The Mediator Between the Head and Hands Must Be the Heart

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Mamonasalb.jpg Este artigo se trata de um álbum

E a Carla Perez já completou o dela com figurinhas da copa.

Conheça o resto da playlist clicando aqui.

The Mediator Between the Head and Hands Must Be the Heart
Themediatorbetweenheadandhandsmustbetheheart.jpg
A capa original do disco, repare nela claras influências ao homossexualismo e ao satanismo.
Lançado em 2013
Gênero Lixo Metal e Pantera CoverGroove Metal.
Gravadora Baqueta Nuclear.

Babel fish.gifTraduzindo: O Mediador Entre o Ânus e a Vagina deve ser o Pênis
Babel Fish sobre The Mediator Between the Head and Hands Must Be the Heart
The Mediator Between the Headeaputaquepariuquenomegrandedaporravaisefudermust be the Heart... é décimo terceiro álbum da banda Semcultura, lançado em 2013 pela gravadora Nuclear Blast que continua apostando no sucesso da banda. É o primeiro álbum com o o baterista Eloy Casagrande, conhecido por ser novinho com apenas 20 anos, ele entra para substituir Jean Dolabella, que virou usuário de crack. Reza a lenda que Eloy Casagrande foi convidado para fazer um ensaio erótico para a revista G Magazine, mas nada confirmado. A gravadora que continua acreditando numa reascenção da banda, resolve fazer uma produção bem massa, lá nos estrangeiros.

Contexto e gravação[editar]

Tudo aconteceu aos poucos, sempre que Andreas Kisser dava uma entrevista ele acabava vazando informações sobre o novo álbum, do jeito que ele era burro, ele já tinha até falado quais eram as faixas do álbum, a produção técnica, e até as cifras das músicas sem querer.

No mesmo ano, o produtor anunciou no seu Twitter que iria ser produtor do disco, mas como todo mundo já sabia, ninguém ligou para isso. Em abril de 2013, Andreas Beijador disse que o álbum teria 13 faixas que já estavam praticamente prontos, só que não passava de uma mentira, já que o disco tem somente 10 faixas e uma faixa bônus. Em junho, eles anunciam que o ex-baterista do Slayer estará participando do disco, pois, naquela época estava desempregado e queria qualquer bico de baterista, em qualquer banda que chamasse. Depois de muita enrolar, finalmente eles anunciam o lançamento do disco. Mas para piorar eles acabam liberando o nome do disco, em que Andreas Kisser ficou pronunciando por 2 horas, ele pode ser resumido desse modo: The Mediator Between the Headeaputrolanoseucuaquepariuquenomegrandedaporravaisefudermust be the Heart....

Estilo musical[editar]

O estilo músical de The Mediator Between the Headeaputrolanoseucuaquepariuquenomegrandedaporravaisefudermust be the Heart... pode ser considerado como funk ostentação, death metal, screamo e thrash metal com pegada groove metal. Os membros caracterizam o disco como sinistro, sombrio, rápido e brutal, mas ele não chega a ser nem metade disso. E também ficaram puxando saco do novo baterista, pelo fato dele ser novinho e ser considerado uma promessa.

Conceito[editar]

Andreas afirmou que o título do disco é inspirado num filme pornográfico, chamado Metropolis, que em português seria, O Mediador entre o Ânus e a Vagina deve ser o Pênis, mas como eles não queriam que o título ficasse muito explicito traduziram para português. Embora o disco seja baseado em um filme, a banda não resolveu fazer um disco conceitual por pura preguiça. A banda tentou se justificar dizendo o seguinte.

Cquote1.png No filme, um cafetão maluco resolve criar putas robóticas e trazer elas para a vida, fazendo putas gostosas de qualquer jeito que o cliente quiser, especializadas em qualquer área, seja no oral, anal ou qualquer porra. A frase serve para conscientizar as pessoas que, mesmo as putas sendo robôs que viraram humanos, devemos usar a pica para mediar entre o cu e a buceta delas. Esse filme realmente traz uma bela mensagem que pode se levar para vida inteira. Cquote2.png

Recepção[editar]

Novamente a banda subornou especialistas da área musical para que deem boas classificações para o disco, ajudando assim a divulgar ele. Em questão de vendas o álbum foi uma grande bosta, com apenas 1.800 discos vendidos nos EUA, mas para não desanimar os integrantes da banda eles tiveram a notícia que o álbum foi baixado ilegalmente em sites como o The Pirate Bay mais de 5.000 vezes. Mas eles não souberam se isso é uma notícia boa ou não.

Formação[editar]

Uma formação alternativa com Belo nos vocais, perceba que esse integrante não tem a habilidade de se camuflar.
A formação original, perceba que tem um integrante da banda que consegue se camuflar no fundo da imagem.
  • Belo Derrick Green - gritaria e percussão em "Da Lama ao Caos"
  • Andreas Kisser - guitarra, backing vocais (quase inaudíveis), vocal principal em "Da Lama ao Caos" (a pior faixa do disco).
  • Paulo Jr. - baixo e alto.
  • Eloy Casagrande - batedeira.

Faixas[editar]

Trauma of War[editar]

Continuando com o grande hábito de criar letras com cunho politico para falar mal de tudo, eles criaram essa musiquinha para falar das pessoas que já viveram guerras e hoje estão todas traumatizadas por que não aguentaram a pressão.

The Vatican[editar]

Fala sobre a realidade na quebrada no Vaticano, onde rola muita putaria com as criançinhas.

Impending Doom[editar]

Os membros da banda, que odeiam Doom Metal resolveram criar uma música para impedir de tocar doom em qualquer lugar.

Manipulation Of Tragedy[editar]

Manda umas indiretas para o atendado de 11 de Setembro, que supostamente foi manipulado.

Tsunami[editar]

Como diz o nome da música, obviamente ela fala sobre pôneis voadores.

The Bliss of Ignorants[editar]

Fala quando a banda foi parada numa blitz, onde policiais retardados sodomizaram eles.

Grief[editar]

Cover de Black Metal ist Krieg do Nargaroth, só que com uns erros propositais na letra para ser engraçado.

The Age of Atheist[editar]

Conta sobre os caras que curtem a página da ATEA no Facebook.

Obssessed[editar]

Fala sobre a infância dos membros, que eram obcecados em bater punheta.

Da Lama ao Caos[editar]

Como a banda não tinha mais criatividade para fazer a última faixa do disco, eles resolvem fazer um cover do Chico Science.