Taxonomia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Taxonomia (do grego antigo τάξις táxis, νομία, método - método de medir táxis, ou taxímetro) é a maneira pela qual biólogos, em sua genialidade, encontraram uma forma de refutar o criacionismo. Trata-se do fascinante estudo de cadáveres de animais e sua anatomia, uma das ciências mais mórbidas que se tem notícia, encarregada de classificar animais e humanos como se fossem apenas objetos sem alma e sem dignidade a serem estudados.

História[editar]

Animais dispersos precisando serem imediatamente classificados em taxonomias.

Acredita-se que o taxonomismo seja a segunda profissão mais antiga do mundo, afinal, depois de uma boa putaria sem compromissos, a segunda coisa que o ser humano mais necessita é saber o que é comestível, o que é venenoso e essa avidez de dar nomes às coisas. Oficialmente cientificamente, porém, a taxonomia foi inventada em algum século passado por um taxista de Londres chamado Taxonson que ordenou que todos biólogos do mundo deveriam passar a usar obrigatoriamente línguas esquecidas em seus estudos, mesmo que o latim e o grego antigo sejam idiomas que ninguém mais conhece, tudo como estratégia para confundir ainda mais o nome dos animais.

Agora, graças à taxonomia um mero cavalo na verdade deve se chamar Equus ferus caballus da ordem dos Perissodactylas, ou o mosquito-da-dengue deve ser chamado de Aedes aegypti ou ainda a girafa que agora deve chamar-se Giraffa camelopardalis, tudo em nome da complicação padronização.

Aplicação[editar]

Grandes oligopólios de empresas de cosméticos e farmacêuticas necessitam avidamente de animais para realizarem seus testes cruéis, ele necessitam saber os nomes dos pobres bichos, mas é claro que eles não vão dizer que fazem testes em chimpanzés, mas sim em Simia troglodytes.

Como funciona[editar]

  1. Encontre seu animal
  2. Nomeia seu animal
  3. Disseque seu animal