Universidade Federal de São Carlos

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
(Redirecionado de UFSCar)
Ir para: navegação, pesquisa

Cquote1.png Você quis dizer: Stock Car? Cquote2.png
Google sobre Universidade Federal de São Carlos
Cquote1.png Você quis dizer: Fornecedor de mulheres para o CAASO? Cquote2.png
Google sobre Universidade Federal de São Carlos
Cquote1.png Loja de carros para ET? Cquote2.png
UFO
Cquote1.png É uma fazendinha ali perto da entrada, certo? Cquote2.png
São-carlense sobre UFScar
Cquote1.png Isso non ecziste! Cquote2.png
Padre Quevedo sobre Medicina na UFSCar
Cquote1.png Na sociais só tem fodão Cquote2.png
Cientista Social sobre Universidade Federal de São Carlos
Cquote1.png Terapia Ocupacional só tem mina bonita.. bjim no ombro Cquote2.png
Valeska Ufscar
Cquote1.png Educação Especial? Mas eu prestei Educação física! Cquote2.png
Calouro frustrado da UFSCar após ser aprovado no vestibucoxa
Cquote1.png Ufscar o melhor puteiro que conheço, e olha que de puteiros eu entendo. Cquote2.png
Silvia Saint sobre Ufscar
Cquote1.png Ainda bem que não fiz! Cquote2.png
Paulo Maluf sobre Ufscar
Cquote1.png Ufsquê? Cquote2.png
Aluno da UFABC sobre Ufscar
Cquote1.png Aqui não tem mais festa nem TUSCA Cquote2.png
Reitor da Ufscar sobre Ufscar
Cquote1.png Ráaáá é pegadinha!!! Cquote2.png
Sergio Maladro sobre o curso de medicina da Ufscar
Cquote1.png É da Engenharia Química? Iiiih, essa Coca é Fanta... Cquote2.png
Qualquer um sobre Engenharia Química na UFSCar
Cquote1.png Especialização em regra de três Cquote2.png
Alunos de Física sobre Química na UFSCar
Cquote1.png Ih, foi mal, a minha é federal Cquote2.png
Alunos das federais sobre a sua faculdadezinha
Cquote1.png Pai, pai, o que aquilo se mexendo no meio do mato? Cquote2.png
Seu filho sobre UFSCar
Cquote1.png Vamos para o Horto, meu filho. E não olhe mais pra lá. Cquote2.png
Você sobre Pergunta acima
Cquote1.png Mas tem faculdade no meio desse mato?? Cquote2.png
Bixo sobre UFSCar
Cquote1.png Mas a Federupa tem bixão 011??!! Cquote2.png
Qualquer um depois da merda que deu o ENEM sobre UFSCar
Cquote1.png Área Sul é coxa Cquote2.png
Playboy nerd da Área Norte sobre Área Sul da UFSCar

Sessão de apresentação "descarrego"[editar]

Comentários adoráveis deixados por alunos da USP São Carlos, vulgo CAASO

Melhor Balada da Ufscar.
Turma de 1983 da Federal.

Cquote1.png Você quis dizer:XUPA!? Cquote2.png
Google sobre Universidade Federal de São Carlos

Visual padrão de um federupa.

Cquote1.png Essa turminha do barulho vai aprontar altas aventuras homossexuais, enquanto essas fofinhas peludinhas aprontarão muito no CAASO numa tarde de muita azaração Cquote2.png
Narrador da Sessão da Tarde
Cquote1.png This is XUPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAs! Cquote2.png
Leônidas sobre Universidade Federal de São Carlos

Vestibular da UFSCar.

