Burro

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Nota: Se procura por "Head Coach" ou algo parecido com o que se vê nos istêites, visite nosso artigo sobre Coach (treinador)


Aviso importante: Clubismo aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa pra quem você torce, seja o Coritiba, o Atlético Paranaense ou a Portuguesa. Seja engraçado e não apenas idiota.


Uma parceria de sucesso.

Cquote1.png Buuuuuuurrrooooooooo(2x)! Cquote2.png
Você sobre treinador do seu time.
Cquote1.png Oooo filha da pulta!1 Vai embora do américa, seu filho duma puuta!1 Cquote2.png
Torcedor do América-RJ sobre treinador do time dele.
Cquote1.png Ele continua, temos plena confiança neste profissional, é só uma fase do time... Cquote2.png
Presidente do clube quando perguntado sobre a situação do treineiro do time
Cquote1.png Éeeh amigo... Caiu mais um treinador nessa rodada [...] Cquote2.png
Fernando Vanucci esportivo na rodada seguinte a da declaração acima.
Cquote1.png Agora vai! Cquote2.png
Você, pobre e iludido torcedor, sobre o novo nome anunciado pra assumir a direção do time.
Cquote1.png Buuuuuuurrrooooooooo(2x)! Cquote2.png
Você no segundo jogo do novo treinador do seu time.


Treineiro, professor sem licenciatura, ou simplesmente treinador, é o nome dado ao profissional amador que têm a função de meter esporro nos peladeiros assalariados ao lado do campo e no caso do seu time, ser também um bode expiatório em momentos de crises do time. Entre outras atribuições dos treineiros incluem a distribuição indiscriminada de coletes em rachões (vulgo treino), quando o treinador está em um time recheado de estrelas, ele tem de colocar os escolhidos dos patrocinadores (nos EUA e Europa) ou da Globo (somente no Brasil) pra jogar, caso contrário, se o treinador for de um clube inexpressivo internacionalmente como o esporte Recife, o treineiro só vai ter a função de defender o presidente das críticas sobre a atuação do time com frases prontas como Cquote1.png tivemos 70% de posse de bola Cquote2.png quando o time ficou esperando o jogo pra jogar no contra-ataque, Cquote1.png nosso time pressionou o adversário durante os 90 minutos Cquote2.png quando o time passou o jogo na defesa (vulgo retranca) e Cquote1.png nosso time lutou até o final, pena que não conseguimos o resultado Cquote2.png quando a equipe ter dado o primeiro remate aos 36 minutos do segundo tempo (ou no minuto 76 em contagem contínua). É uma das profissões mais instáveis de todas as profissões, já que o "trabalhador" neste caso pode ser demitido uma semana depois de contratado, o que não é ruim, pelo contrário! Treinadores também sofrem com o ódio do amantes de futebol e também por quem odeia futebol, já que estes senhores são chamados de professores por seus alunos comandados. São poucas as profissões onde pessoas que são chamadas de "professor" e "burro" ao mesmo tempo...

Treinador da pior seleção do mundo (não por acaso...)

História[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Futebol#Origens_do_Futebol.

Todo treinador vai ter de ouvir isso um dia.

Estudos indicam que a origem dos treinadores pode ser mesma do futebol (assim como pode não ser). Como a história nos ensina que vários homens juntos nunca souberam se comportar de maneira civilizada, ou pelo menos manter a ordem, o futebol criou esta figura que nos primórdios de sua existência, recebia algumas libras esterlinas em troca de ordenar à 11 homens (não necessariamente machos) correrem de maneira síncrona e concisa quando estiver com uma bola e sair metendo falta quando estiver sem ela.

Este estilo de jogo foi se perdendo ao longo do tempo, e um jogo de futebol que parecia com uma partida do 10 Yard Fight (NES), 100 (oitenta e nove) anos depois ficou parecendo o PES de 95, com um cara fazendo o papel de Allejo lá na frente (avançado), driblando meio mundo e o treinador passou a ter uma única função: mandar os beques (defesa central) ficar de brucutu lá atrás e dar suporte pro "Robinho da vida" no ataque. Foi assim até o inicio da escassez de craques no futebol mundial em 2010 e os únicos dois times que podem (e fazem) isso atualmente são os dois únicos times do "animado" campeonato espanhol.

