TV Excelsior

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
TV Excelsior faliu!
Graficozero.JPG
Cows1.jpg

Nem a Apple quita suas dívidas!

Outros que ficaram no vermelho.

60.gif

Este artigo discute coisas intrínsecas dos Anos 60's!
Se você NÃO teve infância naquela época, SESSENTA aí e leia o artigo pra saber mais, bicho!

Mico azul.JPG


O Mico Azul passou por aqui em 1960!!!

TV Excelsior - TV Excelsior

Tv-excelsior logo.png

TipoIdiota
País Brasil
Disponibilidade Na casa dos Blochs Falida
Proprietário Já morreu
Data de Lançamento Antes de você nascer
Nomes Anteriores Não tinha
Programação Esse canal é fogo
Slogan Eu também estou no zero
Website Anos 60, internet? Pura ficção


Cquote1.png Você quis dizer: Rede Manchete Cquote2.png
Google sobre TV Excelsior
Cquote1.png Experimente também: Falidos Cquote2.png
Sugestão do Google para TV Excelsior
Cquote1.png Experimente também: Futuro da RedeTV! Cquote2.png
Sugestão do Google para TV Excelsior
Cquote1.png Nunca vi, nem comi, eu só ouço falar Cquote2.png
Zeca Pagodinho sobre TV Excelsior
Cquote1.png Nunca vi também Cquote2.png
Steve Wonder sobre TV Excelsior
Cquote1.png Por que a Record está vivendo mais tempo, hein? Cquote2.png
Você sobre TV Excelsior

A TV Excelsior foi um canal de televisão do país, que foi usada por muitos talentos antes de ganhar reprises na Rede Globo. Foi a primeira a usar a grande inovação tecnológica do videotape que Chico Anysio achou em algum lugar, essa nova tecnologia é conhecida por nós até hoje por ser a grande responsável por inspirar a Rede Globo a passa a Lagoa Azul mais vezes do que você respira.

O início[editar]

Em 1959, as Organizações Tabajara, proprietária da TV Pau na Lista, canal 5 de São Paulo, que futuramente viria a ser a Rede Globo (o que começa uma merda, é merda para sempre), receberam mais um canal sem graça, o canal 9. Felizes da vida, eles venderam o canal 5 a precinho de banana, uma coisa que nenhuma televisão no mundo tinha feito, o negócio envolveu pessoas de muita confiança, como o prefeito da cidade, um deputado, um advogado e outros da mesma laia. Essa organização também era dona da rádio, que tinha o mesmo nome e eles planejavam transmitor nessa nova TV, ao vivo e a cores as mesmas porcarias que já transmitiam só por voz.

Infelizmente, antes dessa negociação toda entre os ladrões envolvidos, um milhonário atoa resolveu entrar no meio e ofereceu uma quantidade incontável para que cada um dos vagabundos fossem fazer suas robalheiras em outro lugar e deixassem com que ele ficasse com o canal.

As Organizações Tabajara também eram donas da Rádio Excelsior (atual CBN São Paulo, rádio que ainda toca músicas de Cauby Peixoto, transmite comerciais com o Tio do Bom Bril e é fissurado no Rei Roberto Carlos, motivo que a sua avó escuta essa rádio) e por isso, e por falta de idéia, foi definido como nome da futura emissora TV Excelsior (excelso significa que soma do Excel). Porém antes que planejassem o que fariam com o canal, um grupo de empresários liderados pela família Silva e Silva, dona, entre outras 41 empresas, da Panair do Brasil, a maior empresa de aviação do país, a Nestlé, principal marca de produtos feitos com chocolate, compraram a emissora ainda no papel. O grupo ainda contava com José Luís Moura, exportador de café em Santos; o deputado federal Ortiz Monteiro, fundador da TV Paulista, Dercy Gonçalves, atriz de palavras miuito utilizadas hoje e João de Scantimburgo, proprietário do Correio Paulistano.

A concessão foi adquirida por 80 milhões de mangos cruzeiros, valor extremamente elevado para época (caso a Excelsior existisse hoje, a Manchete seria maior que o SBT, já que hoje 80 milhões de cruzeiros são 1 real). Além da concessão, foram adquiridos um pequeno lote de equipamentos entre os quais figurava algumas câmeras da Ganon Canon, uma torre e um transmissor roubado da TV Tupi. O sistema de transmissão foi instalado na esquina da rua da favela com a rua dos mafiosos, os estúdios na avenida Adolfo Pinheiro e a área comercial e administrativa na região do centro da cidade.