Cquote1.png Eu amo cavalos! Cquote2.png
Cientista Social da UFSCar sobre sua opção sexual
Cquote1.png Melhor universidade do Brasil! Cquote2.png
Estudante de engenharia da UFSCar sobre os inúmeros rankings em que a federal aparece em primeiro já que a USP e a Unicamp optam por não realizar provas avaliativas.
Cquote1.png Uma vez peguei uma mina da biologia, do doutorado, do primeiro, do segundo, do terceiro ano.... Cquote2.png
Fofão sobre as Federupas
Cquote1.png Uma vez peguei uma mina gorda, que adorava desenhos nipônicos hidropônicos, mas acabei levando uma dedada anal.... Cquote2.png
Pelomenal sobre Rep. Kamikaze
Cquote1.png Uma vez levei um fora de uma mina da federal... Só uma vez Cquote2.png
Um do CAASO sobre Ufscar
Cquote1.png Isso é uma bichooona! Cquote2.png
Paulo Silvino sobre alunos da Ufscar
Cquote1.png Simplesmente um loosho! Cquote2.png
Clóvis Bornay sobre Universidade Federal de São Carlos
Cquote1.png Uma vez comi um cara da Federal, depois morri de Aids Cquote2.png
Cazuza sobre um cara da Ufscar
Cquote1.png Eu Também!! Cquote2.png
Jorge Lafon sobre um cara da Ufscar
Cquote1.png Ai gente, que preconceito! Os meninos são uns amores! Cquote2.png
Clodovil sobre Ufscar
Cquote1.png AI meu amor, eu to toda molhadinha pra você Cquote2.png
Mulher da Federupa no cio ao ver um membro do CAASO
Cquote1.png Fui a falencia... Cquote2.png
Genaro`s Boate sobre Ufscar
Cquote1.png Pela lei do equilíbrio da natureza , se o CAASO só tem homem, na federal só tem mulher e viado. Cquote2.png
Darwin sobre Ufscar
Cquote1.png Tentei reabrir a boate e fali de novo, malditas federupas peludas Cquote2.png
Genaro´s sobre Ufscar
Cquote1.png 1,70, loira, barriguinha sarada e faço de tudo inclusive tulipa roxa me ligue 3371XXXX Cquote2.png
Classificados do primeira página sobre a federupa
Cquote1.png As atrizes da federal são mais baratas que tenho Cquote2.png
As brasileirinhas sobre sobre as garotas da Ufscar
Cquote1.png Olha o meu pipi!!! é maior que o teu Cquote2.png
Atléticos da Ufscar no banheiro tomando banho
Cquote1.png Você quis dizer: Mulheres das Camélias? Cquote2.png
Google sobre Universidade Federal de São Carlos
Universidade Federal de São Carlos


A UFSCar[editar]

A Universidade Federal do Seu Carlos, também conhecida pela sigla UFSCar (como UFSC já existia, sobrou essa sigla estranha mesmo), é uma concessionária de automóveis a única universidade federal de São Carlos, sendo a melhor universidade pública da cidade. Possui uma Física teórica bem distante da Quális 7 e muito ego wikificado. Prepare-se, pois durante o tempo x ≥ 4 que viver por aqui, vai andar muito!

Localização[editar]

Localizada no interior de São Paulo, a meio caminho entre Araraquara e Rio Claro, ao lado de IbaTexas, A UFSCar é uma universidade conhecida por se localizar no meio do mato de São Carlos. Alguns dizem que nos lendários terrenos da Ufscar, já existiu uma fazenda de criação de aves. Isso explica por que os cursos da área sul da universidade são tão COXAS.

Divisão Geográfica[editar]

A Federal é dividida em Área Sul, ou "Zona Sul": a área pobre da universidade. É onde se concentram os cursos de ciências humanas, humanidades e cursos humanistas, ou de assuntos relacioados ao estudo do ser humano, como Letras, Psicologia, Parapsicologia, Ciências Sociais e Filosofia, além de cursos COXAS, como Treparia Ocupacional (isto é um curso?) e Artes Viagem & Sonho. Dentre as disciplinas do ciclo básico de um estudante da área sul, podem-se destacar: Assembleias comunistas I & II, Pichação do palquinho e ginásio, Filiação ao PSOL e PT avançada, Vagabundagem Movimento Estudantil I.

Já a Área Norte, ou "zona nobre", é onde estão os cursos de Exatas, Inexatas e Quasi-Exatas da Federal, mais os cursos da área de Ciências Biológicas (lembrando que a Medicina não tem amigos), e também onde fica a BCo (BibliotecaComunistária) (algo antiintuitivo se pensar que fica no meio dos cursos de engenhocarias). É por aqui também que fica a Física, a parte excluída da Química, por ser chata e sem graça, vive batendo punheta para dizer que não são mais virgens, afinal, existe coisa mais contraditória do que estar na faculdade e ser virgem? E, aliás, físico que é físico conversa sobre Cálculo, gasta a vida tentando comprovar cientificamente que ET's existem, e não sabem paquerar. Mas é claro, existem exceções, ou um ponto fora da reta. FÍSICA XUPA!. Na área norte também se encontra a Química, a parte excluída da Física por ser chata e sem graça. Afinal, os físicos tinham mais o que fazer além de contar moles, fazer Ki-Suco, pegar na pipeta, cheirar gatinhos, resolver regras de três e fingir que entendem a equação de Schrödinger. Químicos acham que físicos conversam sobre cálculo porque nunca desenvolveram suficientemente sua linguagem matemática (só veem regra de três composta no doutorado), a ponto de sair da graduação sem saber derivar. Químicos preferem desenhar palitos para representar seus modelos. Mas, é claro, existem exceções ou pontos fora da reta. Mas, de maneira geral: QUÍMICA XUPA!

Existe também o "Extremo Norte", onde não existem tantas coisas interessantes (exceto a Medicina), inclusive árvores, mas é onde se encontra o melhor banheiro da Federal, no AT-6. Região que há poucos anos atrás era uma densa e fechada floresta de mata nativa, hoje é um grande descampado onde a terraplanagem permitiu o plantio de prédios, que estão brotando por todo lado.

No "Extremo Norte" existe também um observatório astronômico secreto, uma abertura para o centro da terra e uma área para pouso de discos voadores, Ufos, naves espaciais e extra-terrestres (é o local de estudo favorito dos físicos).

