Usuário:Smalkade/sandbox

Origem: Desciclopédia, a enciclopédia livre de conteúdo.
Ir para navegação Ir para pesquisar
HUMOR INTERNO
Batata desciclo sem texto.gif
Não entende esse artigo? Será Humor Privado? Que nada! É Humor Interno, registre-se na Desciclopédia para entender a piada!
Batata desciclo sem texto.gif
Nuvola apps bookcase.png
Este artigo é parte do Deslivros, a sua biblioteca livre de conteúdo.


Atenção: Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.
Enfie a carapuça no cu e pare de usar drogas.


Dedico este deslivro à minha esposa, meus dois filhos, meu cachorro e minha aranha de estimação. E, claro, a todos os corinthianos do Brasil.
- O autor

Prólogo, ou primeiro capítulo, sei lá[editar]

Cita3.pngGato escaldado, morre porra!Cita4.png
Sílvio Santos


Ah, olá, nem tinha visto você aí, desculpe... Pode ficar à vontade, não quer se sentar? Prefere café ou chá de pica-couve? Não quer uma bolachinha?

Bom, eu sei porque está aqui. Talvez você seja apenas um desocupado que entrou no meu deslivro sem permissão, ou alguém buscando algo para apontar o dedo e rir como um retardado, ou alguém buscando iluminação pelos caminhos da edição wiki. Sejá lá qual for o seu objetivo, não importa. Você está atrás do meu conhecimento. E eu vou dá-lo de graça. Dar não, distribuir.

Quem sou eu? Huh, essa é uma pergunta difícil. Eu sou ninguém. E ninguém é perfeito. Então eu sou perfeito. Então eu não sou você, disso eu tenho certeza. Em resumo, não importa quem eu sou, importa é que o São Paulo não ganhou a Copa do Brasil de 2020 e que o deslivro já vai começar. Mas, como este pretende ser diferente de todos os outros, deixe-me introduzir você, caro ouvinte/leitor, à pequena historinha de nossos heróis. E não precisa ter pressa não, logo logo todas as suas perguntas serão respondidas. Se não forem, pesquisa no Google e gg.

Bom, imagine um lugar onde todo o humor, toda a lixosidade humana, toda a avacalhação estejam concentradas em apenas um objetivo, com a colaboração de diferentes pessoas, diferentes raças, diferentes credos, diferentes modos de pensar. É, seria uma merda.

Ahoy, chega de enrolar, né? Nossa história começa em um site da internet, um site de humor. Um site wiki de humor. O nome desse site? Hãããã, não sei, vamos chamar de desenciclopédia. É, Desenciclopédia é um bom nome. Como a Desenciclopédia é uma wiki, várias pessoas contribuem todos os dias para que ela cresça. Essas pessoas são os desencíclopes. Os desencíclopes têm nomes diferentes e únicos.

Capítulo 1: Uno reverse card![editar]

Cita3.pngNem li!Cita4.png
Stevie Maravilha


Bom, na Desenciclopédia há artigos e há outros tipos de páginas, óbvio. No Fórum da Desenciclopédia, há diversos lugares para diferentes tipos de debates. Dentre estes fóruns, há a Mesa de Uno. Na Mesa de Uno, os desencíclopes discutem várias e várias (f)utilidades, sem compromisso algum com seriedade. Bom, vamos acompanhar a história de um desencíclope especial, o Ribamar. Antes de se tornar um nobre desencíclope, o Ribamar era um filósofo seguidor de Sócrates. Ele sabia que nada sabia. Mas se ele sabia que sabia de nada, então ao menos uma coisa ele sabia! Era um filósofo que porra nenhuma sabia.

O Ribamar edita todos os dias alguns artigos, em especial de um certo game underground, cujos personagens ele spamma em todo canto acessível da internet. Ribamar gosta de se relacionar com outros desencíclopes e gosta de debater diversos temas na Mesa de Uno. Um cara sociável, hein? Pois bem, um dia Ribamar estava navegando no site quando pensa ah, vou lá na Mesa de Uno conversar com as pessoas. Mas Ribamar não tinha assunto para conversar! E agora?

Ribamar estava um pouco triste. Ele havia visto certos comentários internet afora dizendo que os jovens são todos merdas. Oh, não, todos os jovens são merdas! Eu também sou um merda??? Em crise existencial e em um debate profundo dentro de si mesmo, Ribamar decidiu buscar respostas. O melhor lugar para procurar respostas? Uma biblioteca? O Bing? Um guru? Talvez na Mesa de Uno? Não sei, ninguém sabe. Mas eu sou ninguém! Ribamar decide procurar as repostas da sua vida na Mesa de Uno, sagrado lugar de sabedoria desencíclope. Galera, os jovens são mesmo merdas??? Eu estou louco? Preciso tomar antidepressivos? O tópico chamou a atenção de outros desencíclopes. Coitado do Ribamar, será que ele está louco mesmo?

