Super Xuxa contra Baixo Astral

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Teria sido melhor ir ver o filme do Pelé... Cquote2.png
Chaves sobre Super Xuxa contra Baixo Astral

Super Xuxa contra Baixo Astral é um filme do final da década de 80 onde a apresentadora e ex-atriz de filme pornô, Xuxa, estava no auge de sua carreira.

Sinopse[editar]

Xuxa e sua roupa sujestiva.

Após deixar a vida de prostituta em um bordel de luxo em São Paulo, Xuxa se torna apresentadora de televisão e resolve dar uma de João Dória e convocar as crianças para colorirem muros pichados na cidade. Isso faz com que um ser malvadão chamado Baixo Astral fique revoltado, pois a atitude da Xuxa poderia impedir os planos dele de contaminar o mundo com sua maldade, e ele então decide dar um tiro sequestrar o cachorro da Xuxa, o Xuxo, que tem uma música com mensagens subliminares do capeta.

Desesperada com o desaparecimento de seu cachorro, Xuxa resolve dar uma de Maddie Bowen e entra dentro da televisão buscar o seu cachorro, Xuxa encontra em sua viagem um sequestrado por Baixo Astral e todo o tipo de personagem ridículo e mal feito.

Crítica[editar]

O script é ridículo, o figurino é horroroso, as musicas são toscas, a atuação da Xuxa é vergonhosa, o filme é cheio de esquetes trocadilhos toscos e cheios de merchandising forçado. O legal do filme é ver a Xuxa vestida de ninfeta com aquelas velhas roupas minúsculas que ela costumava usar antigamente, contribuindo para a erotização precoce das crianças.

Curiosidades[editar]

  • Durante toda a década essa porcaria foi exibida na Sessão da tarde.
  • O figurino erótico da Xuxa foi um plágio no figurino do Michael Jackson em um filme.
  • A Mia Toretto fez aparece nesse filme, apesar de não ter sido creditada.
Este artigo é a escola de Phil Eggtree e é um esboço.
Melhor reformar a escola antes que Phil fuja mais uma vez.