Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Limite.jpg
Integral as region under curve.png

Este artigo é Engenheiro (ou não).


E se fodeu MUITO para chegar até aqui. Provavelmente deixou de ir à muitas festas e pegar muitas mulheres para estudar para a prova de Equações Diferenciais ou se malhar no concreto, portanto não vandalize este artigo, pois ele é responsável por tudo que você tem e usa em sua vida (celular, mp3 até mpN, carro e até seu chinelo Havaianas®)

[[Imagem:|220px|center]]
UTFPR
CEFÉTE
Lema "A Federal com um TESÃO a mais"
Fundação FUNTEF-PR
Tipo de instituição Universidade de Nerds
Orçamento anual R$ 500 + Tickets do RU
Funcionários 100 "concursados" + Todos os Oompa Loompas do Willy Wonka
Docentes 10 fixos, o resto é tudo temporário
Total de estudantes +8k
Graduação
Pós-graduação
Reitor(a) Cicarelli
Vice-reitor(a) Barbudo
Diretor(a)
Vice-diretor(a)
Localização Curitiba
Paraná
Cores
Afiliações
Página oficial http://utfpr.edu.br/
Contato
[[Imagem:
UTFPR.jpg
|250px]]
Instituições de ensino superior do Brasil Flag of Brazil.svg
60px-Bouncywikilogo.gif
Para os fanáticos religiosos entre nós que escolhem acreditar em mentiras, os supostos experts da Wikipédia têm um artigo sobre: Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Cquote1.pngVocê quis dizer: CEFET-PR?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.pngVocê quis dizer: UFPR com um Tesão a mais?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.pngVocê quis dizer: Depósito de nerds?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.png Você quis dizer: Inferno... Cquote2.png
Veterano sobre citações do Google
Cquote1.png A UFT...UTP...UTR... Ah, o CEFET mesmo! Cquote2.png
Qualquer pessoa sobre UTFPR
Cquote1.png Somos a melhor Universidade Tecnológica do Brasil, pois somos a única! Cquote2.png
Professor ultra engraçado sobre UTFPR
Cquote1.png Nem eu achei graça... Cquote2.png
Carlos Alberto de Nóbrega sobre citação acima
Cquote1.png Pegou quantas nas férias? Cquote2.png
Aluno do curso de Educação Física no primeiro dia de aula
Cquote1.png Upou quantos Lvl nas férias? Cquote2.png
Aluno de BSI no primeiro dia de aula
Cquote1.png Filho, se você quiser desistir, tudo bem, mas eu e seu avô vamos continuar... Cquote2.png
Pai conversando com o filho sobre UTFPR
Cquote1.png Ai, ele é chato... Ai, eles são esquisitos... Cquote2.png
Aluna qualquer de uma faculdade qualquer sobre um aluno qualquer da UTFPR
Cquote1.png CALA A BOCA!!! Cquote2.png
Gil Brother sobre as reclamações acima.
Cquote1.png Só tem nerd naquela bagaça! Cquote2.png
Estudantes da UFPR sobre a UTFPR
Cquote1.png Este exercício aqui? É igual ao outro. Tranquilo né, uma moleza. Cquote2.png
Professor da UTFPR sobre algum exercício matemático semi-impossível
Cquote1.png Não consigo! Cquote2.png
Aluno da UTFPR sobre pegar mulher

Tabela de conteúdo

[editar] O que é?

Antigamente, costumavam chamar o CEFET de CEFET mas depois que o Lula assinou um papel, começaram a chamar o CEFET de UTFPR.

A UTFPR é uma séria instituição de ensino, cuja sigla significa União dos Tecnocratas Fechados do Paraná, vulgarmente conhecida como Universidade Tecnológica Federal do Paraná, ou ainda como A Federal com um TESÃO a mais, para quem está de fora. A UTFPR está igualmente distribuída entre 13, 14 ou 234 novas unidades no Estado do Paraná.

Também conhecida como CEFET-PR - Centro Fudido de Ensino Terrorista do Paranã, a instituição foi fundada em 28 de junho de 1913 pelo Seu Zé do Bar Montesquieu (que fica na esquina oposta). No início era uma oficina de bicicletas, mas com o advento dos bondinhos, Seu Zé perdeu clientela e resolveu transformar o lugar em uma escola de datilografia. Hoje o local abriga uma espécie de manicômio judicial, onde doentes mentais recebem assistência pedagógica e terapia ocupacional em regime semi-aberto (liberdade assistida que vem sido questionada pelo Ministério Público do Paraná como risco à população).

Em 10 de outubro de 2006, mudou sua Razão Social para UTFPR para driblar o fisco e desviar a verba de 3.000 novas calculadoras HP50G para uma clínica clandestina de recuperação de fliperamas antigos. Abaixo, X-Montanha, há gerações e gerações o combustível oficial dos cefetianos, e Seu Zé, seu criador. 29 milhões de unidades vendidas em 95 anos. Seu Zé é gente que faz. Bicho do Paraná.

A UTFPR conta, atualmente, com professores altamente qualificados. A dedicação única destes profissionais é perceptível no número de horas-aula semanais: Em média árduas 2h por semana descontando o trabalho irregular dos mesmos em empresas privadas de forma totalmente de acordo com a Lei.


[editar] As Vantagens de se estudar na UTFPR

  1. Pode dizer: "eu estudo numa pública".
  2. Poder se considerar um/a privilegiado/a porque é um dos poucos neste país que tem acesso ao Ensino Universitário;
  3. Será um bom empregado de alguém que, na maioria das vezes, sequer terminou uma faculdade, como o Bill Gates;
  4. Tem greve toda hora;
  5. Você entra lá babaca e sai mais babaca ainda;
  6. Pode ficar debochando e ridicularizando a cara daqueles que não passaram no vestibular e daqueles que estão fazendo faculdade particular;
  7. Você irá contribuir para o aumento do desemprego no país.
  8. Você não sairá virgem da faculdade, como um aluno da USP.
  9. Durante 4 dias no ano tem o Universipraia que é só putaria das braba.

[editar] Perfil dos Alunos

Embora estereotipados, os alunos da UTFPR (também conhecidos como "cefetianos"), reúnem um número ímpar de características em comum:

Aluno de Engenharia de Computação após 2 semestres se alimentando de Djalmas e X-Montanhas
  • Não sabem descontar um cheque no guichê, se o atendente do banco for do sexo feminino;
  • Inaptidão social crônica. Alguns precisam de fraldas geriátricas só para andar no Expresso;
  • Aversão à luz solar, natureza, academias, boates, espaços abertos e falta de energia elétrica ou de conectividade com a internet;
  • Ausência de músculos, variando do raquítico viciado em fast food ao obeso mórbido sedentário;
  • Cirrose sazonal (principalmente em inícios e fins de semestres);
  • Depressão, comportamento suicida, auto-flagelação, masoquismo, horas afinco de estudo para provas surreais;
  • Acreditam que se o seu diploma não é de Engenheiro da UTFPR, você só frequentou o Mobral;
  • Estudam 19 horas por dia pra tirar 2,0 numa prova que valia 10,0 e ficam contentes com isso;
  • Frequentam a Itiban. RPG, Magic, Mangá e Cavaleiros do Zodiaco fazem parte do leque de porcarias consumidas nos momentos de lazer.
Aula de "Reabilitação para a Sociedade" Disciplina obrigatória do último período de qualquer curso da UTFPR

Os alunos que procuram festas só encontram churrasquinho dos cursos, então eles vão nas festas da ufpr quando tem.

Lá também não tem muita viagem, então eles ficam ligados nas viagens da UFPR pra ir pro Litoral, na procura de diversão, sacanagens e, principalmente, na procura de mulher.

[editar] Dicas para Calouros

  • Estude 19 horas todos os dia na 1º parcial de cálculo caso o seu curso tenha o azar de ter esta matéria, se não terás de tirar muita nota na 2ª parcial, e isso não é algo facil.
  • Não se assuste com a média da sala ser 0,5 numa prova que vale 10, é algo bem comum.
  • Saiba que MMORPG`s, namoro, parques, festas, etc, é passado. Isto só existe no Ensino Médio e após você ter jubilado se formado.
  • Treine dormir 4 horas por dia, pois você estudará as outras 20 para ficar em 3 dependências (com sorte).

[editar] O Mercado de Trabalho para os Alunos

[editar] Futuro para Engenheiros Eletrônicos

20 em cada 10 cefetianos de Eletrônica, trabalham na Siemens, os outros 10 trabalham como bolsistas na própria instituição, muitas vezes na área do próprio curso, carregando garrafas de café quentinho até seus respectivos setores na metade do seu turno, e na outra metade, jogando truco no Dap Gecel. Caso os estudantes tenham rendimento acadêmico comparável ao do legendário Yves, podem trabalhar no LASCA e viver às custas da Petrobras durante o curso.

[editar] Futuro para Engenheiros Elétricos Eletricistas

5 de cada 20 engenheiros elétricos trabalharão na COPEL, onde ficarão na vagabundisse sendo sustentados pelo povão. Os outros 15 ainda estarão fazendo eletromagnetismo.

O futuro dos Engenheiros Eletricistas..... Projetar circuitos gambiarrados

[editar] Futuro para Engenheiros Mecânicos

De cada turma de 44 alunos que estudam Engenharia Mecância, 20 trabalham na Robert Bosch, 20 trabalham na Sueca Volvo (diga-se de passagem, lotada de loiras suecas de biquíni desfilando entre os vários prédios espalhados pela empresa, não é à toa que foi considerada pela Revista Exame Final como a melhor empresa para se "trabalhar"), e 4 só estudam e irão se formar em quatro anos e meio e nunca leram Revista Exame Final.

[editar] Futuro para Licenciados em Física, Licenciados em Matemática

2 dos 44 alunos vão estar dando aulas em faculdades ou em cursinhos que pagam bem, 8 deles estarão dando aula para o Ensino Médio enquanto se arrependem de ter sofrido tanto quando um engenheiro, nos cálculos e físicas para ganhar menos da metade do salário deles e trabalhar 3 vezes mais...

[editar] Futuro para Egenheiros de Computação

35 dos 44 alunos vão desistir (sendo 15 em Programação 1 e Programação 2 e os outros 20 em Circuitos 1), destes 9 restantes, 3 vão trabalhar com programação de microcontroladores, 3 vão trabalhar desenvolvendo o sistema de controle de estoque da padaria do seu João, 2 vão dar aulas e só um vai ter um futuro legal trabalhando na IBM desenvolvendo hardware ou trabalhando em desenvolvimento de algum software decente.

[editar] Futuro para Arquitetos

Metade da sala irá se assumir homossexual e a outra metade, é mulher.

[editar] Futuro para alunos de TSI

Dos 44 alunos, 20 vão largar, 10 vão estar fazendo Algorítimos 2 e Programação 2 pela 6ª vez. Destes alunos, um estará na gerência de uma grande empresa e outro estará desenvolvendo um software de nome. O restante estará desenvolvendo sistema de controle de estoque da padaria do seu João.

[editar] Futuro para alunos de Design de Moda

Dos 44 alunos, 39 ficarão de DP na matéria de Estatística, 30 em Gestão de QUALQUER coisa, 15 em qualquer matéria que possua ambiental ou sustentável no nome, 20 não fazem ideia como fazer um boneco de palito e 2 se assumirão homossexuais (os únicos "homens" da turma). Apenas dois conseguirão estágio realmente bom na área, e com toda a certeza, você não será um deles! O restante ficará trabalhando na área de produção, leia-se costura, e tendo experiencias lésbicas, alegando estar na universidade e com falta de homens.

[editar] Professores

[editar] Perfil dos Professores

Um dos professores mais gente boa da instituição

Ninguém fala sobre os professores da UTFPR. Acredita-se que eles sejam Spawns, enviados por Malebólgia para transformar a Terra no 24°Círculo do Inferno. As investigações de ligações do corpo docente com a Santa Inquisição foram abandonadas após o desaparecimento de 19 estudantes e 300 quilos de lenha sob circunstâncias até hoje misteriosas. Os familiares dos alunos não quiseram se pronunciar. Especulações e fontes não-oficiais vazaram que Morte, Guerra, Peste e Fome, além de Vingador, Tiamat, Mum-Ra, Escamoso, Aquático e Simiano estariam infiltrados entre os professsores da UTFPR. Não se deve mexer com riaturas capazes de manipular funções, vetores e calculadoras HP 50G.

