Transexualidade

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Transgênero)
Ir para: navegação, pesquisa


Esta página se adequa à Nova Política de Conteúdo Sexual.
Conteúdo impróprio para menores de 18 anos! Tirem as crianças da sala! Este artigo tem conteúdo impróprio para menores!
Este artigo pode conter pornografia pesada ou leve. De preferência, leia-o de olhos fechados...

Se ele estiver cometendo uma infração à Política de Conteúdo Sexual, por favor, reporte à moderação.
Sexchange.gif IT'S A TRAP!!!

Este artigo pode levar-lhe para muitos lados da Força. Se você não está feliz com seu corpo ou já mandou cortar o pirulito, leia o artigo até o fim, caso contrário, cuidado com as armadilhas e não vandalize!

Atenção: leia este artigo com bom humor

A Desciclopédia é um site de humor, não venha nos dizer que pegamos pesado.
Se você é fã dos pirralhos paraplégicos do Teleton visite outro artigo.

Mamãe, o que eu serei quando crescer? Nada, você tem câncer.

Cquote1.png Você quis dizer: Engana trouxa? Cquote2.png
Google sobre Transexualidade

Cquote1.png Você quis dizer: Que não devemos confiar em nossos olhos? Cquote2.png
Google sobre Transexualidade
Cquote1.png Experimente também: Cortar linguiça Cquote2.png
Sugestão do Google para Transexualidade

Transexualidade é uma coisa que não existe mas, passa a existir assim que uma bibinha qualquer acha que é amapô, racha... ou seja, acha que é mulher e então faz uma operação cirúrgica para arrancar aquilo que ela não mais se interessa em usar e passa a não mais fazer xixi em pé. É verdade que elas se sentem ma-ra-vi-lho-sas urinando sentadinhas e, essa é apenas uma das coisas que a amputação do pau pode lhes propiciar. É claro que se pode fazer xixi sentado ainda tendo pênis, mas é bem mais desconfortável.

Quando começa[editar]

Forma barata e rápida de tornar-se mulher.
O que há de errado nesta imagem?. Resposta: está faltando o pênis das pessoas na imagem, além disso têm duas bichas usando crucifixo.

As formas de expressar que não se quer ter pau, apesar de ter nascido com ele, são várias, mas isso deve ter mais de um fator junto para se diferenciar de simples bibice ou se a bibice vai já para uma forma de maior identificação com os órgãos femininos. Tipo, se a bibinha gosta de brincar que está grávida, não é determinante para mais tarde querer ser uma transex, mas é um importante fator. Outro fator é querer menstruar, elas podem mesmo, para isso gostar de ingerir muitas coisas vermelhas além da conta, para ter a sensação que a urina avermelhada é um ciclo menstrual mas, essas coisas, não acontecem após a operação, o que acontece é elas terem algo parecido com uma boceta.

Você, por exemplo, que até já foi com um absorvente para a escola de inveja das mocinhas que iam com um objeto tão cobiçado desses e, mais uma reservinha na mochila, pode estar apto à operação sem arrependimentos e, ainda usar absorvente interno sem que seja no ânus, até porque a sensação aí seria de prazer e não de satisfação em ser mocinha e, ainda poderiam desconfiar dessa sua carinha de satisfeita por causa da coisa metida nesse lugar escondido.

Não é apenas o fato de gostar de homem, se maquiar ou mesmo se travestir que fará você feliz sem o pinto, até porque tem travecos que usam e, isso daí vai lá perguntar pro Ronaldo, eu não sei de nada. Mudando de traveca pra biba, quando a bibinha é muito fresca, tipo aloka, mesmo sendo passiva (e mentindo que é mais ativa) e tendo aquela aparência misógena (escrevi essa porra certo?), não significa que queira tirar fora o bigolinho (ou bigolão), mesmo usando pouco, pois isso de querer ter vagina e ser amapô não é assim tão forte. Por sinal, as transexuais, mesmo antes de operar o bilau e o saco, já se acreditam mulheres e, não tendo apenas alguns desejos ou trejeitos femininos, esse sim é um fator, não não, esse é o fator determinante.

Formas de operação[editar]

E lá se vai mais um, tudo culpa do Lico de Cair Pinto!
As mesmas bichas depois de mortas, queimando no inferno em sua forma original.

Nem venha querer que eu entenda dessa amputação, que em alguns casos até fica melhor mas, não entendo da forma de cortar linguiça mas, pelo que se ouve falar, as mais antigas tiravam da bibinha quase todo o tesão, pois embora gostando de dar o rabo, não tinham mais o vetor que esporrava gozava e estava interligado, ou seja: O grelinho(?) era arrancado e tirava-se grande parte do tesão da pobre fruta. As operações mais modernas não deixam as bibas tão murchinhas e sem tesão, inclusive perdendo aquela doideira natural de veado... bom, até que o mundo ficava mais tranquilo e silencioso... mas, o fato é que agora a operação é melhor, portanto você pode ir lá arrancar seu bigolinho mais tranquila.

Acredita-se que isso, de preservar a possibilidade de orgasmo, se conseguiu não arrancando totalmente a pau, mas deixando uma parte inclusive das bolas e transformando em um grelinho e preservando a cabeça do pau para garantir o orgasmo e a sensação de prazer, além do mais, a pele que reveste o pênis é invertida para cobrir a cavidade deixada pela remoção do pênis. As operadas podem se sentir totalmente mulherrrr e jogar o que não era usado fora, sem problemas, inclusive, quando é dos grandes, elas aceitam fazer doações para aqueles coitadinhos que, apesar de gostar de usar tem o seu muito pequeno, como é o caso do seu pai e, deixar sua mãe mais feliz, sem ir procurar algo mais satisfatório fora, deste modo todos ficam felizes.

Falando em felizes, as vantagens ainda, são não mais ter que puxar o bigolinho para trás para vestir biquininho, usar calça ajustada sem problemas, ir no banheiro feminino sem problemas... as desvantagens são que se precisam trabalhar como profissionais do sexo, irão perder uma parte do dinheiro por causa dos clientes que queiram uma apagada no fogo do brioco, tipo, você é um que poderia se lamentar... e, não podemos esquecer do mijar em pé mas, fazer sentada para elas é um sonho, então, fica como vantagem.

Raciocinando logicamente[editar]

É mais simples do que parece mas, não tente isso em casa.
Seiya também cortou o pirulito.

Um transsexual é uma pessoa que não se identifica com seu sexo definido naturalmente, eles não contentes com seu sexo, passam por um doloroso processo de hormônização, dietas e arrancação de pênis para poder se sentir bem consigo mesmos. Depois, eles passam á falar fino, sentar pra mijar, usar vestidinho e dar o cu. Os viados dão o cu duro para ficar com um corpinho perfeito, ou você pensou que só as mulheres entravam em dietas e malhavam ?. O transtorno de gênero é considerado por alguns psicólogos como doença. Medicar gays doentes com coquetéis de extrogênio sintético só agravará a condição do paciente, recomenda-se não medicar doentes com hormônios para não torna-los mais gays. o Extrogênio contem propriedades químicas que podem alterar o modo de pensar do paciente, caso a mudança de sexo seja um equivoco, a ingestão do hormônio causará alterações físicas e mentais no paciente, impossibilitando-o de ter uma cura.

Para muitos médicos, o pré-operatório é uma piada, pois eles pensam assim: Cquote1.png Isso é hilário, vamos cortar o pau dessa bichinha, e vai ser só mais um viadinho sem pau no mundo, o quero dizer é que hoje ele está aqui para nós metermos a mão no pinto dele e removermos o pinto, mas amanhã ele estará lá se achando mulherzinha e dando o cú Cquote2.png. Os médicos provavelmente ririam daquilo e continuariam com seu trabalho cirurgico de remoção de PowerGun. O que a cirurgia basicamente faz: é remover todo o músculo de Pênis e joga-lo fora, depois é virado ao avesso a pele que o revestia, a pele entra dentro da cavidade deixada pela remoção do membro e a pele do escroto é usada para enfeitar o buraco para parecer uma vagina real. Pensando logicamente, transsexuais não podem ficar nus, porque o pênis que era o único orgão que ele tinha foi removido, ou seja ele não tem mais sexo, e censurar uma vagina falsa seria tolice. Transsexuais não podem fazer Topless porque homens não tem seios, ou seja seios falsos não contam como Topless.

Ver também[editar]