Tropa de Elite 2

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Spoiler5.JPG ATENÇÃO! O texto abaixo pode conter (ou não) um ou mais SPOILERS!

Ou seja, além de deixar o artigo com mais pressão aerodinâmica nas retas e mais estável nas curvas de alta, ele pode revelar, por exemplo, que Hancock e Mary Embrey, são na verdade deuses que foram criados em pares, e por isso ela também tem poderes, ou que Sawyer come a Kate na terceira temporada de Lost.

Spoiler3.jpg
O selogannn

Cquote1.svg Apesar de todas as coincidências com a realidade, esta é uma obra de ficção Cquote2.svg
Início do filme
Cquote1.svg Porra!Mataram o Matias...assim desse jeito!? Cquote2.svg
Alguém sobre Tropa de Elite 2
Cquote1.svg O sistema é foda!! Cquote2.svg
Capitão Nascimento sobre T2
Cquote1.svg Não achei esse filme bom.Eu não entendi. Cquote2.svg
Carla Perez sobre T2
Cquote1.svg Ei, esse gordo não lembra o Wagner Montes? Cquote2.svg
Alguém sobre Fortunato
Cquote1.svg Po!Pudia ter mais cenas do saco né? Cquote2.svg
O povo sobre T2
Cquote1.svg Sou sujeito homem porra! Cquote2.svg
Gordão, antes de ser queimado pelo Beirada
Cquote1.svg Direitos humanos é o caralho! Cquote2.svg
Dercy Gonçalves sobre Diogo Fraga
Cquote1.svg Ae,ó Che Guevara tá entrando sem colete. Cquote2.svg
Capitão Nascimento sobre Rebelião na cadeia
Cquote1.svg Sabe como podia chamar essa operação?"Operação Iraque" Cquote2.svg
Capitão Nascimento sobre "Operação das Armas"que acabou dando merda
Cquote1.svg To sentindo cheiro de merda! Cquote2.svg
Matias antes de final trágico
Cquote1.svg Trágico! Cquote2.svg
Senhor Omar sobre morte de Matias
Cquote1.svg Ele não morre não! Cquote2.svg
cara chato do cinema sobre Começo do filme
Cquote1.svg O Rio é uma merda mesmo! Cquote2.svg
Paulista sobre T2
Cquote1.svg Queria espancar a cara de um político que nem o Nascimento fez! Cquote2.svg
brasileiro sobre T2
Cquote1.svg Não...eu entendi que a culpa é toda da Dilma! Cquote2.svg
brasileiro vagabundo sobre T2
Cquote1.svg O cara é pica das galáxias!! Cquote2.svg
Capitão Fábio
Cquote1.svg Quer me fude, me beija porra! Cquote2.svg
Capitão Fábio sobre estarem te fudendo
Cquote1.svg é uma cilada!! Cquote2.svg
Pedro sobre Matias entrar na "Operação das Armas"
Cquote1.svg Eles querem fazer quem nem o filmes americanos Cquote2.svg
pseudo - intelectual sobre T2
Cquote1.svg A coisa vai federrrrrrrrrrrrrrr.E digo federrrrrrrrrrr com todos os Rrrrrs Cquote2.svg
Fortunato sobre T2

Fortunato jogando aquela bolinha no presídio Bangu 1

Tropa de ZElite 2 é um filme do cinema brasileiro de qualidade, reconhecido internacionalmente, logo, assim contando uma verdade da realidade que acontece e que não acontece ao mesmo tempo O filme tem o estilo de roteiro igualzinho aos outros filmes brasileiros como Cidade de Deus e Tropa de Elite,o começo é o meio e quando chega o meio nós entendemos ele.

Diogo Fraga opelego defensor dos direitos humanos

Introdução (ui!)[editar]

O filme começa com um breve flashback do primeiro filme (só 5 minutos), depois é mostrado filho do Nascimento internado em um hospital público sem fila (só em filme mesmo o SUS funciona direito), depois a Lady Kate pediu ao Robertinho soltar mais um flashback, para voltar ao verdadeiro início do filme. No filme inteiro voce ver que de um lado fica os defensores dos vagabundos(Diogo fraga), de outro a politicagem e a melícia que a gente conhece e no meio para combater essa patifaria fica o Capitão Nascimento.

Início[editar]

Havia um professor de história meio emo defensor dos Direitos Humanos, que era contra as idéias de Nascimento, mas come todo roteirista desses tipos de filme sempre cheira um gatinho antes de começar a escrever, a história começa com a mulher de Nascimento se divorciando dele e casando com este professor e levando seu filho com ela. Um cabra macho que está a começar a viver sozinho até que trabalha melhor (ou não).

Datena Fortunato refletindo longos anos na cadeia

Desenvolvimento[editar]

No presídio de de "Segurança máxima" (?) de Bangu "há uma pequena" rebelião entre os presos de facções criminosas rivais (comparado ao acidente de Carandiru, é pequena, só colocaram fogo em alguns colchões, mataram um prisioneiro gordinho e o incendiaram anunciando o churrasco de um porco no colchão rolete).

A milícia[editar]

A milícia é formado por uns bandos de filhos da puta policial, em que como o tráfico tava rendendo um fraco suborno devido a forte operação do Bope nos morros, eles decidiram se livrar dos traficantes e eles mesmo comandarem o morro, cobrando uma taxa de impostos para eles terem conforto, internet, gás, vender seus bagulhos piratas... entre outros.

Quem daqui não pagar os impostos, leva bala. Quem for denunciar as execussões, também leva bala. E quem for amigo, namorado, parente ou companheiro dessa pessoa executado, leva bala também.

Em resumo, ganham dinheiro através do sangue dos pobres e dos próprios corruptos traficantes.

Ver também[editar]