Theodore Roosevelt

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Theodore Roosevelt foi um presidente americano mas que bem poderia ter sido brasileiro. Soube como poucos encher Washington de parentes(melhor que ele, só dois que conseguiram eleger os próprios filhos presidente também), como seu sobrinho, Franklin Delano Roosevelt.

saltitando com o porrete.
segurando no cacete.

Características[editar]

Teddy Roosevelt, como o povo americano o chama carinhosamente, por ser considerado um "duro" era tudo que os americanos adoram, principalmente uma dureza, de carater, inabalável. Foi pugilista, soldado, caçador, atirador, pioneiro, homem de safari, figurante de filme do Adan Sendler, ladrão, cafetão, chantagista, estelionatário e promotor de extorsões a paisécos da América Latina.

Um sorriso político sincero.
cozinheiro de mão cheia nas horas livres.

Formação[editar]

Seu desejo de roubar, mandar e desmandar em repúblicas de banana vem de sua primeira ação militar, do tempo de cadete, penetrando no México sem vasilina e assaltando a três vezes heróica cidade de Vera Cruz - só o tonto do professor Girafales pra dizer isso, as tres vezes que foi assaltada, caiu e foi tomada pelo inimigo as tres vezes! depois que os EUA derrotaram o México e roubaram metade de seu território, Roosevelt resolve entrar para a política, pra isso ele vai atras dos maiores ladrões do país.

Esperando o namorado da filha. Cuidado!
Com o seu cavalo, no México, o dificil é saber quem é quem.

Presidente[editar]

Como presidente pos em prática todas as suas técnicas ninjas de estorsão. Primeiro acusou a Espanha de explodir um navio americano no porto de Havana (como isso se os espanhois nessa época ainda não conheciam o que era pólvora, devido a seu fantastico nivel tecnológico), o que iniciou a Guerra Hispano Americana DE 1898. Ao fim dela, os EUA transformaram Cuba no seu puteiro, Havaí no seu parquinho, e as Filipinas, no seu açougue. Mandou invadir (por isso alguns acreditam que G. W. Bush seja uma reencarnação do home): Haiti, Nicaragua, Colombia, Guatemala, e uma ação louvável! Mandou saquear Buenos Aires! O cabra bão!

caçando sua alma gêmea
Esse é seu fim, Bush

Fixação[editar]

Mais do que caçadas e lutas de grecoromana boxe, a fixação do presidente era o big stick, o porrete, em outras palavras, a vara. Ele dizia "Quando for falar, fale baixo, mas traga um graaannde porrete" - se não obedecerem você, desça o porrete na cuca dos infeliz. Com o grande cacete - outra tradução pra big stick, Roosevelt fez e desfez com a América Latina. A materialização do grande cacete era o emprego da força militar americana.

Levantando do caixão

O que ele deixou para as futuras gerações[editar]

Sem as caçadas de Roosevelt, os emos não teriam seus urinhos fofinhos e peludinhos junto do traveseiro, ou que enfiam no meio das pernas a noite. Sssiiiimmmmm, devido ao Roosevelt é que temos os ursos de pelúcia! Porque você acha que o Mr. Bean, ssiiimmm, o senhor feijão em pessoa (como inglês bem que ele podia ser o "senhor peixe com fritas tudo enrolado num jornal véio e com a tinta escorrendo em cima da bóia") chama seu ursinho de Ted apenas por ser um carinhoso, charmoso e agaysado apelido? Não. Esse nome não surgiu enquanto Ted e Mr. Bean fufunhanavam em seus lençois no apartamento londrino. O nome Ted, que se dá aos ursos de pelúcia em geral, vem do nome do Teodore Roosevelt. proveio de quando ele empalhou um urso, e ficou sendo como pelúcia. na verdade, o grande presidente americano, buscava uma fórmula de matar e conservar sua sogra em cima da lareira de sua casa sem usar formol e aquele cheiro insuportável. o experimento infelizmente não deu certo, e Roosevelt teve de recorrer à técnica de encolher cabeças dos índios equatorianos, pondo a cabeça de sua sogra na ponta de seu taco (ou será cacete?) de beisebol. Como bom político soube explorar sua imagem. Quantas propagandas podem ser melhores que cavucar uma montanha pra esculpir o próprio rosto em dezenas de metros de rocha? A, e ele botou mais uns caboclos junto dele.