Nunca pergunte pela nota da prova dada por eles, é mais fácil você receber um envelope com alguns milhares de dólares do que descobrir que nota você tirou na prova. Essa é uma tática para destruir a autoestima dos alunos cefetianos e neles implantar medo e a semente da DP.

[editar] Salário dos Professores

O salário dos professores varia, e muito, de acordo com o departamento onde eles trabalham.

  • Se eles forem do DAMAT (Departamento Maquiavélico Altamente Tenebroso), DAINF (Departamento Administrativo do Inferno), DAELT, DAELN, DAFIS ou DAMEC, eles ganham de acordo com a fórmula : 5000 Reais + VT + VA + 1000 Reais por aluno reprovado no último semestre (isso explica a taxa de reprovação em matérias como Cálculo, Programação, Circuitos, etc.
  • Outros Departamentos : 2000 Reais + VT + VA

[editar] Bebida dos Professores - Sangre Del Aluño

Sangre del Aluno.jpg

Bebida Predileta dos professores - Sangre Del Aluño, muito apreciado nas épocas de provas e trabalhos finais. Quanto menos o aluno reprovou, melhor a safra e maior é o trabalho dos professores para conseguir suas preciosas gotas.

Livro mais adotado pelos professores na matéria de banco de dados.
A prova mais fácil de Arquitetura de Computadores já feita. Estimula-se que 20% dos NERDS conseguiram nota superior a 4

[editar] Cursos

[editar] Administração

Começando há pouco. Ainda não cabe avaliação. Todavia, sabe-se que consiste em um reduto de alunos (e outros seres) que não sabiam o que fazer da vida e viram que sua nota do Enem se encaixava perfeitamente para a aprovação.

[editar] Arquitetura e Urbanismo

Também começando há pouco. Notável pela grande quantidade de gatinhas e viados, todos zumbis por ficarem virando noites projetando imensas casas na praia ou edifícios de concepção modernista. Os alunos deste curso também são os professores, devido ao fato de que a maioria dos professores não sabe preparar uma aula ou ministrá-la e mandam os alunos apresentarem seminários durante todo o semestre.

[editar] Engenharia Industrial Mecânica

  • Engenharia Industrial Mecânica: Devido ao alto grau de periculosidade deste grupo, os alunos da Mecânica não estão autorizados a saírem do CEFÉTE nos finais de semana e feriados. Para ocupá-los durante este tempo, eles constróem carros, barcos, aviões, robôs, entre outras coisas que não funcionam. Se algum dia você ouvir o aluno de mecânica falar que vai puxar ferro, quer dizer que ele foi fazer um ensaio de tração. Normalmante, passam o dia todo na instituição, seus maiores passatempos é ficar no DCE.

Nunca deseje um feliz dia dos pais para nenhum Professor! O segundo domingo de agosto é o dia mais confuso de todos Eles.

  • Lema da Engenharia Mecânica: "Time que não vai para final não é campeão!"

Cquote1.png Ora, ora, ora...Este ser esta fora dessa realidade. Cquote2.png
Prof. de calculo I sobre Você

Cquote1.png Vamo pro bar!- sempre entre amigos e nunca acompanhados com uma fêmea, sexo feminino para os intimos. Cquote2.png
Aluno Eng. Mecânica sobre a mesma final

Cquote1.png Hoje tem trote!- normalmente a comemoração mais esperada do inicio do semestre letivo, isto porque nunca durante seis meses há tantos coecas reunidos e suando em um lugar só. E esses mesmos "veteranos" adoram pagar cerveja para as duas alunas de radiologia, que normamente estão lá apenas para explora-los mesmo e não para serem pegas. Cquote2.png
Aluno Eng. Mecânica sobre a festa peferida

[editar] Engenharia Industrial de Controle e Automação

  • Engenharia de Controle e Automação: com apenas 2 materias de diferença com relação a eng. elétrica, se dizem mais fodas são mais fodas e nunca aceitariam tal comparação, o único curso até hoje que conseguiu manter o mesmo modelo de mochila, entre todos os AUTOMATICOS(codinome pelo qual gostam de ser conhecidos codinome que ninguem usa e ninguém nunca ouviu falar, então desconsidere)-- Tirando UMA única criatura que pensa ser Tony Stark e fez uma mala com o homem de ferro estampado, deve ser para fazer inveja para a criançada na rua.
  • Hino: BONDE AUTOMÁTICO, BONDE DO TERROR, QUEM MANDA NESSA PORRA É AUTOMAÇÃO, É SIM SENHOR!
  • É o curso com o trote mais foda de toda a engenharia. Pobres calouros!
  • Também é o curso em que você mais vai encontrar estudantes na UTFPR, não que os numeros provem isso, mas com o dia a dia você vai ver que só vê gente com a mochila de automação andando por lá.
  • Pode se dizer que são pessoas normais os mais fodas da UTFPR.
  • O primeiro automático que se tem notícia foi Rocky Balboa que após se formar, resolveu lutar para descontar todo o ódio que sentia pelo DAELT.
  • Existe uma matéria oculta no curso, ofertada somente a alguns, que capacita o dom de dar o PT. O melhor trabalho foi obtido uma vez na arquibancada após 7 rabos de galo.
  • Unico curso a ter uma deusa da beleza como referência entre suas alunas.
  • Curso de engenharia com mais numeros de gatas.
  • Se você chegar no bar do seu Luís (toldo verde na marechal) e pedir um rabo de galo, na verdade voce pedirá um leitinho automático.
  • A dieta de um automático se baseia em cerveja e pinga.
  • Curso em que pode ser encontrado todo tipo de pessoas. Desde motherfuckers, cachaceiros, comedores, atletas corredores, gatas (sim!), até gordos virgens, nerds, viciados em LOL, viciados em Magik ou frequentantes do GECEL.
  • Tirando o texto acima, você nunca mais encontrará referências a esses alunos como "Automáticos".
  • Alunos de automoção possuem como principal característica a sua necessidade de auto-afirmação em sites de comédia na internet. Isto decorre do fato de que ninguém nunca prestou atenção neles na vida.

[editar] Engenharia Industrial Eletrônica

Isto lhe causa pânico?
  • ..Isso é eletrõnica digital ou cartografia?(aluno puto por estar desenvolvendo seu 47º mapa de Karnaugh para resolver um circuito digital)
  • Engenharia eletronica: Ninguém sabe ao certo qual é o comportamento do aluno de eletronica, já que eles sao completamente isolados e ficam em uma área de seguranca máxima denominada " bloco Q" (do Borg: Qvütrhý Bihoztraef, mantenha distancia). Diz a lenda que o processo de isolamento é tao intenso que anos atrás o zelador negro do local, ficou curioso e entrou em um dos laboratórios. Ao ser Abduzido por uma transformada discreta de fourier, ficou louco, branco e hoje faz parte da memória musical do mundo como um ex famoso astro Pop americano.

O hino da Engenharia Eletrônica, se resume a algumas estrofes: "Mulher pra que? Mulher pra que? Se eu tenho HP! Se eu tenho HP!"

[editar] Engenharia Industrial Elétrica - Eletrotécnica

  • Engenharia eletrotécnica: Diferente do primeiro caso, os vagabundos da engenharia eletrotécnica nao saem do cefet para se drogar, se drogam ali mesmo. Apresenta a maior taxa churrascos/semestre da universidade e consequentemente o maior índice de alcoolismo entre os discentes.
  • Atualmente o curso admite também mulheres, mas até recentemente as aulas eram como um navio pirata: só barbudo e canhão.
  • As frases mais ouvidas em dia de prova são: "professor, a prova pode ser a lápis?" e "dá para anular a última questão?". Em dia de aula a frase mais ouvida é "dá para sair às 22h30?"
DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Se você continuar estudando na UTFPR poderá se tornar um solteiro virgem muito rico?

[editar] Engenharia Civil

  • Engenharia civil: Também conhecida como curso superior para pedreiros, é formado por um bando de pseudo-descolados que na verdade são nerds pra cacete, que acham que só pelo fato deles se depilarem e descolorirem o cabelo signifca que eles são surfistas. Andam devagar pra burro e congestionam todos os corredores da universidade com suas discussões sobre qual será o próximo desenho de PinUp a ser colocado na mochila do curso. Em cada turma de engenharia que entra na UTFPR sempre tem apenas 3 mulheres, uma é lésbica, a segunda quer ser, e a última desiste do curso.

Com um número que nunca para de crescer parece praga, a cada 5 calouros, 2 são de engenharia civil e 1 tentou mas a nota não deu. Não é o curso mais dificil, mas com certeza são os que ganharão mais algum dia (sim ALGUM DIA, se formar não é facil).

[editar] Engenharia de Computação

Screenshot de um sonho de um aluno de engenharia de computação

Cquote1.png Uma anta dando aula. Cquote2.png
Alunos falando sobre o professor de mecânica

Cquote1.png Se ela trabalhou na IBM o que está fazendo aqui?. Cquote2.png
Alunos falando sobre a Prof. de Estrutura de Dados II

Cquote1.png Bora joga CS!. Cquote2.png
Calouros

Cquote1.png Eu tentei, Juro que tentei. Cquote2.png
Aluno de E.comp falando sobre integrais

Cquote1.png Peguei exame por um décimo. Cquote2.png
Aluno Eng.de Computação sobre física 1,2,3...

Cquote1.png Bah professor ajuda ae!. Cquote2.png
Aluno Eng.de Computação pedindo nota em GA

  • É o curso com a maior concentração de nerds. Ao contrário do que a maioria das pessoas pensam os estudantes de computação são muito sociáveis. Todos os alunos da engenharia de computação possuem namorada (a maioria no formato mp4, para economizar espaço). Também têm capacidade de manter diálogos com seres humanos. Podem permanecer horas e mais horas conversando sobre Nethack ou... placas de vídeo. Eles também saem e muito de casa(vão para a faculdade 5 dias por semana e para a biblioteca 7 dias por semana)
  • Segundo dados não oficiais, 121% dos estudantes sofrem de Tecnofilia, medo do sexo oposto e aversão a luz solar e fobia social.
Um aluno de engenharia da computação, nas aulas de programação 2.
  • Caso decida fazer engenharia da computação, domine C,C++,C#,Java,Assembly para no mínimo 3 CPU`s e mais outras 5 linguagens e saiba calcular limites e derivadas em Hexa decimal e binário tão rápido quanto um PIC16F84 caso contrário reprovara em Algoritimos, cálculo 1, cálculo 2, cálculo 3, ... ... ...,cálculo 498, fundamentos de programação e sera Jubilado

[editar] Licenciatura em Letras Português-Inglês

  • Licenciatura em Letras Português-Inglês: É o curso mais perseguido do CEFET, quer dizer, UTFPR, simplesmente por não ter matemática na grade. Os alunos desse curso são vistos como criaturas que vivem nas sombras, sendo vistos na instituição só quando saem de sala pra fumar um cigarro. Em sua grande parte, são mal-vestidos e de esquerda. É o curso com mais mulheres em sala, mas isso não faz diferença já que a maioria delas é lésbica ou um gay muito parecido com uma mulher. Se você ver duas meninas se beijando na UTFPR pelo menos uma delas faz letras, se você ver uma menina de Letras beijando um menino é porque ela provavelmente é um menino, e se você ver um menino de Letras beijando um menino, pode ter certeza que o outro faz Design. Além dos alunos serem bizarros, ninguém nunca ter se formado no curso e os departamentos terem um nome propício a sua personalidade DACEX e DALEM, eles insistem em chamar a atenção da Universidade inteira se vestindo de xadrez e sentando no chão como se fossem uma tribo indígena.
  • É o único curso da UTFPR que possui um Movimento Hétero, que conta atualmente com 20 membros, onde 10 deles são enrustidos que ainda não saíram do armário (mais conhecidos como bicha-hétero), e a outra metade acaba se descobrindo no Farofa com Lingüistica (o churras mais colorido da UTFPR).
  • São os únicos estudantes da UTFPR que possuem vida sexual ativa.Estranhamente gostam de se relacionar com os cursos com maior quantidade de nerds como BSI(Bacharelado em Sistemas de Informação).