A UFSCar possui uma área arborizada bastante extensa, muita grama, alguns animais silvestres, o que a assemelha a uma fazenda. Na verdade tudo é um grande disfarce para o que a universidade é na realidade: tudo é um grande "laboratório"... Os alunos como ratos de laboratório. São monitorados e condicionados sistematicamente a comer comidas estranhas e assistir aulas bizarras. Algumas variam da lavagem cerebral à doutrinação, passando pela tortura psicológica e devaneios variados, tratando de temas dos mais estranhos, como a famosa "prova" de que "0=0", telepatia em moscas, fisioterapia em insetos terrestres ou a análise da história dos antigos moradores da fazenda em que foi construida a universidade e que supostamente ainda vagam pelos prédios durante a noite, arrastando suas correntes. São ensinados ainda: técnicas de reavivamento dos mortos, "telecinese", caça avançada às borboletas azuis, produção de materiais altamente inúteis e ainda uma avançada técnica pedagógica que ensina línguas estrangeiras a bebês de menos de 6 meses. Há relatos ainda da produção de armas secretas de diferentes modalidades, até mesmo armas biológicas mutagênicas, já testadas em algumas das capivaras do lago da federal.

O lago da federal é um local de despejo de "dejetos", "rejeitos" e esgotos também, oriundos e originários de laboratórios da química, da biologia e da materiais, servindo simultânemanete como área de testes da genética e local de engorda de peixes transgênicos que sao posteriormente servidos no RU). Diz a lenda que o "Podrão", o cachorro mais famoso da Federal, que foi quem Deus auxiliou na criação do Universo, foi um aluno que, de tanto comer no RU, tornou-se o que é hoje.

O lago da UFSCar é infestado de animais estranhos, como o famoso "monstro" do lago - que já devorou alguns alunos -, e foi fotografado para a National Geograpfic. Habitam o lago, peixes voadores, piranhas vegetarianas, roedores gigantes comedores de ervas aromáticas, algas produtoras de biodiesel, algumas garças, corujas e flamingos, além das famosas salamandras ensandecidas, que por sinal são consideradas iguarias culinárias por alguns nativos moradores da região.

Diversos alunos já relataram o pouso de aeronaves luminosas neste "lago" e um grupo de alunos uma vez já presenciou o pouso de um padre preso em balões coloridos que simplesmente desapareceu no fundo do lago (deve-se considerar que o lago fica na área sul e é um reduto do tráfico dos alunos das Sociais)... Outras aparições curiosas incluem um macaco marinheiro que pilota um pequeno barco a vapor, que simplesmente surge no lago da federal, misteriosamente da mesma forma como desaparece, em estranhas noites de lua cheia de inverno, após as raras festas de culto aos deuses etílicos do bosque da federal.

A federal também é importante no equilíbrio tântrico da cidade de São Carlos, caso contrário, só haveriam homens aqui.

Afinal, como dizem os USPianos, federal serve pra duas coisas nessa cidade: Servir mulher e ser xingada.

TUSCA[editar]

Durante a década de 1970, foi criado o TUSCA - Taça Universitária de São Carlos, para tentar, de uma forma civilizada resolver as diferenças entre os universitários. Porém o torneio só serviu como pretexto para a realização de uma maratona de festas contínuas, onde tudo TUDO é liberado!

Garota da Federal sem Roupa e um Federupa prestes a perder a virgindade (e outras coisas mais)

Historicamente o TUSCA iniciava as festividades com o tradicional corso aberto (RIP). Esta atividade consistia em percorrer as ruas da bela cidade, deixando um rastro de destruição e de dignidade para trás. Como a discordância entre os estudantes e a população nativa da cidade é de longa data, sempre houve esforços por parte destes em banir tal evento. Em 2011 o último corso aberto foi realizado, tornando-se um divisor de águas entre o formato antigo e o formato novo.

Atualmente o TUSCA tem o seguinte itinerário: - Quinta-feira: Dia do corso, ou seja, dia de dar adeus à sobriedade, tendo consciência de que só irá voltar a normalidade na semana seguinte; - Sexta-feira: tenda e festa noturna - Sábado: tenda e festa noturna - Domingo: Última tenda, que por ser a derradeira vai até mais tarde. Aproveite cada segundo, para ir com sensação de dever cumprido para sua prova de cálculo na segunda-feira.

Para os mais dispostos, o tusca começa ainda antes, com os famosos: esquenta para o corso, esquenta para o esquenta e pré-esquenta do esquenta. Ou seja, segunda-feira de semana de TUSCA já é dia de começar!

Um dos problemas manifestados por agências de interesse público global a respeito do TUSCA é quanto ao consumo excessivo de entorpecentes e álcool. Foi estimado que 90% das drogas produzidas mundialmente durante o mês de tusca são direcionadas para São Carlos. Outra preocupação é quanto as atividades libidinosas intensas, o que levou a OMS a apresentar estudos que indicam que a propagação global de DSTs dobra durante o evento.

