Make Up America Great Again!

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de Trump)
Ir para: navegação, pesquisa


Aviso importante: Politicagem aqui NÃO, cazzo!
A Desciclopédia é um site de humor, logo, NINGUÉM aqui se importa com sua opinião sobre a TAM, o PUM ou o PAC. Seja engraçado e não apenas idiota.


Desentrevistasminibox.PNG O Desentrevistas
possui uma entrevista com
Donald Trump
Donald Duck Trump
Trump laranja.jpg
45.º Presidente de Estados Unidos
No cargo
20 de janeiro de 2017presente
Vice-presidente Mike Pence bem
Primeira-dama A esposa dele
Antecessor Barack Osama
Sucessor Lisa Simpson
Pessoal
Nascimento 14 de junho de 1946
Nova Nova Nova Nova Iorque
Morte Se George Soros deus quiser*
Profissão Mascote do Banco Imobiliário
Partido PR

Cquote1.png Sua intenção era pesquisar: Tiririca Trump? Cquote2.png
Google dando uma de adivinho com a pesquisa de Donald Trump
Cquote1.png Você quis dizer: Sr. Garrison? Cquote2.png
Google sobre Donald Trump
Cquote1.png Experimente também: Pato Donald Cquote2.png
Sugestão do Google para Donald Trump
Cquote1.png Serei lembrado como um presidente ruim? Bom, pelo menos serei lembrado como um presidente! Cquote2.png
Barack Obama sobre Donald Trump
Cquote1.png Minha inspiração! Cquote2.png
Roberto Justus sobre Donald Trump
Cquote1.png Minha também! Cquote2.png
João Dória Jr. sobre citação acima
Cquote1.png I don't speak Mexican Cquote2.png
Donald Trump sobre este artigo
Cquote1.png Puta que pariu! Cquote2.png
Repórter da Globo sobre eleição de Trump
Cquote1.png Não pode ser! A Globo News disse que a Hillary ia ganhar fácil! Cquote2.png
Brasileiro inconformado sobre eleição de Trump
Cquote1.png Claro que ele ia ganhar, você já investiga a Agenda Global? Cquote2.png
Teoria da Conspiração sobre citação acima
Cquote1.png Você ai, que é presidente... Você vai morrer igual John Kennedy Cquote2.png
Sikêra Júnior sobre Donald Trump

Donald "Duck" Trump, ou simplesmente Pato Donald, é um megabilionário empresário norte-americano, dono de um monte de empresas e do Miss Universo, e atual presidente dos Estados Unidos. Ficou famoso por aparecer no WWE, onde jogou dinheiro por todo o canto, deu uma investida em um cara aleatório e raspou a cabeça de um maluco lá, e por apresentar O Aprendiz original e demitir melhor que o Roberto Justus. Money Money Money, a música-tema do programa, inclusive, foi composta por um judeu em comemoração ao Hanukkah pelo próprio Trump, sobre ele mesmo. O irônico é que o partido de Trump tem o vermelho como cor, mas eles odeiam os comunistas fanaticamente, e os mortadelas vermelhos odeiam ideias conversadoras iguais às dos republicanos, tanto aqui quanto lá.

Biografia[editar]

Trump mostrando como foi o seu exame de próstata.

Trump nasceu em Nova Iorque, onde teve uma reprovação do caramba nas eleições, nem seus vizinhos o suportavam. Era um playboy bully na infância e adolescência, até que seu pai teve que colocá-lo num colégio militar para ver se o moleque endireitava, o que aconteceu mesmo. O detalhe é que Trump voltou de lá meio alaranjado por causa do barro de tanto ter que se arrastar na grama fazendo o treinamento militar, mas isso não importa, ele já era rico mesmo e iria conseguir comer quem quisesse mesmo que fosse azul. Depois do militarismo, Trump assumiu os negócios do pai e aumentou o capital. Aí como dinheiro atrai dinheiro, virou esse bilionário que é, fazendo aparições na mídia.

Cquote1.png Quem é o presidente? Sou eu, ABESTAAADO!! Cquote2.png

Esse velho é tão egocentrista que construiu uma torre com seu nome e resolveu se candidatar à presidência dos Estados Unidos da América, e ainda por cima ganhou, mesmo levando uma porrada da mídia americana, bem forte, quando todos acharam que certamente, sendo o candidato republicano, perderia para a Hillary Clinton, corna do Bill Clinton, porém, ganhou muita popularidade no final e ganhou as eleições de 2016, depois do vazamento de e-mails dos democratas.

Sobre a vida pessoal, Trump é fã de cavalos de raça, mulheres tchecas e whiskey Bourbon. O cabelo do velho foi comprado em Las Vegas, no mesmo lugar onde Sílvio Santos comprou o dele, e é tão duro quanto o aço. O cara também comprou participação no game GTA III, onde obrigou a Rockstar Games a criar um personagem multibilionário chamado ironicamente de Donald Love. Ah, quase esqueci, o mesmo personagem do GTA também é canibal, ou seja, Trump provavelmente come bunda de mexicano.

