Titã (satélite)

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Titã é o maior satélite de Saturno e durante muito tempo os astrônomos acharam que era o maior do sistema solar porque acreditaram numa matéria da Superinteressante da época que dizia isso. Embora a Igreja Católica não reconheça a existência de Titã, a Wikipédia reconhece.

Tabela de conteúdo

[editar] Descoberta

Titã conforme imagens de alta resolução da Sonda Espacial Cassini–Huygens .

Titã foi descoberto em 1655 quando Christiaan Huygens engenhosamente posicionou um telescópio de Galileu atrás de outro telescópio de Galileu, adquirindo assim o dobro de eficiência, para poder estudar os Anéis de Saturno. Teve um orgasmo ao descobrir que Saturno possuía uma Lua. Posteriormente astrônomos posicionaram três telescópios de Galileu um atrás do outro para estudarem o satélite com mais detalhamento.

[editar] Exploração

O primeiro a estudar Titã após 300 anos sem avanço algum por causa das perseguições promovidas pela igreja, somente em 1944 após a derrota do Vaticano na Segunda Guerra Mundial que Gerard Kuiper pode divulgar seus estudos sobre Titã, onde detectou metano no espectro o que indicava a possível existência de flatulências o que indica a possível existência de vida.

Animados com a possibilidade de ETs de Titã, cientistas decidiram torrar bilhões de dólares para mandar à Titã em 1979 a sonda espacial Pioneer 11 que detectou em Titã...er... quase nada, o mau tempo atrapalhou.

Dois anos depois em 1981 foi a vez da Voayger 2 passar por Titã, mas não revelou muita coisa além de uma neblina vermelha eterna.

O famoso fabulista Carl Sagan afirmou em seu livro "Star Wars na Vida Real" que Titã era rica em aminoácidos e monóxido de carbono o que indicava indícios de vida causador de um aquecimento global no satélite.

Animados com a história da carochinha de Carl Sagan, astrônomos da NASA mandaram em a sonda Cassini-Huygens que chegou a Titã em 2005. Infelizmente só depois da missão já em andamento que se descobriu que Carl Sagan foi o mesmo cara que disse haver de água na Lua. A sonda Cassini-Huygens levou para Titã milhões de mensagens da Terra como "lol", "wtf?", "owned", "saudações povo titaniano". Agora quem vai ser a porra de gente que vai escutar essas mensagens ninguém sabe, é um desperdício de dinheiro mesmo.

[editar] Nomenclatura

Titã pedindo autorização para aproximação.

Quando Titã foi descoberto inicialmente era chamado apenas de "Lua de Saturno" pois criatividade não é o forte dos astrônomos.

Somente alguns anos depois quando William Herschel descobriu outros dois satélites em Saturno, como era um grande jogador de RPG teve a ideia do nome "Titã", um dos miguxos de Cronos (Saturno).

[editar] Características

Esquema da órbita de Titã.

Titã foi uma tentativa frustrada de planeta gasoso que não vingou, aí se arrependeu a decidiu ser um planeta telúrico mas aí já era tarde demais e foi capturado pela gravidade de Saturno.

Possui uma densa atmosfera composta por uma neblina eterna de gás lacrimogêneo, o que indica presença de uma grande treta.

Estudos geológicos indicam um continente feito de jujubas do tamanho da Austrália que os cientistas denominaram "Xanadu". Outra área que merece menção é o "H de Titã", uma fissura em forma de "H" que tem forma de "H" e por isos é legal.

Todavia, a grande descoberta feita pela sonda Christiaan Huygens foi a existência de um oceano global de Coca Cola no satélite, um dos componentes essenciais para a manutenção da vida.

[editar] Vida

Lá existem moléculas do Metano (CH4)!!!! NOSSA! Ora, vamos lá, olhe para Titã e diga se não há vida lá. Claro que há, olhe com mais atenção.

Os seus polos são habitados por um grupo de ursos-polares antropomórficos e sua zona equatorial é dominada por estegossauros cuja caça é proibida e bebem Coca Cola para sobreviver. As cabras voadoras que tinha Pepsi como sua base alimentar tiveram que migrar para Reia após o colapso da Pepsi no satélite.

Cientistas otimistas acreditam que daqui a 5 bilhões de anos Titã vá se tornar um planeta oceânico. Afirmação muito cômoda de se fazer já que é impossível provar.


Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas
Outras línguas