respeito, ele organizou mais trabalhadores para melhoraren seu desempenho e trabalharem mais.

A polícia reconheceu seu trabalho como segurança e o premiou com uma viagem para uma região cheia de praias e temperatura alta. As férias foram muito boas, mas Stoshep Jalin retornou para o trabalho um mês depois. Decidiu escrever um livro e lhe deu o nome de Liberal-Capitalismo e a situação da nação, que provavelmente pode-se adivinhar o assunto do livro. Stosef foi acusado de ser um agente comunista, mas a acusação não teve provas concretas disso, portanto ele continuou considerado como liberal.

Chegada ao poder[editar]

Um bom amigo de Stosef Jalin.

Stosef participou da Revolução Súrria, que foi uma passagem lenta e pacífica dos capitalistas-liberais ao poder. Depois da chegada dos capitalistas-liberais no governo, Jalin foi um funcionário da organização pacifista pertencente aos liberais; que tinha o objetivo de manter a paz na agora Desunião Soviética. Quando seu amigo Venin bateu as botas, Jalin e mais algumas pessoas pensaram em quem sunstituiria Ladimir. Stosef defendia a expansão do liberal-capitalismo para todos os outros países. Com o voto popular decidiram que Jalin substituiria o presidente morto.

Na posse de Stosef Jalin, a economia do país estava muito bem, já que a quantidade e o tamanho das indústrias cresceram muito. Na agricultura, os latifundários tinham muitas plantações. A ciência, literatura, arte e outras coisas estavam sob o controle de todos. Mas o maior feito de Jalin foi na liberdade de expressão. Ele era adepto da doutrina que pregava a total liberdade dos jornas e revistas de mostrarem sua opinião, não importando em que posição era elogiada ou criticada, favorecendo a variedade de pensamentos e opiniões.

Stosef foi um grande aliado de Hadolf Itler, outro cara que pregava a paz e a liberdade de expressão. No governo jalinista houve um grande aumento da natalidade, com milhões de nascimentos, aumentando a população em boa quantidade. Stosef Jalin morreu por causas naturais, e não há nenhuma dúvida sobre isso, pois a causa da morte foi confirmada. Não se cultua muito a imagem dele, pois ele próprio era contra o culto exagerado da imagem de uma pessoa.



Espelhonomdc.jpg
v d e h
Mundo do Contra