Torre de Hércules

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Romanopre.jpg ROMANI ITE DOMVM!!!

HÆC ARTICVLVS ROMANVM EST. LATIM LOQVÆBITVR. NON INTERLEGIT? HVMORIS PRIVATVS NON EST. MVITISSIMVS ENGRAÇATVS! SED ROLA MEAM VADE MAMARE! VADE FŒDERE CVM PORRIBVS NOSTRVM.

Spqrpre.jpg


Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


Cquote1.png Você quis dizer: Farol de Hércules Cquote2.png
Google sobre Torre de Hércules
Cquote1.png Experimente também: Farol de Alexandria Cquote2.png
Sugestão do Google para Torre de Hércules
Cquote1.png Prefiro algo mais moderno. Cquote2.png
Inglês sobre Torre de Hércules.
Cquote1.png Nunca fui lá. Cquote2.png
Hércules sobre sua própria torre.
Cquote1.png Passo longe de lá. Cquote2.png
Hidra de Lerna sobre Torre de Hércules.
Cquote1.png Eu também. Cquote2.png
Centauro sobre Torre de Hércules.

Torre de Hércules é mais um daqueles pontos turísticos esquecidos em alguma distante parte do planeta, nesse caso no inabitado norte da terra de Dom Quixote e Sancho Pança, se tratando basicamente de uma construção em ruínas e que ainda serve como farol para a navegação nas poças d'água mais próximas.

Local[editar]

Uma belíssima torre.

A Torre de Hércules foi construída há muito, muito, muito tempo, no século II, quando o império romano comandado por Darth Trajano e Darth Adriano ambicionavam dominar todos os confins da imensidão do cosmos, seguindo a ideologia do "Ao infinito e além!", assim estava o pensamento da sociedade da época.

Foi construída, então, a torre, com a função de ser um farol para auxiliar a navegação, como se algum navio topasse passar por ali, mas inutilidades a parte a torre continuou funcionando, contudo na Idade Média ela se tornou um forte contra ataques de visigodos ou astecas, perdendo seu uso como semáforo de carroças.

Lendas sempre cercaram o local como, a história de uma garota perdida no corredor, ou outra que foi atirada num poço pelos pais, mas nada que amedrontasse o povo da região, ninguém queria subir até a torre por que lá em cima, por causa da altura o ar era mais rarefeito e poderia piorar a saúde.

O homenageado, grande coisa.

Atualmente[editar]

No momento a construção está funcionando "nas coxas", isto é, está funcionando só para dizerem que algo construído em eras remotas ainda serve para alguma coisa que não seja servir de diversão para o pessoal da demolição. No momento ele funciona de farol para os navegantes que topam passar por lá.

Recentemente o local foi transformado miraculosamente como patrimônio da humanidade pelos especialistas da UNESCO, isso devido ao incrível número de turistas que vai até lá, uma meia dúzia por década, e pela carga cultural do local, quem nunca ouviu histórias a respeito de tão famoso farol?

Ver também[editar]