Excelsior no ar[editar]

A recém-inaugurada emissora alugou o Teatro Cultura Artística, na Rua Nestor Pestana - em São Paulo - conseguindo assim estúdios e auditórios respeitáveis. Com o novo espaço, vieram novas atrações, entre elas programas nada humorísticos, de auditório e musicais, como o Brasil 69 em 1960 com Biba Ferreira. Primeira televisão brasileira a se utilizar tanto da programação inédita,com 6 horas de atraso,quanto a programção VHS,que usa um monte de fita que ninguém mais usa pra passar programação enquanto o pessoal faz a festa nos estúdios.E bem rápido,só em 6 meses,ela vira a emissora porto seguro pra quem não quer ver o Silvio Santos. Em 1962, rouba constrói um grande estúdio no bairro de Vila Guilherme, em São Paulo e adquire equipamentos modernos da época, ainda feitos de madeira.

Foi em 1962 que se tornou a primeira emissora no país a tentar transmitir em cores. O sistema utilizado foi o NTSC (que só os americanos e japas usam) e o primeiro programa em cores foi o Moacyr Franco Show, de Moacyr Franco, obviamente. A TV Tupi somente transmitiria em cores em 1964, quando começou a transmitir a Festa dos Moranguinhos em Pelotas. A Recópia também começaria a transmitir em cores a partir da Festinha do Morango, transformando na famosa Clodovil em Jogo, ou 3 contra 1. O Sistema NTSC não decolou no Brasil, pois os receptores em cores eram muito caros, vendidos apenas pelo Polixop e pelo Senhor Barriga, que estava vendendo o objeto. A primeira transmissão oficial, já com o sistema Germano-Brasileiro PAU-M, foi realizada pela Rede Record e TV Rio, em parceria com a Rede Globo (Record fazendo parceria com a Globo??? Que porra é essa?}, Rede Tupi e TV Bandeirantes, a partir da TV Difusora de Porto Alegre, em 1972, com a Festa da Mulher Uva de Pelotas.

Com o dinheiro desse cassino,a Excelsior ficou no ar por cinco anos

Em 1963, comprou a concessão do canal 2 do Rio de Janeiro, até então pertencente à Rádio Mayrink Veiga, que nunca desenvolveu sua estação de TV. E assim, a Excelsior começa a implantar o conceito de rede de televisão no Brasil, visto que a TV Tupi de São Paulo encarava sua homossexual homônima do Rio como concorrente. A TV Excelsior canal 2 do Rio entrou no ar quando sua vó mijou tua mãe, com o programa cristão-comunista "O Rio é o Céu" com apresentação da atriz Maria Fernanda e a presença de vários cantores da época como, por exemplo, Jorge Ben Jor (na época seu nome era Jorge Ben), Buker Pitman e sua filha Eliana Pitman, Sílvio César, Miltinho, Os Cariocas e outros artistas. Foi no auditório da TV Excelsior do Rio em Ipanema que produziu-se vários programas humorísticos por excelência, como o legendário PornoShow Times Square, A Cidade Se Diverte rindo das merdas que você faz, Gira o Mundo Gira ai, que lou-cu-ga (com Chico Anysio), My Fair Show, Vovo Deville com artistas como Valter D'Avila, Ema D'Avila, Dorinha Duval, Waldir Maia, Lilian Fernandes, Annik Malvil, Myriam Pérsia, Castrinho, Hugo Brando, Geraldo Barbosa, Sargento PincelRoberto Guilherme, Marinalva, Hamilton Ferreira, Ari Leite, Jaime Filho, Paulo Celestino, Flávio Cavalcanti, Daniel Filho, Zellia Hoffman, Iza Rodrigues, Aizita Nascimento e vários outros comediantes famosos da época,inspiração pro Zorra Total

Comercial de O Agente da UNCLE, o Agente 86 do Brasil

A TV Excelsior do Rio foi também responsável por vários programas de esportes como: Telecatch Vulcan, com Ted Boy Marino, ex-lutador e humorista dos Trapalhões, Verdugo e Mongol; Dois no Ring e jogos de futebol transmitidos do Maracanã em vídeo tape no próprio Gordini da emissora, antes de terminar o segundo tempo (não tinha satélite ainda,se lembra das 6 horas de atraso?). Foi na TV Excelsior do Rio que grandes cantores como Elis Regina e Gilberto Gil iniciaram a carreira através de programas como Show Dois na Bosta e O Brasil Canta na puta que o pariuno Rio.