Esquemas táticos[editar]

Uma formação que impõe respeito

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Esquema tático.
Para obter êxito em sua trajetória de jogo, um treinador tem que ter um estilo de jogo próprio. Um treinador, independentemente de ser retranqueiro ou colocar os 11 jogadores na grande área adversária durante os 90 min do jogo, ele vai precisar de um esquema tático, uma disposição dos 11 pernas-de-pau em campo que a Globo (ou qualquer filial dela) vai mostrar antes da bola rolar ou os reportes na TV a cabo vão falar antes de começar o jogo:

Cquote1.png [...], vamos lá. A formação do técnico joaquim ló, com nóiae, lã, boátem, rumils e rovédes; quedira e suainstager; miler, crós, ô osiu, óziu e close!
Galvão Bueno sobre a escalação da Alemanha naquele fatídico dia.


O esquema tático e o estilo de jogo de um treineiro é essencial para a garantir o sucesso(non ecziste!) ou o fracasso dele no mundo futebolista. Mas existem alguns casos que é melhor manter o bom senso, pois querer inventar pode dar merda. Seguindo os casos de bom senso, não tem erro:

Exemplos: Bayern de Muñeca (7) x 0 Bostelona;
  • Contra o um time retranqueiro é só usar do mesmo artifício e se possível ele coloca até o massagista da equipe e o ônibus do time no gol também.
Exemplos: Tolimador (2) x Toliminado e Curintia (1) x (0) Chelsea.
  • Contra um time que sempre acha que está jogando no campeonato brasileiro (mesmo que esteja) e só joga na base dos chutões, lançamentos e cruzamentos (vulgo chuveirinhos) recomenda-se jogar futebol, simplesmente isso, jogar futebol. Normalmente isso acontece muito em ligas subnivelados da Europa, como no campeonato italiano e entre os outros 17 times que não disputa porra nenhuma no campeonato espanhol.

Fisionomia[editar]

Treinadores tem de ser carrancudos por natureza. É isso ou repórteres da globo fazem do treineiro de gato & sapato, igual fizeram com o ex-treineiro dunga.

Dependendo da fisionomia do treinador ele pode ser um paizão (Joel, Abel, Felipão) ou um treinador que apenas aparenta ser sério, comprometido com pojetos(sic) tipo um treineiro da Europa. Identificar isso é fácil e como tudo na vida, dá pra identificar isso de cara.

Paizão[editar]

O "Treinador Paizão", normalmente chamado com um "titio"(que gay!), "papai" ou os grupos que ele comanda são chamados pela imprensa de "familia" ou "grupo" mesmo.

São treinadores que tem uma pança que os impedem de passar em qualquer catraca, nunca são vistos usando terno, mas sempre estão com algum casaco (de time então é batata). A aparência padrão desse tipo de treinador costuma ser a mesma do Carl Brutananadilewski. Parecem ser bastantes carrancudos, mas só parecem.

Profissional[editar]

O "Treineiro Profissional" é aquele cara que vive andando de terno e fazendo cara de sério em entrevistas, mesmo quando seu time estupra o adversário. Esse tipo de treinador quando contratado por algum clube, acha que é o clube quem deve servir a ele e se os jogadores não correspondem as ordens dadas pelo "professor" é porque são todos burros. No Brasil o maior expoente desse tipo de treinador é o pofesso vanderley, que durante o pernoite no Real Merdrid exigiu aos seus jogadores que tivessem o conhecimento fluente do português.

