The Mask

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
Virtualgame.jpg The Mask é um jogo virtual (game).

Enquanto isso, alguém está escolhendo entre respostas azuis ou vermelhas

The Mask
TheMask.jpg

Virgem Interativa

Informações
Desenvolvedor Pérola Negra
Publicador
Ano Ânus 90
Gênero Difícil pra porra
Plataformas Super Nintendo
Avaliação 0%, pois Robertão não conseguiu matar a véia da primeira fase (nem eu)
Idade para jogar +5, é bom começar cedo, porque não vai fechar nunca

The Mask é mais um daqueles típicos jogos de plataforma em 2D que abundam no Super Nintendo, seu único diferencial é que mesmo no Easy, ele é difícil pra caralho, as fases são gigantes e confusas, os ataques básicos dos chefões rancam metade da sua vida e não existe a possibilidade de salvar o jogo, ou seja, ou faz tudo de uma vez, ou toma no cu, tem que começar tudo de novo.

Enredo[editar]

Até existe um enredo, mas ele não é contado no jogo, e nem precisa mesmo, a única coisa que você tem que fazer é ir explorando as fases e sobreviver aos ataques de despertadores que pulam, de gângsters anões com peixeiras, de palhaços gordos que voam e de presidiários que te atacam com bolas de ferro de sete toneladas.

No final, se é que você vai chegar lá, vai descobrir que o grande objetivo é derrotar Dorian Tyrell, um maluco que possui uma máscara igual a sua, que quando a bota, vira um bicho feio, verde e maromba, quase impossível de matar.

Jogabilidade[editar]

É meio bugada, assim como a de qualquer jogo para o SNES. As vezes você vai bater nos inimigos e atravessa eles, como se fossem transparentes.

Por estar usando a máscara, você pode usar um monte de poderes roubados que ajudam bastante na missão impossível de fechar este jogo, o único detalhe é que para usá-los, é necessário usar "energia mascariana", portanto não é possível ficar spammando eternamente a metralhadora ou a corneta para matar os chefões mais fodidos.

Em todas as fases, Milo está escondido em algum lugar, geralmente no lugar mais improvável possível, e se você achá-lo, irá ganhar um reset na sua energia e na sua vida, além de ganhar um buff permanente em ambas as barras que vai ajudar em nada.

Chefões[editar]

Véia com a .12, o inimigo mais temível do jogo.
  • Véia com uma .12: O pior e mais assustador vilão do jogo, esta véia fica metendo bala em você sem dó, e cada tiro dela ranca metade da sua vida. A melhor maneira de matá-la é com a corneta ou com a metralhadora mesmo.
  • Soldador gordo: Um gordo que aguenta muita porrada, pra matá-lo não adianta inventar e nem ir pro X1, tem que ficar lá na pqp mandando metralhadora mesmo.
  • Mafioso gordo: Assim como o soldador, esse gordão aguenta muita porrada, além de nunca ser stunnado, nem mesmo pelos tornados. Pra matar, tem que se esquivar dos golpes de barriga dele e meter bala.
  • Magrelo com uma arma de frangos: Um crackudo que fica pulando e atirando frangos em você, não use tornado nele, ou irá se arrepender amargamente.
  • Prisioneiro gordo: Pra fechar a trindade de vilões gordos e imunes a maioria dos ataques, temos este cara aqui, um gordo que te bate com uma bola de ferro de doze toneladas. Não chegue perto dele, cada golpe ranca mais ou menos 200 dos seus pontos de vida, com três pancadas ele te mata.
  • Dorian Tyrell: O chefão final, possui os mesmos poderes que você, porém melhorados. Tentar matá-lo é uma piada, por isso para ajudá-lo um pouco, os programadores botaram um pouco de energia espalhada pela fase, assim você pode metralhar ele mais uma ou duas vezes antes de morrer.

Habilidades[editar]

  • Soco: A habilidade mais pobre e bosta do jogo, não gasta energia, mas também precisa de uns duzentos socos pra matar qualquer criatura, até aqueles bandidos pé de chinelo da primeira fase. Se queimar toda a energia na luta contra um chefão, lhe restará usar essa porra pra tentar matá-lo, o que nunca dá certo, pois um soco dele vale trezentos do seu.
  • Tornado: O pior custo-benefício do jogo, gasta muita energia, e não serve pra matar ninguém, apenas pra fugir.
  • Marreta: Sua única utilidade é quebrar despertadores que pulam. Não use isso nos chefões, ou irá se arrepender, eles irão retaliar o ataque rancando mais da metade da sua vida.
  • Corneta orelhuda: Boa porque dá dano razoável de longe, boa pra quando você não tá com saco pra ficar dando soco em todos os quinhentos inimigos na tela.
  • Metralhadora inferno: Melhor habilidade do jogo, mas também a que mais gasta energia. Meter bala mata todos os inimigos comuns que estiverem na tela, além de funcionar bem em todos os chefões, porém você só consegue usar isso no máximo cinco vezes em uma luta, e isso se chegar inteiro na luta final da fase.

Conclusão[editar]

Prefira Ronaldinho Soccer, assim você não passa nervoso.

Se estiver sem opções melhores para jogar, bote a televisão no mundo pelo menos, é melhor ouvir o som dos pássaros do que o toque daquela porra de despertador que pula.

Ver também[editar]