Cquote1.png Tudo nerd Cquote2.png
Aluno de Letras sobre alunos da faculdade

Cquote1.png Sou hétero, juro! Cquote2.png
Aluno de Letras estigmatizado por ser minoria absoluta

Cquote1.png Ô professor, por que o Twitter não tá abrindo? Cquote2.png
Aluno de Letras sobre aula de Tecnologia e Educação

Cquote1.png Só tem homem nessa porra... :) Cquote2.png
Aluno de Letras sobre a instituição

Cquote1.png Você segue reto até o bloco E que DACEX! Cquote2.png
Aluno de Letras sobre orientação sexual

[editar] Bacharelado em Educação Física

Cquote1.png Nossa tem mulher aqui!! Cquote2.png
Aluno de Mecânica da UTFPR sobre as alunas de Educação Física

Cquote1.png Queria ganhar a Gecel!! Cquote2.png
Aluno de Eletronica da UTFPR sobre os varios titulos de futsal Educação Física

Cquote1.png Truco valendo cerveja Cquote2.png
Aluno de Educação Física da UTFPR desafiando outros alunos no bar

Cquote1.png Adoro eles, tomam banho!! Cquote2.png
Aluna de Radiologia falando dos alunos de Educação Física

Educação Física: O curso de Bacharelado em Educação Física, também conhecido como Ensino Médio de 7 anos, é o mais odiado da UTFPR, tanto pelos engenheiros, técnologos, Ensino Técnico Integrado, inspetores, professores, diretores, e todo qualquer tipo de ser vivo que perambule pelo CEFET..é..UTFPR, isso deve-se ao simples fato de em quanto todo o resto tem que se matar de estudar e eles não passarem de um bando de vagabundos que vivem enfiados na quadra sem fazer merda nenhuma da vida, comendo barras de cereal sabor banana. Sequer sabem fazer uma conta de mais sem precisar de uma calculadora. Sem falar que devido ao SISU, como o curso não é concorrido, qualquer mula escrota que tenha escrito o nome no ENEM consegue entrar! Os estudantes de Educação Física começam a estagiar remuneradamente no primeiro período, sabem apresentar trabalhos na frente de toda a sala, assim como se relacionar com professores, que sendo na UTFPR é um milagre... Se formam com coeficientes relativamente altos devido a ----inutilidade---- facilidade do curso.

[editar] Bacharelado em Química Tecnológica com Ênfase Ambiental e Licenciatura em Química

Cquote1.png Você quis dizer Química Ambiental Cquote2.png
Google sobre Bacharelado em Química Tecnológica com Ênfase Ambiental e Licenciatura em Química

Cquote1.png Você quis dizer Processos Ambientais Cquote2.png
Google sobre Bacharelado em Química Tecnológica com Ênfase Ambiental e Licenciatura em Química

Cquote1.png Você quis dizer Engenharia Química Cquote2.png
Qualquer pessoa que acha que só existe engenharias na UTFPR

Cquote1.png Ahhh!! Aquele curso que conseguiu criar mais modelos de malas diferentes do que a gente Cquote2.png
Aluno de Design da UTFPR sobre as malas de Química

Cquote1.png Tentei Medicina Cquote2.png
Calouro de Química sobre o que tentou na UFPR

Cquote1.png Tentei Eng. Química Cquote2.png
Calouro Química sobre o que tentou na UFPR

Cquote1.png Tentei Biotecnologia Cquote2.png
Calouro Química sobre o que tentou na UFPR

Cquote1.png Quantas horas-aula você está fazendo esse semestre? 47 Cquote2.png
Aluno de Química sobre o seu horário

Cquote1.png Subalternos da ciência... Cquote2.png
Aluno de Química sobre engenheiros

Cquote1.png Vocês são idiotas ou o que? Cquote2.png
Aluno de Química sobre o os engenheiros num e-mail misterioso

Em boa parte dos casos, os alunos desse curso o fazem pelo fato de não terem passado no vestibular da UFPR, para o qual geralmente prestaram Medicina, Engenharia Química, Engenharia de Bioprocessos e Biotecnologia e Farmácia (outros cursos também); assim acabam tentando Química na UTFPR por ser uma área mais correlata (ou não), acabam passando e cursando (geralmente um semestre). É o curso mais simples da universidade, os alunos tem muito tempo livre por isso acabam surgindo vários modelos de mochilas. Quando não estão em suas salas fingindo que estudam, podem ser facilmente encontrados em laboratórios sintetizando "produtos", no Mac Nill's agora Papitos ou em algum lugar próximo a UTFPR, comendo ou bebendo.

[editar] Tecnologia em Processos Ambientais

Cquote1.png Eu faço Processos Ambientais, na UTFPR, sabe? Tá, então sabe a Química Ambiental, no CEFET?? Há, é esse mesmo! Cquote2.png
Aluno de Processos Ambientais traduzindo Tecnologia em Processos Ambientais

Cquote1.png Deu coliformes fecais na água do CEFET de novo... melhor não espalhar Cquote2.png
Aluno de Processos Ambientais na aula de Contaminantes Ambientais

  • Na grade curricular há tudo que você imaginar ´ambiental´, estilo cálculo ambiental, física ambiental, termodinâmica ambiental. Uma parte dos alunos é aprovada no concurso da Petrobrás (não é mais preciso processar), outros vão para o projeto Rondon - afinal é de graça, ganham comida e sua primeira viagem de avião, apesar do risco de serem sequestrados por fazendeiros do Pará ou índios do Amazonas. Há alguns alunos mais nerds interessados que trabalham no laboratório de pesquisa e vão ficar ricos com o biodiesel. Em última hipótese, se nada der certo você vira hippie entra para o Greenpeace e salva as baleias, e quem sabe se torne milionário reconhecido como o Al Gore . É um dos raros cursos que possui mulheres bonitas na UTFPR. Sempre reclamam da falta de homens, contudo se satisfazem com os veteranos do próprio curso. Não há casos conhecidos de envolvimento entre mulheres de processos ambientais e engenheiros da utfpr.

[editar] Tecnologia em Sistemas para Internet

Cquote1.png java.lang.AdivinheQueFoiDessaVezException() Cquote2.png
Java sobre Tecnologia em Sistemas para Internet

Cquote1.png Você quis dizer Tecnologia em Sistemas Distribuídos Cquote2.png
Google sobre Tecnologia em Sistemas para Internet

Cquote1.png Você quis dizer Tecnologia em Informática Cquote2.png
Google sobre Tecnologia em Sistemas Distribuídos

Cquote1.png Hmm ... Cquote2.png
Amigo do seu pai sobre Tecnologia em Sistemas para Internet

Cquote1.png É que faz site, né? Cquote2.png
Sua tia sobre Tecnologia em Sistemas para Internet

Cquote1.png Pô, preciso ver meu e-mail. Cquote2.png
Aluno sobre aula de Cálculo

Cquote1.png Não tira o comentario do código senão ele não roda!!! Cquote2.png
Veterano sobre TCC

Cquote1.png Sabe algum proxy pra acessar o orkut? Cquote2.png
Calouro perguntando para nerd da turma

Cquote1.png A bomba tah na B2!!! a Bomba tah na B2... desarma lá!!! Cquote2.png
Veterano jogando CS durante aula de laboratório

Cquote1.png Professor, em qual dos setenta e dois milhões, trezentos e sessenta e nove mil, oitocentos e quarenta e cinco Moodle's está sua matéria? Cquote2.png
Aluno sobre a ótima organização do sistema Moodle do DAINF

O curso de SPI(Sistemas para Internados Internet). Oferece três certificações específicas para quem tem disponibilidade (ou esperanças) de completar o curso:

[0] Gerente de Tíbia;
[1] Analista COBOL;
[2] Nerds Senior;
[3] Estagiário profissional;

[editar] Bacharelado em Sistemas de informação

Cquote1.png Segmentation fault Cquote2.png
Linux sobre aulas de estrutura de dados

Cquote1.png Este programa executou uma operação ilegal e necessita ser fechado Cquote2.png
Windows sobre aulas de estrutura de dados

Cquote1.png java.lang.nullpointerexception Cquote2.png
Java sobre aulas de programação 2

Cquote1.png Tomara que consiga ser um bom anarquista analista de sistemas. Cquote2.png
Calouro sobre sistemas de informação

Cquote1.png Isso se não for jubilado. Cquote2.png
Professor gente boa que reprova 101% da turma sobre citação acima

Cquote1.png Não acredito que tenha uma mulher neste curso. Cquote2.png
Estudante de ciências da computação sobre sistemas de informação

Cquote1.png É o ENEM!. Cquote2.png
Veterano sobre a afirmação acima.

Cquote1.png Afff, o curso de vocês é bem fácil, vocês não duram nem um mês em ciências da computação. Cquote2.png
Estudante de ciências da computação cheio de inveja depois de perceber que tem mulheres em sistemas de informação. sobre sistemas de informação



Típico nerd estudante de sistemas de desinformação...

Sistemas de Informação é um curso adorado por programadores Delphi, Visual Basic e jogadores de Counter-Strike, este curso dita as bases do desenvolvimento de software para controle de estoque da padaria do Seu João aliado a grandes ensinamentos da Administração, que resume a fazer slides sobre assuntos copiados da Wikipédia e participar de Seminários sobre algum tema escroto.

O curso tem a maior taxa de mulheres/nerds do curso, cerca de 1:33. E as que tem não vão dar pra você, a não seja que você seja o programador master do curso e consiga um emprego decente, afinal, mulher gosta é mesmo de dinheiro.

Odiado por alunos de Ciência da Computação, pois sabem que ralar muito mais em tal curso não trará retorno financeiro no Brasil, uma vez que todos ao sairem terão o mesmo fim, Analista-Desenvolvedor, vulgo burro de carga.

Também odiado por alunos de Ciência da Computação por que temos uma coisa chamada mulher, que, está em falta por onde eles andam.

Alunos de Sistemas de informação acreditam que criar um profile escrito Female no second life / tibia / wow / the sims / Club da Barbie conta como mulheres no curso.BCC tem certeza.(Leia Female não SheMale....)

Com o processo de seleção mudado para o ENEM, muitos alunos entram no curso achando que vai aprender a formatar máquinas, descobrir cheats no CS e afins, mal sabendo que passará o resto da sua vida na frente de um computador focado no mundo virtual.

Mas com isso, a taxa de litros de cerveja/pessoa é a mais alta do cefetão, chega até a sobrar cerveja nos trotes. Sobra cerveja e falta raxadas. Pense bem antes de entrar no curso, senão será taxado como calouro Dynavision ou calouro Playstation


Um aluno de sistemas de informação recém formado.

Os alunos mais nerds do curso prefeririam estar em engenharia da computação ou ciências da computação, pois odeiam gestão.

[editar] Tecnologia em Mecatrônica Industrial

Cquote1.png Meca...O que?!? Cquote2.png
Sua tia surpresa com o nome do seu curso na no CEFET UTFPR

Cquote1.png Em qual map vamos jogar agora? Cquote2.png
Aluno com uma duvida importantíssima na aula de sistemas microprocessados

Cquote1.png Nós vamos fazer os transformers??? Cquote2.png
Calouro nerd sobre o curso
Tecnologia em Mecatrônica Industrial: o curso possui uma área de atuação muito ampla. Sendo assim, o tecnólogo advindo do curso poderá projetar desde estruturas mecanicas complexas, como aquelas feitas em LEGO, como também aqueles sistemas eletrônicos mais úteis possíveis, como o "Notebook Infantil Xuxa Trilingüe com 44 atividades", trazendo comodidade e conforto ao nosso dia-a-dia. Contudo, geralmente nos projetos integradores, que visam a união do conhecimento obtido no curso entre a eletrônica e mecânica, constrói-se autoramas super modernos e inteligentes com o incrível sistema de fricção implementados nos carrinhos (sim seu avô já brincou com isso).

Abaixo é mostrado o grito de guerra do curso, no maior estilo Ronald McDonald e sua fazenda:

"A mecatrônica é foda pra caralho, ia, ia, ô!"

DramaticQuestionMark.png
Você sabia que...
  • ...Nove a cada dez estágiarios da UTFPR são do CTCOM, por isso o fato de ser o curso com as maiores ofertas de emprego no mercado.

