Tupãzinho

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Futebolista chaves22.JPG Este artigo é sobre um futebolista

Ele é caneleiro, vive levando cacetadas e é melhor que o Eto'o!
Se você torce pra esse perna de pau analfabeto, o problema é seu.

Veja outros futebolistas aqui.

Pele33.jpg
Serjão entrevista.jpg Enxada-1.png Esti artigu é caipira, sô!! Enxada-2.png

Este tar di artigu pareci caipira, foi escritu purum caipira, ô ele é de fato
CAIPIIIIRRA!!!

Num istraga eli naum, si não nóis crava a inxada pra riba docê!

Cquote1.png Não adianta, eu tinha o melhor cabelo do Corinthians Cquote2.png
Biro-Biro sobre Tupãzinho
Cquote1.png TIRO LIRO LÁ TIRO LIRO LI!!! Cquote2.png
Osmar Santos viajando e muito na maionese ao narrar o gol de Tupãzinho em 1990

Tupãzinho
Tupanzinho.jpg
Boatos que cada vez que você compartilha essa imagem, um são-paulino vira purpurina
Nascimento 7 de Julho de 1968
Nacionalidade Bandeira do Brasil Brasil
Altura 1,72m
Peso X+3kg
Posição Quebra-Galho
Torto
Clubes Tupã FC, Curintia e Ameriquinha
Estilo de Jogo Chuchu beleza
Gols Às vezes marcava
Prêmios Melhor mullet de 1990-95


Pedro Francisco Garcia, mais conhecido como Tupãzinho que na verdade deveria ser Tupazinho pois de acordo com as normas gramaticais o acento das palavras cai quando no diminutivo, é um lendário ex-jogador do Curintia e tiozão roqueiro famoso não tanto pelo desempenho (afinal ele passava 50% das partidas de castigo no banco) mas sim pelo seu imponente penteado de Chitãozinho e Xororó que só podia ser uma coisa dos anos 80 mesmo porque hoje em dia nem o mais brega dos futebolistas usaria isso.

Histórico[editar]

Tupãzinho e seu mullet das trevas

Tupãzinho nasceu em Uchoa em 7 de julho de 1968, trazido ao mundo pela própria divindade Tupã com a missão de um dia tirar o Corinthians da absoluta draga que este se encontrava em competições nacionais, se bem que uma missão impossível dessa só com ajuda divina mesmo. Como tinha que começar em algum lugar, ele deu os primeiros passos de perna-de-pau no Tupã FC onde ganhou o apelido, pois os torcedores do estado olhavam pra ele e falavam "ih, olha lá o cara que joga naquele Tupãzinho!" e assim ficou.

Depois de uma breve passagem pelo Chico Bento de Soro Acaba (a minha também seria breve porque eu também teria vergonha de um time desse) foi contratado pelo Curica em 1990 e foi nesse ano que ganhou seu maior título, o Campeonato Brasileiro de 1990, a única coisa pelo qual ele é lembrado hoje em dia sem contar o mullet. Depois de o time ter sido levado nas costas por Wilson Mano e Neto que fizeram 90% do serviço, Tupãzinho fez o gol do título de carrinho numa das maiores cagadas da história e saiu levando crédito pela porra toda.

Com missão cumprida Tupãzinho e o Corinthians prontamente voltaram pro buraco, pois além desse Brasileiro e a pífia e esquecida Supercopa do Brasil o Curintia ficou sem ganhar nada que preste até 1995 (pois títulos como Taça da Solidariedade e Troféu Cidade de São Paulo não contam) e o Tupãzinho voltou pro interior, onde na falta de jogadores que prestem ele acabou virando ídolo de times sem relevância como América Mineiro, XV de Piracicaba e Caldense encerrando a carreira no falido Real de Itumbiara em 2004.

Depois da fama[editar]

Em 2012 o ano da profecia dos maias, com Corinthians campeão da Libertadores e Mundial de Clubes, Tupãzinho viu que a sorte tava rendendo mesmo e resolveu candidatar a vereador na currutelinha de Tupã da qual é dono e em mais uma cagada acabou sendo eleito pelo PSBesta, mas após prometer cortar o mullet e não cumprir, perdeu a reeleição em 2016. Hoje vive de ganhar todos campeonatos pelo Corinthians no Winning Eleven e vez ou outra assinar autógrafo pra algum corintiano tiozão igual ele.

A música "Talismã", de Leandro & Leonardo, foi feita em homenagem a Tupãzinho.

Vídeo[editar]

Famoso gol de Tupã em 1990, com direito a narração histérica

Winner 2.jpg Este artigo é sobre um(a) VENCEDOR(A)

Ganhar medalha de ouro é rotina, pô!

Veja outros campeões aqui.
Maluf tn.jpg Tupãzinho é mais um dos
POLÍTICO$ DO BRA$IL

E comprou diploma.