Tom Jobim

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Bandeira rj.jpg Coé, merhmão, eshte arhtchigo eh CARIOCA!

Não vandalize, senão a chapa vai ficarh quentche, cara. Agora deixa eu irh na praia pegarh um bronze nesse sol de 50 graush, comendo unsh bishcoitosh.

60px-Bouncywikilogo.gif
A nossa sátira autorizada, a Wikipédia, tem um artigo sobre: Tom Jobim.

Cquote1.png Ele já conseguiu fazer o gol mil?? Cquote2.png
Carla Perez sobre Tom Jobim
Cquote1.png Já me comeu! Cquote2.png
Chico Buarque sobre Tom Jobim
Cquote1.png Sobre. Cquote2.png
Sobre sobre Tom Jobim
Cquote1.png É uma cilada, Bino! Cquote2.png
Pedro sobre Tom Jobim
Cquote1.png Tom Jobim? Eu prifiro é Viracopof! Cquote2.png
Lula sobre Tom Jobim

Antônio Carlos Maestrus Brasileiro Jobim (Nascido no Brasil)era mais conhecido como Toninho Canabraba, pelos amigos dos bares em que freqüentava. Toninho foi um grande alcoólatra apaixonado pela lua, pelos Estados Unidos e por todas as 6.164.894.651.534.894.601 mulheres que via passeando pela rua ou pela praia.

Filho do Rapper Mano Brown, já foi casado com o Velho Barreiro, com Vinícius de Moraes, com a lua e com o próprio violão. Tom passou por uma infância sofrida na favela onde nasceu: "Bosque Circular Isolado no Meio de um Descampado" mais conhecido como "Capão Redondo".Quando recém-nascido já demonstrara enorme talento musical aos 2 dias de vida, compondo e gravando a primeira música: Funk da pamonha, que fez um enorme sucesso de parâmetros globais no mundo.
Mano Brown, o eminente pai do toninho

Se pendurou no saco do Velho Barreiro, Vinícius de Moraes, que escreveu a letra de 99% de suas músicas. Um dia, quando retornou de uma turnê do Paraguai, trouxe nas meias alguns litros de Joni Uólquer Bléqui Leibol, e trocou pelas garrafas originais de Vinícius, que acabou se intoxicando e morrendo, assim pode se apoderar de toda a sua obra e ficar com a fama só pra ele.

A Infância[editar]

A tia da perua, mulher a qual tom teve uma platônica paixão, foi amor á primeira vista.
Sua infância não foi nada fácil. Aos 6 anos de idade, já trabalhava com o pai vendendo frango assado e também trabalhando como garoto de programa . Aos 12 anos conseguiu sair dessa vida e arranjou um "emprego" como cobrador de lotação, leia-se: perueiro, mas logo foi demitido em justa causa por cantar todas as passageiras obesas e

donas de casa que subiam no transporte para ir ao supermercado ou fazer a faxina em alguma residência. Compôs até uma música para uma dessas passageiras que se tornou conhecida, a famosa: "Tia da buceta", que possui em seus versos as mais belas rimas e acordes nunca feitos antes.

Cquote1.png Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça
É ela a tia que sobe e não paga
E pula a catraca num pulo de amor
Cquote2.png
Trecho de sua canção

O Início[editar]

Desiludido com a chance de se tornar motorista da perua, Toninho Canabraba afundou suas magoas nos copos dos bares de seu bairro, passou muito tempo de sua vida no alcoolismo, que depois de um tempo passou de seu pior inimigo ao seu melhor amigo, pois seria muito útil na composição musical.

Em uma dessas bebedeiras, conheceu Vinícius de Moraes, que se tornou um grande amigo após
Para abrir o apetite do Vinicius, esse era o melhor amigo.

discutirem e entrarem em acordo sobre a origem da batatinha e a prática do cheiramento de gatinhos. Como Vinicius também era poeta, alcoólatra e desempregado, tinham muito assunto para conversar e muitas mulheres para dar uma lapadinha.

O Sucesso[editar]

Vinicius e Toninho não cansavam de atormentar as mulheres conversando sobre o vento, as estrelas, a paixão e a lua. Uma dessas mulheres, mais conhecida como Elis Regina (que passava pelo bar por uma compulsão também por manguaça), foi a vítima deles, que sucumbiu em ódio e depressão, vindo a tomar whisky com guaraná e naldecom dia.
A mais velha paixão de toninho, o verdadeiro e único, Velho Barreiro

Porém isso tudo tem seu lado bom, após horas de conversas eles tiveram uma grande ideia, a de fazê-la cantar suas canções e serestas e tentar assim, com uma voz decente, divulgar seu trabalho. Deu muito certo e ambos os 3 ganharam muito dinheiro e vale-refeição com isso

A Decadência e o Fim[editar]

Toninho Canabraba, agora com a vida feita, se afundou em mágoas novamente, pois seu melhor amigo Vinicius havia lhe trocado por um copo de cerveja e nem lhe oferecera um gole. Depositou todos os seus ressentimentos no piano e toda a sua fortuna em grandes apostas, como por exemplo sobre quem agüenta tomar mais vodka, vindo a se tornar o homem mais rico do mundo, mas infelizmente perdeu tudo após apostar com o tiririca quem venderia mais discos. Consternado e sem ninguém para lhe salvar das tristezas, Tom Jobim tomou um pensamento desvairado e se tornou EMO. Duas semanas após, se matou, deixando uma cartinha explicando que havia tomado esse trágico fim "poix ax guérrAx nU MuNdu sáum Muitu Cruéixx e não vê Experânça no Fim do TúNelxito!"

Toninho nos deixou com um legado impressionante de músicas (dês) conhecidíssimas e a lição de vida de que os emos realmente são viados.

Seus Maiores Trabalhos[editar]

  • Tia da Perua
  • Chega de Smirnoff
  • Luígia
  • Funk da Pamonha
  • No Alto Daquele Cume
  • Lapada na Rachada
  • Aguardente de Março
  • Aguardente de Beber
  • Copos Dourados
  • Eu te Amo (em homenagem ao Velho Barreiro)
  • Cornoviado
  • Isabela, Gabriela, Luísa, Antônia, Jusisleide & Mariovalda.
PoR-Death.gif
Tom Jobim já morreu!

Vai zoando, o próximo pode ser você!

Clique aqui pra ver quem te espera no inferno