Tomb Raider: Chronicles

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Virtualgame.jpg Tomb Raider: Chronicles é um jogo virtual (game).

Enquanto você lê, alguns tibianos matam uns ratos.


Tomb Raider: Contos Eróticos
Tomb Raider Chronicles.png

Lara Croft revelada!

Informações
Desenvolvedor Core Design
Publicador Eidos Interactive
Ano 2000
Gênero Tiro, Plataforma, Erótico
Plataformas PC, Playstation, outras porras falidas
Avaliação 85%
Idade para jogar 18 (sexo, nudismo, temas adultos)

Cquote1.png Eu aumento, mas não invento! Cquote2.png
Nelson Rubens sobre os contos eróticos de Lara Croft revelados no jogo
Cquote1.png Essa puta nos prometeu uma noitada se a gente dessemos a chave do portal da Roma! Cquote2.png
Os 2 ladrões sobre o Rubi chave
Cquote1.png O Capitão sempre tem que afundar com seu navio. Cquote2.png
O Capitão sobre o seu submarino afundando
Cquote1.png Cuidado menina com os perigos da Ilha da Irlanda! Cquote2.png
Um morto falante sobre extupradores zumbis na Ilha
Cquote1.png Lara, tire logo a tua bunda dali! Cquote2.png
Ziph sobre ela fazer Sexo com os guardas do Edificio VCI

Tomb Raider: Chronicles é o quinto hentai jogo da série Tomb Raider lançado para PC, Playstation e o falido Dreamcast. É um compilado de estripulias sexuais de Lara Croft ao redor do mundo, tal qual os contos de Emmanuelle.

Desenvolvimento[editar]

Em Tomb Raider: The Last Revelation lançado em 1999 os desenvolvedores da Core Design admitiram que mataram a Lara Croft justamente para pararem de fazer jogos tão mal feitos focados apenas em sex appeal, mas como punheteiro é foda a demanda por uma continuação foi muito grande e a Eidos Interactive cobrou a criação de um novo jogo, nem que fosse feito de qualquer jeito. E assim foi feito, de qualquer jeito, lançaram essa porcaria aleatória em 2000.

Enredo[editar]

Lara está aparentemente morta. No jogo anterior ela morreu depois de perder um jogo de Yu-Gi-Oh contra o Anúbis.

Em Tomb Raider: Chronicles vários clientes da Putona mais famosa do mundo dosgames se reúnem no Nightclub de strip-tease (aka Mansão da Lara) em que Lara dançava nas horas vagas, para discutir quem teve a noite sexual mais perfeita com a então ex-mega atração do clube.

As histórias são narradas em Roma, Paris, Veneza e todos aqueles lugares de merda que tem fama de serem românticos.

Na primeira narração Winston revela que Lara saciou a sua fantasia sexual fantasiada de enfermeira, e de quebra roubou a Pedra Filosofal do Harry Potter.

Na Rússia, Mikahailov revela que Lara fora pega e violentada pelo batalhão inteiro do exército soviético e conseguiu como pagamento o mais famoso vibrador da arqueologia, a Excalibur.

Na República Checa Warner Bros diz que Lara teve uma semana seguida de sexo com a Silvia Saint para conseguir o Olho do Deus Rá.

Mas o que foi eleito o melhor conto erótico da noite, foi contado por Crunk, aconteceu na casa do caralho no Marrocos, onde Lara se torna a única mulher a andar pela rua mostrando a barriga, os peitos, a bunda... aliás, ela anda totalmente nua. É pega pelos terroristas locais e dá para todos na mesquita, inclusive para as outras odaliscas. Ao se infiltrar no quarto do Osama Bin Laden, depois da putaria consegue roubar a última relíquia de sua coleção, o Necronomicon.

História 1, Em busca da Pedra Filosofal[editar]

Lara Croft prometeu a uns 2 caras que transaria com ambos, caso dessem um Rubi chave para poder abrir as pernas um Templo Antigo e amaldiçoado, porém, quando eles a entregaram o Rubi, Lara se recusou fazer sexo com os dois alegando que estava com dor de cabeça e se mandou.

