Teoria musical

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Música sutra.jpg

Faça uma Escala de Mi maior, por favor

Este artigo fala sobre algo relacionado à Teoria Musical. Não se assuste com a marcante presença de Appoggiaturas ou Trinados. Caso você não saiba do que se trata um D#m5-/7 ou desconhece a diferença entre uma Colcheia e uma Breve, lhe recomendamos uma Fuga (ou até mesmo um Concerto) para poder entender o conteúdo abaixo

Não se esqueça... o Si é natural, porra!


Teoria Musical é o nome dado a um antigo tratado místico que, segundo a lenda, poderia fazer um mundo melhor. Talhado em escrita cuneiforme por volta do ano de 1320, a teoria musical encontra-se parcialmente perdida, estimando que apenas 2,67% dos manuscritos originais sejam conhecidos hoje pela Humanidade.

As tabuletas contém informações de como domesticar os sons da Natureza, a fim de que num futuro próximo pudessem ser usados como fonte de energia sustentável. Porém, esta pequena parcela do conhecimento já foi trabalhada durante vários séculos e estima-se que se esgotará completamente até o final de 2014. Seu maior uso atualmente é o combate ao Aquecimento Global, utilizando principalmente técnicas para a absorção da poluição sonora.

[editar] Os Sete Elementos

A música é dividida em diversos pedaços, podendo-se fazer origamis e afins com diversos tipos de sons. A Teoria Musical diz que se juntarmos todos estes pedaços nós poderemos criar (vejam só) uma música.

Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas