Suriname

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
●Republiek Suriname
●República Indígena Holandesa Latina SubEuropéia Arborizada do Suriname
●The Sure Name

Bandeira do Suriname.png Brasão do Suriname.png
Bandeira Brasão
Lema: Justitia - Pizzas - Fidel
Hino: God Save the Suriname
Mapa do suriname.jpg
Capital Paramaribo
Maior cidade Macapá
Língua holandês
Tipo de Governo Submissão ao Brasil
Embaixador Ronald Venettian
Heróis nacionais Clarence Seedorf
Independência do Território do Amapá
Moeda Pólar
Religião Hinduísmo, Islã e Macumba
População 470.000 peles-vermelhas
Área 163 821 dm² (-1% de água)
Analfabetismo 102%
PIB per Capita {{{pib}}} USD/hab.
IDH 0.{{{idh}}}
Fuso Horário Acre's Zone Time (AZT-4)
Clima Quente pra cacete
Site do Governo Não há Internet no Suriname
Cquote1.png Você quis dizer: Bahia? Cquote2.png
Google sobre Suriname

Cquote1.png It's my daughter's name. Cquote2.png
Tom cruise
Cquote1.png Nasci perto daí! Cquote2.png
Joselito sobre Suriname
Cquote1.png É a cidade dos Ianomame? Cquote2.png
Carla Perez sobre Suriname
Cquote1.png So, Suri name? Suri is a beautifull name, my name is Paul! Cquote2.png
Gringo sobre Suriname

O Suriname (caso exista) é o fim do mundo da América do Sul. Há fortes suspeitas de que esse lugar, como o Acre, não exista de facto. O Suriname é a prova cabal de que o Brasil não seria melhor caso tivesse sido colonizado por neerlandeses em vez de portugueses, conforme comentários cretinos de inúmeros professores de história.

História[editar]

Colonização[editar]

Os criadores do mito do Suriname afirmam que um neerlandês comedor de batatas chamado Mauricinho de Nassau chegou a uma terra de ninguém ao norte do Brasil, plantou uma roça de batatas e comeu umas indiazinhas peladas que lá encontrou. Ao descobrir que índias peitudas eram melhores que batatas, procriou profusamente, criando uma raça de mutantes que deu origem aos X-men. Desta forma, teria surgido a aldeia de Paramaribo, onde hoje supostamente se localiza a sede da Liga da Justiça.

A roça de batatas plantada por tal neerlandês foi abandonada, com isto os índios homens (que tiveram de mudar sua orientação sexual devido ao fato de suas mulheres haverem sido roubadas pelo neerlandês_ apoderaram-se da plantação e passaram a dedicar-se à agricultura de batatosistência para passar o tempo e também para curar seu complexo de inferioridade, afinal de contas, "ao vencedor, as batatas".

Neste período os aborígenes surinameses descobriram a [vaidade]], depois de receberam 10 sagrados e divinos espelhos, cujo valor extremo levou os surinameses ao seu auge tecnológico que perdura até hoje.

Independência[editar]

Quando os turcos chegaram ao Suriname, avistaram mulheres de tanga e peitos de fora o que era proibido por sua religião islâmica, então eles foram embora e descobriram as Ilhas Turcas e Caicós.

Como os neerlandeses estavam ocupados demais descobrindo o ópio na Indonésia, em 1975 declara sua independência sendo reconhecida na época por 3,5 nações (Nicarágua, Reino da Cocada Preta, San Marino e Acre).

Suriname comunista[editar]

Ronald Venetiaan, mister universo e suposto presidente do Suriname.

Foi o ex-ator pornô Dési Bouterse que em 1980 usando apenas 3 granadas de mão e uma escopeta conquistou o Suriname inteiro sozinho (como só tinha floresta na época, e todos os índios tinham emigrado para Roraima foi fácil). Sozinho Dési instaurou a República Socialista Soviética do Suriname para tentar chamar alguma atenção (o que obviamente não surtiu efeito).

Na época o país entrou na CARICOM e fechou tratados comerciais de troca de pele de galinha com poderosas economias como Granada, El Salvador e Guiné-Bissau.