Na cidade, ela começou a assaltar umas casas em busca de algumas velharias, não encontrando nada mais do que munições de gangster e alguns remédios. Os dois que iriam transar com ela na marra, preferiam primeiro saber o que ela planejava com o Rubi, onde descobriram que haveria uma pedra preciosa que valeria milhões, chamada de Pedra Filosofal. Porém, ao ativar o Rubi e uma outra pedra mágica, 3 dragões apareceram e matou 1 deles. Lara detonou com aquelas cabeças de dragões e entrou num templo onde havia leões e gladiadores querendo mata-la. Ela os enfrentou e recolheu um outro bagulho para poder atravessar o outro lado da caverna. O cara que desapareceu iria dar cabo na Lara pra poder ficar com a pedra e ficar rico, porém a Lara desejava transar com ele por aqui mesmo, mas ele broxou e preferiu se jogar no penhasco.

Enfim, ela entrou numa sala onde teve que enfrentarmais gladiadores e um leão, além de uma estátua gigante, mas foram todos puverizados pela Lara, terminando com ela de pegar aquela Pedra Filosofal, vendendo para o Werner Von Croy com uma nota grande, terminando assim, a aventura da Roma.

História 2, O Submarino[editar]

A pedido do Winston Churchill, a Lara começou a trabalhar como uma exterminadora do FBI, com o objetivo de acabar com os planos do Capitão e o seu assistente de vender as suas armas para os iraquianos e os palestinos do grupo Hamas. Lara então, invadiu a base, começando a detonar tudo que havia nela, incluindo os lobos que rondavam de estimação por ali, todos mortos pela Lara Croft.

Após entrar no submarino, Lara dormiu, e durante o cochilo foi pega pelo capitão que a aprisionou num quarto, de onde ela conseguiu escapar, já que todos os quardas andavam usando drogas naquele momento. Ela descobriu também, que o capitão estava a procura de uma ponta de lança, que se diz mágica e que tornaria essa pessoa imortal a quem usastes. A Lara então, roubou uma roupa submarina, ficando até pelada para se sentir mais a vontade naquela roupa de mergulho (obviamente, esta cena foi cortada nos consoles dos jogos), conseguindo pegar aquela lança mágica no fundo do mar. Porém, o assistente do capitão parecia sóbrio e conseguiu capturar novamente a Lara, porém um estupido acidente que ocorreu com os homens que brincavam de tiro-ao-alvo no submarino, atingiram um cano sob pressão, fazendo o submarino afundar rápidamente. A Lara tentou escapar, mas não havia mais mini-submarinos naquele navio. Porém, o Capitão que tava chapadão, deve ter cheirado o dobro de gatinhos, havia ditoa ela como é que se salvaria no submarino, onde ela teve que procurar dois tubos, um de Hidrogenio e outro de oxigenio, para ativar o submarino reserva. Após isto, ela já iria salvar o Capitão, mas ele tava tão chapado que disse que só porque era um capitão, iria afundar com o seu navio (mas não estava num submarino)?

Bom, já que a missão dela era para matá-lo, então ela saiu do submarino, deixando ele se explodindo junto com aquele submarino, terminando assim a missão dela, onde por sua ajuda, o Winston lhe presenteou com umas armas novas para poder matar mais vilões no jogo.

História 3, Na Ilha Assombrada da Irlanda[editar]

Apesar do Padre Quevedo ter dito que as assombrações, zumbi e todo tipo de coisa do demônio não existia naquela ilha, o Padre Patrick Dunstan, porém achava que aquele padre brasileiro tava delirando e decidiu sozinho ir investigar aquela Ilha de Assombrações.

Lara que já tava semi-nua (no video-game censurado, mostra ela quase tirando a blusa) ouvio a conversa deles e rápidamente coloca as suas roupas e se esconde no barco junto com o padre para investigar o local. Ela não usa armas nessa época, mas não por ela ser de menor (já que ela aprendeu a usar armas aos 13 anos), mas porque esqueceu as suas armas em casa devido a pressa. Onde na Ilha, por ela ainda não saber lutar, ela só podia fugir dos monstros que tentavam come-la, nos dois sentidos, como um zumbi enforcado numa árvore havia lhe avisado. Ela na Ilha, encontrou um livro poderoso chamado de Bestiário, que não servia para Porra nenhuma. Porém, combinado com uma pedra mágica, ela conseguia ao menos despistar de alguns mogles, vampiros, fantasmas, lobisomens, a sua sogra e outras bestas pra longe dela, até vim um poderoso demonio e ter capturado o Patrick Dunstan, onde prometeu mata-la se ela não transastes com esse demonio. Na época, a Lara Croft era virgem (só perderia a virgindade 1 ano e meio depois), mas nunca iria transar com ele, onde pra sacanea-lo, ela raptou o seu sereio aquático e deu de comida para os mogles da floresta, onde muito puto ele ira agora matar a Lara, porém ele abaixou a sua retaguarda, onde a Lara Croft, usou os poderes do livro Bestiário para poder paralisa-lo.