Atualmente existe uma Proposta de Emenda Constitucional PEC para instituir a quinta-feira e sexta-feira de TUSCA como feriado nacional. O projeto foi proposto por conta das recorrentes vezes em que professores marcaram provas para semana de TUSCA, diminuindo drasticamente os índices de aprovação.

Diz a lenda que durante o TUSCA ocorrem jogos mas, atualmente, ninguém mais tem registros de que estes de fato acontecem. Em geral, os participantes do TUSCA, ao serem questionados sobre o assunto, respondem: "no TUSCA tem jogos?"

Outras formas de descrever o TUSCA: quando os nerds viram universitários de verdade; onde quem namora à distância e estuda em São Carlos fica solteiro; onde os virgens viram transões; onde os cheio de pudor viram um lixo humano

Lembrando que no TUSCA, nem com a ajuda de Chuck Norris o CAASO consegue ganhar (em 31 edições, o CAASO ganhou 2 vezes).

BCo (Biblioteca Comunistária)[editar]

Se a sua intenção é “fazer de conta que estuda”, ou se desesperar antes das provas, passe de vez em quando pela BCo. Na BCo o silêncio é imposto apenas aos estudantes (isso não significa que você precisa aceitá-lo). Lá você encontrará desde apresentações de Orquestras, discursos do Reitor e principalmente, excursões. Essa última é a que com certeza mais atormenta. É o melhor ponto de bate-papo e pegação da Federal, onde os fisicoxas frustrados por nunca poderem frequentar as festas batem punheta olhando livros como "Kama Sutra".

O detalhe é que você pode achar coisas bem mais divertidas do que um Moysés. Na BCo existe a Gibiteca, com coleções completas de HQ’s e Mangas, como Samurai-X, YuYu Hakusho, etc. Passe também pela seção de livros de poesia. E por último, o melhor horário para se estudar na BCo é durante a noite, principalmente após às 19h.

A BCo funciona das 8h às 22h durante a semana, e aos sábados, das 8h às 14h. Se ela não estiver em greve, claro.

RU[editar]

Você nem imagina o que te espera no meio dessa comida

O “famoso” RU (não se fala Érre Ú, e não vem de Restaurante Universitário - é RU de RUIM mesmo) é o lugar mais misterioso da Federal. Acredita-se que lá seja feito enriquecimento de urânio e pesquisa com salitre, e é claro, nós somos as cobaias! A única coisa comprovada é que as vezes também servem carne de ET. Além disso, o restaurante obedece rigorosamente à Lei de Lavoisier Aplicada ao RU, que diz: “Na natureza nada se cria. Tudo se reaproveita”.

Diz a lenda que o Podrão, o cachorro oficial da Federal, foi um aluno que de tanto comer no RU tornou-se o que é hoje. Mas não se preocupe, o máximo que pode acontecer após comer as refeições servidas por R$ 1,80 (almoço de segunda à sábado, das 11h 15min às 13h 30min, e jantar de segunda à sexta das 17h 15min às 19h - mas não demore muito para chegar porque a comida acaba) é ter a sensação de que a comida cresce exponencialmente no seu estômago assim que você levanta da mesa.

Eis algumas iguarias servidas no RU:

Arroz Carnavalesco
sempre em blocos;
Arroz Unidos Venceremos
Não tente os separar
Feijão Lorenzetti
um banho de água quente;
Carne de Panela 007
fria, dura e com nervos de aço;
Steak Não-Newtoniano
duro, borrachudo e mole ao mesmo tempo;
Frango com Laranja
a laranja não pertence ao domínio dessa função;
Kibe transex
de dia era Kibe, de noite virou torta;
Chuchu
você pega na esperança que seja batata, mas é chuchu;
Chuchu Peludo
depois de sair toda a água, uma surpresa cabeluda;
Peixe
sempre é servido após o período de engorda com pão;
Salada
a única coisa que é verde e não é amargo é o tomate... ou pelo menos as vezes não é verde...
Suco de Pirulito
algo do gênero Tutti-Fruti, mas que lembra mais Chiclets; É resultado de um pirulito jogado numa piscina de 1000 litros e depois pasteurizado, possui um variante sabor bala chita.
Suco do Chavez
tem gosto de tamarindo, parece de groselha mas é de limão
Chá
a grama ser cortada justo nesse dia não é apenas coincidência e as vezes o chá brilha no escuro.
Almôndega de gato
também conhecida como Hambúrguer de gato em coordenadas esféricas.
Sopa do Exorcista
uma coisa gosmenta cheia de fiapos verdes, provavelmente feita com a água do lago
Salada Disney
viva claro, cheia de bichinhos divertidos e saltitantes
"O Ser"
impossível descrever, por isso tem este nome...
Proteína Texturizada de Soja
Recheio de almofada amarela, lotada de cebola, com gosto de cinzas...

