Túmulo Trácio de Sveshtari

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
3447b7d8de8464.jpg
Митре ле, ий!
Stoichkov.gif

Este artigo foi feito na Bulgária. Ele é naturalmente sem assunto e caso você queira vandalizá-lo, Hristo Stoichkov vai chutar a sua cabeça

Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


O Túmulo Trácio de Sveshtari é uma tumba onde corpos de trácios mortos apodreceram e hoje praticamente não existem resíduos dos cadáveres. Em vez de jogarem o corpo do falcido num rio ou em outro lugar com menor custo financeiro, fizeram uma tumba toda decorada com estátuas e pinturas. A única coisa que o morto ganhou com isso foi um túmulo que é patrimônio mundial.

Descoberta[editar]

O túmulo e as estátuas das amantes dos cadáveres.

Quer dizer, ele não ganhou nada, porque o cemitério atrai turistas, e essa agitação não deixa o morto descansar. O túmulo foi descoberto em um monte por meia dúzia de desocupados que procuravam não se sabe o quê numa montanha afastada do restante do mundo. Foi quando encontraram esse túmulo trácio. Com eles não encontraram nada que preste, decidiram aproveitar a descoberta do túmulo (como será que se pode tirar proveito de um túmulo velho?).

Características[editar]

Como tudo o que é velho e está em ruínas atrai pesquisadores, logo o túmulo seria estudado por vários vagabundos estudiosos que estavam curiosos em saber como era a vida do morto enquanto ele estava vivo. Nesse cemitério, havia centenas de estátuas de mulheres dando apoio às pedras como se fossem pilastras. Até ai ninguém sabe o que são essas mulheres; mas é muito provável que elas sejam as amantes do morto, concluindo que ele era um Ricardão.

Num dos corpos, foram encontrados marcas de tiros, indicando que o cadáver é de um ricardão assassinado por algum corno, que se vingou de ter levado um chifre da mulher. Não existe explicação melhor do que essa; pois não há tumbas com estátuas de mulheres em volta do corpo. Também é estranho que o túmulo esteja onde está, porque ele fica muito ao norte, e os trácios viviam mais em baixo ao sul porque eles não gostavam do frio.

História[editar]

Para explicar isso, descobriram que esse cemitério foi feito por um tribo trácia que vive muito ao norte da Bulgária, que surgiu quando na Trácia foram feitas leis obrigando a pena de morte no caso de adultério. Então, todos os ricardões fugiram da Trácia para não serem mortos e fundaram um reino ao norte, longe da pena de morte por adultério. Junto com eles, vieram várias amantes, que ferraram com seus maridos.

A tribo fundada se desenvolveu e formou um reino dominando toda a Romênia e Bulgária. Os caras eram tão ricos que faziam túmulos luxuosos para qualquer um, o que explica a origem de Sveshtari. O reino entrou em declínio quando os cornos se organizaram e atacaram de surpresa a região, no momento em que os indivíduos dessa tribo trácia estavam ocupados com suas amantes. O túmulo de Sveshtari foi feito para serir de descanso às vítimas dessa guerra.