Os mais notáveis[editar]

Livrobase.jpg
A Desciclopédia possui um livro sobre esse assunto em sua biblioteca: Formações Táticas de Futebol

Entre os mais notáveis nessa profissão estão o "Pofessô" Vanderlei Luxemburgo, Abel "lão" Braga, Muricy "bol" Ramalho, Luiz Felipe "Mineiratzen" Scolari e Tite"ca de galinha" no Brasil, Jorge Jesus Luz e José Mourinho em Portugal, Pep Guardiola, Joaquim "Catota" Low, Josep Klinsman no restante do globo terrestre, fora outros que já viraram adubo ou estão a se revirar no túmulo nesse momento como o "Saudoso Tele Santana", "Lobo" Zagalo, e outros. Para ser eternizado na memória de um torcedor, um treinador tem que ganhar títulos de relevância mundial, o contrário só será lembrado como um filho da puta qualquer que ficava atrapalhando a transmissão do PPV da Globo, quando o torcedor só queria ouvir o grito da organizada do time dele abafando o canto da torcida adversária e mais odiado ainda quando o time joga fora de casa.

Os casos de sucesso são os treineiros que trabalharam em algum time que ganhou alguma coisa (ou uma coisa qualquer), e por isso ficaram sendo reconhecidos como revolucionários do futebol no países em que atuaram.

Telê Santana (SPFW e time do 7x1)[editar]

Esse dentre os que ainda serão citados, Telê Santana talvez é o que seja bom de verdade (mas não tudo isso que falam por ai). Sua era de ouro foi o final da década de 70, toda a década dourada e o início da década de 90. Seu estilo de jogo era o estilo comumente praticado por essas bandas brasiliensis, um futebol que de tão ofensivo, foi denominado como futebol "encaixa piroca na xota dos adversários". Com isso conquistou duas copas jipes, e este foi o homem quem conquistou o único campeonato brasileiro do time mono título de minas. Pro cara conseguir um feito desses tem que ser no mínimo muito bom...

Luiz Felipe Scolari (Gaŷmio e time do 7x1)[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Luiz Felipe Scolari.

Hoje odiado pelos mesmos que o babava até o célebre 7x1 day, Felipão, como era chamado até então, ficou conhecido por assumir "a bucha" que o pofeço Vanderley dos pojeto tinha deixado no time da CBF faltando um ano para a copa do mundo realizada em 2002. Assumiu[1] o time e conseguiu o levar até a copa e fez isso duas vezes. Na segunda vez a bucha foi deixada pelo mano dos mano, isso em um time que tinha Luiz Gustavo como meia e um cone como atacante.

O estilo de jogo predominante em suas vitórias é o "procure pelo cara que ele resolve". Foi assim em 2002 e tava indo bem em 2014, até o filé de grilo simular ter levado um tiro na costela, durante o jogo Banana's Team x FARC Team, na copa do mundo em 2014. Depois que não tinha mais um irresponsável pra "cagar" lá na frente, o jeito foi usar o talento que cada jogador guardava dentro de si, ou seja, nada. A trajetória daquele time não seria muito diferente do que foi se o maluco não ousasse tanto em partir todo aberto pra cima da seleção alemã, que não era nenhum primor, mas pelo menos tinha organização, coisa que brasileiro nunca ouviu falar.

Vanderlei Luxemburgo (Pelé FC)[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Vanderlei Luxemburgo.

Glorificado quando esteve na boa fase, este conseguiu enganar até o Real Madrid, que apostou nele para dirigir o time dos Gayláticos. Tudo isso por causa de títulos comprados conquistados na era Parmalat no Palmares, um brasileirão pelo Cuzeiro Cube e outro pelo time do Robinho & Cia. Depois de ter levado Palmares ao topo do campeonato brasileiro de 2009, clube que na ocasião se tornaria o maior cavalo paraguaio na história dos pontos corridos de qualquer campeonato do mundo (time que foi comandado pelo cara a seguir), entrou em desgraça consigo mesmo e com a imprensa.

Vanderlei Luxemburgo foi um cara que conquistou as coisas meio que na cagada, sabe. Os times que ele comandou não tem um estilo de jogo próprio a não ser aquela famosa reza que fazem antes de entrar em campo. Isso determina a sorte do time (e o humor do(s) cara(s) em que os jogadores acreditam) no dia, podendo acarretar desde um 1x8 pro time mais fiel a uma tremenda disposição a caganeira no dia de jogo aos jogadores mais infiéis[2].

