Sutiã

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Discionario em png.PNG
O Descionário possui um verbete sobre Sutiã

Cquote1.png Queimem esta merda! Cquote2.png
Feministas dos anos 1960 sobre Sutiã
Cquote1.png Queimem esta merda! Cquote2.png
Médicos oncologistas mamários, cientes de que esta peça de vestuário causa câncer sobre Sutiã
Cquote1.png Queimem esta merda! Cquote2.png
Você, na festa da sua escola, vendo suas colegas gostosas esconderem a gostosura para se vestirem como putas baratas sobre Sutiã


Sutiã à prova de engraçadinhos.
Um sutiã de otaka fã de Pokémon.

Sutiã (aka "estilingue") é uma peça de vestuário íntima (teoricamente), usado por mulheres (teoricamente). Os especialistas dizem que sua utilidade é servir como proteção e sustentação das mamas (teoricamente), mas todos nós sabemos que essa maravilhosa peça do mundo feminino é muito mais que isso, pois assim como o pavão possui aquela bela penugem para atrair a fêmea em um ritual de acasalamento, o sutiã exerce o mesmo sobre os homens. Pode apostar que se uma mulher sair só de sutiã à rua, conseguirá muitos pretendentes antes de caminhar 1 quarteirão.

O sutiã foi originalmente projetado por Leonardo da Vinci como arma medieval e estilingue de barris, o armamento não teve muito sucesso, mas com pequenas adaptações ao tamanho, aquele mecanismo veio a se tornar o moderno sutiã.

Tabela de conteúdo

[editar] História

Chegada do sutiã à Terra através dos alienígenas.

Durante a era antiga da desglobalização, várias culturas usavam formas primitivas e próprias de sutiã. As orientais, por exemplo, usavam como armadura, enquanto as européias usavam por imposição dos maridos que sempre tinham medo de serem cornos. As africanas parecem nunca ter gostado desse avanço.

Tudo começou na Idade Média com os espartilhos, quando em dado momento usar esse instrumento de tortura sob a roupa virou moda entre a aristocracia feminina de Londres quando o sado-masoquismo começou a ganhar força, e esse hábito se espalhou como febre (literalmente) pelo mundo "pseudo"-civilizado. Os homens em geral começaram a se incomodar com o espartilho por vários motivos, como pela demora que aquela coisa era vestida, assim como despida, sem contar que o espartilho matava mais as mulheres do que a Peste Negra.

Pela necessidade de manter as mulheres charmosas, mas sem matá-las sufocadas, o sutiã é inventado e patenteado pela Polishop, que rapidamente populariza o produto usando aquelas propagandas de marketing de lavagem cerebral. Esse inocente pedaço de tecido de algodão, seda, ou chocolate revolucionou o mundo feminino e possui inúmeras utilidades inimagináveis, o sutiã pode ser usado até onde sua imaginação cogitar, e sua existência move o mundo e as Bolsas de Valores, uma vez que eles regulam o bem-estar entre marido-esposa. O nome sutiã é uma forma analfabetizada para o português de "soutien" do francês, que significa "Amiga do Peito".

Existem diversos desenhos de sutiãs.

Esse utensílio foi vastamente popularizado no ocidente pela Mulher Maravilha, a mulher símbolo do sutiã, tal qual o Superman foi o responsável pela popularização das cuecas.

Os homens em geral ficaram frustrados com essa nova invenção, pois o sutiã havia dificultado o acesso aos seios, algo que eles parecem ter em comum aos bebês pelo gosto. Ao longo dos tempos foram inventados vários mecanismos de zípers, fechos, velcros, trancas e cadeados para dificultar cada vez mais o ímpeto masculino. E assim, o sutiã se mostrou muito importante para a Revolução Sexual Feminina do Séculço XX, uma vez que os homens para conseguirem a recompensa de tirar o sutiã tinham que satisfazer sua mulher com massagens e preliminares, estendendo o ato sexual que antigamente não passava de 3 minutos, e dessa maneira as mulheres descobriram que podiam ter orgasmos e ficaram mais exigentes.

É recomendado que os sutiãs sejam lavados separados das calcinhas e principalmente das cuecas.

Estudos antropológicos analisam a história do sutiã, e comprovam que por exemplo: antigamente, andar por aí com os seios a mostra era considerado imoral e fora dos padrões ao contrário do que é hoje em dia, que ficar mostrando os peitos é corriqueiro e incentivado. É sob os moldes conservadores do passado que surge o sutiã, e apesar de tudo o sutiã continua firme. Essa peça íntima foi inspiração para o surgimento do biquíni, inventado em Ipanema para que as mulheres pudessem tomar banho de mar sem precisar usar roupas.

O tempo passou, e lá para 1960, algumas mulheres metidas a macho se reuniam em praças públicas, para protestar pelos direitos das lésbicas queimando sutiãs como forma de protesto. Anos mais tarde, elas pagaram pela ousadia e viram seus seios caírem, ao contrário das mulheres que preferiram continuar oprimidas, heterossexuais em seus lares e com os seios em cima.

