Sylph

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Boieng da Trans Brasil indo pro brejo.jpg Olha o(a) Sylph vindo!
Olha o(a) Sylph indo!

Este artigo fala sobre coisas que avuam pro alto.
Clique aqui pra ver quem mais vai pelos ares. Literalmente.

Cquote1.png Você quis dizer: Invocação inútil Cquote2.png
Google sobre Sylph
Cquote1.png Legal!! Agora que eu consegui a Sylph ninguém pode me vencer!! Cquote2.png
Noob sobre Sylph
Cquote1.png Ela não faz porra nenhuma!! Cquote2.png
Mesmo noob depois de usar Sylph em uma batalha


Sylph é, com toda a certeza, a invocação mais inútil de todos os Final Fantasy. Isso porque a única coisa que ela faz é roubar uma miséria de HP do inimigo e transferir para o jogador. Ou seja, é totalmente inútil, já que é muito melhor, mais rápido e eficiente dar uma camaçada de pau nos inimigos e depois usar a velha e clichê Cure.


Características[editar]

Sylph.jpg

Basicamente, Sylph é uma fada meio retardada de cor verde, ou seja, segundo alguns nerds punheteiros bem criativos, ns série avançadas, como no Final Fantasy 80, Sylph finalmente vai amadurecer, e se tornará a mais bela hentai girl já vista em todos os Final Fantasy. Mas, claro, não se deve dar muito crédito a isso, pois é pura imaginação fértil de punheteiro.

Assim como qualquer fada, Sylph tem o poder do vôo, ou seja, quando ocorre alguma situação de perigo, ela é a primeira a usar o correr pra caralho (ou, no caso, o voar pra caralho), e sempre deixa o grupo na mão.


Origem[editar]

Pelo tamanho da cabeça, essa deve ser a Sylph de Junior Kyle

Sylph surgiu de algum jardim encantado produzido pela Disney, provavelmente de algum conto bem direcionado para gurias retardadas. Como esses contos só enchem o bolso dos ratos empresários, Sylph decidiu fugir de Neverland, para ir procurar um emprego melhor.

Durante um de seus vôos, Sylph encontrou a sede da Square-Soft, que precisava de empregados. Como Sylph não tinha mais porra nenhuma para fazer, ela decidiu ir ver se conseguia o emprego. Depois de uma conversa, Sylph conseguiu o emprego, até porque a Square-Soft, por algum motivo desconhecido, gosta de colocar em cada jogo de Final Fantasy mais de 8000 invocações. Imagina-se que seja apenas para agradar os nerds tetudos, mas não se tem certeza.


Como invocação[editar]

Sylph fez sua estréia no Final Fantasy IV, onde elas fazem praticamente a mesma coisa que o figurante narigudo faz: encher linguiça. Sylph só aparece para dar uma de Jesus Negão e cuidar de Yang e de Ursula. Depois desses 15 minutos de fama, Sylph começa a ser apenas uma invocação perdida de Rydia, que nunca é usada, já que até mesmo o Cecil tem a cura mais poderosa.

Apesar do fracasso, a Square-Soft mostrou que é tão inteligente quanto a Carla Perez, e simplesmente continuou insistindo na mesma coisa até hoje, sempre colocando Sylph como invocação aleatória, que ninguém usa, com exceção dos gordos nerds tetudos virgens, que vêem em Sylph uma grande fonte de entretenimento.


Afinal, qual é a importância dela na série?[editar]

Tumbleweed.gif