Este foi o cara que conseguiu falir os time dos suínos (2008), o Viúvas de pelé FC (2009) e até mesmo o time da Globo em 2010 e 2014. Recentemente foi tentar falir um clube lá da china, coisa que pelo jeito deve conseguir, pois conseguiu perder de 4 pro 15, pra Filial do Curitha FC e até pro todo poderoso "time de Taubaté" (que não tem artigo aqui na Desciclopédia e muito menos na nossa sátira oficial.)[3].


Muricy Ramalho (Bambys e Sardinhas)[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Muricy Ramalho.

Estilo consagrado pelo professor Muricy.

Murici foi um treinador notável e excepcional nas áreas em que atuou durante sua vida, com exceção claro, do futebol, onde o mesmo só ganhou alguma coisa no time onde os "jogadores tem todos os dentes[4]" (inclusive no cu, objeto de uso constante por lá). O elenco onde ele conquistou seu maior título até hoje era o melhor da América do sul e não por acaso: O campeão da libertadores ano anterior tinha sido o magnifico Once Caldas[5]. Como tudo na América Latrina, a "Libertadores da América" é um torneio nivelado por baixo, em razão disso o único feito considerado do Muricy foi ter vencido um time de verdade, o Liverpoop, num dia histórico pro time paulista que ele dirigia, pois este foi o único dia que seu goleiro, Frangério Cenil, não comeu nenhum frango.

Depois deste feito, Muricy colocou em prática uma tática que revolucionou o mundo do futebol (brasileiro): The Total Muricy's Tatics Football ou somente Muricybol. O muricybol consiste em uma tática bastante eficaz de induzir o adversário ao erro (no arremates) e ao mesmo tempo tentar chegar (e irritar) ao adversário por meio de técnicas "avançadas" no futebol, como lançamento ao avançado, toques para o avançado e outras coisas avançadas do meio futebolístico. Um exemplo clássico da tática muricybol em uso foi o Neymar FC em 2011. O jogo "rápido e envolvente" que aquele time impôs aos seus adversários, garantiu a eles pelo menos uma Libertadores da América (que já não é grande coisa). Uma pena que a tática não tenha sido executada por eles na final do mundial da fifa, o que pode ter resultado nos 4x0 sofridos do Barcelona (ou não).


Adenor Leonardo Bachi (Confederação Brasileira de Arbitragem)[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: Tite.

Formação preferida do pseudo-treinador Tite.

Se o pofessô Vanderlei conseguiu enganar milhões de pessoas na primeira década deste século, o que dizer de Adenor Leonardo Bachi, o Tite, que vem fazendo fama desde 2010 ministrando tutoriais de "proficiência tático-defensiva" (vulgo retranca), cursos de auto-ajuda familiar, lições de moral e tudo mais? Este com toda a certeza herdará do Robinho o troféu de "Enganador do Século no meio futebolístico". E merece, pois conseguiu dar alguns troféus (e outras coisas mais) à um time que não conquistava porra nenhuma há mais de 100 anos, ganhando tudo que seu time ainda não tem ou que tenha conquistado em tempos remotos como quando amarravam cachorro com linguiça ou ainda quando sua mãe era virgem hehe.... No departamento de comunicação do clube onde trabalha, a imprensa paulista em geral, Tite tem sido tratado como um dos dois melhores técnicos da história do futebol mundial do mundo (o outro é Pep Guardirôla). Não por menos, conseguiu o feito inexplicável de fazer um time repleto de marginais passar do aeroporto e cruzar o atlântico sem serem barrados! sem considerar o presidente que é procurado até pela Interpol. Isso explica a fama de Mestre dos magos que tem por essas bandas.

Em campo a fama é justificada pelos resultados (nem sempre positivos) que consegue em campo, sendo o time o qual ele dirige o time que tem o maior número de empates na história, segundo o Guinness Book. O time é uma das marcas do Tite, fechados do meio-campo pra trás, com um buraco no meio, onde a bola viaja até o centro avante, que muitas vezes se encontra livre pra marcar. Como nem tudo é perfeito nessa vida, na maioria das vezes em que o atacante recebe o passe, o mesmo já se encontra em impedimento. Isso explica os placares magros como 0x0, 0x1 ou 1x0.