[editar] Tecnologia em Comunicação Institucional

Cquote1.png Você quis dizer: Vagabundo Cquote2.png
Google sobre Comunicação Institucional

Cquote1.png O que é Comunicação Institucional? Cquote2.png
Calouro quando entra no curso de comunicação institucional

Cquote1.png Tem emprego na área? Cquote2.png
Calouro logo após perguntar o que é comunicação institucional

Cquote1.png Reprovei no Zama Cquote2.png
Qualquer Aluno de comunicação institucional

Cquote1.png Vou ser Lobista Cquote2.png
Aluno de Comunicação Institucional quando perguntado o que fará quando se formar

Cquote1.png SUA MENSALIDADE, VOMITO NA GALERA! Cquote2.png
Torcida de Comunicação Institucional no JUCS

Cquote1.png Quando será o Comunicabeach? Cquote2.png
Aluno do CTCOM voltando do JUCS


Índio, um dos maiores comunicadores institucionais que já existiu.

O Curso Superior de Tecnologia em Comunicação Institucional, conhecido também como CTCOM, nasceu por causa das necessidades capitalistas de obter um profissional que fosse jornalista, relações públicas e publicitário ao mesmo tempo. Para não deixar a nerdisse dos engenheiros para trás, toda sexta-feira de noite, os alunos do CTCOM se divertem na famosa Lan do Tio Nei jogando CS.


A Fonte da Juventude


[editar] Técnico-Integrado em Mecânica

Cquote1.png Eu devia ter feito segurança Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica sobre seu curso

Cquote1.png Eu devia ter feito gestão Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica sobre seu curso

Cquote1.png Eu devia ter feito eletrônica Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica prestes a ser queimado vivo por seus colegas de classe

Cquote1.png Eletrônica fede! Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica sobre a sala N-107

Cquote1.png Não, de novo não... Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica ao saber que reprovou pela 84ª vez em desenho técnico

Cquote1.png Seu colega deixou um "recado" na porta do banheiro masculino Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica sobre calouro de gestão

Cquote1.png São viados Cquote2.png
Aluno do TI Mecânica sobre "alunos" de segurança e gestão

O curso Técnico em Mecânica, que apesar de ser de nível médio, é mais difícil do que Educação Física e Letras.

Os alunos do curso são muito refinados no que diz respeito à cultura, em sua maioria ouvem Metallica, Iron Maiden e AC/DC, além de serem apreciadores de hentais.

Grandes nerds por natureza, os alunos do curso técnico em mecânica, que desde cedo aprendem a conviver na escassez de fêmeas, afirmam que as representantes do sexo feminino no curso (cerca de 3 por turma) são, na verdade, seres criados em laboratório.

Muitos alunos do curso possuem um ego muito elevado, mas, quando são submetidos a sistemas de equações de duas variáveis, não sabem porra alguma (o que é válido para qualquer curso técnico da instituição). Gostam de se exibir com as malas do curso por aí, mas a principal diferença entre o curso técnico integrado em mecânica e o ensino médio convencional é a ênfase em consulta de tabelas e ábacos.

Porém, nem tudo é só alegria. As aulas das disciplinas de materiais também são conhecidas pelas torturas em série na máquina de ensaios destrutivos de US$ 300.000,00 do GrMat, através da qual tentam fazer crianças de 15 anos aprenderem conceitos absurdamente abstratos sobre ruptura de metais.

[editar] Técnico-Integrado em Segurança do Trabalho

É o curso técnico com mais aulas semanais no tão tão distante campus Ecoville, sendo que dos 6 dias de aula da semana em 3 os alunos de segurança têm aula lá,ao contrário dos outros cursos técnicos, que só vão ao Ecoville 1 vez por semana, para ter aulas de química e biologia os alunos de segurança também têm todas as matérias técnicas lá, talvez isso aconteça para deixa as alunas de segurança, que são praticamente 80% dos alunos do curso, longe dos nerds de mecânica e eletrônica, no entanto é muito comum eles conseguirem namorar com meninas de segurança, que normalmente são muito bonitas e não muito boas em exatas. Alem disso, geralmente 10% dos meninos da turma sao bonitinhos e tem alguma chances com meninas de outros cursos, mas só ficam vagando na arquiba e jogando bola As matérias técnicas são praticamente todas teóricas e muito chatas, principalmente Direito, quando os alunos têm sorte pegam algum professor que torna alguma matéria interessante, os alunos, quer dizer alunas, pois quase não há meninos no curso, são diariamente desmotivados a continuarem o curso por parte de seus professores que alegam que empresários não vão contrata alunos de 15 anos para estagiar e mesmo quando eles estiverem 20 não serão contratados, pois não terão experiência suficiente para trabalharem na área e as pessoas mais velhas não aceitaram correções deles, logo alunos de segurança só eão na UTFPR para dizerem, aos amiguinhos no Bom Jeus, que seu ensino médio é o melhor do Paraná ou porque foram obrigados pelos pais a passar na prova (é o que acontece em boa parte dos casos) visto que a maioria dos pais estudaram no antigo CEFET-PR. o último concurso para técnico-integrado em segurança do trabalho aconteceu em 2012 e pelo menos em Curitiba não há mais concurso nem em Gestão que acabou em 2011, nem em Segurança, mas bons observadores percebem as alunas das ultimas turmas desses cursos exalando beleza no Campus Curitiba.

[editar] Técnico-Integrado em Gestão de Pequenas e Médias Empresas

Curso escolhido por pessoas que não gostam de mecânica e eletrônica ou acham que não passariam, a maioria dos alunos são meninas ou meninos meio afeminados, os professores do DACOC (Departamento de construção civil) da UTFPR, não querem dar aula para esses mimadinho mal educados que são acham muito inteligentes, logo o curso está em extinção, não abre mais concurso para entrada estamos apenas esperando os últimos mimadinhos se formarem.

[editar] Técnico-Integrado em Eletrônica

Cquote1.png Você quis dizer: Por fogo em lápis Cquote2.png
Google sobre eletrônica
Cquote1.png Até que tem algumas gostosas Cquote2.png
Tarado Calouro do TI Mecânica sobre calouras do curso de eletrônica
Cquote1.png Depois que você desembaça o para-brisa, tudo fica claro Cquote2.png
Barbalho sobre suco Milagroso saudável
Cquote1.png 5 pila por mês? acho que vou virar prof. de Ed. Física! Cquote2.png
Veterano do TI Eletrônica sobre professores anencéfalos de educação física

É um curso onde pequenos nerds com mentes não tão favorecidas quando o assunto é tecnologia aprendem atos semi-terroristas para aterrorizar seus pais em projetos para as férias. Com equipamentos semi-satânicos comprados na rua dos barzinhos (vide Jorge, o homem que sua à 20 litros/s), conseguem explodir quase qualquer coisa com transformadores caseiros e amplificadores vagabundos.

Logo no início do curso, tomarão uma surra de pica suada com as seguintes matérias: Eletricidade 2 e Análise de Circuitos 2 (que apesar da dificuldade, não serve para porra nenhuma)

Boa parte da sala nem sabe o quê está fazendo ali, só sabe que vai precisar de 25 horas por dia e uma HP 50G para arrumar suas dependências com o Nilson e o Barbalho.

[editar] Licenciatura em física

Cquote1.png Você quis dizer: Alunos sem nota no enem para engenharia Cquote2.png
Google sobre Licenciatura em física
Cquote1.png Você quis dizer: Inferno na Terra. Cquote2.png
Google sobre Licenciatura em física
Cquote1.png Que Loucura... Cquote2.png
Caetano Veloso sobre Licenciatura em Física




Licenciatura em física é um curso escolhido em segundo plano por alunos que não obtiveram nota para entrar em uma engenharia e um ou outro idiota que quer ser professor. Os alunos desse curso geralmente, dão muito valor a sua própria vaga(é uma ótima oportunidade de fazer grupos de estudos para o enem e tentar entrar em uma engenharia.

[editar] Tecnólogo em Design de Moda

É o curso com maior concentração de mulheres em toda UTFPR. Pseudo descoladas, se sentem no SPFW, quando na verdade só estão magras porque ninguém da republica sabe cozinhar e o campus não tem R.U.. Professoras que mais parecem a Barbie, gastam mais tempo se maquiando e produzindo do que preparando a aula, o que faz muitas alunas pensarem: "Por que não fui pro Santa Marcelina?" Bem minha cara, ajoelhou tem que chupar tem que rezar, agora vai se espetar muito nos alfinetes e xingar os laboratórios de costura, porque pra sair vai penar! Boa sorte pra você que pensou que não teria matemática aqui!

[editar] CAMPUS Curitiba

O Campus Curitiba, bem localizado entre os importantes shoppings da cidade (Shopping Curitiba, Estação e Shopping 7) oferece os cursos de graduação em truco e pebolin. A coordenação dos cursos, sempre preocupada com o aprendizado dos alunos, considera (e faz os professores considerarem) que todo aluno está dedicado 100% a seus estudos (afinal, ninguém precisa trabalhar mesmo enquanto estuda). O Campus Curitiba é bem servido de restaurantes, principalmente o Álvaro e os restaurantes higiênicos do Shopping 7 (nos quais os ratos comem e caem doentes).

Infraestrutura é um dos pontos fortes da instituição. Cataratas do Bloco Que em um dia de chuva.

[editar] Infraestrutura

O campus Curitiba dispõe de salas totalmente confortáveis, sendo um inferno no verão e um gelo no inverno, tendo ainda carteiras e cadeiras anatômicas (só tome cuidado para não se espetar nas ferpas ou pegar tétano nos pregos soltos).

Com material multimídia super moderno como retroprojetores e vídeo cassetes (como uma Universidade Tecnológica merece), os departamentos proporcionam assim aulas super empolgantes e ilustrativas.

As construções também são um ponto forte no campus, com blocos bem projetados e sem falhas, apresentando até mesmo paisagens tropicais, como as cataratas do bloco Q, na figura ao lado. Além disso o bloco E foi projetado com uma visão futurística pelo antigos projetistas do Campus Curitiba, pensando em uma sociedade futura que possuiria um alto índice de obesidade mórbida criou-se a rampa do bloco E que possui 3 km de extensão até o seu final fazendo com que os alunos do Campus Curitiba tenham um alto condicionamento físico comparado com outros engenheiros de outras instituições, além disso foi feito um elevador no qual foi pensado na dificuldades dos deficientes físicos, mas a máfia apoderou-se dele, ou seja, você nunca irá subir de elevador a não ser acompanhado pela máfia.

[editar] LABORATÓRIOS

O CEFET, digo, a UTFPR possui muitos laboratórios onde jovens ultra-nerds branquelos devidamente japoneses e usuários de óculos desenvolvem armas químicas, bombas-relógios, carros baratos, braços mecânicos, robôs falantes, softwares de última geração, móveis com garrafas PETs, desenhos em proporções áureas, enfim, um monte de coisa que até VOCÊ faria se não gostasse de viver. A seguir alguns exemplos:

[editar] LASCA

O LASCA (ou Alasca) é um dos pontos mais altos do campus Curitiba da UTFPR, situando-se a cerca de 3000 metros acima do nível do mar, no bloco C. O ALASCA tem como principais atividades a captura e sequestro de nerds da Engenharia que tenham coeficiente de redimento próximo a 150%. Os ultra-nerds desenvolvem projetos para a Petrobras e são remunerados com bolsas-auxílio tipicamente maiores do que os salários que a Siemens do Brasil paga para seus engenheiros sêniores. Relatos anônimos recentes apontam a existência de mulheres no ALASCA, mas a hipótese ainda não foi comprovada.

O LASCA é conhecido por ser o laboratório com a melhor bolsa, seus estagiários chegam a ganhar cerca de 1000 2500 5000 reais mensais por semana e competem entre sí até a morte. A bolsa Lascciana é composta pelas bolsas: ANP, CNPQ, Bolsa Projeto, Bolsa Escola,Bolsa dízimo, Bolsa Famíla, Vale gás, desconto no X-Montanha, bônus do Victória Villa, Tele-Senas entre outros.

O único problema de se trabalhar no LASCA é ter o assombroso Homem das Neves como chefe.

[editar] TIDEP

O TIDEP é um laboratório totalmente livre, com softwares livres, estagiários livres, computadores livres, postos de trabalho livres, livros livres, livres livres.

[editar] CENTROS ACADÊMICOS, DIRETÓRIOS, GRÊMIOS E TODA ESSA COISARADA

[editar] Grêmio Estudantil Cesar Lattes (GECEL)

O paraíso dos vagabundos e desocupados, o GECEL é considerado por muitos uma instituição autônoma livre da jurisdição do resto da Universidade. O grêmio oferece sofás, mesas e cadeiras (além de outros objetos que podem ser usados com os mesmos fins, como latas de lixo e televisões), que são apreciados tanto pelos alunos quanto pelas traças e cupins. Oferece também empréstimos de baralhos ecológicos (em cada carta há um verdadeiro ecossistema de fungos e bactérias), bolas (que geralmente possuem diversas formas, salvo a esférica) e até mesmo um Super Nintendo, que alegra os dias de muitos com os clássicos Mortal Kombat 3 e Super Mario Wolrd.

Próxima aquisição da administração do Gecel

Não existe mais a cantina (com alimentos bem mais baratos e gordurosos que os da cantina real), um Xerox (em que os funcionários estão sempre de bem com a vida, escutando suas músicas maneiras), e o "canto da soneca" foi extinto, onde era o único lugar ocupado 24 horas por dia na UTFPR, onde os alunos podem relaxar sozinhos ou acompanhados, em silêncio ou assistindo TV (a cabo). Uma pena que o GECEL esteja se deteriorando e perdendo espaço.

[editar] Diretório Central dos Estudantes (DCE)

Cquote1.png O quê? O GECEL? Cquote2.png
Aluno da UTFPR sobre o DCE

O DCE, além de tudo o que já foi dito sobre o GECEL, é gerido pelos alunos que sobram, geralmente os únicos alunos da universidade que não conseguiram estágio, e gastam toda a verba que arrecadam no ano com bebida pra galera que não é nerd e que vai nos trotes dos calouros (ou seja, uns 10 alunos).


[editar] Centro Acadêmico de Engenharia Civil (CAEC)

O Centro Acadêmico de Civil atualmente se resume à Semana Acadêmica que, aliás, já aconteceu. Só semestre que vem...

O patrimonio de CAEPC se resumia a um carimbo e uma bola de futebol, mas por falta de uso a bola foi extraviada, sobrou apenas o carimbo.

[editar] Diretório Acadêmico de Engenharia de Controle e Automação e Elétrica (DAACEL)

Atualmente se resume a um punhado de estudantes com ideias mirabolantes e um plano para conquistar o Mundo. Faziam também os MUITOS famosos "Eletrochurras" que eram sem duvidas os melhores que essa faculdade já viu. Agora não fazem mais por motivos políticos.Também é responsável pelo alto indice de alcoolismo do CEFETAO, visto que possui o melhor trote.

[editar] Centro Acadêmico de Engenharia Eletrônica (CAELN - projeto)

O Centro Acadêmico de Eletrônica atualmente se resume na venda de adesivos, camisetas, canecos. Porém foi o único Centro Acadêmico que fez uma Semana Acadêmica que pode ser dita "decente" na UTFPR.

[editar] Centro Acadêmico de Engenharia Mecânica (CAEM)

O Centro Acadêmico de Mecânica atualmente é o responsável pela melhor festa de recepção dos calouros (homem suado grudado em homem suado) tendo consumido 100 grades de cerveja, em comemoração ao centenário do CEFET, no inverno de 2009. Em 2010 estabeleceu o recorde de 121 grades de cerveja, só para mostrar que podia. O CAEM também é responsável pela festa/orgia de maior sucesso do CEFET, a famigerada Linguiçada!

Sua sede física é uma pastinha, normalmente tudo o que há na mochila de quem a carrega. O patrimônio do CAEM é formado por pulseirinhas roxas que sobraram dos trotes, a pastinha e capacetes de pedreiro que foram adquiridos facilmente vencendo o concurso de pontes de palitos da Semana Acadêmica de Engenharia de Produção Civil, promovida pelo CAEPC.

[editar] Centro Acadêmico de Engenharia de Computação (CAEC)

O Centro Acadêmico de Engenharia de Computação está atualmente situado na ilha de Rookgaard em Tibia. É um dos centros mais ativos, promove constantes eventos como Hunt's, combates PvP's, e treinos de Skills.

[editar] Centro Acadêmico de Comunicação Institucional (CACI)

O CÁCI ou CACÍ atualmente se resume ao CHURRASCOM, churrasco de comunicação, feito no ínicio de cada semestre para agradar os calouros (e tirar dinheiro deles). Não possui nenhuma sala. Reza a lenda que uma vez sua sede foi uma gaveta na sala de estágio do Kovalsyki. Seus patrimônios são um megafone que demorou 5 anos para ser comprado e um bandeirão sujo e rasgado.

[editar] Centro Acadêmico de Design (CADUT)

O Centro Acadêmico de Design atualmente se resume a um mural e a uma estante - que é chamada de "sede física". O único centro acadêmico que trabalha nessa merda. Por quê? TROTUT, churras de bacharel, festas do gráfico, Designcarne, "reuniões" semanais, Algures, Megafônicas, Café com Design... Afinal, designers não conseguem tomar 100 grades de cerveja em um trote e por isso inventam todas essas boiolagens.

[editar] Centro Acadêmico de Letras (CALET)

O Centro Acadêmico de Letras se resume a brigas pessoais.

[editar] Centro Acadêmico de Processos Ambientais (CAPA)

Este é o centro academico de processos ambientais (CAPA) que era o antigo Centro acadêmico de Química Ambiental (CAQA) e que não mudou de nome quando mudou o nome do curso, mas que mudou depois porque tinha que honrar o nome. É a CAQA que virou CAPA, uma confusão que é melhor não se meter pois CAQA e CAPA não são coisas agradáveis

[editar] Assesoria de Tecnologia da Informação (AINFO-CT)

Bugam o sistema de internet e intranet toda hora (e dizem que arrumaram). Também são os donos do servidor tibiano da universidade.

[editar] Matérias (im)possíveis

Como em qualquer faculdade pública, onde muitos Professorres ganham um adicional no Salário por aluno reprovado, a utfpr também possui matérias que quase ninguém se não um ou outro Dark Nerd supremo passa.

[editar] Cálculo 1, cálculo 2, cálculo 3, (....), cálculo 500π

Cquote1.png Eu tentei, Juro que tentei. Cquote2.png
Aluno de E.comp falando sobre integrais


Uma típica prova de cálculo
Como resolver limites.

Matéria que existe em todos os cursos, com exceção dos subcursos de design, Letras e educação física e de tanta reprovação, existem mais turmas para reprovados, do que turmas regulares.

[editar] Física 1, Física 2, Física 3, (....), Física 500π

Matéria tão chata quanto cálculo e reprova tanto quanto, só que ao contrário de cálculo, não tem professor para essa matéria, o que faz existir poucas turmas.

[editar] Oficinas de integração 1, 2 e 3

Disciplina onde os Nerds que fazem engenharia da computação, tem de programar um IDE melhor que o visual studio, projetar um computador quântico ou criar uma API gráfica melhor que o Direct X.

[editar] Metodologia da Pesquisa em BSI

Cquote1.pngVocê quis dizer: Piratologia?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.png Eu tentei, Juro que tentei. Cquote2.png
Aluno de BSI falando sobre LaTeX
Cquote1.png Eu tentei, Juro que tentei. Cquote2.png
Aluno de BSI falando sobre ler mais de 8000 artigos em um dia
Nesta matéria os professores e um pirata torturam os alunos com 3 instrumentos de tortura psicológica. O Aluno de BSI é obrigado a escrever um artigo acadêmico científico de nível TCC à-la Einstein, em 5 meses e estando apenas o terceiro semestre do curso, pobre jovem padawan. Nestes 5 meses de terror ele procurará escrever sobre um tema que lhe agrade como: bancos de dados, programação e jogos de videogame (tibia, dota, counter-strike) - entretanto todas as suas propostas de artigos serão negadas por serem meras "ferramentinhas", por serem muito "teóricas", pela proposta estar "sem foco", pela proposta estar "com muito foco" e qualquer outro argumento que calhe aos professores e pirata. Então o jovem padawan, desesperado e arrependido de ter entrado no curso, busca ajuda de orientador para guiá-lo em sua pesquisa. O que acaba ocorrendo é que o jovem padawan vira um mão de obra barata/gratuita de seu orientador, fazendo o artigo sobre algum assunto sem graça e chato que só os professores, orientador e o pirata acham legal. Não, não adianta... esta é a única maneira de passar na matéria.

Sobre os 3 instrumentos de tortura psicológica:

  • Artigos Os professores praticamente só aceitam artigos de determinadas fontes que não tem nada de útil, ou seja, esqueça o Wikipédia e o google. Você será obrigado a ler artigos muuuuuuuito objetivos que são mestres em encher linguiça.
  • LaTeX Onde o Aluno de BSI sente saudades do M$ Office, Open Office, KOffice, StarOffice, Notepad, ou qualquer outro editor de texto que ele tenha usado. O Aluno de BSI é obrigado programar sua própria monografia e a ler vários tutoriais que são os mestres em encher linguiça, explicam em 50 páginas, que um mero código seta uma referência. Muitos Alunos de BSI tentam enganar o professor com conversores mesmo que com eles a formatação fique menos bugada que pelo LaTeX original. Não adianta, eles não irão aceitar.
  • Monografia Os professores desta disciplina querem uma monografia com tanta encheção de linguiça tantos detalhes, que uma criança que nunca viu um computador, saiba o que você vai fazer, como vai fazer, porque vai fazer e por que vai dar certo. Em outras palavras, um simples trabalho sobre IDEs pode ter umas 200 páginas, e não se esqueça que tem de usar o LaTeX.

[editar] Programação 2

Matéria em que a média das provas é 90. 90, pois o Nerd que faz esta matéria, terá de fazer um trabalho gigantesco de 20000 linhas de código, onde ele coloca em prática, todos as técnicas de programação des'estruturada e programação desorientada a objetos que ele aprendeu enquanto jogava no kongregate assistia as aulas. Os Nerds terão de desenvolver um jogo a nível de Age of Empires para tirar 40% da nota, e como o trabalho vale muita nota, estude para as provas, se você tirar menos de 90, você REPROVOU.


Esta matéria é uma das que mais reprova em BSI, Engenharia da computação e Engenharia eletrônica.

[editar] Circuitos

Matéria onde os aspirantes a engenheiros elétricos, eletrônicos e futuros engenheiros computeiros, sentem saudades de cálculo. Mesmo com uma HP 50G, as provas tem cálculos de 5 folhas.

Aula prática de circuitos.


[editar] Estrutura de dados 1 e 2

Cquote1.png Segmentation fault Cquote2.png
Linux sobre aulas de estrutura de dados

Cquote1.png Este programa executou uma operação ilegal e necessita ser fechado Cquote2.png
Windows sobre aulas de estrutura de dados

Cquote1.png Yo dawg! I heard you like pointers, so i made a pointer to you pointer's pointer, so you can point to a pointer while this pointer is pointing a pointer! Cquote2.png
X-zibit sobre aulas de estrutura de dados


Matéria, onde o NERD tem de implementar uns algorítimos que eram para ordenar, criar, excluir, elementos de árvores, mas tudo o uqe aparece na tela, é Segmentation fault


Hitler sobre estrutura de dados


[editar] Eventos

[editar] Feira de Estágios e Empregos

Um dos grandes eventos da UTFPR, é realizada anualmente. Consiste na reunião de vários RH de empresas em stands no Pátio Central da Universidade, onde, durante 3 dias, com intuito de cadastrar currículos e atrapalhar a fila do RU. O evento teria tudo para ser um fracasso retumbante se fosse exclusivo para o público interno, visto que nenhum currículo cadastrado durante a Feira é de algum ser Cefetiano. Os nerds virgens da UTFPR, com sua fobia social, são incapazes de se dirigir aos stands para entrar em contato com as empresas, o que é agravado pelo fato de que muitos representantes das empresas são mulheres, o que dificulta ainda mais a tarefa. Alguns alunos olham a feira de longe, outros passam do lado e fitam-na rapidamente de rabo de olho, mas a maioria esmagadora observa tudo escondido atrás de algum dos "queijos", com a respiração ofegante. As empresas já tentaram de tudo: Stands super tecnológicos; brindes; doces; atendentes atraentes, mas nada disso sensibilizou os alunos autistas.