Lembrando também da existência da carne louca e do picadinho colorido, que as vezes é cruelmente preparado através da explosão de pobres vacas misturadas a legumes chineses, ou então usando frangos atropelados, ou ainda animais indefinidos, também atropelados na estrada que passa ao lado da federal.

Um evento frequente no RU da UFSCar é a famosa "corrida de alface". As pessoas colocam suas saladas de um lado da mesa, soltam suas alfaces e é só ver qual chega mais rápido até o outro lado da mesa, carregada por entusiásticos bichinhos divertidos.

Tradicional Fila do RU

Não podemos esquecer também das tradicionais furações de fila, organizads geralmente pelos alunos dos cursos de Exatas(?). O motivo da existencia das filas ainda é incerto, mas pesquisadores apontam para a hipótese de que o REUIMNE está transformando o campus na China.

SIn[editar]

Na SIN você pode usar os computadores conectados a internet (que não funciona) para estudar, fazer seus trabalhos e pesquisas "antropológicas" (sexuais?), ou vagabundear pela net (a última opção é a mais provável). A SIn simplesmente não fecha. É como um hotel 24 horas, a única diferença é que não tem café da manhã, mas por outro lado você não paga nada. Rotineiramente surgem otários incapazes de fechar as janelas que estavam usando, como emails e messenger, momentos em que você pode se divertir. Mas seja rápido, afinal sempre pode aparecer um ser de coração peludo e ver você fazer coisas indevidas com o perfil alheio e aí pode ser amor à primeira vista.

Heitor[editar]

Cquote1.png - Heitoooooooor! Cquote2.png
Estudante aleatório do alojamento

Não se sabe ao certo o porquê deste ato jogral, mas diversos rumores rondam a federal sobre o surgimento daqueles que clamam por Heitor, geralmente à noite e na área sul - preferencialmente no alojamento, enquanto a maior parte dos estudantes tenta dormir.

De início, não é incomum acreditar que seja apenas algum sujeito bobo fazendo barulho por não ter nada melhor para fazer. Porém, com o passar das semanas, dos meses, e até mesmo dos anos, fica impossível não acreditar que haja algo mais.

Voltando um pouco no tempo, diz a lenda que os primeiros gritos surgiram por volta de 2005, e que teriam sido dados por um garoto que, esquizofrênico, após assistir ao filme de Tróia passou a acreditar ser o próprio Aquiles. Dessa forma, indignado com a morte de seu primo, o garoto se viu obrigado a vinga-lo numa batalha que – obviamente – deveria ser travada contra o próprio príncipe Heitor. E foi assim que, frente à imensidão que lhe pareceu a moradia estudantil, o menino olhou para o alto, fitou os guardas armados que o aguardavam nas janelas dos blocos, a muralha que se erguia a diversos metros do chão e, a todo pulmões, fez ecoar um grito como jamais antes se ouvira em toda a federal. Ao notar, entretanto, que Heitor nenhum saíra para confrontá-lo, ele teve de tentar de novo, e de novo, e de novo, até que os meses se passassem e nenhum príncipe lhe confrontasse durante o que pareceu durar uma eternidade para ele, diariamente mais cansado pelos gritos não correspondidos.

Anos depois, muitos estudantes já nem mais acreditam que este garoto tenha existido, a maior parte nem mesmo conhece sua história, e apenas um terceiro grupo ainda o honra, seguindo a risca seu tão sagrado ritual. Junto a este grupo, há também aqueles que, apesar de não saberem o motivo, juntam-se ao coro e brincam juntos de chamar por Heitor.

Odiados por muitos e admirados por poucos, estes bravos guerreiros mantém uma tradição que vêm ganhando cada vez mais destaque na federal. Uma tradição que, cá entre nós, é muito menos incômoda que o tão famoso grito de “Bom dia, moradia”.

Bestiário[editar]

O Podrão[editar]

Podrão(RIP) foi um cachorro/semideus que habitou a UFSCar. Muitas lendas rondam sua peregrinação sobre a Terra. A única certeza é que hoje ele habitou o corpo de um cão e que foi eleito reitor da universidade, mas nunca foi empossado por uma terrível conspiração das forças Iluminati que habitam o bosque da federal.

Exmo. Prof. Dr. Podrão(Livre Docente e Emérito) (RIP))

Alguns acreditam que o podrão foi um aluno da Ufscar que durante anos seguidos almoçou e jantou no RU, até que o excesso de radiação Gamma o transformou em um cão. Por isso Podrão tentava assistir as aulas de diversas disciplinas: para tentar se formar e obter a fórmula para retornar à forma humana.

Outra lenda diz que ele era um aluno que jogava futebol e chutou a bola no lago da federal. Os colegas - irritados - obrigaram-no a ir buscar a bola, que já flutuava no centro do imenso corpo d'água. Durante o processo ele desapareceu em suas águas turvas. Alguns dias depois ele conseguiu finalmente escapar do monstro do lago, mas agora já estava transfigurado em um cão.

