Taparuba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
A mítica polícia anfíbia de Taparuba.

Taparuba é um buraco que fica em Minas Gerais. Taparuba também detém o nome mais estranho do vale do rio doce sendo que a cidade em si é alvo de piadinhas de cidades menores, Taparuba trabalha agora para que emancipem o distrito de "veadinho" em Minas Gerais para que o município não seja mais zombado.

O nome do município, para quem é lerdo, lembra um "tapa rabo" ou "Tapa-chana" como se pode dizer.

História[editar]

Toda a história desse fim de mundo é ligada a Ipanema. Seja aquela do rio ou a de Minas Gerais, que convenhamos é uma merda empoeirada e cheia de mato, são ambas longes pra cacete de Taparuba.

Cquote1.png Mas qualquer coisa é longe pra cacete de Taparuba! Cquote2.png
Taparubense falando a verdade

A cidade só estabeleceu um povoado nesse mato pois não tinha mais lugar para onde ir. Provavelmente foi maios um grupo de imigrantes desavisados que achavam que poderiam plantar batata em qualquer lugar do brasil, na verdade não é bem assim já que se fosse assim poderiam transformar o vale do rio doce em um grande batatal já que seria uma utilidade melhor para ele.

Como todo bom povoado, virou um distrito falido. Ninguém sabe até hoje ao certo o que uma cidade-cafetão faz com um distrito, ninguém sequer sabe para que ele serve. Hoje muitos deduzem por meio de Taparuba que seja para conseguir limitar um mato dando nome a ele.

Outros já pensam que é para emancipá-lo com um bando de caipiras quando o distrito fica parecido com um bairro, foi assim com Taparuba.

Atualmente[editar]

Está acontecendo a mesma coisa que acontece toda vez que uma cidade se emancipa: no segundo dia ela volta a vida normal de distrito, nada muda. Também é muito raro alguém se mudar para um buraco como essa cidade de Tapa-bunda já que qualquer outra cidade é melhor do que essa, é melhor receber de troco Um Bilhão de dólares zimbabuanos do que ir morar nessa cidade.

Por isso, o que resiste ainda lá são idosos, transformando o município em um grande complexo habitacional para idosos ou um asilo, como preferir.

A única coisa que acontece são fofocas mesmo ou que certa pessoa viajou. O lugar também foi classificado no IBGE como "maior concentração de gente feia no Brasil", "maior concentração de idosos no brasil", "pior prefeito", "pior vice-prefeito modalide - coçar o saco", "buraco mais chato de Minas Gerais" e "terceira maior concentração de mato em um município" sendo que o Acre e o Amazonas tem mais.

Ver também[editar]