Segundo um estagiário da Divisão de Estágios e Empregos - DIEEM (departamento que "organiza" a Feira) , a última edição do evento teve recorde de reclamações por parte das empresas. O número de cadastros de currículo foi 7. Passaram mais bolas de feno, roladas pelo vento, pelo pátio do que visitantes. Há dúvidas se uma próxima edição será realizada. Contudo, com o advento do ENEM e do SISU, mais noobs estão entrando aos poucos na UTFPR e com isto, o número de cadastros de currículo tende a aumentar com o tempo...

[editar] Expo-UT

Evento realizado mostrar para quem é de fora o inferno e o mundo a parte que é lá dentro. Nesse eventos são expostos trabalhos acadêmicos como os carros que os caras de Engenharia Mecânica fizeram, os robôs que jogam futebol que os caras de Engenharia da Computação fizeram, a Bobina de Tesla que os caras de Eletrotécnica fizeram, entre muitas outras coisas... Porém, apesar de dizerem que esta feira é para mostrar os cursos, não é este o real objetivo, o real objetivo é dizer "Nossos calouros fazem coisas que nem os recém formados da PUC/Positivo fazem", pois afinal, os nerds de lá tem como único pagamento por se phoder tanto o fato de poderem se auto promover. Além de não ter de pagar 2 carros para se formar

[editar] Câmpus Ecoville

Cquote1.pngVocê quis dizer: Ecomatto?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.pngVocê quis dizer: Ecovella?Cquote2.png
Google sobre Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Cquote1.png Eu já fui lá... Cquote2.png
Forrest Gump sobre o Câmpus Ecoville
Cquote1.png Eu não quero ir pra lá! Cquote2.png
veterano de Eng. Civil sobre o Câmpus Ecoville
Cquote1.png Agora sim um campo de verdade! Cquote2.png
Jogadores de Futebol do Bloco Q sobre o Câmpus Ecoville

Eita que câmpus mais tecnológico!

Localizado no cu do mundo extremo oeste da cidade, é a sede dos cursos com maior número de mulheres (Engenharia Civíl e Arquitetura), que foram exilados justamente pelo fato de que as mulheres inibiam o desempenho dos alunos dos outros cursos do Câmpus Curitiba.

Possui apenas mato e barro em volta, logo, um ótimo local para o suicídio de alunos jubilantes e alunos de engenharia altamente traumatizados com Cálculo.

O único modo de se chegar lá é via metrô, mas como isso ainda não foi construído, os alunos acampam e caçam na mata local. É o câmpus com o menor índice de obesidade mórbida, pois não possui nenhuma franquia do Djalma Lanches nem do X-Montanha por perto.

[editar] Câmpus Quartel

O Câmpus Quartel foi comprado com o dinheiro do povo seguindo o lema do Justo Veríssimo "Do povo, para o povo, que se ferre o povo". A ocupação será feita assim que se consiga tirar o regimento de suprimentos do exército que está entricheirado lá armado até os dentes de feijão em lata, comida desidratada em lata e abridores de lata. A idéia é que os sargentos continuem trabalhando no local, dando aula para os alunos do curso de Levanta e Abaixarelado em Educação Física, nas aulas de Flexão e Abdominal 1, 2, 3, 4... 100... 200... 300... Pede prá saí, pede prá saí!!!

[editar] CAMPUS Cornélio Procópio

Cquote1.pngVocê quis dizer: CornolândiaCquote2.png
Google sobre Cornélio Procópio
Cquote1.png Mulheres? O que é isso? Cquote2.png
Aluno veterano a partir do segundo período sobre mulheres
Cquote1.png Larga dessa e vamo no Porão... Cquote2.png
Outro aluno veterano sobre como convencer seu amigo a pegar uma velhota.
Cquote1.png Não tem nada nessa cidade! Cquote2.png
Calouro que ainda não conhece o Porão.

Não existe nada aqui.


Uma Pequena colônia de japoneses que não passaram na USP.(Glacio ) Todos lá possuem algum problema.

[editar] CAMPUS Apucarana

Cquote1.png Você quis dizer:Faculdade da mulherada/ Google Cquote2.png
UTFPR Apucarana
Cquote1.png UTFPR? aqui em Apucarana num tem disso não, fia Cquote2.png
População sobre existência da UTFPR em Apucarana
Cquote1.png Mas o Sisu disse que tinha uma faculdade de Moda aqui! Cquote2.png
Calouro Paulista sobre explicação a cima
Cquote1.png Moda? Ahh, cê diz o Centro Moda? Porque num disse antes, é a CEFET moça, é lá que as mininas aprendi a costurar Cquote2.png
População sobre que é UTFPR

O Campus Apucarana, é mais conhecido pela população como: Centro Moda, Faculdade de Mulherzinha, Concentração de Bixinhas, Curso de Costura. É provavelmente a UTFPR com maior concentração de mulheres solteiras e sedentas por sexo homens, pois é nesse campus o Curso de Design de Moda. O que muitos calouros não sabem é que na verdade tais beldades são sereias da terra que transformam os pobres calouros homens de moda em Bichas Loucas gays e os calouros dos cursos de Processos Químicos e Licenciatura em Química em Nerds Autistas que jamais conseguirão se comunicar novamente não que normalmente eles consigam. Ao entrar na cantina para comer os medonhos, asquerosos e gordurosos deliciosos lanches da Tia Lu, poderá ver a dinastia das Designers sobre a UTFPR, enquanto os hipnotizados homens dos demais cursos apenas babam e falam sobre as aulas de calculo sozinhos!
O mais interessante, é que na cidade, absolutamente ninguém quase ninguém sabe onde fica a UTFPR, então NUNCA, eu disse NUNCA MESMO pergute a um morador onde fica a faculdade, porque eles vão te mandar para o outro lado desse vulcão desgracento!
E como não pode ficar tão disnexo da cidade, o Campus Apucarana também possui seu proprio relevo, com subidas e decidas em terra e pedra especialmente para as Lindas Mulheres quebrarem seus saltos. A quem diga que tal façanha tenha sido projetada pelas alunas de Engenharia Textil, em vingança ao zumbimento de seus homens.

[editar] CAMPUS Francisco Beltrão

Jamais alguém voltou de lá. Sabe-se apenas que 3 cursos são oferecidos: Capinagem de lote (eng. ambiental), Cozinheiro (tecnologia em alimentos), hacker (professor de informática) e Projetos de Pinkman (Eng. Química). Localiza-se mais ou menos no meio do mato,a alguns anos luz de onde Judas perdeu as botas.

[editar] CAMPUS Ponta Grossa

Território pertencente ao deus Meketref Pilla-n-tri e sua mão direita a deusa Perva Zumba.

Cquote1.png Onde fica o Bloco K? Cquote2.png
Estagiário respondendo sobre Os Os Blocos da Sede Ponta Grossa

A Sede da UTF em Ponta Grossa encontra-se na divisa entre Ponta Grossa, Rolândia e Pau Grande. Isolada da civilização Ponta Grossense, os coordenadores dos cursos acreditam estar beneficiando os alunos com esse isolamento, permitindo-lhes assim, ter maior atenção nas aulas. Por ser em uma região cercada por mato, a Sede de PG possui dois campos de futebol, duas quadras de esportes, um ginásio, uma academia e uma piscina para praticantes de natação. Essa parte esportiva da UTF é chamada de CAFIS. Dividida em grandes blocos, a Sede possui os famosos blocos D, E, F, G, H, CT, CALEM, CAFIS, DERHU, XEROX, DIBIB, entre outros conhecidos pelos alunos como por exemplo o local de parada dos alunos nas horas vagas, o AZUL, o VERMELHO, a CANTINA, a BRUXA e muitos mais.

[editar] O Azul

Point da UTFPR, onde tudo começou.

[editar] O Vermelho

Logo abaixo do CALEM, conta com um corredor bordô vermelho, uma janelinha para um corredor vertical e um laboratório de manteigas e sorvetes. Reza a lenda que esse é lugar onde os nerds de PG vão perder o bv, o que é bastante improvável, já que nerds nunca perdem o bv o lugar é claro e movimentado. Território pertencente ao deus Meketref Pilla-n-tri e sua mão direita a deusa Perva Zumba.

[editar] Bloco D

O bloco mais velho, e mais tosco da instituição. Possui uma Capela, onde os alunos podem dormir em paz, utilizar entorpecentes e até procriar dentro dos confessionários, dentre outras atividades (rezar lá é proibido),algumas lendas dizem que as portas da capela possuem passagens secretas(as mais conhecidas e temidas são as 4 portas atrás do altar) no qual escondem vários segredos sobre certa seita no qual os professores decidem o destino de seus alunos. Também possui uma gigantesca estante com vários troféus,que ninguém na instituição sabe dizer daonde vieram (alguns dizem que estes são frutos de competições internas de truco entre os servidores). Durante o dia, o bloco é habitado pela criançada do ensino médio e nerds de BCC, e a noite, é reduto da nerdarada de Sistemas.

[editar] Bloco E

Conhecido como Bloco da Engenharia, é na verdade o Corredor da Morte. Lá é possível encontar as lápides daqueles que foram gente um dia e perderam partes de suas vidas naquelas salas. Um lugar muito bonito, agradável e cheio de paz para se fazer um passeio noturno e apreciar a paisagem. Os banheiros extremamente fedidos de lá podem ser uteis para a procriação, caso a capela esteja ocupada, especialmente os de deficientes que são mais espaçosos e permitem maior conforto. Em 2007 o Bloco E ficou conhecido internacionalmente após a tentativa frustrada de suicídio de um aluno, depois de mais uma reprovação.

[editar] CAEQ

O CAEQ - Centro Acadêmico de Engenharia Química - é um órgão conhecido internacionalmente pelo seu sucesso e trabalho em prol dos alunos. Tem 90% de aprovação dos mais de 200 alunos, por conta disso, você encontrará seu símbolo por todo o local. Qualquer coisaque você precisar(como trufas, jalecos baratos e feitos 100% de algodão) e seja lícita, conte com eles.

[editar] CAENP

Festas e Política. Cuidado com eles!!!!! são pior do que ONG's que buscam seu trabalho em troca de motivação. Acham que mandam na faculdade.

[editar] CAFIS

É o lugar onde gente saudável e bonita mantém a forma (qualquer que seja esta forma). Possui uma piscina, um ginásio poliesportivo (o nome é irônico, pois só se joga futsal lá), mesas para a prática de tenis de...mesa, tabuleiros de xadrez entre outros.

[editar] As galinhas d'angola da UTF

As famosas galinhas d'angola que povoam a UTF de Ponta Grossa são frequentementes vistas andando pelo campus,ou então no meio da rua sendo tocadas pelos ônibus coletivos que buscam os alunos.Vários planos já foram feitos para fazer uma canja delas,mas até agora nada foi confirmado.

[editar] Engenharia de Produção

Você quis dizer engenharia das gostosas? Desde 2010 o campus PG recebeu os gerentes do pedaço e as reprodutoras do campus. Se quer fazer engenharia e entrar pra turma dos descolados, escolha producoxa, ops, produção. Só fazem festas, não conseguem calar a boca e choram, como choram!!!! Não sei como passam em cálculo. Aliás, isso é engenharia mesmo?

[editar] Campus Guarapuava

Cquote1.png Utê-êfê-pê-errrê Cquote2.png
Professor Davi sobre o campus.
Cquote1.png 5ª série isso aí Cquote2.png
Professor Juliano sobre uma EDO.
Cquote1.png Mais é só continha... Cquote2.png
Professor Bruno sobre uma integral por substituição trigonométrica.
Cquote1.png Não esqueçam das plicas Cquote2.png
Professor Tarzio sobre o Code Blocks.
Cquote1.png Quero ver essa sala vazia Cquote2.png
Professor matemático que quer reprovar todo mundo .
Cquote1.png Olha a definição Cquote2.png
Professora Tatiane.
Cquote1.png Coleguinha, deixa o outro coleguinha estudar Cquote2.png
Professora Marilei


Campus mais novo da universidade que foi recentemente inaugurado em sua sede própria que até então estava temporariamente utilizando espaço físico da UNICENTRO. O campus Guarapuava sonha em ser o melhor campus da utfpr, só sonha mesmo!

