Tóquio

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Sculpture samurai.jpg
Jaspion metaltex.jpg

Made in Japan

Este é um artigo com tecnologia do sol nascente né.
Trabalha e fica na escola mais do que qualquer outra coisa.

O Gyodai pode te transformar em um idiota gigante se você maltratar o pobre artigo.

Cquote1.pngExperimente também: Capital das Schoolgirls Cquote2.png
Sugestão do Google para Tóquio

Cquote1.png Aaaaaahhhhhhh!!!! Cquote2.png
Povo de Tóquio presenciando mais um monstro atacar a cidade
Cquote1.png Eu sô o Nashionaru Kidoooo!!! Cquote2.png
National Kid dirigindo-se ao monstro

Tóquio (ja:魔物都) é a capital e um dos maiores focos de monstros do Japão.

Tabela de conteúdo

População e Demografia

Tóquio possui a maior população humana e monstruosa dentre todas as cidades do mundo. São 30 milhões de pessoas e mais um monte de criaturas como Godzilla, Gyodai, Majin Boo, Gamera e outros. Felizmente, também é grande a população de heróis que combatem esses monstros, como National Kid, Jaspion, Ultraman e personagens de animes de porrada.

Durante o dia, a população de Tóquio aumenta em mais 2 milhões de almas, provavelmente pessoas que estudam e trabalham lá porque as cidades vizinhas são grandes roças sem nem igreja no centro. Também há os otakus em tempo integral, que passam o dia na metrópole freqüentando eventos de anime e comprando hentai mangás nas livrarias, que fazem os antros otakus do Bairro da Liberdade parecerem um convento de freiras.

História

Tóquio antes

Tóquio foi fundada há mais de mil anos com o nome de Edo, para ser um centro de treinamento de samurais-heróicos-retalhadores-de-monstros. No período das guerras civis pela unificação do país, conhecido como Sengoku (pois se o Goku estivesse lá, não haveria guerras), um samurai(na realidade ele era um ninja, e ninjas odeiam samurais, e também odeiam quem os chama de samurais.Esta informaçao foi editada em memoria do criador deste artigo,sua família,conhecidos e pessoas que estavam em um raio de 1000 km e desapareceram misteriosamente após um ninja ler este artigo)chamado Hattori Hanzo construiu um castelo em Edo para consolidar a defesa dos retalhadores. Entretanto, em 1590, Tokugawa Ieyasu conseguiu tomar a cidade e fazê-la seu quartel-general, um passo fundamental para a tomada de todo o Japão. Com os samurais retalhadores de Edo sob seu comando, Tokugawa unificou o país e fez sua capital em Edo.

Tóquio depois

Já no século XIX, o plano de dominação mundial estadunidense finalmente chegou ao Japão. Em 1868, os americanos o imperador assumiu o governo japonês, pondo fim à dinastia dos Tokugawa.

A partir de então, o país do sol nascente e sua capital jamais seriam a mesma coisa. Os samurais retalhadores trocaram as espadas por fuzis laser, pedras alquímicas, bazucas estelares, mechas e toda aquela parafernália que aparece nos animes e tokusatsus. Tóquio parecia mais uma cidade americana, com McDonald's, Wal-Mart, General Motors e Coca-cola, do que uma capital oriental.

No total, Tóquio já foi destruída 42 vezes por terremotos, tsunamis, ataques de monstros e invasões de Incas Venusianos. E o detalhe é que os monstros e aliens sempre atacam Tóquio.

Geografia e Administração

Quando Barney invadiu Tóquio, Ultraman causou grande devastação nos edifícios em volta.

Tóquio se localiza na ilha de Honshu, região de Kanto. É nessa região que vivem os pokémons, alguns deles de grandes proporções, como Tyranitar, Charizard e outros. Alguns deles também já aproveitaram para fazer sua invasão a Tóquio.

Além disso, Tóquio está situada no centro do país, próxima à margem da baía de Tóquio, favorecendo a chegada de monstros aquáticos como o Gamera. Junto com Yokohama, Chiba, Kanagawa e Saitama, forma a maior zona de putaria zona metropolitana do planeta. Para caber toda essa gente, foi feito um catatau de prédios e arranha-céus por toda a cidade, só para serem destruídos nas lutas entre Ultraman e monstros. Dizem que Ultraman já causou mais destruição do que as próprias criaturas, de tanto prédio destruído por ele.