Onde no final ela e o padre apenas sairam da Ilha. O mais estranho é que apesar das provas que ele coletou, esse cara aqui ainda não acredita no que ocorreu naquela Ilha da Irlanda, terminando assim a terceirta história neste jogo.

História Final: Na Torre VCI[editar]

Lara Croft não trabalha apenas para o FBI, como também, já trabalhou para a CIA. Sempre guiado pelo Ziphy, ela conseguiu-se se infiltrar em um prédio de uma quadrilha disfarçada de empresários, que tinham como um plano de dominar a Casa Branca, construindo um tipo de portal teletransporte pra poder teletransportar seus soldados através de um portal que funcionava por uma esfera magnnetizada, chamada de Íris, pra poder aprisionar o Barack Obama e conquistar os Estados Unidos e depois o Mundo, óbvio.

Enfim, a missão dela seria roubar a pedra Íris e matar a todos os homens infiltrados naquelá Torre. Ela como uma gata se infiltrou-se e começou a matar tudo que havia lá, mas sem que ninguém percebestes, conseguiu roubar então, a pedra Íris na maquina e deu no pé. Só que como havia um rastreador de armas no prédio, ela precisava desativa-la. Mesmo desarmada, ela conseguia matar vários guardas, transando com eles e depois a estangulando (obviamente os consoles dos jogos censuraram essas cenas também). Enfim, ela se infiltrou na camera e desativou ela, pra poder atravessar com sua metralhadora por lá, saindo de fininho. Mas, pelo azar dela, os poderosos chefões por lá, descobriram a invasão da Lara Croft e que ela havia roubado a sua preciosa pedra, onde puseram de alerta vermelho pra poder extermina-la. Eles até acionaram 2 ciborgs pra poder enfrenta-la, sendo que um teve um curto circuito após a Lara ter estourado um cano D'água no teto e o segundo, foi asficciado (como um ciborgue pode morrer asficciado se ele não respira?). Por fim, após ela matar a todos e ter escapado do helicóptero que a perseguia, o Ziphy mandou ela tirar a sua bunda dalí. Onde ela se mandou voando na sua asa-delta negra.

Após isto, ela doa a sua pedra para o seu mondormo, terminando a sua história da sua aventura da Torre VCI.

Finalizando[editar]

Após eles contarem todas essas histórias da Lara, eles blindaram, enchendo a cara de cachaça em memória as aventuras da Lara Croft, enquanto um velho amigo dela, tava ainda no egito, esperando que desenterrastes o corpo dela pra poder enterra-la na sua Terra natal, onde após abrirema Tumba que tava sobre os destroços da Pirâmide, eles apenas encontraram a mochila e a calsinha da Lara, tendo uma conclusão que a Lara ainda tava viva e que tava ainda muito ocupada antes de sair da Tumba numa passagem secreta que tava escondida. Onde apenas a veremos ela viva, no seu sexto jogo.

Os mistérios das Rosas douradas[editar]

As rosas douradas, são segredos sobre o jogo, tendo no total 36 segredos onde conta como criaram o jogo e suas breves histórias em preto e branco sobre cada aventura que tiveram. Entretanto, existe ainda uma trigégima sétima rosa dourada no jogo, totalizando 37 rosas, em que aqueles que acharem essa rosa secreta, além das outras 36 no jogo, terão acesso a 100 imagens pornograficas da Lara Croft, tanto em desenho quanto em realidade, em poses explicitas.

Como encontra-la? Se vira malandro, pois nunca te contaremos. HUAHUAHUHUUHAHAAA!!!

v d e h
Tomb Raider logo.png