E claro que há quem conte que um prof. de Metodologia o amaldiçoou no século XIX a viver eternamente como um cachorro, vagando sem rumo na Ufscar.

O reitor Barba, um dos sucessores de podrão no cargo, prometeu na Gincana do Bixo de 2009 que um busto para sua Excelência Podrão seria construído na Universidade. Até hoje órgãos de representação acadêmica, a OAB e estudantes bêbados em assembleia cobram na justiça a realização da obra na UFSCar.

Ptolomeu (Pitu) (RIP)[editar]

Ptolomeu

Ptolomeu (RIP) foi um cão pacato e bixento que habitava geralmente todo o território da UFSCar, apresentando quimiotaxia positiva ao RU em horários de refeição - assim como todas as bestas que comem os restos das bandejas, como o cãopivara e o monstro do lago.

Ptolomeu podia ser avistado sendo enrabado por seu comparsa, Xexelento, O "Vassourinha", nas demais horas do dia em todo território federupa. A ANVISA decretou em 2007 anel de isolamento sanitário de 200m deste animal, sendo que tudo que ultrapassa este raio pega coceira no bizuim. Foi fiel colega e escudeiro do Metadinha durante ao menos três anos.

Metadinha(David Bowie, Pirata, Marilyn Mason)[editar]

Metadinha recarregando sua visão laser (R.I.P.

Metade lobo, metade X-men, este ser é resultado de experiências conjuntas do DeMa, Departamento de Engenharia de Monstros com o DGE, Departameto de Genética Electropsiônica. O experimento não correu como planejado devido a um superfaturamento nos sequenciadores genéticos e metadinha teve de ser descartado. Abandonado filhote, Metadinha foi criado e alimentado por capivaras e hippies nas ruas da UFSCar até desenvolver sua mandíbula e raio laser para caçar carros suficientemente grandes para sua dieta.Foi visto pela última vez no ano de 2008, destroçando a lataria de um automóvel incauto. Líder de uma seita de seguidores no Orkut. Chuck Norris o tenha, onde quer que esteja.

Sorocaba[editar]

O "Campus" de Sorocaba é um exemplo de como em ano eleitoral as coisas funcionam, em meados de janeiro de 2008 existia apenas um prédio, outros milagrosamente surgiram do nada uma semana antes da visita do ministro da Eduçação. Em certa época surgiu rumores de que o Zé-ruela de plantão Presidente da república iria visitar o lugar, mas parece que ele perdeu o Rurais três dias seguidos e resolveu voltar pra casa beber. Recentemente o Zé-ruela de plantão Presidente da república inaugurou o campus, e deixou a população local um tanto perplexa, pois levantaram uma tenda, um palanque e lacraram toda a faculdade em minutos, enquanto o prédio que está sendo construído deve ser entregue no ano de 2340.

A localização do campus é privilegiada, extremamente bem localizada no meio de um matagal onde ocorrem várias abduções alienígenas, dando o apelido de UFOscar para a faculdade. O Ponto de Referencia é cheiro de merda das vaquinhas que voce sente quando esta chegando no campus.

Em Sorocaba, as tradições do RU continuam as mesmas, desde a tradicional bandeja que tem de ser lambida antes de ser descartada e, o adicional de que regulam o suco de pirulito por que, afinal de contas, é a parte que sai mais caro preparar. Também ocorre a caça de ETs da região para fornecer carne ao RU, que é comumente encontrada em pratos como Strogonoff de carne ou Isca de carne chinesa (até pouco tempo estudos apontavam que realmente era feito de chineses).

Quanto aos cursos:

  • Engenharia de producuzão Produção: São difundidamente odiados por todos no campus. Costumam andar em pequenos grupos nipônicos ou playboys, todos com seus narizes empinados e apertados dentro de camisetas. Todos sabem que é uma engenharia bem tosca, que 99% dos ingressantes deste curso nem sonham o que o engenheiro de produção faz.
  • Engenharia Florestal: São caracterizados pelo mítico povo da floresta. Compostos por naturebas, ecochatos e biodesagradáveis maconheiros, é a população mais diferente da UFOscar (juntamente com a geografia).
  • Biologia: é um curso difícil de caracterizar, pois são encontrados biotipos parecidos com o povo da floresta, da engenharia de producuzão, alguns moradores de laboratório... São todos alcoólatras e maconheiros, e não tem capacidade de terminar o curso em 4 anos porque ficam pela faculdade lambendo cu de cachorro vira-lata em suas intermináveis vaquinhas para operar sarnentos atropelados pelos infinitos caminhoes que passam na rodovia ao lado.

