Tennessino

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Cortexdominaomúndio? Cquote2.png
Google sobre Tennessino
Cquote1.png Pelo padrão dos nomes em português, esse elemento deveria se chamar Tenesso... Cquote2.png
Nerd sobre nome do tenessino
Cquote1.png Caipira sem classe... Cquote2.png
Califórnio sobre Tenessino.
Cquote1.png Fascista homofóbico! Cquote2.png
Berquélio sobre Tenessino.
Cquote1.png Nóis tamém qué virá metar! Cquote2.png
Alabama, Texas e Mississipi sobre Tenessino.

O Tennessino, antigo Ununséptio, nome que vinha do latim e significava "um um sete", também conhecido como Tennessínio por retardados que se impressionam com reações no YouTube, e clandestinamente chamado de Tenesso por putinhas lusófonas da IUPAC, é mais um daqueles elementos sintéticos imaginários que vêm depois do urânio. Seu símbolo era o Uus, mas depois de passar por uma cirurgia de mudança de sexo, passou a ser Ts. Não existe aplicação nenhuma para essa porcaria, por mais que tivessem sido gastos rios de dinheiro para sintetizar meia duzia de átomos desse elemento.

História[editar]

Uma placa de trânsito com o número de atômico do tenessino. Seu propósito no artigo é o mesmo do tenessino na tabela periódica: encher linguiça.

O tennessino foi, segundo a Dona Carochinha, sintetizado por uma renomada equipe de churrasqueiros malucos da Universidade do Tennessee. A equipe encontrou o elemento oprimindo bombardeando um alvo de berquélio empoderado radioativo com íons cálcio-48, sendo que 48 é o preço da lata de leite NAN que serviu de matéria prima, em Dubna, pois Berkeley estava organizando uma parada new-left e não poderia correr o risco de expor cientistas carnívoros a um ambiente tão retardado, e Darmstadt, por ser alemã, se recusou a sediar um torneio de carne sem salsicha.

Foram produzidos seis átomos depois de ficarem 150 dias assando na churrasqueira a controle remoto do laboratório, sem tomar banho e cheirando a vodka e fumaça de elétron. Cada átomo que aqueles desocupados fizeram passava por um decaimento para elementos mais leves, o que é extremamente óbvio se tratando da síntese de um transurânico, já não bastando o bombardeamento ser com cálcio-48 e em Dubna, mas o resultado dessa caralha mostrou que os pesquisadores não tinham desperdiçado 150 dias de suas vidas miseráveis como outros noobs presentes na competição: o tennessino era o último elemento que faltava no período número 7 e no ano de 2016, passou a ser mais uma pedra no sapato dos estudantes de química (ou não).

Entretanto, de acordo com a Sony, quem realmente descobriu o elemento foi Dr. Neo Cortex, no jogo Crash Team Racing, em 1999. O Greenpeace tentou mudar o nome que ele deu ao tennessino, que foi Cortexdominaomúndio, todavia, devido ao decaimento radioativo do elemento, da posterior destruição de sua base secreta (de novo) e ao seu congelamento na geladeira da Record, os registros foram destruídos e Cortex não conseguiu recuperá-los.

Nome[editar]

"Ununséptio" era um nome idiota pra caralho sistemático e temporário adotado segundo os critérios da IUPAC, que estava cagando e andando para ter que completar a tabela e preferiu criar títulos estúpidos para os elementos que faltavam. Como o elemento foi feito por caipiras do Tennessee, nada mais justo que dar o nome de tenessine, que é o resultado da polimerização de Tennessee com "ine", já que o elemento é um halogênio e a IUPAC gosta de chamar halogênios dessa forma bosta. Como BR tá pouco se fodendo, veio a variante "tenessínio", o que gerou a ira de químicos com síndrome de Asperger, que começaram a chamar o tenessino de "tenesso" clandestinamente, numa alusão ao que foi feito com o astato, chamando-o de astatínio, só que ao contrário e com costelas de porco ao molho barbecue.

Características[editar]

O tennessino é um halogênio transurânico, como deve ter ficado claro no artigo, obviamente provavelmente sólido, de coloração laranja escura, semimetálico de vez em quando, caipira, transsexual e desinteressante ao extremo.