Tiamat vs. Charizard

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Lindomar Turbo.jpg Você quer levar um PILÃO?

Este artigo envolve algo relacionado a brigas. Se você é homem o suficiente para encarar, vá em frente, mas não se esqueça de levar gelo!

Uma parte especial teve que ser improvisada para que essa disputa ocorresse, foi próximo há um vulcão em atividade, mas não em plena atividade, isso significa que o vulcão solta lava incandecente aos poucos, e não defeca pra cima com jorros de diarréia. A plateia teve que se vestir com roupas iguais às daqueles geólogos birutas que coletam material nesses locais, já os dragões nem ligaram muito.

Início de tudo[editar]

A maioria das brigas, ao contrário do filme Clube da Luta, não começa à toa, sempre tem um motivo fortemente idiota, nesse caso foi algo de suma importância. Tiamat ia em seu passeio matinal à espera que suas cabeças secundárias acordassem direito. Charizard, por sua vez saíra da pokébola, e não aturando seu dono boióla enrustido e elétrico por falta de liberar o brioche, Ash Boketchum, estava saltitando e berrando aqueles gritos finos e irritantes de sempre, nem dentro da pokébola os bichos decansam direito.

Tiamat estava calmo, mas Charizard estava meio de saco cheio por causa de seu dono, então é que veio o motivo ótimamente idiota para a briga. Charizard olhou Tiamat passando, Tiamat olhou pra baixo, Charizard fungou (sem soltar fumaça, nem fogo nenhum porque não é sua especialidade), mas olhou de cara feia (mais do que já é naturalmente) e bradou: Que que foi ô..! - Tiamat diminuiu a velocidade do vôo e só olhou bem lentamente, também com cara feia e respondeu uma pergunta com outra pergunta: Que que foi o que, ô..! - E esse foi po motivo para a briga. Eles não resolveram alí mesmo porque não quiseram prejudicar as criaturinha ao redor: Saiba que todo dragão tem coração de lagartixa, mas não diga que eu revelei isso.

Tiamat dando uma de classudo.

Oponentes[editar]

Tiamat[editar]

Nome: Tiamat e nada mais.

Sexo: Depende da cabeça, mas no montante todas são masculinas.

Origem: Não é a Caverna do Dragão, outro dia eu conto.

Frase: Qual da cabeças está doendo mesmo? - antes de tomar um analgésico.

Charizard fazendo pose.


Charizard[editar]

Nome: Charizard pavio curto.

Origem: Não é a pokébola, outro dia eu conto.

Sexo: Com dragoas, se elas não preferirem burros

Frase: Groooouf..! - ele sabe falar, mas evita pra não ter que conversar com seu dono mala.

...e a luta[editar]

As torcidas estão muito agitadas (e com medo), sentindo um cheiro de enxofre com carvão em brasa, mas aquele bando de macacos, muito curiosos e animados, mesmo os que nem são macacos. - Vai lá Charizard! - Ash, sobe em uma mureta divisória berra com aquela voz tentando esconder o tom abichalhado, todos lhe atiram coisas e vaiam, ele nem precisa descer da mureta, pois caiu, nenhum de seus pokémons se interessou em tentar salvar, a ambulãncia o leva e todos ficam aliviados com a ausência do mala.

Nisso o juíz apita e sai correndo o mais depressa que pode, antes que vire biscoito queimado, pois era o biscoito do Shrek (não interprete mal essa frase), ou o O Homem de Pão de Ló como é mais conhecido no idioma portuga. Felizmente o biscoito ou pão de ló corre pra caralho e saiu do campo de luta antes de virar cinzinha de bolacha.