Existem duas opções para os aspirantes à desempregado ser um Broxarel sem amigos ou fazer cosplay de Paulo Freire. A grade do curso do broxarel é focada conservação!!! Ou seja, eles socam toda biologia em 2 anos e os outros 2 é só conservação e ecologia. Então, fica assim: ecologia I, ecologia II, ecologia comportamental, ecologia de paisagens, ecologia da restauração, ecologia do caralho a quatro, conservação in situ I e II, conservação ex situ I e II, genética da conservação, conservação da sua mãe e mais um monte de merda para dar emprego para professor. Ou então, da pra cursar a licenciatura em biologia. A formula é muito parecida: tire todas ecologias e conservações e coloque matérias didáticas para louvar Paulo Freire e seus amigos, lembrando que tudo que dizem sobre respeitar a opinião dos alunos é ignorada se a mesma não forem iguais as dos professores.

  • Ciências da Computação: são caracterizados por nerds do sexo masculino, encontrados pelos cantos da faculdade estudando física e cálculo, ou então jogando POKEMON em um nitendoDS, ou em seu celular. São os mais assexuados sofridos do campus, mas andam em grupos grandes e felizes, muito semelhante (e quase sempre são) otakus. Outro curso que os imprestáveis nunca terminam em 4 anos.
  • Turismo: os vagais da faculdade. Pouco se sabe sobre eles, pois não é comum encontrá-los. Também conhecido por ser o curso com maior índice de homossexuais da universidade.
  • Economia: são os escandalosos, que andam em grupos de 30 pessoas gritando todo momento, para toda faculdade olhar que eles existem, pois comumente são esquecidos.
  • Administração: O curso do pessoal que sente empresario,andam de social só para se aparecer, se acham o Stevs Jobs do campus, so tem playboy, e umas menininhas que acham que são as patricinhas superpoderosas do campus, so por que fazem uns estagios e ganham uns 1.500 por mes, pensam que são os fudidoes.

Quando o pessoal da adm sai da aula, esvazia o estacionamento.


  • Física, Química e Matemática: Somando esses 3 cursos, é provável que se encontre por volta de 12 alunos (se somado os 4 anos). Normalmente são vistos lambendo acompanhando professores de suas matérias ou enfurnados em laboratórios dia e noite.
  • Pedagogia: não existe. No ano de 2010, a lista de espera acabou e a sala ficou apenas com 3 alunos.
  • Geografia: comumente conhecida como geoanarquia. Caracterizados por seu grande número de professores bichasgays e alunos maconheiros. Os que não se encaixam neste perfil são comumente vistos por aí usando suas bússolas e falando sobre o relevo. Também são muito revolucionários, promovendo pichações no RU e envolvidos em qualquer treta da faculdade.

Araras[editar]

O CCA - Cowbichas, CDFs e Anarcoecobichogrilosmaconheirosfroxos -Centro de ciências Agrárias)é um sítio experimental da UFSCAR, localizado na cidade de ARRRRAras ( a cidade que tem cheiro de vinhaça, ou seja, cheira bosta.. ou café da NESTLE) que vivencia duas realidades distintas, ou seja, o CCA tem dois universos paralelos, o dia e a noite.

_O universo habitavel do diurno se divide em três espécies:

- Estudantes da Agronomia conhecida como agronolixo, que não é engenharia,tem uma população composta por retardados e burros alem dos lendários que estão no décimo ano e ainda fazem matérias do primeiro perfil,algo muito comum no curso

Essa espécie é fácil de descrever, representam o espírito broke back mountain brasileiro. vejamos o depoimento de um bixo recem convertido dessa população:

" Eu cheguei em aRRRRaRRRas ( sim, até o mais paulistano da gema se sente encorajado e acha bonito falar caipiRRRRA, pois agora ele é um agrogay) e fui moraRRR na REP.. -qualquer uma, pois todas tem nomes inspirados em musicas do sertanejo universitario- e lá ganhei um cintuRRRRRao com fivela que eu uso com a minha calça enfiada no cu, pois meus veteranos falaram que é bom. Daí eu comprei uma butina e sujei de terra veRRRRRRRRRMeia de aRRRRRAras pra falar que eu sou da roça e deito touro no braço. (*Obs: 99.89% da especie de agrobibas tem mãos sedosas, medo de aranha, mosquito e evitam pular ceRRRca de arame faRRRRRRRpado, porque senao a calça levis tamanho 34 vai estragar, embora alguns o façam propositalmente , pois é descolado e esta de acordo com as tendencias.) Nos intervalos eu e meus amigos da agronomia gostamos de observar os outros agrobibas das outras republicas e avaliar o visual, o caimento da calça e conferir se eles tem um canivete maior que o nosso pindurado na calça " ( o canivete é um acessorio fashion essencial dessa especie, sendo um grande motivo de inveja e disputa entre eles, apesar só ser utilizado para lixar a unha).

As representantes do sexo feminino dessa especie, ao coçar a buceta de vontande de dar, procuram bailes funk da cidade e festas comunitarias como quermese e forró rala-coxa, pois elas nao tem alternativa, preferindo assim os manos de passat socado no chao com um colante escrito: "tá patrão hein!" e tocando o camaro amarelo com os alto falantes estourados.

- Estudantes da Biotecnologia (os fodoes,zica da galaxia)

São pouco avistados, uma vez que passam 15 horas por dia no laboratório ou na biblioteca ou dando a bunda sendo a ultima a sua ocupação mais comum. São CDFS de nível mediano, pois 80% deles tentou medicina e nao conseguiu, ai teve que viRRRRRRRRRRR pra aRRRRRRRRRRaras.99% da especie é biba ou seja, queima a rosca com seus amiguinhos de curso no canaviarRRRR da facuRRRRRdade, Eles são tambem eximios comerciantes, superfaturando uma vez por ano blusões e casacos da UFSCAR, comprados e estampados no brás por R$9,99 e vendidos a R$150,00.

95% de sua população é fêmea com interesses em deixar a cana mais comprida e grossa já q tem pouco macho no curso.

- Estudantes da Agroecologia

Metade (50%) dessa população é tambem facilmente identificavel: Camisa com estampa hindu, colar de coquinho, dreadloks, sandalia de couro. Essa metade defende até a morte o comunismo, apesar de costumeiramente esbanjar coca-colas geladas e ipads,ipods,iphones... Há nessa parcela um grande numero de lésbichas, feministas peludas pra krai, vegans, vegetarianos, que comem fandangos de presunto. Grande parte de sua populção ao invés de estar nas salas de aula, são encontradas facilmente no lago, fumando seus baseados. A outra metade vai tentar transferencia para a agronomia, pois já entrou no curso pensando nisso e nao aguentam mais lesbicas peludas e bichobibas revolucionarios.



_ Universo paralelo 2: o noturno

Esse universo carece de fontes descritivas, pois os curso de biologia, quimica e fisica juntos tem 8 ( oito) alunos, lembrando que a grande evasao é causada pelas festas de republicas, cachaçada e uso de crack. Há rumores que esse octeto constantemente vaga pelo sítio, quiz dizer, pelo campus atrás de cogumelos mágicos e vagalumes. O unico portal que une esses dois universos é a festa junina do CCA, que só ocorre quando não chove em AraRRRRRRRRRas, ou seja, a cada cinco anos.

USP - São Carlos[editar]

Popularmente conhecida como CAASO, a USP, uma universidade estadual é um local estranho e cheio de crianças menos talentosas, infestado de Japoneses fodonicos passam o ano tentando pegar as cocotas da federal. No 1o ano eles insitem bravamente. No 2o ano eles desistem e começam procurar as mulheres da USP. Depois de verificar que as poucas mulheres bonitas da Usp mijam em pé e têm bigode, passam a tentar as feias. No último ano o pensamento típico de um "uspiano" passa a ser: "hum até que este meu colega não é tão mau assim..."

Afinal, como os homens as criaturas da Usp não dão conta da mulherada, acabam mordendo a fronha e sobra mais pros homens de verdade, os que são da federal.

Dentro da USP tem o Aquário, disponível 24 horas para você se desesperar antes das provas enquanto a BCo está fechada (sim bixo, dormir para que?). Outra coisa legal por lá é o Observatório, com palestras sobre Astronomia aos sábados onde geralmente são tratados assuntos ridiculos como contar o número incontável de cursos sem sentido oferecidos pela UFSCar, similar ao número de estrelas.

Mas apesar de tudo, um dia eu entro na UFSCar, afinal, era a merda do o tal de caaso ou mais um ano de cursinho. Ufscar Campus Lagoa do Sino É uma universidade que fica no meio de um banhado, numa região que nem se sabe a que município pertence, já que é tão longe de área urbanizada, que ficam a 6 quilômetros de uma "cidade", como Campina do Monte Alegre, que eles acham que é uma cidade, pois nunca viram uma cidade, pois a maioria deles são bóias-frias nerds que querem estudar, mas não encontram uma faculdade no raio de 50 quilômetros. Engenharia de Alimentos: O pessoal deste curso são bóias frias ou africanos que já viram, mas nunca comeram na vida e se satisfazem por estudarem a comida. Engenharia ambiental: São geralmente agricultores que tentam subir na vida com um curso superior, mas de tão longe de uma faculdade eles preferem fazer porque é mais perto e dá para ir apé até ao local, mas eles preferem o touro Faroeste porque é um pouco mais rápido.] Engenharia Ambiental: São exploradores de florestas, que "defendem" o meio ambiente, a maioria deles pseudo-ambientalistas que nunca viram uma universidade e acham que a faculdade é uma cidade, que é maior inclusive que a cidade que eles moram, que não dá para achar nem com Google Maps com 100000000000000000x de zoom, tem uma densidade de habitantes de 0,00001 pessoas por quilômetro quadrado onde você encontra pessoas a cada 10000000000 km. Além disto, as estradas são trilhas de exploradores florestais que tentam chegar na faculdade atravessando rios, banhados, deparando-se com jacarés, cobras, etc... perfeitos objetos de estudo de sua ciência.


Galeria da federal[editar]


v d e h
Universidades de link={{{3}}} São Paulo