Thaís Ventura

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

Thaís Ventura Pugliese
Thais bbb.jpg
Thaís é uma menina naturalmente meiga e inocente
Nascimento 8 de março de 1983
Bandeira do Brasil Brasil - Niterói
Ocupação puta paga
Medidas Está gorda atualmente
Cabelo morena

Thaís Ventura é uma ex-participante do Big Brother Brasil 2, que na época ganhou uma série de apelidos singelos por ser a mais jovem do reality show, com apenas 19 aninhos. Embora já fosse maior de idade, era chamada de lolita, ninfeta, novinha, cocota, periguete e outras alcunhas do tipo, o que fez dela um grande sucesso não somente entre os adolescentes bronheiros de sempre, mas também entre uma legião de homens adultos e pedófilos.

Juventude[editar]

Antes de participar do Big Brother, Thaís já era uma das garotas mais populares de sua escola, onde colecionava admiradores tarados de todas as idades que ficavam observando-a atentamente durante suas aulas de educação física, em que ela ficava com o uniforme todo molhado de suor e transparente. Como não usava calcinha nem sutiã, acabava revelando mais do que o esperado.

Carreira[editar]

Thaís, uma tentação do demônio te fitando para te devorar.

Sua estreia na mídia foi no ano de 2002, em que foi selecionada para a segunda edição do Big Brother Brasil. Antes disso, era uma completa desocupada, sendo uma mera estudante do ensino médio, já que repetiu de ano mais de 8000 vezes porque a maioria de suas professoras eram velhas chatas, acabadas e mal comidas, que portanto não gostavam dela e jamais dariam-lhe aprovação em troca de favores sexuais. Mas provavelmente, nem que fossem professores machos fariam isso, pois Thaís sempre foi tão ingenuamente delicada que não se prestaria a manchar sua imagem de menina fofa em troca de algo do tipo.

Foi a sexta eliminada daquele BBB, e muita gente apostava que ela cairia no esquecimento logo depois. Porém, ela recebeu diversas propostas milionárias para fazer ensaios sensuais, cuja grana do cachê superava facinho o prêmio oferecido para o vencedor do programeco tosco da Globo. Assim, Thaís acabou deixando sua imagem virginal de lado e topou inclusive sair na capa da Playboy. E não foi apenas uma, mas duas vezes! Os punheteiros já estavam ficando completamente loucos achando que ela seguiria na carreira de modelo pornográfica, mas eis que vazou na internet um suposto vídeo seu trepando com algum sortudo, cuja veracidade até hoje não foi confirmada. Mesmo assim, a polêmica que surgiu em torno disso fez com que as portas se fechassem para ela, que nunca mais recebeu nenhuma proposta de trabalho que não incluísse sexo explícito.

Provando que não é besta, Thaís engatou naquele mesmo ano um namoro com seu colega de confinamento Rodrigo Leonel, que "coincidentemente" foi o grande campeão. Porém, eles acabaram terminando porque Rodrigo, além de ser bem mais velho, também era domador de cavalos, e acabou sendo pego no flagra praticando zoofilia com os pobres animais. Como não é nenhuma Mônica Mattos, apesar de seu misterioso vídeo pornô, Thaís achou melhor pular fora da relação enquanto ainda estava gostosa e tinha chance de conseguir algo menos pior.

Thaís acabou mudando-se para a Bahia, onde engordou de tanto comer acarajé e ficou quase obesa, embora ainda pudesse ser considerada uma gordelícia. Mas para os padrões de beleza anoréxicos da sociedade, ficou baranga e perdeu a vocação para símbolo sexual. Mesmo assim, consegiu arranjar marido, um produtor musical que já estava cansado de tanto comer dançarinas de axé e queria variar um pouco no cardápio.

A fim de emagrecer, Thaís virou professora de educação física e personal trainer, mas sua estratégia aparentemente não deu lá muito certo, até porque baianos são preguiçosos demais para contratar os serviços dela.