Fatos recentes[editar]

Para tentar combater o tédio absoluto que reinava, alguns surinameses decidiram montar grupos guerrilheiros e viver na floresta lutando contra onças e sucuris, contraindo malária e escapando de areia movediças, tudo por uma vida mais dinâmica. Por isso o Suriname é o único país do mundo onde o governo legaliza grupos guerrilheiros e rebeldes, porque assim quem sabe se aventurando na floresta o povo esqueça a miserabilidade do país.

Economia[editar]

Hmmmmmmmm... Goiabas?

Geografia[editar]

supostamente nascido no Suriname: Seedorf o Elo perdido

Cientistas afirmam que estão prestes a descobrir se o Suriname de fato existe. Segundo eles, a resposta precisa viria assim que conseguissem capturar um espécime conhecido como Clarence Seedorf, cuja espécie se extinguiu há milhões de anos e só pode ser encontrado hoje em dia na Itália e só resta um exemplar. Clarence Seedorf seria o elo perdido e a resposta para todas as dúvidas sobre a existência do Suriname.

Os cientistas tentaram capturar o espécime do Clarence Seedorf na região de Milão, onde supostamente se encontra a criatura empalhada em algum campo de futebol. As pesquisas levaram a uma resposta sobre o mito Suriname. A expectativa na comunidade cientifica (do orkut, claro) é de que outros espécimes possam ser encontrados e responderem sobre outros mitos, como, por exemplo, o Acre!

Alguns cientistas afirmam também, ao analisar o formato do crânio de Clarence Seedorf, que ele teria algum parentesco com Ronald Venetiaan, mister universo e suposto presidente do Suriname.

Subdivisões[editar]


Evidências da inexistência do Suriname[editar]

  • Você não sabe onde fica o Suriname;
  • Você não sabe que língua é falada no Suriname;
  • Você não sabe qual é o gentílico do Suriname;
  • Você desconhece a existência de qualquer surinamenho (ou surinamês?);
  • Você nunca ouviu falar do Suriname em nenhum telejornal;
  • Você nunca ouviu falar do Suriname na televisão;
  • Você nunca viu a seleção do Suriname jogando;
  • Você não consegue encontrar um voo sequer que vá para o Suriname.
  • Você não sabe o que é Suriname;
  • Você não quer acreditar no Suriname;
  • Você nem mesmo se interessa pelo Suriname;
  • Você não conhece ninguém que conheça o Suriname.
  • Você não sabe quem descobriu o Suriname.
  • Você não sabe nenhuma cidade do Suriname.
  • Você não sabe porra nenhuma sobre o Suriname.
  • Sinceramente, você está pouco se fudendo pra bosta do Suriname!

Política[editar]

Algo tão avançado como um poder centralizador não existe no Suriname, e por isso a nação não tem cadeira no Conselho da FIFA, e logo não é reconhecida pela ONU. Por isso nunca se viu a Seleção Surinamesa de Futebol jogar contra o Brasil.

Flag-map Suriname.png Suriname
HistóriaPolíticaSubdivisõesGeografia
EconomiaCulturaTurismo
Gordos.jpg
América
v d e h

Países: Antígua e Barbuda | Argentina | Bahamas | Barbados | Belize | Bolívia | Brasil | Canadá | Chile | Colômbia | Costa Rica | Cuba | Dominica | Equador | El Salvador | Estados Unidos | Granada | Guatemala | Guiana | Haiti | Honduras | Jamaica | México | Nicarágua | Panamá | Paraguai | Peru | República Dominicana | Santa Lúcia | São Cristóvão e Nevis | São Vicente e Granadinas | Suriname | Trinidad e Tobago | Uruguai | Venezuela

Territórios: Alasca | Anguilla | Aruba | Bermudas | Bonaire | Curaçao | Groenlândia | Guadalupe | Guiana Francesa | Ilhas Cayman | Ilhas Falkland | Ilhas Geórgia do Sul e Sandwich do Sul | Ilhas Turcas e Caicos | Ilhas Virgens Americanas | Ilhas Virgens Britânicas | Martinica | Montserrat | Porto Rico | Saint-Barthélemy | Saint Martin | Saint-Pierre e Miquelon | Sint Maarten