Tapu Lele

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Unovadex.png
Tapu Lele é um Pokémon!

Ele pode ser um fantasma com óculos ou um fantasma rico.

Veja mais destas lindas criaturinhas!

0547 shrekgato.jpg Pirlimpimpim! Este artigo é encantado!

E é um oferecimento de "Andalásia" estilistas.

Cquote1.png Que todos tenham um final feliz! Cquote2.png


Tapu Lele
カプ・テテフ Kapu Tetefu
#786
TapuLele.jpg
Tapu Lele tentando fazer um passinho do romano de samba.
Habilidade
Fugir antes de ser capturado
Tipos
PsychicFairy
Espécie
Totem de cabelo rosa
Cadeia evolutiva
Tapu Lele

Tapu Lele é mais um dos inúmeros pokémons da sétima geração, e um dos pokémons que fingem serem lendários, mas para a sorte dele, não é um pokémon místico, um pokémon que serve apenas para encher o bolso da Nintendo e de lojas mercenárias que fazem o 10% com a própria Nintendo.

Tapu Lele é um dos Tapus e como qualquer um deles, possui um rosto afro-descendente, onde por não parecer com um humano, ao contrário de certo pokémon, não recebeu mais de 8000 reclamações e continuou com sua cara preta, onde possui uma espécie de cabelo rosa e um chapéu rosa-claro, quanto um casco rosa em baixo. Tapu Lele é um guardião que atrapalha ajuda os moradores da ilha de Akala e faz parte da quadrilha dos totems afrodescendentes Tapus, junto com seus pseudo-irmãos Koko, Bulu e Fini, que tentam destruir proteger as outras ilhas.

Tapu Lele estava fazendo porra nenhuma na ilha de Akala, onde observou uma guerrinha qualquer em sua ilha e apenas olhou de camarote, quando a maioria deles estava cansados e passaram a evitar a fadiga e como a mesma achou a tal guerra chata, Tapu Lele simplesmente tentou curar todo mundo machucado durante a briga, sendo que outras histórias falam que o mesmo deu um Especial de Porrada em todos para parar a briga e durante esse tempo fez nada em sua vida, até que Tapu Lele encontra uma adolescente afro-descendente treinando com seus pokémons intensamente, ignorando a possibilidade de possuir um namorado, e como maioria dos Kahunas de Alola eram virjões ou viúvos, Tapu Lele contrata Olivia para fazer o papel de Kahuna pra treinar vários treinadores noobs para que tenham algum sucesso na liga de Alola. (se é que tem...)

Descrição[editar]

Tapu Lele tentando assediar um pokémon qualquer com um selinho.

Como a Rotomdex possui algumas descrições bipolares, Tapu Lele pode sofrer também um dos vários transtornos bipolares e de dia adora maltratar qualquer pokémon ou humano que invada seu território em Akala e depois disso, torturar-os com alguns aromas nojentos ou com sadismo, mas de noite costuma ser um pokémon bonzinho e apenas ajuda pokémons maltratados e os cura de algumas dores, além de ajudar outros perdidos simplesmente com seu toque.

No jogo[editar]

Assim como os outros Tapus, o mesmo apenas aparece depois de ser tornar campeão da liga patética de Alola, onde aparecerá em suas ruínas em Akala e tentará desafiar o jogador em uma batalha, onde Lele, assim como qualquer outro Tapu, pode ser filho da puta durante sua batalha e irá tentar ignorar várias pokébolas, mas por sorte do mesmo, não tentará fugir dela, ou tentar dar uns rolezinhos pelo mapa inteiro.

No anime[editar]

Como qualquer lendário durante o anime (tirando os dos filmes) possui alguma aparição inútil e servem para aparecer em uma ou duas cenas, com Tapu Lele foi o mesmo, onde apenas serviu para tentar ajudar a Mula de Pallet a resgatar um Wimpod perdido e depois disso, continuou-se a fazer quase nada de produtivo, apenas observando de longe as novinhas a batalha de Ash contra Olivia.

Nos quadrinhos[editar]

Tapu Lele aparece obviamente na ilha de Akala seguindo Olivia pra ver qual o problema nas florestas, quando Tapu Lele vê uma árvore elétrica tentando dar uns chokitos em pokémons quaisquer por pura diversão e quando vê Tapu Lele, o mesmo se confunde com um pokémon feminino e tenta atacá-o com seus tentáculos elétricos, mas como não era o Tapu Fini que possui dificuldades contra elétricos, se passou bem na situação. (ou não)

Ver também[editar]


v d e h
7ª Geração