Surf de pobre

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Alficina.jpg Esty artygo é dy pobry!

Esty artygo é sobry koyzas dy póbry, peçowas póbrys y o dono
taméyn dévy dy sê un pobretãwn do karáy!

Uma modalidade mais dificultosa

Ei, você é pobre e não tem dinheiro para ir à praia? Você queria muito surfar, mas mora no quinto dos infernos? Você vai continuar sem surfar na praia, mas poderá surfar em outros lugares.

Surf urbano style[editar]

Há duas principais modalidades de surf urbano e, para cada uma, uma prancha deve ser utilizada, ônibus ou metrô:

Ônibus[editar]

Point de surfistas, dia de praia cheia

Aproveitando o balanço dos ônibus, você pode treinar seus dotes surfistas. Fique em pé no corredor do ônibus e sinta a brisa e o ar poluído batendo na sua cara. É mais difícil surfar no ônibus, mas é mais divertido e você não corre o risco de se afogar, mas corre o risco de bater a cabeça no chão duro e morrer. Aproveite a frenagem forte dos ônibus para treinar seu equilíbrio, e aproveite o barulho das pessoas dentro do ônibus, se imaginando em uma praia lotada.

Além do surf interno de ônibus, pode-se conseguir maior adrenalina com o surf externo. Este é muito praticado após partidas de futebol quando os torcedores cansados do sedentarismo das arquibancadas vão se exercitar um pouco sobre os ônibus.

Metrô[editar]

É uma versão mais rara, uma vez que existem apenas cerca de 170 cidades no mundo com este tipo de prancha pública. O mais perigoso desta modalidade é a chamada aranha, uma junção de fios de alta tensão que quando em contato com o surfista fazem deste uma montanha de pó preto.

Tábua de ponte velha[editar]

Uma versão não tão rara, e existe principalmente nos campos de construção.O praticante desta modalidade corre um sério risco de vida(no túmulo), pois ao errar 0,0000000000000001 de equilíbrio, cai de uma altura de cerca de ∞ metros na versão mais "light" deste esporte urbano.

Ver também[editar]

v d e h