O Palácio Imperial fica em Tóquio e é a residência do imperador Akihito e seu filho Naruto Naruhito. O imperador do Japão é um cargo decorativo, ou seja, ele não faz absolutamente nada, só reina, ou impera(diferente de certos presidentes,costuma fazer isso dentro de seu país). A administração de Tóquio vem logo abaixo.

A grande zona é dividida em inúmeras prefeituras, vilas, favelas e cafofos para facilitar a administração, pois alguém precisa botar ordem no barraco. Os principais administradores malvados das prefeituras e bairros de Tóquio são:

Cena corriqueira em Tóquio.

Além destes, cada prefeitura tem uma infinidade de administradores, todos subordinados ao staff de Tóquio.

Economia e Indústria

Tóquio é o maior centro industrial e econômico do país e um dos maiores do globo. Parte das principais corporações mundiais estão sediadas em Tóquio, fabricando muambas de todo gênero, graças à moderna tecnologia nipônica. É de lá que vem aquela televisão que você tem em casa e quebra a cada dois meses, afinal os japas podem comprar uma TV por mês com o salário, mas você não, e esse é o problema. É de lá também que vêm todos aqueles produtos tecnologicos, bons, bonitos, e caros, por isso você não tem!

Assoador de nariz fabricado pela Toshiba e vendido pela Polishop.
Hashis feito pela Toshiba e vendido pela Polishop.

A indústria do anime é um forte vetor da economia de Tóquio. Lá são anualmente produzidos milhares de novos animes, que geram empregos para os desenhistas e estimulam as fábricas de bonecos, bandanas de ninja, bichos de pelúcia e outras porcarias coisas. Essa indústria é na verdade parte dos planos de dominação mundial pelo Japão, uma resposta à dominação mundial estadunidense.

Através do anime, os japoneses pretendem fazer a cabeça de todas as pessoas de todas as culturas, minando aos poucos as respectivas culturas. Esse fenômeno pode ser perfeitamente notado entre os otakus estrangeiros que pagam o maior pau para o Japão e seriam capazes de cortar o pinto fora para ficarem mais parecidos com os japoneses.

Porém, o governador de Tóquio planejar censurar todos os animes, com o argumento de serem prejudiciais a educação japonesa.

Cquote1.png Atenção, politicorruptos de td o mundo, nem pensem em fzer essa merda, senaum vou mandá-los pro mundo d mortos Cquote2.png
Otaku frustado sobre Isso

Turismo

A Torre de Tóquio já foi destruída 13 vezes por monstros.

Por ser uma grande cidade, Tóquio atrai otakus turistas de todo o mundo. Entre as atrações turísticas, estão a parada gay que acontece todo dia 6 de Janeiro e os vários eventos de anime e games, não tão diferentes da parada gay. Tóquio tem vários parques e templos budistas, onde costumam acontecer festivais culturais, sempre tomados por otakus e emos, assim como acontece no Brasil com qualquer merda que tiver o nome Japão no meio.

Os principais pontos turísticos são o Palácio Imperial e a Torre de Tóquio, palco de diversas batalhas épicas de anime e também um dos alvos favoritos dos monstros invasores.

Educação

Estude e um dia você entrará na Toudai.

A educação em Tóquio é extremamente competitiva. Todas as crianças com um ano de idade começam a freqüentar a escola já no berçário, saindo apenas aos 18 anos. Nesse período, as crianças e jovens passam até 14 horas por dia estudando, sem contar os feriados e fins de semana, afinal a CLT não regulamenta o tempo máximo de estudo e por isso a exploração ainda continua. Depois de terminar a escola, os jovens devem ingressar na Toudai, mesmo que precisem passar até quatro anos tentando. Devido à excessiva cobrança, muitos acabam até cometendo suicídio, levando ao pé da letra a máxima "Mate um japonês para entrar na universidade". No caso, se você não matar o japonês, ele mesmo se mata.

Transporte

O sistema de transporte de Tóquio é composto sobretudo pela malha de metrôs. Uma característica desse sistema é a pontualidade infalível; a margem de atraso do metrô japonês é de 0,042 segundos, diferente do sistema aéreo brasileiro e dos ônibus da Paranapuan.

Ver também



Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas