Taís Araújo

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Rioband.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

Taís Araújo
Ebadadbdff tais araujo.jpg
Taís demonstrando extrema empolgação.
Nascimento 25 de novembro de 1978
Rio de Janeiro, Brasil
Ocupação Pseudoatriz gostosa
Olhos Castanhos
Cabelo Morena

Cquote1.png Você quis dizer: Jennifer Beals versão brasileira Cquote2.png
Google sobre Taís Araújo
Cquote1.png Experimente também: Única atriz negra na Globo que faz papel de mocinha sem sal. Cquote2.png
Sugestão do Google para Taís Araújo
Cquote1.png O seu grande amor sou eu! Sou eu! SOU EU! Cquote2.png
Netinho de Paula sobre Taís Araújo
Cquote1.png Perdeu, playboy! Cquote2.png
Lázaro Ramos sobre frase do Netinho acima

Taís Araújo é um projeto de atriz, dublê de modelo, e se auto-considera uma apresentadora de televisão muito gostosa talentosa. O que importa dessa morena negra afro-brasileira são suas fotos de calcinha e sutiã que podem ser encontradas aos montes no Google.

Carreira[editar]

Como você pode notar, Taís não mede esforços em mostrar talento.

Na adolescência, Taís Araújo já aparecia na Capricho ao lado de Gisele Bündchen, e mostrava a que veio ao mundo. Produtores da Rede Manchete chamaram Taís para o teste do sofá, e assim ela garantiu um posto permanente no hall de atrizes da emissora.

Taís fez algumas pontas em capítulos da novela Tocaia Grande, que era baseada em um livro que eu nunca ouvi falar, interpretando uma tal de Bernarda, a "típica gostosa que só que aparece para falar uma vez com os protagonistas".

Em 1996 consegue papel de protagonista na novela Xica da Silva, outra porcaria, que revolucionou a teledramaturgia brasileira por ser a primeira vez que uma negra interpretava a mocinha da trama. Taís Araújo faz com grande maestria e excelência o papel de escrava, mas depois que a personagem evolui para rainha, fica sem saber como atuar e o foco dos capítulos passa a ser seu corpo e sexualidade, o que gerou muitas acusações de pedofilia por ela ser menor de idade na época.

Devido ao suposto sucesso, Taís foi eleita a mulher mais desejada do Brasil e seu sorriso o mais bonito do país.

Em 2009 Taís se muda para Paris alegando que quer estudar, mas na verdade é para fugir e esquecer de sua vergonhosa atuação como Elza Soares no cinema. Ela só voltou porque foi escalada para viver a trigésima quinta Helena numa novela das 8 da Globo, Viver a Vida.

Curiosidades[editar]