Em 2017 começou seu governo e protagonizou a maior treta do ano na sua luta contra Kim Jong-un, outro gordinho que se revelou ser seu maior rival. Os dois se ameaçaram pra caralho, ostentando bombas atômicas e tal, o mundo inteiro entrou em choque de 220 volts... Porém, no fim, Kim Jong-un mijou com medo de Trump e desistiu, falando para ficarem em paz e até o convidou pra comer uns pastéis de "flango".

Controvérsias[editar]

Trump vendo mexicanos do outro lado.

O velho Trump não gosta de muçulmanos, negros, judeus, pobres, comunistas, mexicanos, mulheres cubanos e qualquer outra coisa ilegal que respire, exceto ele, ele mesmo e Irene mulheres do leste europeu que participaram das Pegadinhas Picantes.

Quando estava em campanha presidencial, Trump foi acusado por cerca de noventa e quatro mulheres de assédio sexual ou outras coisas, inclusive uma atriz pornô o acusou. Até a deputada comunista Mary of Rosary acusou o Trump e chamou o velho de estuprador.

Disputa com os latinos[editar]

Trump ficou revoltado depois que seu antigo quintal, onde hoje situa o território do México até o território da Guatemala, na América Central, foi emancipado. Desde então vem falando algumas "verdades" para ofender os povos sul-americanos, que hoje são 69% da população de seu país, os Estados Unidos.

O discurso de Donald Trump é bem "baseado e embasado" na edição americana da revista Veja e isso acaba ofendendo alguns sul-americanos, como os brasileiros, que em geral, não querem ser vistos na mesma nação que argentinos.

Além da construção do muro de cocaína concreto vou te derrubar para separar a merda do mijo, ele também não irá expulsar todos os imigrantes ilegais do país, menos aqueles indianos engraçados que trabalham com tecnologia (mas por onde entram os indianos afinal?).

Além de tudo o que já falaram de Trump sobre os latinos, dizem também que ele vai invadir o Rio de São Paulo, mas isso só esperando para ver mesmo, e se invadir, pior que tá não fica.

Presidência[editar]

Falta pouco...

Depois de Obama ser o primeiro negro na presidência, Donald Trump será o primeiro alaranjado no poder. Quando entrar na Casa Branca, já vai começar a bloquear latino no país, então os Estados Unidos estarão livres daqueles merdas de Festa no Apê e Dança Kuduro.

Trump de perfil.

Se dependesse de votos de brasileiros no Facebook e de jornalistas da Globo, Trump teria perdido, mas teve a sorte que esses só dão palpite e não influenciam porrinha alguma nas eleições americanas.

Como virou presidente?[editar]

Assim como toda nação os EUA se tocaram que não existe presidente bom (exceto George Washington) e ao se desiludirem pensaram em pelo menos ter bom humor e votar num presidente cor de cenoura, que odeia imigrantes, apesar de suas três esposas serem da Republica da Chereca.

Ele odeia latinos, apesar destes sustentarem a Disney e serem o principal mercado consumidor de McDonald's e Nike. Em resumo, sulistas texanos de bom humor decidiram zuar um pouco a velha política, o resultado disso? Só durante o mandato pra saber a merda que vai dar.

Trump conseguiu vencer nos lugares mais improváveis. Na Flórida, que só tem latino, Trump desbancou Hillary. Em Ohio que o parta, que normalmente vai atrás da onda dos jornalistas, Trump também levou. Até no estado de Wisconsin, que ninguém conhece (até o Firefox quer corrigir a palavra para viscose, vejam só!) e as pesquisas indicavam que Hillary ganharia de lavada, Trump levou. Trump só perdeu bonito na Califórnia e Nova Iorque, onde estão a maioria dos "artistas", só porque os artistas odeiam Trump. Foi o que aconteceu no Leblon, Rio de Janeiro, nas votações municipais de 2016.

Polêmicas envolvendo Teoria da Conspiração + Profecias do Apocalipse[editar]

Frederick "Fred" Christ Trump (pai de Trump) e construtor das Pedras da Geórgia (tenha medo).

