Tarumirim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Cquote1.png É uma cilada bino! Cquote2.png
Pedro sobre essa placa mentirosa

Tarumirim é um fim de mundo em Minas Gerais que tem um nome que a caracteriza socialmente, economicamente, politicamente e entediantemente. Basta seguir o exemplo:

Cquote1.png Você ganhou uma viagem com tudo grátis para Tarumirim, Brasil!!! Cquote2.png
Apresentador de promoção

Cquote1.png Que merda! Cquote2.png
Você

História[editar]

Como toda cidade em Minas Gerais está não caiu do céu e nasceu por culpa de gente desavisada. Tarumirim era um povoado como outro qualquer, com igreja, mato, casas, mato, ruas que pareciam mais trilhas, mato, caipiras, mato, camponeses, mato, analfabetismo, mato, construção do saber, poeira, mato e muito mato.

A história de Tarumirim, no geral, é uma embromação como o parágrafo acima apesar de que é verdade a de que tem muito mato concentrado por lá. Construída por poloneses que nunca pegaram em uma enxada, esses poloneses desistiram de povoar a região e acabaram a deixando e indo para o Sul onde tinham colônias.

Venderam a cidade para um fazendeiro que tentou fazer um bananal na região, o problema é que nem bananas cresciam na região, ele vendeu para uns mendigos em troca de três garrafas de uísque, uma lata de cerveja, dois chicletes e um sapato que estava furado. Os mendigos atenderam as exigências e compraram a cidade.

Esses mendigos viriam a adotar o caipirismo e então assim surge a "maravilha da tecnologia arquitetônica e de infra-estrutura" Tarumirim, com um nome bem escolhido.

Bananal Rodovia de Tarumirim[editar]

Rodovia é como todo mundo chama a cidade, é que todos os viajantes que passam por ela acham que é uma favela ou essas coisas que tem em rodovias no Rio de Janeiro e em todo Minas Gerais. Apelidaram a cidade de rodovia pois ninguém quer entrar na cidade ou sair da rodovia para ver o que tem nela.

Por isso é ou bananal ou rodovia.

Se querem saber, dentro da cidade de Tarumirim há uma sociedade feudal onde os caipiras estão no topo, seguindo por carolas e depois playboys. Apesar de não estar na ordem correta quem está em maior quantidade são os idosos, único motivo da população da cidade estar "meio instável".

Eles só ficaram na cidade pois em outros ambientes caipiras não há hospital, por isso decidiram fazer quantidade nesse buraco. Os playboys ficam em praças, qualquer uma, tanto faz, exibindo seu Fiat Uno para os caipiras que ficam olhando a grama crescer.

Esses caipiras geralmente são teu tio ou teu pai que se decidissem morar na cidade grande acabariam formando favelas, como essa que você vive hoje: Tarumirim.

Educação[editar]

Muito ruim e precária no município. É impossível não se andar na rua sem encontrar um caipira de Tarumirim mijando no meio da rua ou cuspindo no chão. Não beba nada vindo desse município pois é diarreia na certa, só os nativos podem suportar beber algo desse solo.

Já se falarmos de escola e não do analfabetismo da população dá para ver que 90% das escolas são creches e os 7% são escolas do município, os 3% restantes são uma escola almofadinha nomeada "construção do saber". Os prefeitos da cidade saem desse colégio já que por ser paga é "o melhor que se tem no município".

Uma criança de 8 anos já chegou a ser prefeita da cidade depois de tirar um 9,0 nessa escola.