Supernova

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Zorak.jpg
Você está entrando em um mundo desconhecido nas imensidões da escuridão, onde
ninguém pode ouvir seus gritos!
Agora, viajar pelo espaço ficou mais fácil depois que inventaram a Coca-Cola.
Se aconchegue em sua nave e vá tomar um "chazinho" com o E.T. de Varginha.


Cometinha.jpg Este artigo é um artigo com pretensão pseudo-científica.
Portanto seu autor é um desocupado e mentiroso e não diz coisa-com-coisa.
Um exemplo de supernova muito estranha
Supernova com sensores de calor... Não pareçe mais bonita agora, heh?

Cquote1.pngVocê quis dizer: Novíssima?Cquote2.png
Google sobre Supernova
Cquote1.png Não seria melhor você colocar novíssima ao invés de coloar um aumentativo mais a nova que iguais viram supernova? Cquote2.png
Grafólogo sobre a palavra suprernova
Cquote1.png Supernova é o evento mais violento do universo depois do big bang, do buraco negro, da formação de um planeta e de uma galáxia colidindo com a outra Cquote2.png
Astrofísico sobre a supernova
Cquote1.png Supernova!!!! AAAAAA! Pare com isso tocha humana! Para! Cquote2.png
Sr.fantástico ao ver tocha humana chegar a temperatura de uma supernova
Cquote1.png Fato ilógico: Como no filme do quarteto fantástico, o tocha humana chegou ao calor de um a supernova, mas não derreteu o asfalto, por que? Cquote2.png
Pessoa curiosa que não sai de casa 1 semana sobre o quarteto fantástico e ilogicidades

Supernova é o evento mais violento do universo podendo ter magnetude tão destrutiva quanto a primeira vez que seu pai e sua mãe fizeram sexo. Acontece no final da vida de uma estrela e é um fenômeno confirmado, pois os astrônomos são os ditos "ateus" da astrofísica, por não acreditarem em buracos negros e sempre considerarem que quando uma estrela morre acontece uma supernova.

Em 2003 foi descoberto e confirmado o primeiro buraco negro, o resultado foi que muitos astrônomos caíram do cavalo e foram obrigados a incluir isso na astronomia. A supernova mesmo assim, mesmo com todo seu poder destrutivo e violento, é considerado por muitos o momento mais belo do universo. A ironia está em todo o lugar! Nossa!

Tabela de conteúdo

[editar] A supernova

Supernovas são "coisas" que acontecem no final da vida de uma estrela, mas isso só pode acontecer nas mais favorecidas e com 10 massas solares a mais.

Cquote1.png O que é massa solar? Cquote2.png
Você

O artigo não fala de massas solar, fala de supernovas! E meu trabalho é falar de supernovas, então se contente moleque! Vamos começar a narrar a história de uma estrelinha que não era tão pequena assim, na verdade ela era gigantesca e mortífera de tanto calor que emitia.

[editar] A estrelinha

A estrelinha quando bebê

Era uma vez uma estrelinha, ela havia acabado de se formar, e seu núcleo produzia muito hidrogênio, o que fazia ela brilhar muito forte.

As estrelas que podem criar supernovas geralmente tem sistemas solares ricos e cheios de planetas destruídos pelo calor mortífero dela, nosso sol é uma estrela de favelados e não irá formar uma supernova, apenas irá virar um diamante.

Cquote1.png Mas diamantes são belos não são? Cquote2.png
Rico sobre o sol se transformar em um diamante

Hã...Sim, mas essa estrela em especial ficará famosa após a gigantesca supernova que irá provocar no fim da vida. A estrela era muito conhecida por fazer escândalos e destruir exoplanetas gigantes gasosos frequentemente. Até que surgiu o primeiro planeta com vida, e sua civilização ficou avançada e começou a visitar outros planetas, tudo muito rápido. Aquela civilização ficou conhecida por outra civilização como greys. Os greys não faziam muita companhia com a estrela, estavam viajando o tempo inteiro, até que a estrela começou a morrer.

[editar] A morte da estrelinha

Agora ela não está tão bonito, está?
Supernova comum, mas alguém terá que limpar a sujeira. Mas também pode ser o Megaman perdendo uma batalha

A estrelinha foi analisada pelos ETs e acabaram sendo surpreendidos que ela poderia criar um buraco negro, eles abandonam o sistema e ela fica sozinha. A estrela se dá conta que é o ser mais destrutivo do universo e que lhe restava pouco tempo, a mesma começou a cantar uma canção terrivelmente ruim e que apenas piorou seu estado.

Ela começou a sentir um negócio na barriga, e não pense besteira! O hélio começou a substituir o hidrogênio e assim a estrela porvocou a supernova.

[editar] A supernova

Agora é a parte mais interessante. Como alguns astrônomos insensíveis diriam, a melhor parte da estrela é quando ela morre e destrói qualquer coisa que estiver a alguns milhões de quilômetros ao redor dela.

A supernova explode a estrela, seus planetas, seus satélites, seus cometas, seus asteróides, enfim... Tudo! Podemos pegar a metáfora que o filme tropa de elite mostrou, que o oficial que estava dormindo teve que segurar uma granada para não explodir todo mundo.

A supernova após terminar irão restar a poeira cósmica da estrela, e isso é como você jogar tinta em um papel. Pode ser bem divertido, e você conseguirá muitos formatos interessantes nela, mas no fim alguém vai ter que limpar a sujeira. Após estar no estágio de expansão da poeira, a supernova só serve para ser fotografada e aos poucos vai ficando menos brilhante e menos quente. Enquanto no início ela podia tudo, desde brilhar até mesmo mais que uma galáxia.

[editar] Galeria das supernovas

Agora uma pequena galeria de supernovas famosas por causa do escândalo que proporcionaram para os cientistas e para o universo quando morreram e incendiaram seus planetas. Algumas ficaram bem famosas e viraram marcas de tênis, outras acabaram caindo no esquecimento e só são lembrada por gente como maconheiros e astrônomos.

[editar] Ver também

Clique e venha fazer parte de nosso projeto!!
Projeto Desconhecimento

Este artigo de Ciências ganhou nota B, sendo considerado de Boa qualidade

Visite a discussão do artigo ou o projeto e Conheça-nos


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas