Ultraje a Rigor

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa

Arband.jpg

Este artigo é sobre um(a) artista, grupo musical ou uma banda.
Certamente, fãs idiotas alienados odiarão este artigo!!


Placa80.svg

Este artigo discute coisas intrínsecas aos Anos 80's!
Com certeza, ele já vivia nos tempos do acidente em Chernobyl.


Bandeira do Estado de São Paulo.svg.jpg Eaew, jhow! Este artigo é paulista: não gosta de gaúcho nem de carioca e se acha um puta trabalhador, né, meu! E não tá completo, pois o vacilão foi tomar um chôps e dois pastel, meu!
Cquote1.png Você quis dizer: Funcionários do Danilo Gentili Cquote2.png
Google sobre Ultraje a Rigor

Cquote1.png Filha da puta, é tudo filha da puuuta! Cquote2.png
Ultraje A Rigor sobre eles mesmos
Cquote1.png InútEl, a gente somos inútEl! Cquote2.png
Ultraje A Rigor sobre todos nós brasileiros

Roqueiro que é roqueiro não faz essa pose

Cquote1.png Pelado pelado, nu com a mão no bolso. Hu Hu Hu Hu Hu Cquote2.png
Ultraje A Rigor sobre a profundidade de suas letras
Cquote1.png Eu não tenho nada pra dizer/também não tenho mais o que fazer/e só pra garantir esse refrão/eu vou enfiar um palavrão: Cu Cquote2.png
Ultraje A Rigor sobre a profundidade de suas letras [2]
Cquote1.png Nós somos melhores que eles! Cquote2.png
Capital Inicial sobre Ultraje A Rigor
Cquote1.png E nós também! Cquote2.png
Ira! sobre comentário acima
Cquote1.png iH nOiX tAmBeIm SoMuX! Cquote2.png
NxZero sobre dois comentários acima
Cquote1.png Não exagera, vai! Tu é emo e suas músicas são chororô Cquote2.png
Roger Rocha Moreira sobre comentário do NxZero
Cquote1.png Corre! Cquote2.png
Marylou para Sara Lee sobre chegada do Ultraje A Rigor
Cquote1.png Quem nasce para Ultraje a Rigor nunca chega a Mamonas Assassinas. Cquote2.png
Alguém que entende de música sobre Ultraje a Rigor

O Ultraje A Rigor é uma banda de rock n' roll [?] formada no início dos anos 50 por um bando de emos que pagavam de engraçadinhos, inspirados por Mamonas Assassinas ---- mesmo tendo surgido antes deles, eles só estouraram (hum?) nas paradas em 1983, com os hits "Vamos Todos A La Playa", "Inútil", esse fazendo uma autodefinição da banda, e "Mim Quer Tocar", composta por Tarzan. A banda é um grande ícone no cenário emocore nacional, e hoje são funcionários do Danilo Gentili.

Membros da banda[editar]

  • Roger Moreira: Vocalista, guitarrista, membro fundador da banda e connoisseur político, tendo se afiliado à direita brasileira (que, convenhamos, é tão merda quanto a esquerda, o que significa que o país está atolado num poço gigante de bosta), Roger é um ombudsman. Ele já falhou miseravelmente tentando dublar dublou Nick Mendonza em Battlefield: Hardline. São-paulino doente, já posou nu para a G Magazine num ensaio bastante celebrado (especialmente por Gentili, que leva cópias da G do Roger com ele onde quer que ele vá) e foi um dos "grandes jogadores" do campeonato Rockgol, tendo feito um gol de nuca e um incrível gol de cabeça com o pé como é que esse cara conseguiu uma coisa dessas?. Porém, a única coisa da qual o narrador e o comentarista se lembram é da coloração de seu cabelo no Rockgol de Areia em 2004, pela qual ganhou o honroso apelido de "água de salsicha".
  • Marcos Kleine: Palmeirense, guitarrista e cabaço. Preciso mesmo dizer mais?
  • Mingau: O baixista do grupo. Alvo fácil das piadas de Danilo Gentili por conta de sua forma física, teve um affair quentíssimo e repleto de polêmicas com Inês Brasil em 2013, que gerou uma ninhada de mafagafos, cujo número de filhotes é estimado em torno de 20.000, todos vivendo nas florestas do Acre com o auxílio do Bolsa-Família.
  • Bacalhau: Um peixe norueguês que se perdeu do seu cardume e foi chamado para tocar bateria no Ultraje, mas nem mesmo ele sabe muito bem o que realmente está fazendo ali. Tocava numa banda chamada Rumbora (Quê???) que faliu.

Discografia[editar]

O Ultraje é tão bom que lançou muitos discos, só que mais da metade deles são coletâneas lançadas com a intenção da banda não ser esquecida... Adivinha se deu certo? Deu, porque alguns fãs queriam ver os remixes de tais músicas como InútEl (como pronunciado por Roger) e Mim Quer Tocar. Ah! Nós não podemos esquecer de citar a famosíssima revista G do Roger que, aliás, vendeu mais cópias que a Bíblia, Mein Kampf e toda a Trilogia Harry Potter juntas, além de servir de material masturbatório para o querido chefinho da banda, Danilo Gentalha.