Atualmente conta com cerca de 400 alunos que estão sendo lentamente jubilados através de matérias como CDI (Cálculo Diferencial e Integral) e Álgebra (para leigos "1+1=0")., porém conta com muitos funcionários (9) e também com alguns estagiários.

Fauna típica da UTFPR Guarapuava em dias muito quentes.
Em cada turma de engenharia que entra na UTFPR sempre tem apenas entre 3 a 5 mulheres, uma é lésbica, a segunda quer ser, e as outras são tão feias que não podem ser consideradas como mulheres (com exceção da Thais, ela é linda).

No mais, um ótimo campus, apoiado com modernas tecnologias ( SOLIDEICH ) e excelentes sistemas acadêmicos ("Moodolf").

O Campus conta com os seguintes cursos:

[editar] Engenharia mecânica (Futuros Graxeiros da cidade)

Um curso em que você gasta cinco sofridos anos da sua vida na melhor das hipóteses, estudando engenharia, para depois ter o prazer de ser chamado de mecânico, e assim, ser igualado a um cara que nem diploma tem, mas sabe consertar um carro melhor do que você. Logo ele é um melhor profissional que você, é o que muitos pensarão inclusive você.

[editar] Engenharia civil (Curso superior para pedreiros)

Curso que contém disciplinas muito complexas, como "Calculo de tijolos", "Preparando Cimento 1, 2 e 3", "Chapisco 1 e 2", "Bater laje " entre outras disciplinas.

[editar] Tecnologia em Sistemas para internet (Os futuros formatadores de PC por vintão)

É como se fosse um curso de ciências da computação só que não é!

[editar] Tecnologia em Manutenção industrial

Ninguém sabe pra que serve esse curso, nem mesmo os professores.

[editar] Campus Campo Mourão

Localizado fora da cidade (pra não causar espanto), o campus de Campo Mourão possui uma vasta diversidade de b̶a̶b̶u̶í̶n̶o̶s estudantes, que vem dos mais aleatórios estados pra tentar a sorte nas terras paranaenses.

A universidade conta com uma arquitetura despojada, feita pelos mais nobres engenheiros da Zâmbia. Os alunos que nela estudam são divididos entre:

● O pessoal do técnico, que incluem Oompa loompa's viciados em Ragnarok e meninas de quatorze anos altamente encorpadas.

● Os engenheiros, classificados entre: os c̶u̶z̶õ̶e̶s engenheiros civis, que praticam a arte milenar de bater massa corrida e reclamar de arquitetura. Os engenheiros eletrônicos, que se dizem héteros mas adoram pegar em um fio longo e roliço. E os m̶a̶c̶o̶n̶h̶e̶i̶r̶o̶s engenheiros ambientais e de alimentos, os quais carregam nas costas a difícil tarefa de calcular objetos como cenoura, maçã, e pau brasil.

Mas a universidade não é só engenharia, tem que haver um pouco de fracasso e baixa renda também. Pra isso o campus oferta cursos como Ciência da Computação, pessoal altamente qualificado em derrubar sites do governo e minerar imagens de gatinhos na internet, sendo que graças aos professores da área 50% deles vão para Silicon Valley, 20% vão mudar pra eletrônica, e o restante vai trabalhar em grandes empresas como AOL, Click Jogos e Yahoo respostas. E Tecnologia em Alimentos, do grego, "Curso onde só tem gorda". Boatos que existem cursos além destes, mas devido ao seu alto nível de importância foram esquecidos nesta postagem.

Pontos turísticos:

Restaurante Universitário:

Presente da Presidenta Dilma, é o local onde você tem que matar a última aula da manhã pra poder entrar na fila e talvez conseguir almoçar a tempo pras aulas da tarde. Sempre acompanha uma dose a mais de proteína (Sim, um caro nerd encontrou uma baratinha em seu frango). Os que trabalham lá estão com prisão de ventre todos os dias (unica explicação para suas caras de bunda colocando a "carne" em seu prato). Tem mais batata palha no cardápio semanal do que água no feijão.

- DICA: Nunca cheire as bandejas laranja-cheguei, a não ser que queira dar uma esgurmitada.

Pastelaria do Tio:

Também conhecida como "Isso aqui já foi uma bosta" e "Amigo, tira esse boné da John John", a Pastelaria do Tio é o mais g̶o̶r̶d̶u̶r̶o̶s̶o delicioso local da universidade. É onde os alunos aprendem que não é preciso um curso tecnológico ou uma engenharia de alimentos pra se fazer o melhor pastel de frango do universo, apenas umas atendentes gostosas e um Chevette 86.

[editar] Campus Medianeira

É o campus estrategicamente posicionado entre São Paulo e Paraguai. Quando lhe perguntam: -"Onde você estuda?" Você responde: -"Ahhh, em Foz do Iguaçu. Se você falar Medianeira as pessoas vão dizer que não tem como ter faculdade em um lugar que ninguém conhece, ainda mais se for publica. É a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (para os não paranaenses), pois existe uma colônia de paulistas e mineiros e baianos. Na realidade há um projeto para mudar sua sigla para UTFTMGBHSPPR (Universidade Tecnológica Federal do Triângulo Mineiro Baiano Paulista no Paraná). Neste campus existem variados blocos, todos podem ser acessados por qualquer pessoa com qualquer necessidade especial, já que as rampas não são íngremes. Como o campus de Medianeira é dividido pela rua(que faz parte da UTFPR segundo guardinha) o vestiário do ginásio é um lugar para "coitar", já que ninguém fica lá. Ataques a machado ao diretor desse campus vem se tornando comum graças ao ilustre ser vizinho da UTFPR, conhecido como louco do machado (ou tio da bengala), que é dono de um dos [3] bares da redondeza, conhecido como bar do Diga, que era administrado por um português chamado DIGA, que após uma invasão de xirus que tomaram o controle do educado português pau no c**, vem enfrentando uma crise higiênica. Infelizmente o bar do Diga pereceu com o passar do tempo e agora existem outros bares [2] na redondeza. O Enjoy, lugar de encontro de estudantes despreocupados com a vida e que beiram o jubilamento, e o Terapia (lugar onde você fuma um cigarro, mesmo não sendo fumante, após uma prova aplicada por algum professor da CMC - Cúpula Maldita de Cálculo - e aprecia menores de idade consumindo água... Que não tem no rio).

O Restaurante Universitário de Medianeira é o que possui cardápio mais variado dentre as UTFPRs, nele você pode desfrutar de sabores exóticos como larva de arroz, mosquito frito e de vez em quando uma dose de barro na salada.

Nos cursos de engenharia, em alguns horários, existe um portal que se abre em contato direto com o inferno, forças extremamente poderosas e malignas são colocadas em praticas em convenções que denominadas "aulas" só para não parecer assustador e ali há praticas torturas de as almas inocentes, tirando a paz e a tranquilidade dos alunos.

Atualmente a UTFPR - Paraguai conta com 4 engenharias e milhares de sub-cursos. Sendo assim distribuídos:

Engenharia Ambiental - Lugar de pobres coitados que caíram nas armadilhas do Globo Repórter e acreditam que estão na profissão do futuro. 90% dos estudantes trabalham com saneamento, 5% têm o sonho de trabalhar na Petrobrás, 4% se tornam excelentes carpinteiros, 1% dos estudantes conseguem um salário de engenheiro ao final do curso e 5% (os que sonhavam com a Petrobrás) estão presos em Química Analítica, Físico-Química, Química Orgânica, Química dos Materiais, Química da Química e Química do PRA QUE TANTA QUÍMICA!?

Engenharia Elétrica (engenheiros do fio-terra) - Engenharia que mais filtra os alunos no campus. Há alunos no 7º semestre na instituição fazendo matéria com calouros. De quarenta que entram, 30 saem na primeira prova de cálculo, 5 preferem estudar na Alemanha (mais fácil) e os outros 5 viram monitores.

Engenharia de Produção (lê-se ADM) - O curso mais baba. O aluno encontra dificuldade razoável nos dois primeiros anos do curso e então percebe que nunca irá fazer mais contas. As matérias principais do curso são: Gestão, gestão, gestão... Gestão, gestão, ges-tão! Há tanta gestão que o termo foi retirado das disciplinas por ser óbvio. De 40 que iniciam o curso, 50 se formam. E desses 50, 25 vão curtir uma gestão em outros países pelo ciências sem fronteiras, que aparentemente preza pela formação de engenheiros de produção (administradores).

Engenharia de Alimentos (lê-se toca das gostosas) - Em TODA turma, sem exceção, há cinco beldades que param a universidade. Talvez o curso mais amado da UTFPR, pois é o único curso em que as estudantes vão de shortinho de seg-sexta. Os "rapazes" do curso também usam shortinho e sentam sempre de lado... 60% dos alunos viram merendeiras e o restante fica preso nas matérias de química ou envenenando os alunos em análises sensoriais.

[editar] Campus Pato Branco (White Duck Noris)

É o campus do CEFET da UTFPR, que foi construído em uma colina, é um lugar de difícil acesso e foi usado como esconderijo pelos côlonos na revolta dos posseiros.

Possui as mais variadas espécies de animais, entre eles: lagartos, nerds, tucanos, gostosas, curucácas, tico-ticos, baleias, cachorros de rua, gatos de esgoto e alguns ratos (ingrediente básico do X-mouse, popular na cantina do Gibba). Obs: Gibba, jovem esbelto de 250kg que detêm o monopólio de alimentação do campus. Sem falar, claro, dos célebres agro-boys, muito comuns por lá.

Uma célebre instituição de ensino, onde apenas 89 dos 4000 alunos escolheram prosseguir com a direção atual. Porém, o que importa na UTFPR - Campus Pato Branco não é a opinião dos alunos (por isso temos o X-mouse do higiênico Gibba) e sim a opinião dos técnico-administrativos que se acomodaram por medo da mudança, e em 2010 tem mais Gibba, pois o RU não saiu e teremos que aguentar por mais um ano os alimentos tanto quanto exotéricos (barata, aranha, em geral) no restaurante.

Existem tantos blocos quanto as letras do alfabeto, porém a maioria deles estão ocultos, inativos, destruídos ou qualquer coisa do gênero, já que são totalmente desconhecidos pelos UTFPubianos.

Uma universidade diferente das outras, onde ninguém ouve os alunos, e os professores perdem o tempo que deveriam estar aprendendo, se aperfeiçoando, para brigar ferozmente com outros professores e técnicos sobre coisas totalmente inúteis, já que a melhor forma de distração entre eles é achar outras pessoas com quem implicar. O Campus é dividido em "grupinhos", onde um grupinho adora falar mal de todos os outros e as vezes dos próprios integrantes do grupo, e TODOS eles passam os 4 anos pós-eleição discutindo sobre o candidato eleito, falando mal dele e de toda sua "equipe diretiva" e não fazem nada para melhorar. Os alunos perdem o tempo que deveriam estar aprendo, ouvindo as reclamações de seus professores. Porém todos eles possuem um ponto em comum (além, claro, da burrice que os impede de evoluir), que é a pirataria, já que todos eles, no CEFET na UTFPR pirateiam seus softwares.

As assistentes de alunos são o ponto central do comércio da Universidade, elas vendem tudo o que podem e mais um pouco (mesmo sendo proibido), variando entre produtos de beleza (Avon, Racco e todas as outras marcas) até roupas de cama, mesa e banho.

A UTFPR - Campus Pato Branco é palco de eventuais protestos em prol de um maior peso do voto dos alunos nas eleições para direção e reitoria. Tais protestos têm 10 adeptos em média. Os outros alunos, impossibilitados de entrar no Campus, sentam em frente ao portão de entrada. Tal fato faz com que o número de adeptos pareça muito maior do que realmente é.

Alunos do Campus Pato Branco da UTFPR se formam engenheiros mesmo sem nunca terem estudado Cálculo na vida. Todos estão muito preocupados com suas festinhas que acabam saindo da universidade sem ao menos saber o conceito de derivada. A maioria deles, após reprovar vários anos, passa em cálculo por desistência do professor.

Com a adesão da UTFPR ao ENEM o Campus têm se tornado cada vez mais um refugio de alunos que querem se tornar engenheiros sem esforço algum. Alguns desses protestam em favor dos direitos dos alunos, sendo que nunca estudaram uma matéria se quer do seu curso. Estes alunos preferem ler livros e filosofia e sociologia (apoiados pelos alunos de Letras) para encontrar motivação para seus protestos.