Os dragões estão no solo por enquanto e Charizard começa a andar em círculos, Tiamt sabendo que essa é uma manobra de luta, o imita pra não ser pego de surpresa e também começa a girar junto: Ele não pode mandar fogo no rabo do Charizard pois esse já o tem, e não faria muito efeito, já ele tem que proteger seu rabo, por isso, não deixa que o pokémon chegue até seu torso. Muito antes que a torcida enjoe das voltinhas dos dois, que mais parece aquelas dancinhas europeias das mais fajutex, os dois mesmo enjoam e já partem pro ataque. O pokémon é quem ameaça, mas Tiamat pula em uma pata e sua cabeça branca lança água sanitária bem nos olhos do oponente, os olhos de Charizard são resistentes e ferozes, mas aquilo não é hipoclorito comum, Tiamt abasteceu sua cabeça albina no caldeirão laboratório de uma famosa feiticeira bióloga, que desenvolveu um líquido especial: àgua sanitária colhida de vasos sanitários dos mais fétidos, nem olhos de dragão suportam.

Charizard se empolgando durante a porrada contra o varias cabeças.

Charizard da um bramido e um pulo pra trás, seu adversário aproveita e com sua pata de calçado 440 da um chute no queixo do pokémon, este rola pelo chão espalhando terra e cinzas pra todo lado, felizmente todos estão em seus trages especiais (eu disse especiais, não espaciais, embora sejam parecidos). Tiamt aproveita pensando em vencer por K.O. Via pra cima tentando mandar agora a pata dianteira, mas Charizard levanta e dá uma rabada (sem malícia) com chamas flamejantes na pata dianteira dele,q ue sai meio queimado nessa pata, o cheiro de carvão e enxofre, conforme os dragõe slutam vai ganahdo também um cheiro de couro queimado e na plateia já tem esfaimado querendo esperimentar carne de dragão assado.

Tiamat vê que não será tão fácil e também não está nem um pouco á fim, caso um doos dois morra mesmo assado, de virar churrasquinho de lagarto. Tiamat bate as asas e sai do solo finalmente, lança com sua cabeça verde uma gosma que de cara parece vômito, Charizard ri ao pensar que o outro quer matá-lo de nojinho, mas se surpreende ao notar que a rajada verde era um ácido pior que o reptile, na primeira sensação de ardido, ele reage e voa també, se esticando todo de olhos fechados, ao abri-los eles estão muito ferozes, e Charizard lança também algo de sua boca, mesmo sendo mais sua especialidade lançar fogo com as patas ou o rabo, ele quis devolver o ácido, aumentando o cheiro de enxofre do ar, e acertou a cabeça verde, essa se encolhe igual à um cassete murxando, mas Tiamat usa agora a cabeça azul, que lança gelo e mirou bem no rabo com fogo, que, como se sabe não pode se apagar.

As chamas diminuíram consideravelmente e Charizard vê que precisa reagir, mas como não tem ninguém para massageá-lo, ele tem que se virar sozinho para recuperar sua chama, aquela rajada de gelo da cabeça azul foi do caralho mesmo, ele pensa, e é então que tem uma ideia: Se tem várias cabeças em cima pode ser que tenham também embaixo, e descobre o ponto fraco de Tiamat, mandando o rabo com todo o restante das forças no meio das pernas de Tiamat, que estava esperando tudo menos aquilo. Bramindo de dor com os olhos de todas as cabeças vesgo, ele tenta se deviar rolando mas é atingido por mais ácido. O juís vai decretar a derrota, mas Tiamat levanta e todas as suas cabeças lançam de uma só vez, quem foi nocauteado mesmo foi Charizard, não teve jeito. Todo o líquido lançado das cabeças dessa vez era esbranquiçado, foi das cabeças de baixo.

Tiamat ainda teve forças para fazer um vôo de comemoração, Charizard agora só queria voltar, não para a pokébola, mas para suas férias, no Cafofo da Kurê, ótimo lugar para relaxar. Apesar de perder ele não se arrependeu da luta, foi a única que ele achou que valia a pena, as outras foram todas contra outros pokémons, não no Clube da Luta, porque ele é o único pokémon que é aí aceito. tiamat lembra-se de ter ouvido algo durante a luta ecom fome, diz: Quem mesmo queria comer carne de dragão? - e dá uma fungada, a plateia toda sai correndo, mas ele não vai atrás de ninguém porque hoje queria leitão e não tinha nenhum suíno na arquibancada.

Cquote1.png Até já sei qual é o próximo dragãozinho que eu vou pegar. Cquote2.png
Tiamat já pensando em uma luta melhor.

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Tiamat vs. Charizard no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg