Transporte público

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Carrinho spmercado.jpg Este artigo é sobre um carro.

♫ Não é homem, não é nada, mulher gosta é de carro... ♫

Ele queima óleo, suja sua garagem, solta fumaça e sempre lhe deixa na mão no meio da estrada!
Image27.gif Este artigo está poluído!

Pegue uma máscara de oxigênio e uma garrafa vazia
para carregar ar. COF! COF! COF!

Um exemplo da incrível qualidade do transporte público brasileiro. E aí, quer viajar?

Cquote1.png Você quis dizer: Morte lenta Cquote2.png
Google sobre Transporte público
Cquote1.png Você quis dizer: Pior qualidade de veículos Cquote2.png
Google sobre Transporte público
Cquote1.png Estamos nos esforçando... a cada dia, para cada vez mais... piorá-lo. Cquote2.png
Dilma sobre transporte público
Cquote1.png Eu mau preciso me esforçar no trabalho graças a ele! Haha! Cquote2.png
Cobrador de ônibus sobre transporte público

Cquote1.png Agora passa a grana ae, maluco. Cquote2.png
Assaltante sobre citação acima

Transporte público é o modo de como os pobretões em cidades grandes e vilas do cu do mundo mundo em geral se locomovem e vão para o trabalho. Produzidos diretamente pelo governo, os veículos do transporte público variam entre ônibus, táxis e trens, e todos são equipados para que tenham a pior qualidade possível e para que você fique com o estresse maior a cada minuto que passar dentro de um deles. Apesar disso, pense pelo lado bom: você não é obrigado a andar numa carroça levada por um cara bombado que nem na China!

Origem e evolução[editar]

Um raríssimo taxi de rico. Inclui porta-copos e hidromassagem!

O transporte público teve origem em uma velha vila numa antiga civilização, na qual ainda haviam canibais. Você vê, canibais precisam carregar os corpos das suas vítimas para comê-las bem gostoso. Pra você que não sabia (ou nunca arrastou um cadáver), corpos são pesados pra caralho, e carregar nas costas só dava em problemas de coluna. Após três pessoas da tribo morrerem devido ao cansaço de levar o corpo das vítimas (sendo esmagadas por elas), o povão da vila organizou um protesto, e ameaçaram o cacique: se ele não arranjasse uma solução para o problema, ele seria o prato principal da tribo no jantar daquela noite.

O cacique, querendo voltar logo às suas "atividades pessoais", decidiu criar algumas carroças pra levar os corpos das pessoas. Mas, para que o povão pudesse usá-las, eles teriam que pagar (ou com um braço humano, ou com um olho). Dito isso, as carroças começaram a aparecer, o povo aprovou e somente as pernas do chefe foram comidas naquela noite. No fim, tudo deu certo: os canibais continuaram com a sua refeição de cada dia, o chefe só ficou paraplégico, e as pessoas continuaram a serem comidas, graças ao transporte público! Final feliz!

1900 e guaraná com rolha de anos depois, o PT entrou na chefia do Brasil, e com isso, decidiu "melhorar" o transporte público mundial, a fim de transformá-lo no que é hoje em dia: as passagens aumentaram em 300%, os bancos dos transportes ficaram mais duros, o tamanho deles foi diminuído pra haver menos ar lá dentro, facilitando os desmaios e empurra-empurras, o salário do motorista e do cobrador cortados pelo metade pra "cortar gastos", e é claro: os transportes receberam o melhor tratamento para ficarem mais sujos e velhos possíveis, para que assim o povão sofresse ainda mais dentro dos veículos.

Tipos de transporte público[editar]

É também recomendado tomar cuidado ao ser motorista de transporte público, pois às vezes pequenas falhas podem acontecer.
  • Ônibus: Ah, esse todo mundo conhece. Os ônibus são o transporte público mais abafado de todos, então não estranhe se achar alguém dentro de um deles tendo um ataque epilético no chão durante o verão. Ah, e um fato interessante sobre os ônibus: TODO MUNDO quer sentar na cadeirinha mais alta dele. Sem excessões. Se ela tiver liberada, a pessoa que estiver pra entrar VAI escolher ela, mesmo que a pessoa seja uma velhinha gaga e com o banco reservado liberado.
  • Metrô: A versão piorada do ônibus, ao contrário do seu irmão mais velho, em que as chances de achar um lugar pra sentar é 10%, se você achar um lugar pra sentar significa que você deve aproveitar a sua sorte e apostar na mega-sena o mais rápido possível. Por sorte, o metrô, não possui o vício das pessoas de pegar o 'banquinho alto', possivelmente porque no metrô pegar QUALQUER banco já está bom.
  • Táxi: Popularmente chamado de 'Sua mãe quando sai com capa de chuva na rua', o táxi, tem TUDO para ser um transporte que presta. Ele é espaçoso, tem um leve cheiro de queijo podre, mas aceitável se comparado ao cheiro dos outros transportes, tem um motorista que na pior das hipóteses é somente um tagarela, e quase sempre o taxi tem o radio ligado naquelas estações com musiquinhas dos anos 90...se não fosse pelo fato da passagem custar quase 10 reais POR RUA, fodendo com a carteira dos pobretões e deixando os mais ricos mesquinhos. Então, nada feito.
  • Bonde: Quase nem é mais usado hoje em dia, o bondinho FOI um transporte popular nos anos 30, 40 e 50... até descobrirem que não só gastava energia pra caralho, como ele quase não tinha espaço se comparado ao seu irmão, o trem. O resultado foi os bondes serem expulsos do Brasil, para as pessoas tirarem selfies neles e só funcionam como transporte em países como o Acre ou nos confins da Africa.
  • Carroça: ICSO NON ECZISTE!

Controvérsias[editar]

Acredite, NINGUÉM morreu nessa acidente de transporte público! Bem, tirando aquele cara do fundo da foto que morreu de diarréia...

Cquote1.png Eu não gosto de transportes públicos porque eles SOLTAM FUMAÇA! E porque eles POSSUEM RODAS! E o mais importante, porque eles NÃO SÃO DE DEUS! Cquote2.png
Membro de uma igreja do Greenpeace sobre transporte público

Apesar do quão mão na roda o transporte público é pros preguiçosos que não querem dirigir povões, ele ainda atrai criticas de opositores. A mais frequente é de que eles são locais perfeitos para mendigos e bêbados dormirem, especialmente com o alto número de funkeiros que entram neles com cara de morto vivo pedindo passagem grátis. Isso é de certa forma retardado, já que se você entrar em qualquer transporte público sem grana você vai na melhor das hipóteses ser expulso com um chute na bunda, e na pior delas, você vai ter que dar o brioco pro motorista como punição.

Outra reclamação é de que eles poluem demais o ambiente com os gases extras que os transportes soltam pra aguentar tanta gente dentro deles, somando isso aos peidos que as pessoas soltam dentro deles, causando um puta aumento no aquecimento global e espalhando ainda mais ebola pela Africa. A maioria dos governadores dizem que vão arrumar o problema inserindo filtros nos canos dos ônibus e o resto dos transportes para que o gás saia com cheiro de floricultura, mas como tudo ainda está em um projeto beta, a solução atual é ou tapar o nariz ou colocar um George Foreman Grill na cabeça para que ele proteja você dos gases tóxicos.

Vídeos[editar]

Alguém com um bom (mau) humor relatando como é andar nesse inferno.

Ver também[editar]