Josep Guardiola i Sala (Time Oficial da Catalunha)[editar]

Formação do superestimado Pepe Guardirôla.

O Celso Roth do mundo do contra ou ainda "Treinador de modo carreira (FIFA/PES[6])", Pep Guardiola é um treinador famoso por pegar só times prontos e mesmo assim não conseguir ganhar nada além do campeonato local (como fez no Bayern de Munique e vai fazer em outro time por aí no mundo). Ficou famoso por ganhar uma Champions League com o Barcelona. É, também não vi nada demais nisso. O estilo de jogo que Guardiola implantou no farçelona é super-ultra-mega-ofensivo e consiste em esquecer que existe a defesa e escalar os 11 do meio pra frente, incluindo o goleiro. Inicialmente a ideia era evitar que a bola chegasse até a defesa, já que pela-mor, Vitor Frangês deu pra tudo, menos goleiro (entenda como quiser). O estilo de jogo praticado no brasil até a década de 80, copiado por Cróife e implementado pelo Guardiola era chamado de Tik-y-ataka na Espanha, e no Brasil, a globo definiu que o nome seria tique-taque (ou futebol-relógio).

No Brasil pagavam-pau pro estilo de jogo do Guardiola implementado no Barcelona até a perokada que o time da catalunha levou do Bayern de Munique em dois jogos da UEFA Champions, quando o time dirigido pelo treineiro Tito Vilavelha levou 7 gols e não fez nenhum[7]. A partir daí, qualquer brasileiro que fingia gostar de futebol passou a odiar o estilo tique-taque.


José Mário dos Santos Mourinho Félix (Pequeno Rico, Internacional (de facto) e Time de Francisco Franco)[editar]

Crystal Clear app xmag.pngVer artigo principal: José Mourinho.

José Mourinho é o treinador que se tornou notório por realizar um dos maiores feitos do futebol: lutar contra o rebaixamento em uma liga estrangeira, onde normalmente só times-de-bairro costumam cair. Conseguiu fazer isso com um elenco mais caro que o valor total do patrimônio do seu time (contado com a sede, aquele campinho que chamam de estádio, tudo!)[8].

José Mário figura nessa lista também por realizar um feito extraordinário, o cara conseguiu ganhar uma Champions, batendo um time inspirado que era o Barcelona, tudo isso com o Júlio César no gol! É ou não é incrível?

Mourinho também foi o único em toda a história do Real Madrid a peitar o presidente do clube, o Ronaldo que venceu a caspa, e o então vice-presidente, I quer Cassilhas. Na verdade, enquanto esteve no Real Madrileño o Mourinho só não arrumou treta com o massagista do clube e o Diário As.

Veja também[editar]

Noté de Rodapas

  1. Apesar de gaúcho, o assumir qual estava me referindo era a seleção, não a seu estado natural gaúcho de ser.
  2. Uma prova que esta tática do profeso Luxa pode se reverter é o elenco do Oeste. Por isso fique de olho nos jogadores do seu time pra ver se eles estão com o dízimo (ou a taxa, a depender da religião) em dia!
  3. Se quiser ver mais sobre esse feito do pofesso não clique aqui.
  4. "É a cara do São Paulo: alfabetizado e com todos os dentes", disse aí! dar, ex-presidente do Bamby's Team
  5. Na américa do sul, se algum time quiser ganhar a libertadores, precisa saber o que é futebol antes. Isso aquele elenco do Muricy sabia pelo menos.
  6. Treinadores de "modo carreira" de Play 2 3 4 quando vão jogar modo carreira só pegam times prontos, no topo, pra continuar no topo com aqueles elencos. Vai entender...
  7. Esse dia foi realmente muito louco!
  8. É verdade, por incrível que pareça, o cara conseguiu fazer no Chelsea o que qualquer treineiro faz no Framengo de graça, já que lá eles não recebem.