Turba

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Nós começamos assim. Cquote2.png
Comunista sobre Turba.
Cquote1.png Esto eczi...Saya di cima de min, aberracions enerréticas! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Multidão Furiosa (ele está em coma, mas não vai morrer) sobre Turba.
Cquote1.png Você quis dizer: Time de Futebol Americano Cquote2.png
Google sobre Turba
Cquote1.png Você quis dizer: Espartanos Cquote2.png
Google sobre Turba
Cquote1.png THIS IS MULTIDÂO!!!!!!!! Cquote2.png
Leônidas sobre Turba.
Cquote1.png WAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAGH! Cquote2.png
Orks sobre Turba.
Cquote1.png Nuca vi. Cquote2.png
Stevie Wonder, antes da Turba.
Cquote1.png Já. Já vi. Cquote2.png
Stevie Wonder, depois da Turba.
Cquote1.png Vocês traíram o movimento passeata pacífica, véio! Cquote2.png
Dado Dolabela sobre Turba.
Cquote1.png Eu consigo impedi-los. Cquote2.png
Chuck Norris sobre Turba.

Uma multidão furiosa de gatos, reivindicando sua ração.

Turba, ou multidão enfurecida é uma tática militar criada no século MIMIMI a.C..

O problema é que ninguém sabe quem criou esta estrégia bélica formidável e praticamente imbatível. Alguns historiadores argumentam que foi criado por Dercygonçauro durante uma crise de fome na Mesopotâmia; outros, que foi uma forma de diversão criado pelos povos celtas ingleses da Armênia, e que teria dado origem ao Futebol americano.

A versão mais aceita é que ela foi criada por Átila, o Huno.

Detalhes[editar]

Rastro de destruição: uma multidão furiosa passou por aqui.

Uma multidão furiosa pode parecer apenas um bando de gente irritada correndo feito doido. Mas não é. Em um tempo perdido, um gênio militar lendário conseguiu juntar duas técnicas mortais: o Correr pra Caralho (velocidade) e o Zidane Round Head Strike (poder físico).

Assim, com essa estranha combinação, surgiu a primeira multidão furiosa que se tem origem: os Hunos. Essa estratégia é inugualável por seu incrível poder de ataque e velocidade, que provoca um onda de dor, perdas, ódio e destruição por onde passa.

Estilos[editar]

Sim, até mesmo uma correria de gente doida segurando tochas possui estilos, que são...

Clássica[editar]

Como o próprio nome diz, é a versão convencional, que consiste na já citada correria louca com gente segurando tochas.

Para baixo[editar]

É a versão convencional somada com a força da gravidade. Normalmente é aplicada em Fonte Nova estádios, e o exemplo mais comum é a Fonte Nova Avalanche do Grêmio.

Estrangeira[editar]

Simplesmente vá ao artigo sobre futebol americano e pegue mais detalhes.

Uma multidão furiosa está vindo na minha direção. O que eu faço ?[editar]

"Pegada" de multidão furiosa

Você tem duas alternativas:

  1. Tentar correr e se juntar à multidão. Só é aconselhável se você tiver uma tocha por perto. Se esse não for o caso, morra desgraçado ! parta para a 2°alternativa.
  2. Ficar parado Não faça nada e seja pisoteado por uma turma insana carregando pedaços de pau em chamas. Mas não se preocupe: será uma morte rápida e indolor (Ou não).

Coisas que param multidões furiosas[editar]

Coisas que não param multidões furiosas[editar]

  • Paredes reforçadas de concreto
  • Bombas Atômicas
  • Mafagafos (a não ser que seja uma multidão furiosa de mafagafos)
  • Polícia
  • Exército
  • Sistemas feitos pra prever multidões furiosas (como segurança, paredes, armas e qualquer porra que foi feita pra segurança, não vai adiantar, caralho)
  • Exército romano
  • Eu(eu sempre estou na multidão)
  • Apocalipse
  • Satan
  • Ônibus
  • Gwen Tennyson (mesmo com a merda da magia que ela tem)
  • Lorde Voldemort
  • Starkiller
  • Darth Vader
  • Haruhi(ela poderia, mas está muito entediada pra fazer essa merda, então só dá um reset no mundo)
  • Denguis Moskitus
  • Puyol
  • Propina
  • Transformers
  • Thor
  • Capitão América
  • Alice Linddell

Como eu faço a minha multidão furiosa ?[editar]

Mais um vestígio de multidão furiosa (perceba que já estão preparando outra)

A essa altura você já deve estar louco para juntar os amigos e sair quebrando tudo, certo? Então siga o seguinte tutorial.

  1. Tenha um bom motivo. Bom motivo mesmo, assim mais gente vai aderir ao movimento. E não vale dizer que José Xixi está comendo tua mãe: esse assunto já é muito batido.
  2. Junte os amigos. Pode ser do condomínio, da rua, do trabalho, do boteco, da desciclopedia... ou melhor: tudo ao mesmo tempo, porquê quanto mais melhor! Só não esquece de me chamar.
  3. Arrange tochas para todos. Uma multidão furiosa sem tochas é o mesmo que a NFL sem Tom Brady, simplesmente não existe. Se possível, arranje também machados, marretas e qualquer outra coisa, menos armas de fogo.
  4. Dirija-se ao alvo. Aqui o papel de multidão furiosa começa a ser desempenhado. Aproveite e quebre tudo no caminho (eu quis dizer tudo MESMO) para se aquecer.
  5. Faça seu trabalho. Você já sabe o que fazer.

PARABÉNS! Você conseguiu criar um multidão furiosa com êxito. Assim que sair da cadeia (se você conseguir) pratique em casa para ganhar experiência.

Ver também[editar]


Viking.jpg
v d e h
Os bárbaros vêm aí... Olê olê olá!