A TV Excelsior do Rio inovou no telejornalismo ao lançar o programa Jornal de Vanguarda, criado pelo jornalista Fernando Barbosa Lima, que trazia vários locutores e comentaristas. Também lançou séries famosas como: Jornada nas Estrelas, Quinta Categoria Dimensão, Dr. Kildare, Casey Jones, Missão Impossível e outras mais.

A Excelsior usava da tecnologia do video tape, novidade da época, para distribuir programas que eram exibidos na mesma hora pelas várias TV afiliadas (à Excelsior do Rio de Janeiro vieram se juntar outras em Belo Horizonte, TV Itacolomi, Porto Alegre TV Gaúcha e Brasília TV Nacional entre outras).

Também de criação da TV Excelsior são jingles musicais para anunciar a próxima atração, previsão do tempo e a hora certa. A emissora foi a primeira a ter um logotipo: dois círculos pretos e um círculo branco que formavam um triângulo pra baixo. Suas mascotes eram duas crianças chamadas de Putinha e ViadinhoRitinha e Paulinho, que protagonizaram diversas punhetasvinhetas.

A Borracharia da TV Excelsior

O FIM[editar]

Cquote1.png Globo filha-da-puta! Cquote2.png
Ferreira Neto sobre O FIM

Já foi mostrado que a Excelsior tinha uma caveira de burro enterrada na porta,pois investia muito no seu casino,não tinha mudado o nome(porque palavras chiques como excelsior só trazem má sorte)e ainda botou um triângulo pra baixo como logo.E deu resultado,porque em 1964, a Excelsior,burra do jeito que é,não apoiou o golpe de 1964 e passou por uma grande crise, sob pressão do regime militar(não coma durante uma semana,depois coma um café da manhã e não coma durante uma semana,faça isso durante um mês e vai ficar igual cabo de vassoura)e do governo, que a forçou a tirar programas do ar, os quais traziam renda à emissora, junto com a Panair. Para acentuar a crise, o empresário Carlos Besserman Viana perdeu as concessões de voo da Panair dois anos depois. Cinco dias depois, a Panair peidava pra muzenga.

A Excelsior, sem um putodinheiro e com a conta estourada, é vendida ao Grupo ImagemFolha de São Paulo, após um pacto com o capeta, que a devolve aos antigos donos pouco tempo depois, mais estourada ainda. Em 1969, TV Excelsior era um nome que dava piti no governo militar. Na sequência, ocorreram mais dois incêndios em uma única semana (WTF). Um foi simples, de pequeno porte, destruindo apenas um pequeno cenário que custava 100 mil cruzeiros (o equivalente a uma bala de caramelo). O segundo foi na sexta-feira e destruiu boa parte do acervo.

No final do ano, a emissora perdia mais dinheiro com a reforma do cassino e se encontrava na decadência. A partir daí, a emissora só teve mais problemas com o governo: perdeu cerca de 170 milhões de Cruzeiros(que vale um pão francês) só em impostos e taxas.

Em 1º de outubro de 1970: a Excelsior se encontrava á beira da falência. Por volta das 18h40, Ferreira Neto invade o estúdio pelado e com uma peruca, onde estava sendo transmitindo um programa humorístico muito engraçado: (Adélia e Suas Trapalhadas). Desta forma, ele anuncia aos telespectadores que o governo decretara o fim da Excelsior (e que o Costinha estava tentando lhe currar). Naquele momento, na central técnica da Excelsior, estavam alguns técnicos do MERDELDENTEL, um dos órgãos vitais do governo, que tirou a emissora do ar naquele momento.

Judicialmente, a Excelsior tinha o prazo máximo de até 15 de dezembro de 1970 para "acertar as contas" com o governo Médici, ou seja, pagar no mínimo metade de tudo o que devia. No fim do prazo, a emissora não havia pago o aluguel que devia. No dia 15 de dezembro, as concessões outorgadas à Excelsior são cassadas,estripadas e dada de ração aos lobos e ursos da floresta do Mogli.

Treze anos depois de o canal 9 ficar fora do ar, Adolpho Bloch da Bloch Editores ganha a concorrência aberta pelo Governo Militar com a falência da TV Tupi, incluindo também a concessão da Excelsior. Era o começo da Rede Manchete,outra emissora que afundou com pouco tempo de vida,mostrando que tudo que vem da Excelsior tem macumba em cima.