Thomas Jefferson

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Batmanhieroglifo.jpg Este artigo é relacionado à história.

Plínio Salgado aprova este artigo. Anauê!

Thomas Jefferson
{{{imagem}}}
Vice-Presidente: n/a
Tempo de mandato: 4 de Março de 18011809
Precedido por: John Adams
Sucedido por: James Madison
Nascimento: n/a
Morte: vivo
Primeira dama: Sally Hemmings
Partido: França

Thomas Jefferson foi um roqueiro popular dos Estados Unidos da América que foi eleito o terceiro presidente daquele país. Também foi o segundo governador da Virgínia, o primeiro vice-presidente e o primeiro secretário de estado. Ele escreveu a declaração de independência no seu laptop, os dez mandamentos e tinha fetiche por mulatas. Era magro e alto, e, assim como Lula, sofria de fimose na língua.

Biografia[editar]

Nasceu em berço de ouro, de uma família podre de rica da Virgínia em 1743. Seu pai Peter Jefferson era traficante de escravos e sua mãe Jane Randolph era filha de um pirata bem-sucedido. Em 1752, Jefferson começou sua carreira artística estudando guitarra com Joe Satriani. Em 1757, quando tinha 14 anos, seu pai morre de gonorréia, deixando uma montanha de dinheiro e escravas jovens, bonitas e gostosas para ele. Foi o dia mais feliz de sua vida.

Em 1762, ele entra para a sociedade secreta dos Illuminati, depois de matar um unicórnio e beber o sangue de uma criança. Em 1772, dá o golpe do baú em Martha Skeleton, uma viúva que sofria de bulimia, e fica mais cheio de grana. Juntos, tiveram seis filhos: Martha Jefferson Randolph (17721836), Jesse Jane (17741775), Windows Vista - um aborto de (1777), Mary Shelley (17781804), Raimunda Jefferson (17801781), e Princesa Isabel (17821785). Martha obviamente morreu em 1782, e Jefferson nunca mais casou com ninguém. Cientistas determinaram com testes de DNA que Thomas Jefferson teve 502 filhos bastardos com suas escravas negras.

Em 1775, todo mundo já sabia que Jefferson era um baita cu-de-ferro. Quando foi necessário escrever aquela chatice da declaração de independência, todo mundo foi para a praia deixando o trouxa do Thomas Jefferson redigindo aquela encheção de saco.

Sally Hemings era uma escrava boazuda que o Jefferson ganhou em uma rifa. Quando estava atendendo uma conferência sobre queijos em Paris, em 1787, Jefferson mandou um e-mail para a família pedindo que enviassem a crioula o mais rápido possível. A negra viajou pendurada pelos pentelhos em um balão, e aterrisou na torre Eiffel onde seu dono estava esperando com pau duro. Jefferson comeu tanto essa preta que a coitada nunca mais conseguiu andar.

Jefferson bolinando uma mulata.

Em 1796, ele concorre à presidência contra John Adams, mas perde porque o partido federalista de Adams tinha um exército, marinha e aeronáutica com armas apontadas para a população. Consegue ser eleito vice, e passa a atazanar Adams, passando a mão na careca dele e colocando tachinhas nas cadeiras da Casa Branca. Em 1800, consegue finalmente ser eleito presidente, depois de distribuir metade de sua fortuna entre os eleitores. Ainda sobrou uma graninha para a reeleição em 1804.

Em 1803, Jefferson compra o estado da Louisiana no Mercado Livre. O vendedor Napoleão tem uma boa reputação no site, e envia o território por SEDEX em três dias. Louisiana chega meio abarrotada e amassada, com bonecas vudus e inundações constantes.

Cquote1.png Acho que fiz um bom negócio, os ingleses nunca mais vão nos incomodar! A vitória é minha! Cquote2.png
Gênio militar Napoleão Bonaparte sobre a venda por duas merrecas de metade do território americano

Depois de comprar uns barcos, os Estados Unidos entram em uma guerra contra os piratas entre 1801 e 1805. A guerra começa quando o chefe dos corsários corta o pênis do embaixador americano em Tripoli. Até então, os EUA estavam pagando desde 1784 um suborno para os bucaneiros não atacarem os navios mercantes americanos. Jefferson destruiu os piratas usando a nave espacial USS Enterprise.

Imitação barata

Em 1806, durante as guerras napoleônicas, Jefferson proibiu todas as exportações para manter a neutralidade do país. Esse gesto de inacreditável imbecilidade fez com que a economia americana enfrentasse sua primeira grande crise. No final de seu segundo mandato, Jefferson tenta remendar a cagada apagando essa lei com Liquid Paper, mas o estrago já estava feito.

Ao sair da presidência em 1809, Jefferson compra alguns tijolos e uns sacos de cimento e começa a construir uma universidade. Em 1819, a universidade de Virgínia fica pronta, e Jefferson convida os estudantes para uma orgia com escravas em sua casa. Entre os estudantes estava o famoso proto-emo Edgar Allan Poe.

Thomas Jefferson faleceu em 4 de julho de 1826, alguns minutos antes de seu arquirival John Adams chutar o balde também. Jefferson ficou tão pobre no final da vida que acabou morrendo em um cortiço. Ele escreveu o seu próprio epitáfio:

AQUI JAZ THOMAS JEFFERSON
COMEDOR DE ESCRAVAS
DESTRUIDOR DE ECONOMIA
VETOR DE DOENÇAS VENÉREAS
DANÇARINO DE MINUETO
APRECIADOR DE VINHOS FINOS
USUÁRIO DE ENEMAS
COM A GRAÇA DE DEUS

Posteridade[editar]

A face de Jefferson está esculpida no monte Rushmore, junto com Abraham Lincoln, Bozo e Alfred E. Neuman. Ele também está na nota de dois dólares, que é usada pelos mendigos para limpar a bunda, e na moeda de um níquel, que não é usada por ninguém.

Rushmore1.jpg