Trombas

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Trombas é uma currutela qualquer no norte de Goiás. Se você acha a sua vida ruim, é porque não trombou, quer dizer, conheceu Trombas para saber de verdade o significado da palavra tédio.

História[editar]

Não são dessas trombas que estamos falando.

Local que surge em 1950 devido ao conflito de terras com os rivais de Formoso. Essa ferrenha rivalidade surgiu após uma partida de truco apostando o toba, o chefe de Trombas parece que perdeu... A partir daí o que se houve foi uma longa história de amor e traição.

O nome do município é uma homenagem a um elefante que passou por ali na época que o circo Coluna Prestes fazia shows no interior do Brasil.

Trombas se deu mal quando criaram a BR-153, com medo daqueles caipiras armados de carabinas, os engenheiros se certificaram de fazer a importante rodovia o mais longe possível de Trombas, mantendo assim aquela cidade isolada da humanidade.

Todavia, ontem houve uma grande festa em Trombas, a Internet acabou de chegou na cidade, e agora seus habitantes estarão livres para vir ler esse artigo e vandalizá-lo.

Geografia[editar]

Vegetação de predominância do cerrado, ou seja, estações secas, dia quente, noite quente, sombra quente (nem existe sombras na cidade, parece que é meio-dia o dia inteiro).

Riachos e cachoeiras compõem a hidrografia. Os caipiras vão a esses lugares tomar banho pelados.

Economia[editar]

Economia 100% baseada no comércio da agropecuária. Em suma, não passa de uma cidade de economia incrivelmente fraca.

População[editar]

O IBGE não tem dados precisos sobre a população de Trombas. Todavia, a Desciclopédia visando colaborar com o cidadão de bem, decidiu realizar um trabalho comunitário a nível de comunidade, e estamos arrecadando assinaturas de todos nativos de Trombas, para assim lançarmos na estatística o número aproximado da população. Se você é nativo e mora em Trombas, assine abaixo:

  1. Oscar Alho.
  2. Tomás Turbando.
  3. Paula Tejando.
  4. H. Romeu Pinto.
  5. Emma Thomas.
  6. Felicinalda Faruta.
  7. Epaminondas Pamonha Neto.
  8. Maria Empedernida Vailá de Jesus.
  9. Jericó (o burrinho).