Então, um certo desencíclope respondeu. Nossa, uma resposta! De quem será?

O nosso herói da vez se chama Silvano. O Silvano, um verdadeiro poço de sabedoria e userboxes, é muito lógico e racional. É quase frio e calculista. Pois bem, o Silvano pensou, pensou e sentiu uma tremenda necessidade fisiológica de cagar o nome do Olímpio no meio da conversa. Iiiih, mas quem é Olímpio????

Para contextualizar você, caríssimo leitor, devemos fazer uma pequena pausa. Que tal um copo de água? Não? Ora essa, eu insisto. Bom, deixarei aqui na mesinha. Olímpio era um velho conhecido da comunidade desencíclope. Um desencíclope milenar, havia contribuído de boa vontade por anos para a wiki. Mas infelizmente boa vontade é diferente de boa qualidade, e Olímpio acabou chutado do plano do Oblivion desencíclope. Muito bem, dois anos após a queda do anjo obeso, alguém enfiou o nome impronunciável num tópico da Mesa de Uno. Eita!

A verdade é que a maioria da população da wiki odiava o tal Olímpio, mas haviam alguns nobres esperançosos. Sim, Olímpio pode voltar a ser uma boa pessoa! Talvez ele aprenda que proparoxítonas devam ser acentuadas! Por favor gente, aceitem o Olímpio de volta! O quê? Se o Silvano era uma dessas pessoas? Olha... Sei não, não cabe a mim saber. Continuando a história, Silvano deu sua opinião sobre a questão do Ribamar e acabou enfiando o nome do Olímpio no meio. É claro que houveram pessoas que desdenharam e dentre essas pessoas, estavam o Pateta e o Jonas. Pateta e Jonas eram antigos colegas de Olímpio, mas acabaram discordando de suas ideias azuladoras e agora eram operadores das catracas da Desenciclopédia. Além do Jonas e do Goofyman, vários outros colegas opinaram sobre o tema, numa conversa super tranquila. Teve gente que falou até em bebê.

É, seria apenas mais um tópico de conversas normais na Mesa de Uno e todos continuavam suas vidinhas felizes... Mas, infelizmente, Pateta soltou um comentário que doeu no coração e bunda de alguns desencíclopes. E acontece que o comentário foi tão doloroso que ressuscitou mortos! Caraca! Dez mil anos depois, o selo eterno foi rompido e Alex, editor de outros tempos da wiki, voltou à vida e voltou descendo o cacete no "coitadinho" do Pateta. É, uma cena bem bizarra, uma múmia batendo num personagem da Disney. Acontece que o nosso amigo Lex voltou um pouco desatualizado: ele era dos tempos em que Olímpio era visto como um editor comum da Desenciclopédia, inocente e inofensivo. E Lex, vendo aquele comentário pesado do Pateta, não deixou barato e partiu pra cima dele em defesa de seu amigo de outrora. Pateta, vendo aquilo, respondeu da maneira mais conciliatória e pacífica possível: Cquote1.svg Abstenha-se de pronunciar mais palavras, ser de sexualidade duvidosa! Cquote2.svg O clima esquentou!

Sim, este foi apenas o início dessa história bem maluquinha. Segure-se na sua poltrona que aí vem altas dosagens de adrenalina.

Capítulo 2: Churrasqueira-controle-remoto[editar]

Cita3.pngEu tenho medo.Cita4.png
Regina Duarte


Há certas coisas na vida que nos intrigam e intrigam o resto da humanidade também. "Qual o sentido da vida?", "Pizza de calabresa é melhor que mussarela?", "Por que minha internet é tão lenta?" "Por que conversar com alguém que só vai me fazer mal?". O ser humano é um animal que tem a capacidade de questionar. Quem nos ensinou isso foi Satanás, sabia?

Bom, a Desenciclopédia tem um repositório de arquivos comuns a todas as Desenciclopédias de todas as línguas. Ou seja, vários usuários de vários países contribuem e administram essa wiki separada. Já que a maioria dos desencíclopes estão bem ocupados editando em suas wikis natais, o movimento nesse repositório costuma ser um pouco fraco. Acontece que o próprio Olímpio, tratado como vândalo em sua wiki natal, ainda era operador de catracas dessa wiki. Olímpio era muito amigo de um colega seu que se chamava Márcio. Márcio, embora também banido da Desenciclopédia, operava as catracas de mais de quinze mil wikis diferentes, o que o tornava figura importante no ambiente internacional do projeto.