No dia 06 de Dezembro de 2017, o presidente Donald Trump decreta oficialmente que os Estados Fudidos da América reconhece Jerusalém como a capital de Israel e e ordena mudança de embaixada para a cidade. Devido a isso, inúmeros crentes fanáticos começaram a se levantar no Youtube afirmando que se tratava de uma profecia bíblia e blablabla, enquanto aquela turminha chata do Partidarismo ficaram preocupadas porque isso ai pode gerar (em grande escala) mais conflitos naquela religião entre os Palestinos, mas como o Trump defende judeu ele quer é que os muçulmanos e os antissemitas vão a merda! Alguns nerds e estudiosos conspiracionistas estão para argumentar que Donald Trump seria uma pesa chave para a Nova Ordem Mundial (mesmo a Direita política defendendo com unhas e dentes que Trump é contra a NOM!), já que aos olhos dos conservadores ele é visto como um salvador, argumentando que Os Simpsons e os jogos de INWO que anunciavam a sua chegada a presidência a anos atrás eram nada mais do que mera coincidência e que o Donald Trump está fora do sistema (jura?).

É O AMOOOOR!!!.

Há também quem diga que seu pai, Fred Trump, foi o magnata anônimo responsável por construir as Pedras Guias da Geórgia (Estados Unidos) e todos seus 10 Mandamentos em várias línguas e que Donald Trump (a semente de Fred) veio dar continuação a seu propósito e legado de sua família que é: Manter a humanidade abaixo de 500.000.000, mas antes fazer confusão no mundo todo (começando com a Coreia do Norte e terminando com o reconhecimento de Jerusalém a mando do Sionismo) para preparar todo o caminho e terreno para a chegada Besta do Apocalipse ou Oitavo Rei! MWAHAHAHAHAHA!.

Finalmente, no dia 12 de junho de 2018 (no Dia dos Namorados) o presidente metido a figura messiânica, dá inicio a tão aguardada (e temida) falsa paz ao derrubar um dos últimos legados da Guerra Fria no século XXI, já que o mesmo fez o Androide 19 da vida real Kim Jong-un entrar em um acordo para desnuclearização. Ate agora o mundo ainda não explodiu em guerras, porque enquanto as massas se distraem com o pão e circo da Copa do Mundo de 2018, o presidente francês Emmanuel Macron (ex-bofe do Trump) sobre apoio da chanceler alemã Angela Merkel, iniciam a criação do exercito universal da União Europeia afim de realizar a fase final da cartada Juramento dos Jesuítas, que é a extinção de todos os maçons e países protestantes da fase da Terra!

OBS: Aguardem novas informações em nosso seríssimo (e fodástico) site e que a Wikipedia também seja estripada da fase da Terra.

Curiosidades[editar]

Broom icon.svg
Tua mãe desencoraja seções de curiosidades, mas nós não ligamos a mínima! Sob as políticas da Desciclopédia
Mas bem que esta seção pode ser aproveitada integrando-se piadas decentes às seções mais adequadas.
Cada curiosidade pode render uns bons parágrafos, então faça direito!


  • Sendo Donald Trump bem ligado à Rússia e à China, foi ele quem deu a ideia para os chineses construírem a Muralha da China porque aquela raça que tava invadindo parecia muito forasteira.
  • Donald Trump é um homem da mídia e acompanha bastante os filmes e seriados. Gosta bastante do filme Guerra Mundial Z, mas chorou pra cacete quando aqueles zumbis invadiram o cerco gigante. Seu seriado preferido é Game of Thrones, adora a Patrulha do Norte, e odiava os selvagens que queriam destruir a muralha. Também é fã de música, adora o The Wall do Pink Floyd, mas também curte um metal com Helloween, o álbum Walls of Jericho é seu preferido e seu anime favorito é Shingeki no Kyojin.
  • Quando era criança, seu sonho era ter um cercadinho, mas não ganhou, por isso virou esse homem ambicioso que é. Agora ele quer ter um cercadinho só pra ele.
  • Todos sabem que Trump é bem mulherengo, tanto que o hobby preferido do atual presidente dos Estados Unidos é pular a cerca. A mulher já nem liga mais, acabou se acostumando aos chifres. Mas ela também corneia o Trump, tanto que ele não confiava nem no voto da própria mulher.
  • Mesmo sendo um homem da mídia, do show business, Trump teve zero apoio do mundo artístico. Todas aquelas aberrações como Lady Gaga, Miley Cyrus, Madonna e Kate Perry falaram mal pra caramba do candidato laranja, e o ruim é que deve ter sido justamente isso que deu ao Trump a vitória, quem é que iria atrás da opinião dessas porcariadas?

Galeria[editar]

Campanha presidencial de Trump[editar]

Ver também[editar]

Mirror2.jpg Conheça também a versão oposta de Donald Trump no Mundo do Contra:

Espelhonomdc.jpg
Precedido por
Um Quêniano aí
Bandeira dos EUA.png
CEO dos Estados Unidos

2017 - actualmente
Sucedido por
Mike Pence
Precedido por
Organização Odebrecht
Bandeira do Brasil.jpg
Dono majoritário do Brasil

1 de janeiro de 2019 (ou não) - 31 de Dezembro de 2022 (ou não)
Sucedido por
Senado Federal