Tequila (Jalisco)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Speedy González.jpg ¡Hermano, dá acá un taco para nosotros!

Esta es más una de las porquerías que viénen del México, como la Televisa, El Chavo del Ocho, Thalía y Moderatto. Lo autor está en una cantina en Tuxtla comiendo tacos con jalapeño y guacamole.


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Tequila é uma das mais importantes cidades do México e do mundo, segunda capital do país, localizada no estado asteca de Jalisco, é a única região em todo o mundo aonde brotam as raríssimas agaves roxas que produzem as tequilas mais saborosas, viciantes e mortíferas do mundo.

História[editar]

Prefeito de Tequila.

Só o que havia na região há muito tempo atrás, era apenas uma espécie de cacto e alguns índios sem nome, e o vício por álcool falou maior do que a vontade de ir para os Estados Unidos, e assim, os povos primitivos tiveram a ideia de fermentar aquela planta para ver no que que dava, estava inventada a tequila.

Os primeiros registros de povoação de Tequila foram feitas pelos povos Xiximelecas e Toletes (espécie de periferia do Império Asteca) que se reuniam nas sagradas planícies de Tequila para mastigarem as folhas de sisal, imitando seus irmãos do sul, os incas, que por lá mascavam a não menos saborosa folha de coca para ganharem vitalidade.

A cidade foi oficialmente fundada por Jeremias, quando ele resolveu fazer um "tour" mundial experimentando as bebidas de todo o mundo. Quando chegou em Tequila, junto a Miguel Cervantes e Miguel Hidalgo fundaram a importantíssima cidade.

Anos depois surgiram do nada os Conquistadores espanhóis que estavam sofrendo de crise de abstinência do álcool e, desesperados, acabaram com todos os índios da cidade para se entupirem daquela bebida estranha e nova produzida ali, a tequila, e gostarem do que engoliram. E tanta foi a importância da tequila que ela é representada no brasão nacional, é citada no hino nacional do país, e é a única bebida no mundo considerada patrimônio mundial pela UNESCO.

A cidade de Tequila foi tão importânte no processo de pacificação do México que é o único lugar em todo o mundo aonde franciscanos e astecas dividem o mesmo bar e felizes.

A cidade foi importantíssima durante os acontecimentos da Guerra de Independência Mexicana, produzindo tequila para todos os soldados no "front", servindo como combustível para eles lutarem como animais na libertação do México e como gasolina para queimarem o que restou do Imperador Maximiliano.

Paisagem de Agave e Antigas Instalações Industriais[editar]

Estas paisagens, com o Vulcão Tequila ao fundo, cuja lava vulcânica é excenssial na produção da famosa Tequila da cidade é cheia de trabalhadores bigodudos e felizes que semeiam, plantam, regam e colhem Sisal e Agave raros numa vasta extenssão de terra, que emociona qualquer mexicano.

Além da bela plantação, há as milhares de indústrias de produção de tequila que movimentam a economia mexicana e mundial, explorando o vício alheio.