Alcalá de Henares

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para: navegação, pesquisa
Este artigo é um
Patrimônio Mundial da Humanidade.

Pode ser uma ruína, uma cidade
de merda, um matagal abandonado,
mas está protegido!

World Heritage Site logo.png

Leitura recomendada apenas para
pessoas com cultura.

A UNESCO monitora este artigo.


A Alcalá de Henares, na Espanha é uma cidade conhecida por sua universidade de drogados e bairro histórico que nunca recebeu uma reforma, são também são as coisas mais velhas do local, e impedem o desenvolvimento tecnológico da região.

História[editar]

A universidade, onde os alunos pagam a Alcalá de Henares para aprenderem coisas idiotas (como toda escola).

A região onde hoje se encontra a cidade era ocupada desde a Pré História por tribos locais. Essas tribos ocupavam os morros próximos, formando uma das primeiras favelas da Europa e do mundo. Enquanto as tribos celtas se espremiam nos barracos das favelas nos morros, os romanos, que conquistaram toda a Espanha, moravam no lugar onde é a cidade propriamente dita.

Henares prosperou durante o governo dos romanos, mas os celtas e outras tribos estavam revoltados em ficarem na pobreza, e fizeram uma rebelião para derrubarem o governo de Roma. Depois de uma onda de violência, o Império Romano abandonou Alcalá, até porque a cidade não dava mais lucro. Para se sustentarem, as tribos que habitavam Acalá de Henares inventaram um boato de que havia um santo habitando a cidade, o que atraiu muitos otários peregrinos fiéis e deu aquela inflada no PIB local.

Depois que perceberam a farsa, os fiéis pararam de peregrinar para Alcalá de Henares. Desde esse período até os dias atuais, não aconteceu nada mais interessante que possa ser citado aqui. A única fonte de renda verdadeiramente lucrativa de Alcalá, a universidade da cidade, é um trambolho antigo. Foi feita inicialmente pela Inquisição Espanhola para torturar prisioneiros muçulmanos usando conhecimentos chatos e inúteis bem como fazer lavagem cerebral formar futuros inquisidores para o Santo ofício.

Depois que descobriram que CDs de Funk eram mais eficientes para tortura, a universidade foi abandonada e virou uma escola comum. Seu sistema de ensino mais fraco (sem torturas fortes) atrai muitos alunos, e ela é uma das maiores e mais antigas universidades da Espanha.

Universidade[editar]

A universidade é a principal fonte de renda dos habitantes da Alcalá, que recebem a grana de pessoas que pagam para serem torturadas por ensinamentos dos quas nuncas serão úteis durante suas vidas dentro da universidade. O bairro histórico possui a concentração mais concentrada de ruínas e casas abandonadas de Alcalá de Henares, também dando um pequeno lucro com os turistas que visitam o centro e com os jovens universitários que escolhem esses muquifos para montarem suas repúblicas de baixo custo.