Térbio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Stockholm(1).jpg STOR SVENSK KUNGARIKE!!

Este artigo é sueco! Foi embalado pela Tetra Pak, dirige um Volvo e tem um Ericsson. O autor deve ser um loiro holmiano que financia a Fundação Nobel e come pyttipanna com mostarda.

Wikisplode.gif
Para aqueles sem senso de humor, os espertalhões da Wikipédia têm um artigo (pouco confiável) sobre: Térbio.

Cquote1.png Mais um elemento periódico que não serve para nada! Cquote2.png
Você que não entende nada sobre térbio.

O térbio é um elemento químico de símbolo Tb e de número atômico igual a 65 (65 protões e 65 electrões e mais 65 cagões), com massa atómica 158,9 u, bem fitinha esse térbio. À temperatura ambiente, o térbio encontra-se no estado sólido, como qualquer outro elemento inútil na tabela periódica (ou não).

Características principais[editar]

Uma lâmpada de baixo consumo à base de térbio (ou seria tungstênio?)

O térbio é um metal terra rara, cinza-prateado, que é maleável e dúctil. É macio como os seios dessa pedófila aqui, o bastante para ser cortado com uma faca, e ela adora um facão, ou uma faquinha. É razoavelmente estável no ar, apresentando duas formas cristalinas com uma temperatura de transformação de 1289 °C e poderá ficar muito mais quente após uma noitada.

A sua história[editar]

O térbio foi descoberto pelo químico sueco Carl Gustaf Mosander em 1843 , que o detectou como uma impureza no mineral "Ytria" óxido de ítrio, Y2O3, morrendo no dia seguinte após ele digeri-lo pensando que era um docinho. Este elemento só foi isolado na forma pura com o desenvolvimento recente de uma técnica denominada troca iônica. O nome foi dado em homenagem a uma vila sueca denominada Ytterby que era uma explorado e roubado por um misterioso rei chamado de Tibio (ou não).

Sua ocorrência[editar]

O térbio nunca é encontrado na natureza na forma livre, ela tem que ser encontrado numa brincadeirinha de esconde-esconde. Porém participa da composição de muitos minerais tais como cerita, gadolinita, monazita ((Ce, La, Th, Nd, Y) PO4, que contém até 0,03% de térbio), xenotima (YPO4) e euxenita ((Y, Ca, Er, La, Ce, U, Th)(Nb, Ta, Ti)2O6), e mais um monte de letras inúteis que você nunca poderá entender a não ser que você saiba um pouco mais sobre química avançada.