Tina Turner

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
Provavelmente ele se refere a coisas daquela época, tais como Atari 2600, Balão Mágico e Plano Cruzado.


Emblem-sound.svg.png Tina Turner
Tina turner.jpg
Tina Turner ostentando uma juba de leão na cabeça.
Nome 'Anna Mae Bullock'
Origem Tennesee, EUA
Sexo Tântrico
Instrumentos
Nuvola apps kcmmidi.png
oral vocal
Gênero R&B, pop, soul, rock
Influências Elvis Presley, Mumm-Rá
Nível de Habilidade Alto Médio-alto
Aparência Poser de Dercy Gonçalves
Plásticas Banho de formol
Vícios
Nuvola apps atlantik.png
Mostrar as pernas
Cafetão/Produtor
Crystal Clear action bookmark.svg.png
Ike Turner

Cquote1.png Você quis dizer: Timmy Turner? Cquote2.png
Google sobre Tina Turner
Cquote1.png Você quis dizer: Múmia? Cquote2.png
Google sobre Tina Turner
Cquote1.png Experimente também: Vera Fischer Cquote2.png
Sugestão do Google para Tina Turner
Cquote1.png Experimente também: Tina Pepper Cquote2.png
Sugestão do Google para Tina Turner
Cquote1.png Eu sempre dava umas nela para que ela ficasse com a carne macia... e funcionou!!! Cquote2.png
Ike Turner sobre bater em Tina
Cquote1.png Eu a-d-o-r-o os vestidos dela!!! Cquote2.png
Elton John sobre Tina Turner
Cquote1.png Que gostosa!!!! Cquote2.png
Você, ao ver Tina Turner em Mad Max
Cquote1.png Minha inspiração!!!! Cquote2.png
Oprah Winfrey, Whitney Houston e Aretha Franklin sobre Tina Turner

Tina Turner, pseudônimo (vulgo nome artístico) de Anna Mae Bullock (Brownsville, 26 de Novembro de 1939) é uma cantora conhecida mundialmente como A Diva. Suas principais características são as pernas gostosas (já que ela só mostrou isso), a vasta cabeleira e a voz de trovão, já que é capaz de modular a voz em um intervalo de três oitavas. Entrou para a Galeria do Rock and Roll em 1967 a.C., convidada por Mick Jagger.

Infância e Juventude[editar]

Filha de mãe telefonista e pai tenor, nasceu na cidade de Brownsville (vila dos negros) e, embora fosse branca, fez muito suceso entre as massas populares. Desde pequena já gritava cantava e chegou até a ganhar o primeiro lugar do concurso de talentos da Escolinha Acarajé Feliz, ficando, respectivamente, em segundo, terceiro e quarto lugares Luciano Pavarotti, Elton John e sua mãe.

Aos 17 anos, conhece Ike Turner, e então a sua carreira musical deslancha, fazendo a back voice (em português: segunda voz) na banda de Ike. O fato de ela se destacar na banda fez Ike ficar com inveja, e ele começou a sová-la diariamente por ela ser melhor cantora que ele. Após muito tempo aguentando as pancadas da vida, Tina, que a essa altura estava com o corpo completamente marombado, decide chutar o balde e a bunda de Ike, retirando-se da vida artística.

Tina Turner mostrando as pernas gostosas realizando um show em Orlando, Flórida, em 2008.

O retorno aos palcos e o enriquecimento[editar]

Após passar um tempo de molho, Tina resolve voltar ao sucesso (ou tentar alcançá-lo). Para isso inicia uma carreira solo, o que faz a mesma estourar nas paradas. Com singles de sucesso e versões rock'n roll de músicas conhecidas, Tina foi ganhando fama e popularidade. Seus shows tinham lotação completa, o que prova a força do rock e da black music perante as massas, ao contrário de outros aberrações estilos musicais (como Emo, Indie e outras). Com isso, Tina acabou acumulando grande fortuna, que acabou guardando no cofre.

Viajou pelo mundo em turnês que aumentaram ainda mais a sua fama (e a fama de suas pernas). Chegou até a participar em filmes, como Mad Max e fez trilhas sonoras e temas de vários filmes e novelas, tanto brasileiros quanto internacionais. Tina também fez inúmeros concertos beneficentes (já que estava rica) em prol de várias causas (entre elas, aparecer na mídia).

Atualmente Tina faz participações esporádicas em concertos, shows e programas de TV e em 2008 lançou uma nova turnê pelos cinco continentes a fim de conhecer os países que ainda não visitou, incluindo Iraque, Acre, Bélgica e o Inferno.

Singles[editar]

  • 1960: “I Idolize You (Eu adoro te dar);
  • 1960: “A Fool in Love (Burro no amor);
  • 1962: “Poor Fool (Piscina cheia);
  • 1962: “You Should'a Treated Me Right (Você não devia ter me batido - tributo a Ike);
  • 1966: “River Deep - Mountain High" (Grande instrumento, pequena caverna);
  • 1970: “Come Together” (Come junto);
  • 1971: “I'm Yours (Dou para você);
  • 1971: “Proud Mary” (Virgem Maria);
  • 1973: “Early One Morning” (Já cedo);
  • 1974: “Sexy Ida (Part 1)” (sexo no Ida);
  • 1975: "Acid Queen" (Ácido no Queen);
  • 1982: "Ball Of Confusion" (trocando as bolas);
  • 1984: "What's Love Got to Do with It?" (Faça com o seu amor);
  • 1984: "Better Be Good to Me" (Faça direitinho);
  • 1985: "Private Dancer" (Dancarina Privada);
  • 1985: "Show Some Respect" (Tenha respeito);
Wikisplode.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Tina Turner.
  • 1986: "Typical Male" (Macho Típico);
  • 1987: "What You Get Is What You See" (Vai ver o que eu tenho aqui - tributo a Ronaldo Fofômeno);
  • 1987: "Break Every Rule" (Quebrando tudo);
  • 1987: 14 "Girls" in Poland, (Garotas polacas);
  • 1989: "The Best" (O melhor);
Túmulo Mãos de Tina Turner na calçada da fama de Roterdam.
  • 1989: "Steamy Windows" (Janelas que tremem);
  • 1990: "Look Me In The Heart" (Olhe por baixo da minha saia);
  • 1990: "Foreign Affair" (Caso no exterior);
  • 1990: "It Takes Two" (Dá duas);
  • 1991: The Bitch Is Back (A sogra está de volta);
  • 1992: "I Want You Near Me" (Quero você atrás de mim);
  • 1993: "Disco Inferno" (Fogo do inferno);
  • 1995: "GoldenEye" (Olho de ouro);
  • 1996: "In Your Wildest Dreams" (Nos seus sonhos mais selvagens);
  • 2000: "Whatever You Need" (Como você quiser);
  • 2004: "Open Arms" (Tudo aberto);
  • 2006: "Teach Me Again" (Faz de novo);

Veja Também[editar]

Hitler e Alien.jpg Este artigo é relacionado à história.

Plínio Salgado aprova este artigo. Anauê!