Terra Boa

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Centro/ponto turístico/prefeitura/aterro sanitário/esgoto de Terra Boa: a praçinha.

Cquote1.png Terra Boa, manow? Cquote2.png
Playboy de Terra Boa
Cquote1.png Claro que não seu caipira! Isso se chama propaganda enganosa! Cquote2.png
"Turista" sobre Terra Boa
Cquote1.png Okay-meme.jpg Cquote2.png
Playboy de Terra Boa

Terra Boa é um pedaço de terra perdido no meio do Paraná, e quando eu digo perdido digo que o governador do Paraná lançou um mandato de busca: quem provasse que Terra Boa existisse no Paraná iria ganhar a recompensa de 20 reais!

Vários pescadores e diversos caipiras da região compareceram para contar seus causos para o governador, que declarou a cidade como "inexistente".

História[editar]

Poderia ter tido um futuro normal e um destino caipira tal como suas vizinhas com nomes estranhos como Roncador e Quinta do Sol mas tudo acabou indo ralo abaixo quando o Brasil vendeu essa porção de terra para a Rússia testar algumas armas nucleares e outras coisas de russos.

Como era uma terra de ninguém e achavam que aquilo era só um milharal gigante e sem uso os russos gozaram da terra. O aluguel foi de 20 reais por dia que logo foi substituído por uma conserva com garrafas de Vodka semanais para o governo do Paraná.

Depois de terem despejado tantas coisas russas na terra a ponto de deixá-la toda arregaçada pegaram todas as barracas e arsenal e deram o fora dali.

Futuramente, os caipiras que habitaram a região começaram a comer daquele milho intoxicado pelos russos e sofreram uma mutação ficando parecido com algo como as Tartarugas Ninja só que sem as habilidades fodonas e a cor verde na pele, mas por dentro todos são tartarugas ninja.

Por fim, a cidade foi isolado e se dividiu em duas: Playboys radioativos e idosos radioativos. Esses dois grupos disputam o controle da cidade até hoje.

Rotina[editar]

O dia-a-dia de um morador de Terra Boa é comum apesar de suas diferenças no DNA.

Toda manhã são acordados pelos sinos da igreja que tocam 3 vezes a cada 5 minutos acordando todos da vizinhança. Depois todos caminham ao ponto de ônibus onde um busão empoeirado vai levá-los a uma cidade maior que Terra Boa para estudarem ou trabalharem já que só há creches em Terra Boa e milharais.

A tarde a cidade fica vazia e só habitada pelo prefeito que trabalha como Padeiro já que o salário de prefeito nunca chegou.

Cquote1.png Se eles disseram que um dia eu vou receber eu vou continuar como prefeito! Cquote2.png
Prefeito de Terra Boa

A noite os caipiras voltam, assistem a novela da Globo, comem algo e dormem com as galinhas para mais um dia entediante fora de Terra Boa.

Nos finais de semana a rotina dos jovens é sempre a mesma: O melhor ponto de Terra Boa, ou seja, as cidades vizinhas (tendo como referência o sítio de Cianorte). Lá eles se divertem bebendo Itaipava, cheirando gatinhos e cantando as garotas de Moda.

E chega o dia mais esperado dos caipiras, o Domingão: Dia de acordar cedo para assistir mais uma vez o Galvão narrando o mesmo discurso enquanto sua mãe reclama que o frango não está pronto.

A tarde de domingo no Sítio em Terra Boa é composta por: Manos, músicas sertanejas duvidosas(até a polícia chegar e nos fazer um favor acabar com a festa ), muita Itaipava e desfilar com seus carros que ninguém vê(já que não tem ninguém na rua pra olhar).

Cquote1.png Terra Boa é ruim demais, não tem nada que preste aqui! Cquote2.png
Cidadão revoltado porque a mãe não o deixa sair de Terra Boa

A noite os caipiras nem veem, já que foram dormir antes dela chegar, evitando assim males como Pânico na TV ou pegar alguém da família no quintal conversando com galinhas ou cheirando orégano escondido da mãe.

Ver também[editar]