[editar] Departamentos

[editar] GEREP

Seu real local é desconhecido, porém os requerimentos são processados lá, e depois de alguns DIAS, MESES, ANOS de espera, talvez chegue algum resultado na secretária acadêmica.

[editar] GEREC

Não é o Gerep?

[editar] DEMAP

Departamento de mapas

[editar] DEADS

A pronúncia do departamento é em inglês. É o conhecido necrotério da UTFPR. É para onde os estagiários que se recusam a trazer café e calouros que não querem levar trote são mandados.

[editar] DCE

Ele fica num canto desconhecido do CEFET, digo UTFPR. Rumores dizem que a localização do mesmo é numa passagem secreta da UTFPR, no bloco de ADM, mas poucos chegaram até lá.

[editar] COINF

Se localiza no Bloco S, onde todos tiveram aula lá mas ninguém sabe onde fica.

[editar] LAMAT E COMAT

Onde se alocam os peruanos, motivo de muitos alunos da matemática estarem no seu Sétimo ano de curso.

[editar] DACEX ou DA SEX

Coordenação de Letras. 

[editar] GEPLAD

Que? Geladeira? Gerec? Gerep?

[editar] DAINF

Dainf é o departamento responsável pelas matérias de informática como programação desorientada a objetos, fundamentos de programação, desestrutura de dados, etc. Apesar do que as pessoas pensam, o nome não significa departamento acadêmico de informática, mas sim departamento administrativo do inferno. Ele é o único departamento que consegue reprovar mais que o departamento de matemática.

[editar] Atualidades - Campus Pato Branco

Atualmente o CEFET a UTFPR esta sobre um fortíssimo ataque cracker, onde alguns dos computadores que comportam os dados menos mais importantes da instituição, como: concurso$ público$, pagamento$, não pagamentos, festas, dos setores mais inúteis ou menos mais úteis, como: DERHU, DEMAP, DEFIC, FUNCEFET, DIRPB, DIBIB, GEREC, GEPAD, GELADEIRA, FREEZER, FGTS, CAIXA2 e todas as "gerências". também estão sumindo misteriosamente alguns poucos arquivos contidos em: drive D:/, disquete (é isso mesmo... disquete... alguns ainda usam), CD, pendrive, drive C: e todas as demais unidades de armazenamento. O que é mais misterioso, é que no lugar dos arquvios que estão evaporando, encontra-se alguns arquivos suspeitos, com nomes estranhos, como, "hhahahaha, te peguei", "se fudeu" e "você ganhou 1 milhão de reais, execute este arquivo para receber seu prêmio"...

Os principais suspeitos de tais acontecimentos é um casal que está no CEFET antes mesmo da terra planagem escavações serem feitas para construção do CEFET da UTFPR....eles foram os únicos estagiários efetivados e por isso conhecem todo o sistema, já que não mudou nada de lá pra cá...


[editar] Blocos - Campus Pato Branco

A - Bloco da Amanda(la no centro), Brahma e Skol, Mijo a 2,60.

B - Bloco Biroska, ou bar do birosca.

C - Bloco Censurado.

D - este bloco Desmoronou.

E - Bloco Esquecido.

F - Faltou criatividade para continuar mas como todos que entram aqui são péssimos futuros profissionais vão terminar essa lista de alguma maneira sendo relacionando alguma coisa com uma letra ou escrevedo algo real sobre o bloco

G - Bloco do Gibba, e suas delícias culinárias

H -

I - Bloco Inexistente.

J - Já é frio aqui: bloco da Engenharia Civil, mas que também pode ser chamado vulgarmente de geladeira.

K -

L - Bloco dos Laboratórios de física, a matéria que os alunos mais odeiam amam

M - Bloco da antiga dona Marinez, uma senhora que assombrou a universidade desde o seu inicio até o ano de 2009, seus principais assuntos (fofoca) eram de que ela havia visto dois alunos do ensino médio se beijando em uma sala, sem contar que ela sabia sobre a vida e os/as amantes de todos os professores.

N - Bloco da Nika, o bloco mais frequentado da faculdade

O - Bloco da Overdose dos alunos de Agronomia.

P - O bloco PQP do curso de administração que tem os laboratórios de agrônomia e que a computação usa

Q - Bloco da Química.

R -

S - O bloco com a maior concentração de cuecas da faculdade, reza a lenda que no meio de tantos cuecas existe uma seita de nerds, onde comandam as ações da diretora do Campus.

T -

U -

V - Bloco com o maior desvio de verbas em sua construção da história da faculdade, no papel tem 12 salas e 2 andares, na prática tem apebas 4 salas. Bloco preferido para se cagar, pois possui os banheiros mais limpos, sempre com papel (há boatos de que a greve do papel chegou neste bloco também).

V'(x) - O Bloco derivado do bloco V, onde ninguém entrou porque é impossível achar a entrada.

X - Bloco oculto, Elemento X.

Z - Bloco da Zoraide, funcionária do Gibba

[editar] Campus TOLEDO

Cquote1.png Vish piazada, da próxima vez que marcarmos algo eu venho! Cquote2.png
Aluno índio dando desculpa por ser tratante.

Cquote1.png Não deu mano, tava na academia! Cquote2.png
Gaijin dando desculpa por não ter ido em algum evento.

Cquote1.png O curso não era tudo aquilo que eu esperava não Cquote2.png
Aluno de Engenharia Eletrônica ao encontrar apenas duas meninas na sala

Cquote1.png Então, pega o cd la, pra nós dar boot no windows do pc da biblioteca sem por a senha Cquote2.png
Qualquer um do técnico em informática

Cquote1.png Tubarão leitoa com molho de raposa apaixonada Cquote2.png
Qualquer aluno de gastronomia depois de se formar.

Cquote1.png Ronaldo! Cquote2.png
Alunos de Engenharia Elétrica sobre qualquer coisa.

Cquote1.png Calouro Burro!! Cquote2.png
Alunos de Engenharia ao ver alguem fazendo gordices.

Cquote1.png Regra básica na engenharia, mutiplica por 1 e soma com 0 Cquote2.png
Professor de Fisica 2 argumentanto aos alunos

Cquote1.png Tira o gradiente do rotacional Cquote2.png
Qualquer aluno depois de assistir uma aula de física III paranormal

Cquote1.png ME FUDI! Cquote2.png
Qualquer aluno sobre qualquer prova em qualquer campus.

Cquote1.png ÉFE É IGUAL A EME AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! Cquote2.png
Aluno sobre prova de Mecânica Geral II.

Cquote1.png Passei em física III com 7.5 Cquote2.png
Chuck Norris sobre o curso.

Cquote1.png Bora joga um DoTA Cquote2.png
Qualquer aluno sem chances de aprovação no exame.

Cquote1.png barra n Cquote2.png
Única coisa que os alunos aprendem em programação.

Cquote1.png barra a Cquote2.png
Aluno superdotado incomodando os amiguinhos na aula de programação.\n

Cquote1.png Cimento Cquote2.png
Aluno de civil sobre o que fazer em situação de risco

Cquote1.png Professor, mas essa variavel que não é global acaba se tornando globalizada, mesmo sem ser, pois ela irá funcionar globalmente, globalizando o programa, ou seja, é uma variavel global mais bunitinha Cquote2.png
Aluno de eletrônica interessado fazendo perguntas perspicazes ao professor de Prog sobre a função struct

O Campus Toledo da UTFPR é um dos mais novos e, é claro, menos conhecido. Antigamente conhecido como FUNET por ter sua sede em uma escola de ensino fundamental. Atualmente conhecido como "perto da PUC". Desde sua implantação, ainda é preciso explicar: "Sim, Universidade federal, pública, gratuita...não..não precisa pagar!"

Quanto aos cursos...

=== Engenharia Eletrônica === (ou conhecidos como "Pica-Fios")

O aluno que cursa Engenharia Eletrônica possui seu principal foco em passar em "algebrera" [Vulgo Algebra Linear ou GêÁ], e ter uma aula paranormal de física I && física III, contando também com uma forte formação nas áreas de jogador de truco e counter-strike e por último, mas não menos importante, luta contra a obesidade (por razões óbvias). Por ser um aluno extremamente flexível, pode atuar nas mais diferentes áreas do Autocad e em Solid Edge. O soldado/aluno de Engenharia Eletrônica do Campus Toledo sempre acha que tudo se resolverá no semestre seguinte. Os diversos tipos de reações dos alunos apontam seu comprometimento: "Putz, tirei 1,5 na prova de física..." "Jura? Vamos comprar uma pinga" ... "Putz! Fui bem na prova, tirei 4,3..." "Jura? Vamos comprar uma pinga e jogar truco?" ... "Preciso de 140 pra passar. Ahh, falou, vou dormir"...

[editar] Engenharia Civil [vulgo "técnicos em acentar tijolos"]

São alunos em seu geral muito perspicases, conhecendo muito bem todo o processo de construção, para isso possuem muitos cursos complexos, como "Calculo de Soma e Subtração", "Preparando Cimento 1, 2 e 3", "Cantadas Comuns Feitas por Pedreiros e Como Aplica-las Inconvenientemente (CCFPCAI)", "Fisica 1/3, 1/2 e 1" entre outros cursos que exigem ao maximo seus cerebros demasiados pequenos.

[editar] Tecnologia em Processos Químicos

Já os alunos de Tecnologia em Processos Químicos, que terão a formação suficientemente ampla para atuar em muitas habilidades que um Engenheiro Químico possui, têm que carregar o peso do nome Tecnologia no curso, como se isso lhes fizesse inferiores.

[editar] Ensino médio

Falando no ensino médio... não tem como não falar no Mc. Dila Feliz...a dona do estabelecimento Dila aluna de gastronomia que faz a alegria da galera com suas guloseimas no intervalo, é a dona do estabelecimento... o negócio é de família, o Dilo cuida da cantabilidade sempre ajudado pela Dilinha ...Sorte dela que não tem cantina no campus! E sorte dos alunos que têm a Dila! o pessoal da engenharia sempre culpam os alunos da gastronomia por não conseguirem estudar, mas isso é balela! Eles são burros msm! Ob Já os alunos do técnino em Informática são o terrores do campus. Muitos deles adoram a palavra indisciplina. Há os que acreditam que a glória e calmaria do campus toledo seriam inevitáveis se alguns elementos não se encontrassem lá matriculados... Obs.: parem de tentar "hackear" os computadores da biblioteca, não é pra ficar mexendo no registro do windows, nem jogar tibia pelo pendrive.

[editar] Cefetianos Célebres

UNIVERSIDADES DO PARANÁ
v d e h
PR
PR
Bandeira do Brasil
v d e h
Universidades federais do Brasil

Acre: UFAC · UNIBLAH · UFTSMURF | Alagoas: UFAL | Amapá: UNIFAP | Amazonas: UFAM | Bahia: UFBA · UFRB | Ceará: UFC | Distrito Federal: UnB | Espírito Santo: UFES | Goiás: UFG | Maranhão: UFMA | Mato Grosso: UFMT | Mato Grosso do Sul: UFGD · UFB · UFMS · UFPAN | Minas Gerais: UNIFAL · UNIFEI · UFJF · UFLA · UFMG · UFOP · UFSJ · UFU · UFV · UFTM · UFVJM | Pará: UFPA · UFRA · UFOPA | Paraíba: UFPB · UFCG | Paraná: UFPR · UTFPR | Pernambuco: UFPE · UNIVASF · UFRPE | Piauí: UFPI | Rio de Janeiro: UNIRIO · UFRJ · UFF · UFRRJ · IME | Rio Grande do Norte: UFRN · UFERSA | Rio Grande do Sul: · UFCSPA ·UFRGS · FURG · UNIPAMPA · UFPel · UFSM | Rondônia: UNIR | Roraima: UFRR | Santa Catarina: UFSC | São Paulo: UFSCar · UNIFESP · UFABC · ITA | Sergipe: UFS | Tocantins: UFT


v d e h
Universidades, Faculdades e Instituições de Escravização em geral
















Ferramentas pessoais
Ver e modificar namespaces

Variantes
Visualizações
Ações
Navegação
Colaboração
Votações
(F)Utilidades
Novidades
Redes sociais
Correlatos
Ferramentas