Substantivo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Substantivo não é apenas uma classe gramatical que indica as palavras que nomeiam. É uma empresa privada portuguesa que vende coisas no mundo a fora, o substantivo é uma logomarca mundial no mundo das coisas e negócios, ela é ativa desde época de Pedro Álvares Cabral, isso desde aquele ano em que Cabrito invadiu o Brasil entrando pelo fundo do baiano pelo litoral baiano. Inventado pelos portugueses o substantivo ganhou terreno na América Latina em 1500 d.C assim que chegara Cabral em terras Brasileiras.

A palavra subs- vêm do portugueisiano: É aquilo que da sustância no negócio, e a palavra tantivo vêm do Tony Ramos gregronês que significa tantos, ou quanto mais melhor.

O substantivo é tudo, os portugueses vendiam, vendem de tudo nesta empresa: Concreto, cimento, tijolo, casa, menino, menina, gato, papagaios, fantasmas, gripe espanhola, varíola, febre amarela etc...

Classificação dos substantivos[editar]

A empresa portuguesa vendia os substantivos de vários tipos, os quais explicaremos a seguir. Um substantivo (ou seja o produto vendido pela empresa portuguesa pode ser classificado em comuns ou próprios; simples ou compostos; concretos ou abstratos; primitivos ou derivados; ou somente coletivos.

Quanto propriedade e especificidade[editar]

Haviam os substantivos comuns que indicavam apenas simples coisas:

Ex:Vaca, burro, menino, menina, gato, papagaios, etc...

Os portugueses também vendiam substantivos próprios onde negociavam pessoas, países inteiros, terras e lugares. Os portugueses venderam quase toda África para os barões do açúcar e café na época do Brasil colônia:

Ex: João, Jeremias, Zezão, Paraguai, Brasil, Bahia etc...

Quanto a complexidade[editar]

São simples os substantivos que forem formados de apenas uma palavra de um mesmo significado da mesma classe gramatical:

Ex: Flor, água, José, etc...

Os substantivos podem pertencer a duas ou mais classes, exemplo é a palavra rola-bosta, que pode ser o sujeito que rola na bosta, (inseto), uma espécie de bicinho redondo que se enrola todo quando passa por cima da bosta, ou pode ser nome próprio de uma empresa que presta serviços no ramo de desentupir bosta

Eles também costumam dar coisas de brinde quando se compra algum produto como esses citados aí em cima, geralmente fazem promoções compre um e leve dois, são chamados de promoções composto.

Ex: Rola-bosta, Couve-flor, água-ardente, sapo-boi, porta-copo, cor-de-roxo...

Exemplos de como funciona o substantivo composto.

  1. Compre uma flor e leve uma couve de brinde;
  2. Ou compre uma garrafa d’água e ganhe uma garafa de pinga grátis;
  3. Ou ainda, compre um sapo e ganhe um boi;
  4. Compre uma porta e ganha um copo de massa de tomate do Flamengo.

Substantivos concreto[editar]

Eles também vendiam coisas pesadas do tipo construção civis, os mercadores da construção civil portuguesas comercializam muitas massas, pedras e concretos.

:Substantivos do tipo: concreto, cimento, tijolo, casa, [[vini C.O.S CAETES 1 RECIFE ]], azulejo etc.

Substantivos abstratos[editar]

Eles também fingiam que vendiam coisas da imaginação deles, os portugueses vendiam dependências químicas do tipo burrice precoce.

São chamadas abstratas, os principais substantivos abstratos são os famosos peidos engarrafados de Belém, o famoso vento do Atlântico pra tocar moinho, vendiam tristeza empacotada dizendo que era cocaína pura vinda da Amazônia, afirmavam que na caixa tinha a fórmula pra viver alegrias, vendiam todo tipo de baseado indígena dizendo que o subalterno iria atingir orgasmo da loucura total.

:Exemplo de substantivos abstratos: Alucinações, êxtase, alegrias, alergia, dor de cabeça, etc.

Substantivos epicenos[editar]

Exemplo de substantivos epicenos: A rola fêmea o rolo macho.

O epiceno é uma classe de seres que são comercializados por mercadores portugueses até os dias de hoje, são eles machos masculinos como elas fêmeas femininas da mesma espécie.

:Exemplo de substantivos epicenos:

A gavioa (feminino) O gavião (masculino)
A rola Bosta (feminino) O ralo bosto (masculino)
A vaca (feminino) O vácuo (masculino)
A boia (feminino) O boi (masculino)
A sapa (feminino) O sapo (masculino)
A mosca (feminino) O mosco, (masculino)
A puta (feminino) O puto, (masculino)
A karai (feminino) O karaio, (masculino)
A peixeira (feminino) O peixe, (masculino)

Substantivos primitivos e derivados[editar]

Continente da pangéia onde os primitivos viveram, habitavam na cidade de Neanderthals, depois da era glacial o bichou pegou, pois ficaram presos a deriva em alto mar dentro de cubos de gelo, assim deram origem aos derivados.

Primitivos foram aqueles que derivaram das cavernas há cerca de 200 bilhão de anos atrás, são os famosos homo sapiens, esta comunidade era muito primitiva, habitavam na cidade de Neanderthals, esta cidade se localizava no antigo continente da pangéia na província da Mesozoica.

Eles foram com certeza unas das primeiras aparições portuguesas que vivera cerca de uns bocados de milhões de anos naquela região; viviam como nômades, pulavam de galho e galho, mas a força da natureza deixou todos no estado solido da matéria, ficaram todos pedrados (em cubos de gelo) , pois foram todos consumidos na era glacial, com um devastador frio , ficaram todos meios derivados.

Exemplo de primitivos: Gelo Oposto de primitivo (Derivado):Gelado
Exemplo de primitivos: Pedra Oposto de primitivo (Derivado): Pedrada ou pedralascada
Exemplo de primitivos: Lasca Oposto de primitivo (Derivado):Lascado ou lasqueira
Exemplo de primitivos: Caverna Oposto de primitivo (Derivado):Cavernoso
Exemplo de primitivos: Roda quadrada Oposto de primitivo (Derivado):Rodeira redonda

Ver também[editar]