Turismo na Suécia

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Suécia é um dos países mais queridos do mundo, graças à combinação entre vikings, death metal, hidromel e loiras ninfomaníacas bissexuais, o que gera um impacto direto e positivo na indústria do turismo deste país.

Turismo urbano[editar]

No imaginário dos turistas, todo bar sueco é habitado por pares de gostosas loiras ninfomaníacas bissexuais que estão apenas esperando por ele.

A Suécia não tem tantas cidades assim, só Estocolmo, Malmö, Uppsala e alguma outra cidade, e o turista ordinário que vem dos países vizinhos só tem como opção visitar monumentos pagãos e catedrais em arquitetura nórdica. Agora o turista latino só tem um exclusivo interesse ao visitar as cidades suecas: Procurar por loiras que em seu imaginário são certamente ninfomaníacas bissexuais e promíscuas preparadas para participar de homéricas orgias sexuais, e mesmo que o turista não consiga realizar sua fantasia sexual com garotas suecas, quando volta ao seu país de origem com certeza conta grandes mentiras de bacanais repletos de loiras que fazem de tudo, apenas perpetuando o folclore que gira em torna das suecas.

O maior monumento de destaque sueco é o Ishotellet i Jukkasjärvi, ou Hotel de Gelo de Jukkasjärvi, que parece ter saído de alguma fase de Super Mario 64, sendo um castelo feito 100% de gelo. Na Suécia esses escultores são cercados de glamour e pompa, enquanto os escultores de areia nas praias do Rio de Janeiro são mendigos.

Turismo natural[editar]

99% das paisagens suecas são formadas por vastas paisagens nevadas cheias de neve e mais nada, e mesmo assim tem quem se divirta viajando nessas planícies em trenós puxados por lobos domesticados.

Mais ao sul, onde não neva o ano inteiro, na primavera é possível visitar os círculos de pedras erguidos no meio do nada por druidas muitos antigos que na época nem loiras ninfomaníacas haviam para eles matarem o tédio daquele lugar sem graça, então era plausível os druidas passarem a vida inteira construindo enormes círculos de obeliscos.

No centro do país estão as míticas florestas dos elfos, que fazem fronteira com os bosques dos orcs, mas estes não são os destinos mais populares.

Outra atividade tipicamente sueca, muito apreciada pelos turistas é a de fritar em saunas e sair direto para pular pelado nos lagos congelados e famosos do país, ou então ir até Norrbotten abrir buracos no gelo e pescar, prática copiada pelos esquimós canadenses.

Gastronomia[editar]

Os suecos não possuem tradição culinária, eles apenas comem pão sueco e legumes orgânicos seja no café-da-manhã, almoço ou jantar, sendo esta dieta monótona que permite o povo sueco ter uma pele pálida pior que um doente com anemia.

Flag-map Suécia.png
Suécia
HistóriaPolíticaSubdivisões
GeografiaEconomia
CulturaTurismo