Por algum caralho de motivo inimaginável para seres humanos normais como você e eu, Pateta vinha mantendo contato próximo com Olímpio, o mesmo anjo balofo caído que havia prejudicado por anos os preciosos artigos sobre algum jogo de RPG cujo nome não me recordo agora. Com os seus artigos copiados da Wikipédia com leves alterações cômicas, Olímpio conseguiu a proeza de atrair, como eu já disse ali em cima, o ódio de quase toda a comunidade de editores, e ainda por cima havia causado vários flamewars ao longo de sua carreira, inclusive com o próprio Pateta. Continuando, um belo dia Pateta e Olímpio estavam conversando sobre alguma coisa quando Pateta, por algum motivo que foda-se, acabou por xingar o Alex. Olímpio, horrorizado com aquela crueldade, não ia deixar barato. Decidiu fazer justiça, justiça com as próprias mãos. Mas, de repente, Olímpio se viu num beco sem saída: como ele iria aplicar a justiça no criminoso do Pateta, se ele não poderia denunciar o delito em sua wiki natal? De repente, numa iluminação mental, numa transcedência espiritual ocorrida dentro dos sete neurônios na sua caixa craniana, Olímpio recebeu a resposta divina: bane ele do repositório de arquivos!

Então, Olímpio foi à luta. A justiça não poderia esperar. Pateta tinha que ser punido severamente. Foda-se se eu vou aplicar regras de uma wiki em outra.

Com o ato consumado, finalmente todos voltariam à vida tranquila de sempre, não é? Nem tanto. Olímpio, em um ato de extrema sagacidade e inteligência, havia aplicado um bloqueio em um operador das catracas da Desenciclopédia. E além de saber girar bem as catracas, o indivíduo em questão era burrocrata, que é quase um catraqueiro super sayajin. É claro que as coisas não voltariam ao normal tão cedo. Pateta, literalmente em chamas, decidiu ir ao fórum da Desenciclopédia para denunciar o ato fascista e angariar apoio político para derrubar o ditador Olímpio Garrastazu Médici. De repente surgiu uma boa proposta: enviar duas bestas do apocalipse para tocar o terror no repositório de arquivos e mandar o Olímpio para a casa do pedrinho. Até que a ideia recebeu um bom apoio da plateia. Dois usuários, Silvano e Lucrécio, decidiram se sacrificar, se oferecer de boa vontade para administrar fielmente o repositório. Sim, sem segundas intenções, sem dúvida, claro, of course.

A situação estava se resolvendo, Silvano e Lucrécio foram bem apoiados pela comunidade, só faltava a palavra final do dono do maior pênis da comunidade, Carlos, o webmaster, o dono do host. Mas, uma bomba caiu como uma bomba no tópico em questão. Acontece que Vanderlei, um catraqueiro respeitado do site, recebeu de Olímpio uma imagem super comprometedora do Pateta xingando o Alex na fatídica conversa. Certos usuários sabiam que Vanderlei e Pateta não se davam tão bem assim no passado. Alguns desencíclopes desaprovaram a atitude do Pateta. Porém, todos sabiam que era burrice banir alguém de um repositório de arquivos por causa de ofensa em conversa particular. Então, a conversa sobre essa burrice destilada continuou, até que Alex veio dar a palavra. Alex, ainda desinformado sobre a real situação ocorrida dois anos antes, continuou a defender os erros de Olímpio e chamou atenção para a esperteza do Pateta, que logo depois do pequeno atrito protegeu o tópico e tacou o foda-se. Então, 4 veteranos trataram de desenhar toda a historinha para que o Alex pudesse entender.

Bom, depois disso, pouca coisa aconteceu nessa discussão. Nessa discussão.

Porém, em outras wikis irmãs, os cus de diversos usuários estavam flamejando. A praga da crise havia se espalhado por pelo menos cinco comunidades diferentes, tais são os efeitos da quarentena na cabeça das pessoas. Márcio, extremamente furioso com a mais nova cagada de seu ex-camarada Olímpio, o repreendeu em todas as discussões imagináveis e quase todos sabiam o destino final de Olímpio. Porém, provavelmente desequilibrado mentalmente pela situação, Márcio começou a insinuar que a Desenciclopédia estava tentando dominar o mundo repositório de arquivos, com suas duas inocentes bestas do apocalipse e a indicação de um terceiro burrocrata, velho adversário de Márcio. Ele, desesperado, começou a caçar um candidato para ajudar-lhe na terrível batalha contra os invasores de outro mundo, pelo que as duas bestas do apocalipse tiveram que desenhar, por alguns dias, uma mensagem dizendo VIEMOS EM PAZ! LEVE-NOS AO SEU LÍDER!. Depois desse mal-entendido e a recusa do terceiro usuário, Silvano e Lucrécio finalmente assumiram as catracas do repositório após Olímpio perder suas catracas. Numa jogada de mestre, Olímpio tentou tirar o seu da reta aplicando um auto-block de 3 meses. Márcio, cansadíssimo daquela confusão toda e com dor no pescoço, lavou as mãos e enfiou um ano de bloqueio na bundinha de Olímpio, para comemoração das wikis envolvidas.

Porém, a guerra civil ainda estava por começar na Desenciclopédia lusófona.