Torre

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Exemplo raríssimo de torre útil, mais incrível ainda: No interior dela há seres úteis, quase sempre.

♜ Não vou falar da torre do xadrez, beleza? Mesmo porque a torre do xadrez é uma representação da torre... O que é a torre mesmo? Pode ser uma imensa porcaria tipo Eiffel, ou a de Pizza. Corrigindo não são porcarias necessariamente, vejamos, a Eiffel lembra as torres de eletricidade, mas a diferença é que ela é bem maior e não serve pra nada, que eu me lembre. A de Pizza, bom, serve para saber como NÃO CONSTRUIR uma torre, e nem é preciso maiores explicações.

Vamos à construção[editar]

Chega mais (nem tanto), vamos provar que somos machos, pois cara, a torre é um troço alto e muito mais vertical doque horizontal, vamos mandar de pedreiros, claro que há pedreiros que dão a bunda, mas a maioria não é assim, então essa masmorra vai ser erguida por nóis, mas temos que erguer porra nenhuma, pois torre não é suspensa, os Jardins Suspensos da Babilônia é que eram... Não eles não eram suspensos, pode ser que fossem suspendidos, mas não suspensos.

Podemos construí-los com qualquer material, desde que ele seja resistente, lembre-se que a torre deve ser resistente, já o formato, deve ser horizontal, mas o formato exato, varia de acordo com o gosto do freguês. Pode ser tipo obelisco, ou em forma de cassete, tipo os Faróis do Saber, construídos não tanto em forma de faróis no mar, e sim em forma do objeto fálico que era do gosto do então prefeito, de onde os faróis do saber surgiram, olhe só a carinha dele que já entrega tudo.

Não é preciso maiores conhecimentos de Arquitetura ou engenharia, para se construir uma torre sólida, basta material certo e boa vontade, daí vai de sua imaginaçãozinha sapeca a forma exata 3, já expliquei, porra, se acha que eu sou um excomungado do tipo que só sabe falar de coisas de cunho sexual, saiba que está enganado, porra... Nem vou com aquele papo de que é preciso ser macho pra construir uma masmorra, sequer é preciso sê-lo para ir resgatar alguém na masmorra, a testosterona serve apenas para comer a suposta donzela que esteja nela. Já que falamos no que achar dentro da torre (claro que no alto delas), nem pense que pra chegar ao topo, você poderá contar com tranças de megamegamegamegamegahair, em geral é preciso chegar até lá passando por vários compartimentos... então vamos ao que se pode achar ao longo da torre... e mesmo no topo, pois nem sempre pode ser uma donzela.

O que há na torre[editar]

Propositadamente as torres já são feitas para ser inúteis, a não ser pra quem queira prender uma donzela no topo, mas nem se pode compreender porque um imbecil faz prender uma guria virgem (ou não) no topo, nem mesmo a Fiona conseguiu explicar isso direito. Digamos então, que é para testar a valentia do ogro, ou príncipe que vá em busca da muié enclausurada. Explicação imbecil, mas ao menos tem uma explicação.

Donzela sacudindo um lencinho... É um lencinho, pode acreditar.

Pois bem, antes de chagar ao topo, pode haver bruxa, sendo uma feiticeira linda, que se disfarça de veinha feia porque, chega aqui: Se o cara ir salvar a princesa e encontrar uma feiticeira gostosa nos primeiros andares, pode ser que nem suba mais pra achar a donzela, coisa que tira o desafio que mesmo a bruxa quer para testar seus poderes(ô, gente doida), e essa bruxa é cheia de truques, tanto que TODOS os demais seres que serão descritos á seguir, podem ser a feiticeira disfarçada, mas em garal não, eles são cúmplices da bruxa, ela pode mesmo nem estar na torre, pode estar colhendo ervas mágicas, ou dando por aí. Até o dragão pode ser uma feiticeira disfarçada, pra se ter uma ideia.

O dragão, se não for a bruxa disfarçada, está lá colocado por ela, ou até pelo pai da donzela, pra garantir que ela não fuja da torre, não saia a não ser com o valente que consiga passar pelo dragão. Ele pode ser alado, tudo para dar mais trabalho ao cavaleiro, nem é só prova de força, é pra saber se ele está mesmo interessado na fruta enclausurada, do contrário desiste logo.

Outros seres da torre são os duendes, mas esses assustam apenas quem tem medo de anão, Estherfobia, horror Leprechaliano, ou coisas assim, mas eles são uma boa distração, pricipalmente os que ficam puxando o pinto a barra da carça do cavalheiro, para lhe pedir o endereço do fim do arco-íris, coisa que faz o varão pensar que está em meio a noiados, e isso também pode fazer que desista.

Abutre também fazem parte da torre, mas isso só podia mesmo ser na ficção, ou o que eles estariam, alí fazendo? Carniça apenas quando o príncipe, ogro ou o cueca que for, matar alguém, que o esteja impedindo de chegar na princesa, mas ainda assim ele pode ficar com , como foi o caso do Shrek, e nem fornecer comida alguma aos urubus esperançosos. Oque já não acontece com os [[morcegos, outros habitantes da torre, pois eles estão lá apenas porque mesmo de dia, a torre é escura, pois contém poucas janelas, os morceguinhos parecem vileiros: Se contentam em morar em cada porcaria...

Passados todos esses carinhas estranhos, tendo ou não lógica, o topo da torre pode abrigar uma linda donzela, o que não deixa de ser a possibilidade de outra armadilha. E essa figura de linguagem de chegar ao topo de alguma coisa, o caralho que seja, sem dúvida deve ter surgido do topo das torres, mas como se sabe, pode ser armadilha, se é que me entende.

Ver também, do alto da torre[editar]