Mesmo com todas as vantagens do produto, o sutiã ainda não passava de um pedaço de pano feito de tricô pela vovó. As coisas mudaram quando Madonna começou a cantar pelo mundo fazendo propaganda da peça de roupa, patrocinada pela emergente Victoria's Secret.

Hoje o sutiã é vastamente difundido na sociedade, e você pode encontrá-los a venda em absolutamente qualquer lugar. Hoje também não há mais diferença entre homens e mulheres, e todos usam sutiã, e apesar de toda fama da peça, a diversão só acontece quando tiram ela de cena.

[editar] O sutiã

Uma boa utilidade para o sutiã de sua avó.

Essa peça é uma intrincada armação de aço e tecido, com o objetivo de tentar recobrir os seios, moldá-los e despertar a curiosidade alheia. A "Associação do Tricô" considera oficialmente como sutiã, todo e qualquer parafernália, de preferência em tecido, que acoberte os dois mamilos.

Os sutiãs podem aparecer em vários tamanhos, cores, formatos, adesivos, sem alça, apertados, folgados, de aço, de tecidos diferentes, e muitos outros tipos, sendo que sempre é impossível encontrar o número certo aos seus seios. As lojas conspiram contra as mulheres obrigando-as a comprar sutiãs cada vez mais, na falsa esperança de encontrar um confortável.

Os sempre seguem uma lógica matemática bem simples desenvolvida por pesquisadores da Universidade de harvard: O grau de apelo sexual de um sutiã é inversamente proporcional ao seu conforto, a menos que o seu preço for gradativamente aumentando e compensando a relação "sexy-conforto" da roupa.

Os sutiãs são instrumentos mágicos, e basicamente alguns podem ser estimulantes, e outros podem ser desestimulantes. Dependendo de como estiver a sua cabeça ao ir deitar com seu marido você pode optar pelo modelo mais apropriado.

[editar] Utilidades

Davi durante a mitologia usando um sutiã para matar o Golias.

Muitos homens por aí acham essa peça totalmente inútil, mas toda mulher sabe reconhecer o valor dessa maravilha do século XXI, considerado junto com a roda e o fogo um dos grandes responsáveis pelo avanço da sociedade.

Algumas de suas principais utilidades, além de servir de tapa-sexo:

  • Retardador do coito - O coito sem sutiã costuma ser muito desagradável à fêmea, uma vez que o macho não tem maiores preocupações e termina o ato em um ou dois minutos. Enquanto com o sutiã, o macho se vê na obrigação de tornar o coito mais prolongado e consequentemente, mais prazeroso à fêmea.
  • Forte arma de sedução - O sutiã tem uma rara capacidade de tornar os homens bobos, e serve como eficaz arma de controle mental da comunidade masculina. Evite ao máximo tirar o sutiã, do contrário você perde todo o controle sobre o macho.
  • Desafia a Lei da Gravidade - Estudado pelos mais renomados físicos, o sutiã foi usado por Isaac Newton (ele era gay mesmo sabiam?) em seus vários experimentos para combater a terrível força da gravidade, o maior inimigo das mulheres.
  • Bandeira Oficial do Heterossexualismo Feminino - Como bem se sabe, machos não são adequados para usar sutiã, e por isso fêmeas que gostam de cuecas e são metidas a macho, tendem a queimar sutiãs
  • Coador do café - Muito mais eficiente e versátil que as tradicionais meias. O sutiã remete a pureza do café!
  • Silicone Alternativo - Ajuda todas as mulheres despeitadas que não tem dinheiro o suficiente para implantar silicone. Sutiãs cheios de almofadas e pesando quilos ajudam a melhorar a autoestima de muita gente por aí, desde mulheres comuns até a drag queens.
  • Funda - Uma versão modificada do sutiã, é uma fantástica arma, muito útil contra estupros e para autodefesa de ricardões contra cornos. Seu uso mais famoso aconteceu quando Davi usou um sutiã para matar seu inimigo Golias. Nessa famosa história, Davi havia se deitado com a mulher de seu rival Golias e foi pego em flagrante, sem ter nada ao alcance para se defender, sou o sutiã como estilingue para acertar uma pedrada na cabeça do gigante.

[editar] Aspectos médicos e patológicos

Médicos observaram que os povos primitivos, nos quais as mulheres andam com os peitos livres, tem índices muito baixos de câncer no seio.

Quando os missionários filhos da puta e neuróticos trazem a ideia do pecado original para estes povos, com aquela historinha babaca de que a nudez é uma coisa ruim e mostrar os peitos é um pecado contra Deus (deve ser um deus muito escroto esse, que cria uma máquina de alimentar bebês mas depois diz que não pode ser usada porque é obscena) e as nativas passam a usar sutiã, os índices de câncer no seio disparam.

Conclusão: sutiã causa câncer no seio.

Corolário: deixem os peitinhos livres! viva o topless!


[editar] Uso do sutiã

Quem usa sutiã:

Quem não usa sutiã:

[editar] Importante!

E não adianta tentar disfarçar, sempre saberemos que você usa sutiã escondido.

Não se esqueça, apesar de ser um produto maravilhoso, o sutiã não é milagreiro, se a mulher for feia, não há sutiã que salve!


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas